Gestão da Saúde: unidade do Farmácia de Minas é inaugurada no município de Olaria

A Secretaria de Estado de Saúde investiu R$ 55 mil em obras e destinou R$ 35 mil para a aquisição de equipamentos e mobiliário

Jéssica Nobre
Solenidade de inauguração da unidade do Farmácia de Minas em Olaria
Solenidade de inauguração da unidade do Farmácia de Minas em Olaria

Os moradores de mais um município que faz parte da Superintendência Regional de Saúde de Juiz de Fora foram beneficiados, nesta quinta-feira (10),  pelo Farmácia de Minas. Agora, a cidade de Olaria, juntamente com outros 13 municípios que pertencem à  regional, possui uma unidade do programa, que tem como objetivo garantir o acesso da população aos medicamentos, por meio da organização da Assistência Farmacêutica para atenção à saúde, maximizando os recursos financeiros e aprimorando as atividades técnico-gerenciais de forma integrada às demais ações de saúde no SUS/MG.

Para efetivar a construção da farmácia do município, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) investiu R$ 55 mil em obras e destinou R$ 35 mil para a aquisição de equipamentos e mobiliário. Houve ainda uma contrapartida de aproximadamente R$ 20 mil reais por parte do município.

João Carlos Fernandes, morador da cidade, disse que a farmácia é uma grande conquista para a população. “Esta farmácia vai trazer muitos benefícios, pois todos nós precisamos ou um dia precisaremos dos medicamentos que o SUS disponibiliza”, comemora.

Representando a Secretaria de Estado de Saúde, o superintendente da Regional de Saúde de Juiz de Fora, Cláudio Reis, afirmou que “na unidade, os pacientes serão atendidos por um farmacêutico, de forma adequada, em local apropriado e com a dispensação de medicamentos que foram devidamente armazenados”. Ele ainda ressaltou que “a Rede Farmácia de Minas é a contribuição da Assistência Farmacêutica do Estado para que cada cidadão mineiro seja mais bem atendido em suas necessidades em saúde”.

De acordo com ele, além do recurso destinado para a construção e compra de equipamentos, o Estado repassará, mensalmente, ao município, R$ 1.200,00 para custeio do profissional farmacêutico”.

Cláudio Reis ainda explicou que a Rede Farmácia de Minas é um projeto que envolve não só a construção e montagem das farmácias, mas também promove a capacitação do farmacêutico, o desenvolvimento do sistema de gerenciamento de uma lista estadual de medicamentos, a ampliação do elenco, a otimização das compras e a ampliação das entregas.

Para o prefeito do município, Nelson Moreira de Paula, a inauguração da farmácia é mais uma demonstração do apoio do Governo de Minas a cidade. “Hoje é um dia muito feliz, e eu só posso, mais uma vez, agradecer ao Governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, o constante apoio. A importância desta inauguração para a humanização do atendimento à população é muito grande”.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/unidade-do-farmacia-de-minas-e-inaugurada-no-municipio-de-olaria/

Gestão da Saúde: Sul de Minas terá 59 unidades da Farmácia de Minas

Até o final de junho o programa beneficiará 88 municípios da região

Rafael Gomes/ Segov
Fachada da Farmácia de Minas no Sul de Minas
Fachada da Farmácia de Minas no Sul de Minas

Na sexta-feira (11) a região do Sul do Estado irá atingir a marca de 59 Farmácias de Minas com a inauguração da unidade de Juruaia. Por meio do programa, o Governo de Minas já investiu R$ 5,3 milhões para instalação de farmácias na região. Em 2012 foram inauguradas cinco farmácias em municípios da região Sul e a previsão é que sejam entregues mais 30 unidades até o final de junho.

Criado com o objetivo de oferecer uma rede de farmácias para dispensação de medicamentos do Sistema Único de Saúde (SUS), o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), implementou desde 2007, 360 unidades do Programa Farmácia de Minas em todo o Estado.

