Governo de Minas dá posse a comitês regionais e inaugura nova fase na gestão pública

Comitês da Zona da Mata, Sul, Triângulo e Jequitinhonha/Mucuri integram processo de regionalização da administração

Nesta quinta-feira (9), o Governo de Minas dá posse aos comitês regionais da Zona da Mata, Sul de Minas, Triângulo e Jequitinhonha/Mucuri. Formados por agentes de diversas secretarias e órgãos estaduais, que possuem unidades nessas regiões, a criação dos comitês representa mais um passo para a regionalização da gestão governamental.

A iniciativa integra o projeto Estado em Rede, idealizado para viabilizar o modelo de Gestão para a Cidadania. O modelo dá continuidade aos avanços já conquistados ao inserir uma nova lógica – a regionalização da estratégia governamental. O papel dos comitês é discutir e propor, de forma intersetorial, soluções para problemas locais, identificando prioridades para implementar a estratégia governamental conforme as metas traçadas no Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado (PMDI 2011-2030). O processo de trabalho dos comitês terá início nas regiões, a partir de 16 de fevereiro, quando se reunirá pela primeira vez o Comitê Regional da Zona da Mata, em Juiz de Fora.

Neste primeiro encontro, técnicos das secretarias de Planejamento e Gestão (Seplag), Casa Civil e Relações Institucionais e Governo e Ouvidoria-Geral do Estado, promovem, de forma detalhada, o debate sobre as metas e estratégias governamentais para a região. Em 29 de fevereiro reúne-se o Comitê do Jequitinhonha/ Mucuri. Em março acontece a primeira reunião do Comitê do Sul de Minas e, em abril, será a vez do Comitê Regional do Triângulo. As reuniões irão acontecer a cada três meses.

Em maio próximo tomam posse os membros dos comitês regionais do Noroeste, Alto Paranaíba, Centro-Oeste e Central, totalizando a formação de comitês nas dez unidades de planejamento do Estado. A coordenação técnica dos comitês regionais, a elaboração da metodologia de trabalho e a condução da experiência-piloto são de competência conjunta da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Secretaria de Estado de Casa Civil e de Relações Institucionais (Seccri) e Ouvidoria-Geral do Estado (OGE).

Projeto-piloto

O PMDI 2011-2030 estabelece 11 Redes de Desenvolvimento Integrado – criadas para promover a cooperação e integração entre agentes e instituições em torno de grandes escolhas para o futuro de Minas Gerais. As redes focalizam metas síntese e as desdobram em objetivos, estratégias e indicadores com metas de desempenho para produzir e medir as transformações desejadas em cada uma delas.

A gestão regionalizada, que se encontra em desenvolvimento de forma piloto nas regiões do Rio Doce e Norte de Minas, é o aprofundamento do modelo de gestão voltado para resultados. O novo modelo é complementar ao modelo de gestão pública de Minas Gerais e aproxima a estratégia central das necessidades e particularidades regionais.

A escolha dessas regiões se explica por congregar as disparidades regionais representativas de todo o Estado, no caso do Rio Doce, enquanto o Norte de Minas se destaca por concentrar as principais carências sociais do Estado, razão pela qual vem recebendo especial atenção nas últimas gestões.

O processo já está bem avançado nessas duas regiões, onde se encontra em implementação a gestão participativa. O modelo já contabiliza a realização de encontros regionais, em que a sociedade civil organizada debateu e definiu, entre as estratégias e metas do governo contidas no PMDI, as 20 prioridades locais; e fóruns regionais, onde foram eleitas pela sociedade civil as cinco estratégias para serem monitoradas de forma intensiva nas instâncias governamentais, até sua implementação.

