Andrea Neves apresenta projetos sociais a Viviane Senna

Andrea Neves apresentou o programa Valores de Minas a Viviane Senna, presidente do Instituto Airton Senna, e Gabriel, o pensador.

Andrea Neves: Valores de Minas

Fonte: Agência Minas

Viviane Senna e Gabriel, o Pensador visitam Valores de Minas

 Andrea Neves apresenta projetos sociais a Viviane Senna

Servas recebeu, nesta quinta-feira, (12), Viviane Senna, que preside o Instituto Airton Senna e o cantor e compositor Gabriel, o Pensador no Valores de Minas, programa que integra o Plug Minas – Centro de Formação e Experimentação Digital, no Bairro Horto em Belo Horizonte.

“É um exemplo essa área onde funcionava a Febem transformado em espaço de vida, de desenvolvimento, que oferece oportunidades e condições para o crescimento de tantas pessoas”, disse a presidente do Instituto Airton Senna, uma organização não governamental que executa programas educacionais visando a redução do analfabetismo, a reprovação e o abandono escolar em escolas públicas.

O Instituto está presente em cerca de um quinto dos municípios em todos os estados brasileiros explicou Viviane. Para ela, a questão social não é responsabilidade só dos órgãos públicos, mas responsabilidade de toda a sociedade “Temos que somar esforços nessa tarefa conjunta e assim, com certeza, teremos mais chances de sucesso”, disse.

Para Gabriel, o Pensador, o Valores de Minas é uma inspiração. “É importante que a garotada não esteja na rua, à toa. Vimos que o trabalho realizado na música, na dança, com a linguagem certa, no espírito do projeto, junto com os professores é de verdadeiros artistas. É bom perceber que estão não só curtindo, tendo a oportunidade de uma formação verdadeira como cidadãos”, ressaltou.

presidente do ServasAndrea Neves da Cunha, lembrou a importância das pessoas que trabalham com responsabilidade pelo país e o Instituto Airton Senna como uma referência. A visita da Viviane Senna “é motivo de muita alegria, por seu interesse em conhecer o Valores de Minas, que acolhe jovens de escolas públicas, que é o mesmo público do Instituto Ayrton Senna. O trabalho realizado aqui é feito com muito afeto e com muito respeito, e afeta não só esses jovens, mas também as famílias deles, elevando a autoestima de cada um”.

Plug e Valores de Minas

O primeiro núcleo do Plug Minas, Valores de Minas, foi criado em 2005 pelo Governo de Minas e pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e oferece, a cada ano, a mais de 500 estudantes da rede pública oportunidades de crescimento por meio de oficinas artístico-culturais de teatro, circo, dança, música e artes plásticas. Todos todo o material para participar do Programa, como uniforme, vale-transporte e refeições.

Nos demais núcleos do Plug Minas, estudantes de 14 a 24 anos do ensino médio de escolas da rede pública do Estado desenvolvem competências e atividades para lidar com os mais variados aspectos da tecnologia e da cultura digital. Eles participam de atividades educacionais totalmente gratuitas, como produção de áudio, vídeo, design gráfico, empreendedorismo, teatro, dança, desenvolvimento de games, entre outros. Atende cerca de 3 mil pessoas, entre jovens e professores como nos Núcleos Oi Kabum, Empreendedorismo Juvenil, Sebrae e Inove – Jogos Digitais.

Antonio Anastasia lança calendário cultural e de lazer da Cidade Administrativa

O governador Antonio Anastasia lançou, nesta segunda-feira (2), no Auditório JK, o Calendário Sociocultural da Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, com o objetivo de levar entretenimento, cultura e atividades esportivas para os servidores, empregados públicos e prestadores de serviço. O calendário prevê atividades ao longo de todo ano, com programação especial na semana de lançamento, entre os dias 2 e 6 de maio. Os servidores terão a chance de assistir espetáculos musicais, de dança, circenses, além de participar de sessões de ginástica e de tai chi chuan.

Entre as atrações previstas estão a apresentação do Grupo Corpo Cidadão, formado por integrantes do aclamado Grupo Corpo; Grupo de Choro do Palácio das Artes; Coral Lírico de Minas Gerais, da Fundação Clóvis Salgado; Coral Cidade em Canto, formado por servidores estaduais; espetáculo teatral do Valores de Minas e Oficina de Circo do programa Fica Vivo, entre outros.

Parceria

O Governo de Minas fará parceria com a Federação de Comércio, Bens e Serviços de Minas Gerais (Fecomércio). A entidade participará da montagem do calendário, realizando oficinas, palestras e cursos de interesse dos servidores nas áreas de arte e lazer. Convênio entre Seplag e Fecomércio será assinado para realização das ações.

Será criado um comitê, integrado por representantes das diversas secretarias e da Intendência, órgão gestor da Cidade Administrativa. O comitê será responsável pela elaboração do Calendário Sociocultural. Será criado também o Fórum de Ideias da Cidade Administrativa, um espaço aberto a novas propostas culturais e, ao mesmo tempo, à discussão de propostas para melhorar a rotina administrativa dos servidores. O fórum será formado por membros do comitê e das secretarias.