A rede se propõe a ser referência de serviços farmacêuticos para a população. Cada unidade disponibiliza 159 tipos dos chamados medicamentos básicos. Em 2003, eram apenas 40 tipos. Por meio do programa, o Governo do Estado custeia a construção de farmácias públicas e a contratação de farmacêuticos, com o repasse de R$ 1.200 para complementação salarial.

 

Sul de Minas

De acordo com o farmacêutico da unidade de Juruaia, Sidinei José Marques, a expectativa dos moradores está grande com a proximidade da abertura da Farmácia de Minas na cidade. “A farmácia que tínhamos era instalada no posto de saúde de forma provisória. Com a inauguração da nova unidade o atendimento ao paciente ficará mais humanizado”, afirmou Marques.

A mesma opinião sobre a melhora da qualidade do atendimento é compartilhada pela farmacêutica Maria Aparecida Ferreira, responsável pela unidade de Itanhandu e com inauguração prevista para a próxima semana.

“O novo prédio irá melhorar principalmente a questão do atendimento individualizado, dando mais privacidade ao paciente. Nunca imaginei que um dia trabalharia em uma unidade com a infraestrutura da Farmácia de Minas”, destacou a profissional que atua no setor farmacêutico da prefeitura municipal desde 2005.

De acordo com a farmacêutica, outro ganho com a nova unidade é a questão da localização do novo prédio. Antes em um bairro mais distante, a Farmácia de Minas está localizada na região central da cidade, o que facilitará o acesso dos moradores de Itanhandu ao local.

Meta

Em 2012, serão inauguradas mais 200 Farmácias de Minas em todo o Estado, totalizando 500 unidades. Até 2014, a rede contemplará 700 municípios (80% do total de 853), sendo todos os 493 municípios mineiros com população inferior a 10 mil habitantes, 200 com até 30 mil habitantes e o restante com até 500 mil. As primeiras unidades foram construídas em 2008, em 67 municípios com até 10 mil habitantes.

O profissional que trabalha na farmácia além de farmacêutico, também é gestor do projeto e acompanha, desde a fundação da obra até a montagem final dos equipamentos. Todas as farmácias possuem um Sistema Integrado de Gerenciamento da Assistência Farmacêutica, o que garante o gerenciamento adequado, o controle dos medicamentos e cadastro dos pacientes atendidos pela farmácia, bem como de toda a rede.

Clique aqui e confira onde estão as unidades do programa Farmácia de Minas na região.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/sul-de-minas-tera-59-unidades-da-farmacia-de-minas/

 

Governo Anastasia: programação do Canal Minas Saúde será retransmitido pela AMM

Rede estratégica de promoção da saúde e a comunicação institucional passa a ter maior abrangência

Henrique Chendes
Parceria com a AMM foi assinada pelo secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge
Parceria com a AMM foi assinada pelo secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge

Termo de cooperação técnica firmado entre a Associação Mineira de Municípios (AMM) e o Canal Minas Saúde de TV, Rádio, Web e Educação à Distância, vinculado à Secretaria de Estado de Saúde (SES), prevê a divulgação de conteúdos de saúde na Web TV da AMM. A parceria foi assinada durante o 29° Congresso Mineiro de Municípios, em Belo Horizonte.

Para o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge, a cooperação permitirá que mais pessoas conheçam os conteúdos produzidos pelo Canal Minas Saúde. “O canal é uma ferramenta importante de transmissão de conteúdo e informação. Acredito que a assinatura desta cooperação permitirá que consigamos promover a saúde para cada vez mais pessoas em toda Minas Gerais”, afirma.

Segundo Rubensmidt Riani, diretor do Canal Minas Saúde, o acordo tem como objetivo primordial a troca de material audiovisual entre as duas instituições. “O Canal Saúde irá fornecer os programas do Sala de Espera para serem divulgados pelo Web TV da AMM”, explicou.

A série “Sala de Espera” possui mais de 300 produtos audiovisuais. São programas curtos, educativos, com um toque de humor, com 15 minutos de duração. Neles, são apresentadas orientações de especialistas que dialogam com a população e explicam sintomas e formas de prevenção de problemas que ameaçam a saúde.