A gestão regionalizada e a gestão participativa são os dois pilares da Gestão para a Cidadania, que é a terceira etapa de reorganização administrativa do Estado, iniciada com o Choque de Gestão e, posteriormente, o Estado para Resultados.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: cinco detentos de Minas passam no vestibular e vão cursar faculdade em 2012

Os novos universitários vão fazer cursos presenciais e também na modalidade de ensino a distância

Divulgação/Seds
Sobe para 17 o total de detentos mineiros matriculados em faculdades e universidades
Sobe para 17 o total de detentos mineiros matriculados em faculdades e universidades

O sonho de cursar o ensino superior se transformou em realidade, neste ano, para cinco detentos do sistema prisional de Minas Gerais. Eles foram aprovados no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os novos universitários vão fazer cursos presenciais, em faculdade, e também na modalidade de ensino a distância. Todos iniciam as aulas ainda neste mês. Com o ingresso dos cinco presos no ensino superior neste ano, sobe para 17 o total de detentos do Estado matriculados em faculdades e universidades.

Dos cinco aprovados, quatro cumprem pena na Penitenciária José Maria Alkimin, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os detentos estudam na Escola Estadual César Lombroso, que funciona dentro da unidade prisional. O quinto aprovado está detido no Presídio de Pouso Alegre, no Sul de Minas, e por ter conseguido boas notas, recebeu a bolsa integral do Programa Universidade para Todos (ProUni).

Para o secretário de Estado de Defesa Social, Lafayette Andrada, o resultado reflete o investimento do Governo de Minas na humanização do sistema prisional, por meio do estudo e do trabalho. “Temos investido fortemente na ressocialização dos detentos, para que eles estudem e trabalhem e nunca sejam um peso para a sociedade. Aprendendo um ofício, seja pela profissionalização dentro das unidades prisionais, seja pelo aprendizado de um ensino superior, estes presos poderão ter um futuro diferente quando cumprirem suas penas”, destacou o secretário.

Aprovados

Os presos Roberto da Silva Pereira, de 28 anos, que está no regime fechado, e Arllan Gonçalves Martins, de 24 anos, do regime semiaberto, vão cursar Ciências Econômicas na Faculdade de Estudos Administrativos (FEAD), por meio do ensino à distância. Lázaro Jordão Pimentel, 30 anos, do regime fechado, também fará a modalidade à distância, mas o curso escolhido foi o de Marketing, na Faculdade Anhanguera. Os três detentos estudarão dentro da própria unidade prisional, por meio de computadores disponibilizados pela penitenciária, com o acompanhamento da pedagoga da unidade.

Roberto da Silva Pereira concluiu o Ensino Médio na escola da Penitenciária José Maria Alkimin e agora, por meio do Enem, conseguiu a bolsa para cursar Ciências Econômicas. “Estou bastante animado para começar as aulas. É bom poder usar o tempo que estou preso para estudar, para que não seja um tempo perdido. Vou sair daqui com uma formação, o que vai ser bom para o meu currículo”, destaca.

O preso José Carlos da Silva, 44 anos, por sua vez, fará o curso presencial de Comunicação Assistiva, na PUC Minas do Coração Eucarístico, após o recebimento da autorização judicial para o estudo. José Carlos está no regime semiaberto e já tem a autorização judicial para trabalho externo.

O outro preso que começará a faculdade está detido no Presídio de Pouso Alegre, no Sul do Estado. Alexsandro Camargo dos Santos, de 35 anos, foi aprovado no Enem Prisional e selecionado para uma bolsa de estudos integral na Universidade Paulista (UNIP). O detento vai cursar Gestão da Tecnologia da Informação por meio da modalidade à distância. “Nunca imaginei que iria fazer faculdade de dentro de um presídio. Estou muito motivado e contente”, conta Alexsandro.

Segundo o diretor de Atendimento do Presídio de Pouso Alegre, Gilberto Vicente da Silva, esta foi a primeira vez que a unidade participou do Enem Prisional. “Ficamos surpresos porém satisfeitos com o resultado. Ações como essa incentivam não só a capacitação profissional, mas também a conclusão dos estudos entre os detentos”.

Estudo

Atualmente, cerca de 5.500 presos estudam enquanto cumprem pena em unidades prisionais mineiras. Pelo estudo, os detentos têm redução da pena: a cada 12 horas de estudo, um dia é reduzido da sentença a ser cumprida.