O Calendário estimulará o talento dos servidores que trabalham na Cidade Administrativa e a utilização de espaços como os térreos dos prédios Minas e Gerais, Praça Cívica, Vão Livre do Palácio Tiradentes e entrada do Centro de Convivência e o Auditório JK.

Pouco mais de um ano após a inauguração da Cidade Administrativa, e com mais de 80% dos órgãos e entidades já instalados, a apropriação desses espaços ocorre de forma espontânea, com apresentações artísticas de servidores e ações de comunicação de alguns programas de governo. Durante a semana de lançamento do Calendário Sociocultural, as atrações vão ocupar todos esses espaços.

O Calendário priorizará o início da manhã, com atividades físicas para elevar a qualidade de vida, o horário de almoço e após 17h, com ações culturais.

Aguarde mais informações.

Governo Anastasia arte e inclusão social: Valores de Minas estreia espetáculo O Herói e a Armadura

O Programa Valores de Minas, iniciativa do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas)Governo Anastasia, estreia nesta quinta-feira (18) o espetáculo O Herói e a Armadura, que sintetiza todo o aprendizado dos jovens nas aulas de dança, música, teatro, circo, literatura e artes plásticas.

Este é o sexto espetáculo, que a cada ano é apresentado à comunidade durante temporada de 10 dias. O Valores de Minas integra o Plug Minas – centro de formação e experimentação digital – desde junho de 2009. Lançado em abril de 2005, beneficia, a cada ano, 500 jovens e oferece oportunidades para o desenvolvimento pessoal de estudantes de escolas públicas da rede estadual. Já formou mais de 2.500 pessoas, entre alunos, multiplicadores e professores de arte da rede estadual.

O Programa Valores de Minas culmina, ao final do ano, com um grande espetáculo multicultural, quando os jovens mostram o resultado das experiências artísticas desenvolvidas ao longo do ano. Além de atuar, eles participam da elaboração do roteiro, da trilha sonora e da confecção de figurinos, adereços e cenários.

Em 2010, o espetáculo é resultado de pesquisas na Mitologia Universal, especialmente na obra O Herói de Mil Faces do americano Joseph Campbell – reconhecidamente, um dos maiores estudiosos e mais profundos intérpretes da mitologia universal.

O processo de criação dos espetáculos do Valores de Minas atende um plano pedagógico que valoriza tanto o resultado em si – a obra – quanto o processo desenvolvido em laboratórios coletivos de criação. “Assim, todos os integrantes têm voz ativa para propor e refletir sobre o espetáculo, transformando-o em algo ‘seu’. Os jovens são mais que atores na obra, são os verdadeiros autores”, avalia Samira Ávila, coordenadora executiva do Programa Valores de Minas e diretora do espetáculo.

O espetáculo multidisciplinar O Herói e a Armadura conta a saga de um homem – e seu povo – que vive preso em armaduras, como proteção contra as forças da natureza. Esse homem – que poderá ou não, ao final, tornar-se um Herói – recebe o chamado: “liberte-se da sua armadura”. E, apesar do medo, ele decide ouvir o coração e seguir com coragem pelo caminho. Na sua jornada, ele terá que passar por sete labirintos, onde deverá enfrentar seus próprios monstros: o da Avareza, da Inveja, da Luxúria, da Ira, da Gula, da Preguiça e o desafio mais difícil de todos: a Vaidade.

 

Jovens e adolescentes da Fundação Educacional Caio Martins visitam Plug Minas

Jovens e adolescentes da Fundação Educacional Caio Martins (Fucam) visitaram, entre 27 de outubro e 3 de novembro, os núcleos do Plug Minas. O programa, um centro de formação e experimentação digital, está localizado na região Leste de Belo Horizonte.

Durante as visitas, os jovens receberam orientações sobre o projeto, dialogaram com os jovens do programa e admiraram a exposição Maratona Fotográfica – Um olhar sobre a região Leste, um olhar sobre o mundo. Além disso, eles puderam conhecer os núcleos Amigo do Professor, Caminhos do Futuro, Valores de Minas, Oi Kabum! Escola de Arte e Tecnologia, e Inove – Jogos Digitais e Empreendedorismo Juvenil.

Segundo o presidente da Fucam, Cloves Benevides, a visita ao Plug Minas, projeto de excelência em gestão educacional, possibilitou aos jovens troca de experiências, afinamento de habilidades e interação social.

Plug Minas

O Plug Minas, projeto coordenado pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC), é um centro de formação e experimentação digital onde jovens de 15 a 24 anos, estudantes das escolas da rede pública do Estado, desenvolvem competências para lidar com os mais variados aspectos da tecnologia e da cultura digital. Por meio do programa, eles têm acesso irrestrito às redes e autonomia para produzir informação, arte e cultura.

O objetivo é promover a apropriação dessa cultura pelos jovens, para que cada um se coloque no mundo como protagonista de sua própria trajetória e possa usufruir do direito ao trabalho, à educação e à participação.