Além dos presos que começarão a faculdade este ano, outros sete detentos receberam a certificação do Ensino Médio após a realização do Enem Prisional em 2011. Nestes casos, as notas obtidas não foram suficientes para o recebimento da bolsa do ProUni, porém permitiram a aprovação no exame. Os presos aprovados no Enem estão detidos no Presídio de São João del-Rei, na região Central, na Penitenciária Doutor Manoel Martins Lisboa Júnior, em Muriaé, na Zona da Mata, no Complexo Penitenciário Feminino Estevão Pinto, em Belo Horizonte, no Presídio Professor Jacy de Assis, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e nos Presídios de Itajubá, Lavras e Andradas, todos no Sul de Minas.

Enem Prisional

As provas do Enem Prisional foram realizadas nos dias 28 e 29 de novembro de 2011. Em Minas Gerais, 795 detentos de 43 unidades se inscreveram para o exame com o objetivo de conquistar o certificado de conclusão do Ensino Médio ou se candidatar a vagas em instituições de Ensino Superior. Dos 795 inscritos, 640 realizaram a prova.

Este foi o segundo ano em que as provas aconteceram em unidades prisionais de Minas Gerais. O número de participantes, no último ano, foi mais de três vezes maior que no ano anterior, quando 233 presos se inscreveram e 221 realizaram, de fato, a prova No primeiro dia de prova foram avaliados os conteúdos de Ciências Humanas e Ciências da Natureza e no segundo dia os conteúdos abordados foram Linguagens, Códigos, Matemática e Redação.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Consea-MG discute segurança alimentar na Zona Mata e Campo das Vertentes

Presidente do conselho, Dom Mauro Morelli, visitará Ouro Branco, Barbacena, Santos Dumont e Juiz de Fora

O presidente do Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Minas Gerais (Consea-MG), Dom Mauro Morelli, visita entre esta quinta-feira (9) e sábado (11) os municípios de Ouro Branco e Barbacena, no Campo das Vertentes, além de Santos Dumont e Juiz de Fora, na Zona da Mata. O secretário executivo, Marcos Jota, e a assessora técnica do Consea-MG, Michele Pereira, também participam da caravana.

A visita tem o objetivo de promover a aproximação do Consea-MG com as comissões regionais e os conselhos municipais de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de cada região mineira. Desta forma, o conselho estadual busca descentralizar suas ações e fortalecer as articulações das entidades que promovem a segurança alimentar e nutricional sustentável em Minas.

Segundo a assessora técnica do conselho, Michele Pereira, o trabalho será baseado na sensibilização dos municípios “para uma participação mais efetiva na segurança alimentar e nutricional”. “Vamos nos reunir com representantes da agricultura familiar, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, prefeituras, conselhos municipais e regionais, secretarias de assistência social, agricultura, saúde e educação”, explicou Michele Pereira.

No último dia 1º de fevereiro, Dom Mauro Morelli visitou a Comissão Regional de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável do Centro-Oeste. Sediada em Divinópolis, a comissão é formada 53 municípios. No mesmo dia, Dom Mauro também esteve no município de Cláudio, onde foram apresentados projetos realizados pela Associação dos Municípios do Vale do Itapecerica na área de segurança alimentar. Com ações baseadas no Programa de Segurança Alimentar e Nutricional (Prosan), as comissões regionais de Minas foram criadas entre 2001 e 2003 e têm como objetivo o desenvolvimento de trabalhos voltados às políticas públicas e de mobilização social.

Programação

Ouro Branco

Local: Prefeitura de Ouro Branco, Praça Sagrados Corações, 200 – Centro

Data: 09/02/12

Horário: 10 horas

Barbacena

Local: Sítio do Sapateiro, na parada de ônibus, 1 km após o trevo de Barbacena

Data: 09/02/12

Horário: 16 horas

Santos Dumont

Local: Câmara Municipal, Av. Presidente Getúlio Vargas,231 – Centro

Data: 10/02/12

Horário: 10 horas

Juiz de Fora

Local: Sindicato dos Comerciários, Av. Barão do Rio Branco, 2067 – Centro

Data: 10/02/12

Horário: 19 horas

Fonte: Agência Minas

Ao lado de Aécio Neves, Anastasia anuncia incentivos para o desenvolvimento da Zona da Mata

Antonio Anastasia garante que Zona da Mata terá áreas com incentivos para acelerar o desenvolvimento regional e geração de empregos

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Em visita a Muriaé e Manhuaçu, governador afirmou que novos empregos serão gerados nas cadeias do café e leite e na indústria, setores tradicionais na região

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, visitou Muriaé e Manhuaçu, na Zona da Mata, nesta quarta-feira (08/09) ao lado dos candidatos ao Senado da Coligação “Somos Minas Gerais”, ex-governador Aécio Neves e ex-presidente Itamar Franco. Anastasia garantiu que, reeleito, criará as Zonas de Desenvolvimento Regional na região da Zona da Mata para atrair mais empresas e empregos relacionados aos setores tradicionais da economia local, como a indústria pesada e as cadeias do leite e do café. Nas Zonas de Desenvolvimento Regional, empresas que se apoiam nas vocações econômicas específicas de cada região receberão incentivos do Governo do Estado.

O governador Antonio Anastasia destacou que, nos últimos anos, a preocupação do Governo do Estado foi com a modernização da infraestrutura da Zona da Mata, fundamental para a atração de novas empresas. De 2003 a 2009, o Governo de Minas aplicou R$ 11,8 bilhões na região, em investimentos em estradas, aeroportos; construção, reforma e modernização de escolas, hospitais e postos de saúde; cursos de ensino profissionalizante para jovens, além de ampliação dos serviços de tratamento de água e esgotamento sanitário.

“Temos a obsessão de trazer mais empregos de qualidade e, para isso, nosso programa de desenvolvimento regional que, certamente, vai beneficiar muito a Zona da Mata, não só agregando valor ao café – produto importantíssimo aqui da região -, como ao leite e, é claro, sempre trazendo indústrias que possam ser âncoras de uma cadeia produtiva, gerando empregos. A infraestrutura necessária para esse ambiente foi feita ao longo dos últimos anos, pelo governador Aécio e, agora, na minha continuidade, com o objetivo de trazer mais empregos para a região”, disse Antonio Anastasia, em entrevista, durante visita a Manhuaçu.

Fundo Estadual do Café
Anastasia também reafirmou que, reeleito, implantará em Minas o Fundo Estadual do Café para garantir a renda dos cafeicultores, evitando perdas provocadas pelo excesso de oferta e queda de preços do produto. Minas é o maior produtor (23 milhões de sacas neste ano) e exportador de café do Brasil, gerando 1,2 milhão de empregos diretos. A Zona da Mata responde por quase 30% da produção estadual de café. A cidade de Manhuaçu foi a 4ª maior produtora do Estado, em 2009.

“Vamos criar em Minas o Fundo Estadual do Café com recursos do Tesouro do Estado. O objetivo é exatamente ajudar o cafeicultor. Isso está no nosso Plano de Governo. Sabemos que o grosso da política é nacional, mas o Estado pode colaborar não só naquilo que já faz hoje, assistência técnica, tecnológica, mas também pode, com esse Fundo do Café, ajudar nas questões de garantia e do seguro. Ajudando, especialmente, no momento da queda do preço”, explicou Anastasia.

Continuidade dos avanços
Em Muriaé e Manhuaçu, Anastasia, Aécio e Itamar foram seguidos por milhares de apoiadores em carreatas e caminhadas que fizeram pelas duas importantes cidades da Zona da Mata. O ex-governador Aécio Neves destacou que a reeleição de Anastasia significa a continuidade dos avanços obtidos por Minas Gerais nas áreas econômicas e sociais nos últimos anos.

“Minas caminha para decidir não apenas uma eleição, mas o seu próprio destino. A política é a arte da solidariedade. E estamos aqui agora reafirmando esse nosso compromisso com toda a Zona da Mata, de continuar trazendo investimentos que busquem mais empregos de qualidade. Minas vem sendo, proporcionalmente, o estado que mais emprega no Brasil. Nosso PIB vem crescendo mais que a média. Voltamos a ter a melhor educação fundamental do Brasil, segundo o MEC. Há um conjunto virtuoso de ações ocorrendo em Minas que queremos que tenha continuidade com a eleição do governador Antonio Anastasia. Não podemos interromper esse ciclo tão positivo por que passa Minas”, disse Aécio Neves.
O ex-presidente Itamar Franco, tradicional líder político da Zona da Mata, pediu o voto dos mineiros dessa região para a reeleição de Antonio Anastasia. Para ele, o apoio da região é fundamental para que Anastasia saia vitorioso nas eleições de 3 de outubro.

“Ao longo de minha vida pública sempre estive aqui. Hoje, tenho a alegria de estar acompanhando Aécio e Anastasia. Dentro do plano geral, a candidatura está indo bem. Segundo pesquisas, já ultrapassou o outro candidato. Vamos nessa caminhada final, que dependemos muito da nossa região da Zona da Mata”, disse o ex-presidente.

Recepção nas ruas
A visita dos candidatos nesta quarta feira à Zona da Mata começou pela cidade de Muriaé. Logo que desembarcaram na cidade, Antonio Anastasia, Aécio Neves e Itamar Franco participaram de carreata, acompanhados do ex-ministro e ex-embaixador de Cuba, Tilden Santiago, segundo suplente de Aécio Neves na chapa ao Senado Federal.

Anastasia, Aécio e Itamar também fizeram caminhada pela rua Dr. Silveira Brum, onde moradores e comerciantes saíram às ruas para ver de perto os candidatos. Durante o percurso, eles pararam na lanchonete e restaurante Bate-Bocas. Eles tomaram água e refrigerante e brindaram à campanha da coligação “Somos Minas Gerais”. Em seguida, foram recepcionados na Praça João Pinheiro por cerca de 500 pessoas, de acordo com a Polícia Militar. Um grupo de crianças presenteou os candidatos com o artesanato local e soltou balões coloridos.

Depois da visita a Muriaé, os candidatos seguiram para Manhuaçu onde também tiveram uma recepção entusiasmada da população. Assim que saíram do aeroporto, Anastasia, Aécio e Itamar foram seguidos por dezenas de carros até a Praça 5 de Novembro, no Centro da cidade.  No quarteirão da rua Amaral Franco, eles fizeram caminhada com centenas de eleitores. Do alto dos prédios, os moradores promoveram uma chuva de pétalas de flores e papel picado em homenagem aos candidatos.

Lideranças Municipais
Os investimentos realizados pelo Governo de Minas na Zona da Mata foram destacados pelos prefeitos da região, inclusive de partidos que fazem parte de coligações adversárias. O prefeito de Miraí, Sérgio Luiz Resende (PMDB), afirmou que a principal razão para apoiar o governador Anastasia é a parceria desenvolvida entre o Governo do Estado e as prefeituras, sem distinção partidária.

“Estou com ele porque sei que estou trilhando o melhor caminho para os mineiros. Todos os municípios têm ligação asfáltica, telefonia celular, Programa de Saúde da Família (PSF). Não existe um município, dos 853 de Minas, que não teve apoio desse governo”, afirmou o prefeito.

O prefeito de Muriaé, José Braz (PP), também manifestou apoio à reeleição do governador para garantir a continuidade dos avanços obtidos nos últimos anos. “O melhor para Muriaé é Antonio Anastasia, com apoio de toda nossa população”, declarou.

O prefeito de Manhuaçu, Adejair Barros (PSDB), afirmou que a Zona da Mata reconhece o esforço de Aécio Neves e do governador Antonio Anastasia em trazer mais desenvolvimento para a região.

“Tudo que tem na nossa região vem do governo estadual e tudo que vem do governo estadual tem a mão de Aécio Neves e de Anastasia. Se você vai a Lajinha, Durandé, Luisburgo, todos os lugares da nossa região têm asfalto, um sonho que a gente não acreditava que um dia poderia ser realizado. Manhuaçu não fica atrás. Já temos um pacote de obras de R$ 3 milhões que veio do governo estadual. Com certeza, o desenvolvimento chegou e vamos ter muito mais ainda se elegermos novamente Anastasia para o Governo do Estado”, afirmou.

O prefeito de Martim Soares, Valdimir Roela da Silva Júnior (PSDB), disse que os prefeitos da Zona da Mata estão empenhados para levar as propostas de Antonio Anastasia à população. “Vamos arregaçar as mangas para eleger Anastasia. O que é bom tem que continuar. A gente vai trabalhar com muita força e vontade para o governador Anastasia. Se a gente ficar contra o Anastasia estaremos na contramão, porque ele e Aécio colocaram Minas Gerais nos trilhos”, afirmou.

O prefeito de Sericita, Antônio Sérgio da Cruz (DEM), destacou a competência administrativa do governador que se empenhou para garantir recursos para obras de infraestrututura dos municípios. “Anastasia representa o que há de mais moderno na administração pública. Homem competente, foi o braço direito de Aécio Neves e fez uma administração muito boa nos últimos oito anos. Se nós temos asfalto hoje agradecemos ao Proacesso, que beneficiou muitas cidades na Zona da Mata”, disse.

Anastasia recebe apoio maciço dos prefeitos mineiros da Zona da Mata

Candidatura de Antonio Anastasia recebe apoio maciço dos prefeitos mineiros

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Antonio Anastasia e Aécio Neves destacam que apoio é fundamental para garantir novos avanços sociais e evitar retrocesso no crescimento de Minas

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, recebeu o apoio de 70 prefeitos da Zona da Mata. Ao lado de Aécio Neves e Itamar Franco, candidatos ao Senado, Antonio Anastasia visitou Ubá e Ponte Nova nesta sexta-feira (20/08), onde apresentou as propostas de governo aos eleitores e lideranças políticas da região. Em todas as regiões do Estado, a candidatura à reeleição de Antonio Anastasia tem recebido o apoio maciço dos prefeitos de Minas, como já aconteceu no Norte de Minas, Sul de Minas, Triângulo Mineiro e vales do Jequitinhonha, Rio Doce e do Aço. Em Ponte Nova, Antonio Anastasia destacou que o apoio dos prefeitos traduz o verdadeiro sentimento dos mineiros em garantir novos avanços sociais.

“Os prefeitos estão conosco, o que demonstra que as parcerias que fizemos ao longo desses anos foram frutíferas. Observamos que há um grande reconhecimento ao trabalho feito nos últimos anos. Vamos dar continuidade a todos os projetos realizados pelo governador Aécio Neves, com avanço, inovações, mas dentro da mesma filosofia e do mesmo princípio que, aliás, recebemos também do nosso ilustre governador Itamar, sempre com ética, probidade e respeito”, afirmou Antonio Anastasia.

O ex-governador Aécio Neves afirmou que o apoio maciço dos prefeitos mineiros será fundamental para levar à população mineira as propostas de Antonio Anastasia e evitar o retrocesso das ações realizadas no Estado. Aécio Neves afirmou que Antonio Anastasia dará continuidade às ações e programas iniciados em seu governo e que precisam ser concluídas.

“É extremamente importante o apoio dos prefeitos. O mineiro que sabe que somos o Governo que mais emprega no Brasil, a economia que mais cresce, vai votar em Anastasia. O mineiro não quer retrocesso, não quer andar para trás. A presença de Anastasia é a garantia de que vamos continuar avançando, continuar construindo uma Minas da qual todos nos orgulhamos. Estou muito feliz com a receptividade que temos em todas as regiões”, afirmou.

Apoio por todo o Estado
Em Ponte Nova, a candidatura de Antonio Anastasia recebeu o apoio de 20 prefeitos da região que manifestaram o interesse em garantir a continuidade das ações e programas desenvolvidos nos últimos oito anos junto com o ex-governador Aécio Neves. Antes, em Ubá, 50 prefeitos da região entregaram manifesto de apoio reconhecendo os importantes avanços conquistados pela Zona da Mata durante o governo Aécio Neves/Antonio Anastasia.

Esta semana, o governador recebeu também o apoio de prefeitos em campanha pelos municípios de São Sebastião do Paraíso (Sul de Minas), Caratinga (Rio Doce), João Monlevade e Itabira (Central) e em Viçosa, também na Zona da Mata. Ontem, o governador recebeu o apoio formal do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, que reuniu centenas de líderes comunitários da capital para declarar a escolha feita pelo nome de Antonio Anastasia para governar Minas.

Ponte Nova em festa
Antonio Anastasia, Aécio Neves e Itamar Franco foram recebidos em Ponte Nova com muita festa por apoiadores da coligação “Somos Minas Gerais” e lideranças políticas da região. Os candidatos seguiram em carreata que partiu da Avenida Frederico Ozanan, em frente à rodoviária. Durante o trajeto, a população acenava e balança bandeiras. Várias pessoas foram para a sacada das casas e dos apartamentos para ver a passagem dos candidatos pela cidade. Um foguetório anunciou a chegada dos candidatos ao centro da cidade, onde começaram uma caminhada, fizeram corpo a corpo com eleitores e tiraram fotos com admiradores.

“Anastasia é o nosso candidato. Ele vai dar continuidade ao excelente trabalho do Aécio Neves no Governo de Minas”, disse Abel Luiz Moura Soares, dono da padaria onde Anastasia, Aécio e Itamar pararam para tomar um cafezinho.

Prefeitos aprovam investimentos
Vários prefeitos da região se juntaram à carreata de apoio aos candidatos da coligação. O prefeito de Ponte Nova e presidente Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Piranga (Amapi), João Antônio Vidal de Carvalho (PTB), disse que os prefeitos da região nunca viram tanto investimentos feitos pelo Governo do Estado na região.

“Temos o apoio maciço de mais de 20 de nossos prefeitos, porque o Anastasia e o Aécio prestigiaram muito os municípios, que nunca tiveram tantos recursos e tantas obras como tivemos nesse um ano e meio. São as pessoas que mais ajudaram na história de Ponte Nova e região e a população vai responder em termos de votos”, afirmou.

O prefeito de Matipó, Fábio Henrique Gardingo (PP), declarou seu apoio à reeleição do governador. “Anastasia é a continuidade de Aécio, que é uma pessoa que a gente admira muito. Estamos dando o apoio a Anastasia para ele continuar o trabalho de Aécio. A gente não pode fazer uma troca porque a gente quer mais crescimento para todos os municípios”, afirmou o prefeito.

Eli Dorneles (PR), prefeito de Guaraciaba, afirmou que os prefeitos da Zona da Mata estão com Anastasia porque reconhecem a boa gestão do governador. “Estamos apoiando Anastasia porque foi o Aécio Neves que investiu nos municípios da região. Estou no primeiro mandato e tive todo o apoio do Governo do Estado com Aécio e agora com Anastasia. Vínhamos atravessando uma séria crise financeira e ele vem suprindo todas as dificuldades do município”, afirmou.

O prefeito de Dom Silvério, José Maria Repolês (PMDB), afirmou que Aécio Neves e Antonio Anastasia apoiaram os prefeitos sem distinção partidária, realizando obras em todas as regiões do Estado.

“O governo Aécio e Anastasia foi um governo sem bandeiras partidárias. Foi um governo que realmente trouxe obras para a região, em todos os municípios. O governo Anastasia é a continuação do governo Aécio. Nesses poucos meses de governo, já fomos contemplados com várias obras, através do governo Anastasia, que continuo dizendo que é uma continuação do governo Aécio”, afirmou.

Aécio Neves, Itamar Franco e Antonio Anastasia são recebidos com festa em Juiz de Fora

Juiz de Fora recebe Antonio Anastasia, Aécio Neves e Itamar Franco com festa e entusiasmo

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Cidade onde vive o ex-presidente Itamar Franco promove grande encontro de lideranças da Zona da Mata

Juiz de Fora preparou uma festa para receber os candidatos da coligação “Somos Minas Gerais”. O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, e o ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado, foram recebidos pelo ex-presidente Itamar Franco na chegada ao aeroporto. Uma grande caravana foi preparada para acompanhar os candidatos até o centro da cidade com a participação do prefeito de Juiz de Fora, Custódio Mattos (PSDB), parlamentares estaduais e federais, de prefeitos da região e apoiadores.

Os candidatos iniciaram a caminha na avenida Rio Branco, principal via do centro comercial da cidade. Durante a caminhada, os candidatos foram cumprimentados por comerciantes e saudados por moradores que acenavam e fotografavam. No Teatro Pró-musica, cerca de 700 pessoas aguardavam os candidatos para grande ato político, onde foram apresentadas as propostas do plano de governo de Antonio Anastasia.

“Estou muito otimista com a grande receptividade em torno do nosso nome. É um grande estímulo. Estamos levando o nosso nome a todo o Estado, recebendo sugestões e o mais importante: levando idéias, conversando com as lideranças políticas, comunitárias e apresentando as propostas. Acho que uma campanha correta, bem feita, se faz com bons projetos, com bons programas e é o que estamos fazendo”, afirmou o governador.

Nova geração
No encontro com lideranças políticas da Zona da Mata, o ex-governador Aécio Neves agradeceu o carinho e o respeito recebidos pela população durante as visitas que tem feito pela Zona da Mata. Nesse final de semana, ele visitou, ao lado de Antonio Anastasia, os municípios de Santos Dumont e Cataguases. Antonio Anastasia esteve também em Carangola no domingo. O ex-governador e candidato ao Senado destacou a competência e a seriedade do governador Antonio Anastasia para dar continuidade ao trabalho realizado por eles nos últimos oito anos.

“Quando votamos não escolhemos simplesmente entre dois nomes de candidatos. A decisão é do que vamos escolher para o nosso futuro. O governador Anastasia não quis ser governador porque ele teve um sonho de criança para ocupar o cargo. Ele quer ser porque todos que possuem responsabilidade entendem que ele é o melhor. Ele é sério, simples como convém aos mineiros. Além disso, é o mais preparado gestor público desta geração. A sua vitória será um presente para todos os mineiros”,disse Aécio Neves.

O presidente da Fiemg Regional na Zona da Mata, Francisco Campolina, ressaltou que a gestão Aécio Neves e Antonio Anastasia comprovou a competência do Governo de Minas para alavancar o desenvolvimento econômico da região.
“Procuramos o governador Aécio Neves porque Minas estava perdendo indústrias para o Rio de Janeiro. O governador nos respondeu que Minas não começou com a guerra fiscal, mas não iria perder essa guerra. Tivemos provas da competência da gestão que foi mostrada tanto por Aécio Neves quanto por Antonio Anastasia para atrair empresas”, afirmou.

O prefeito de Juiz de Fora, Custódio Mattos, ressaltou que a coligação “Somos Minas Gerais”, formada por Antonio Anastasia, Aécio Neves e Itamar Franco, reúne os melhores nomes da política mineira. “Aécio Neves é o melhor estadista desta geração e foi uma surpresa conhecer em Antonio Anastasia uma pessoa capaz de entender as pessoas como ninguém. É um grande político e administrador e, a cada dia, nos dá lição de integridade e simplicidade. Nunca pensei que poderiam reunir numa mesma chapa os principais políticos mineiros”, afirmou.