Canal Minas Saúde

O Canal Minas Saúde de Televisão, Rádio e Internet, criado pelo Governo de Minas, em outubro de 2008 para o desenvolvimento do programa de educação permanente à distância dos profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) é uma rede estratégica para a promoção da saúde e a comunicação institucional.

O conteúdo, gerado do estúdio montado em Belo Horizonte, é recebido via satélite nas unidades de saúde, hospitais, universidades e gerências regionais de saúde. São 4.500 pontos de recepção apoiados por um ambiente virtual.

Em mais de três anos de atividade, o Canal já atingiu a marca de 1.500 produtos audiovisuais, entre cursos de capacitação e educação à distância, conteúdos jornalísticos, informativos e cobertura de eventos.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/programacao-do-canal-minas-saude-sera-retransmitido-pela-amm/

Gestão da Saúde: Santa Efigênia de Minas e Água Bôa inauguram Farmácia de Minas

Moradores das cidades do Leste de Minas passam a ter acesso gratuito a 163 medicamentos

Frederico Bussinger / SES
Novas unidades vão facilitar acesso da população a medicamentos
Novas unidades vão facilitar acesso da população a medicamentos

 

Os municípios de Santa Efigênia de Minas e de Água Bôa, na região do Rio Doce, receberam as mais novas unidades do Programa Farmácia de Minas. Os moradores das duas cidades passam a ter acesso gratuito a cerca de 163 itens entre analgésicos, antiasmáticos, cardiovasculares e outros, beneficiando uma população total de mais de 20 mil  pessoas.

Para efetivar a construção das farmácias nas localidades, o Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), investiu R$ 90 mil em cada uma das unidades, em obras na parte física, mobiliário e equipamentos. A prefeitura de Santa Efigênia de Minas investiu  R$ 13,8 mil e a de Água Bôa R$ 10,3 mil.

A coordenadora Regional de Assistência Farmacêutica da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Governador Valadares, Maria Luiza Martins, destacou o objetivo do Governo de Minas com a implantação dessas novas unidades. “O Estado está estruturando a rede de Assistência Farmacêutica no Estado, garantindo o acesso da população mineira aos medicamentos de forma gratuita e racional. Com isso, promove-se também uma mudança no perfil do estabelecimento farmacêutico dos municípios, que deixa de ser só espaço de guarda e distribuição de medicamentos para ser uma referência no atendimento da população, atuando de forma integrada as diversas ações de saúde”, afirmou.

O vice-prefeito de Água Bôa, Agnaldo Godinho Alves, comemorou a chegada da nova farmácia. “O município foi presenteado com o Programa Farmácia de Minas dando conforto, credibilidade e respeito para a saúde de nossos pacientes”, disse.

O secretário Municipal de Saúde de Santa Efigênia de Minas, Claudiny dos Santos, também ressaltou as melhorias que o Farmácia de Minas está trazendo para o município. “O atendimento farmacêutico antes era realizado no posto de saúde numa estrutura pequena e sem equipamentos, agora, com a nova unidade, a população vai ter um acolhimento  com conforto  e  qualidade, com um melhor acompanhamento do usuário”, disse.

O morador Givanildo Raimundo Sales aprovou as instalações da unidade inaugurada. “Essa farmácia chega em Santa Efigênia para  trazer maior  conforto e tranqüilidade na hora de pegar os medicamentos e oferece um melhor atendimento por parte dos profissionais”, afirmou.

O programa

Criada em 2007, a Rede Farmácia de Minas é parte integrante do Programa Farmácia de Minas e tem por objetivo propiciar que a farmácia pública deixe de ser vista apenas como uma estrutura física para guarda e distribuição de medicamentos, passando a ser considerada como um espaço humanizado de atendimento aos usuários do SUS, com o fornecimento gratuito de medicamentos, dedicados à atenção primária á saúde, realizada por meio de profissionais qualificados com a promoção do uso racional dos medicamentos.

O Governo de Minas propõe até o final de junho de 2012 a implantação, através da SES, de 200 novas unidades da Rede Farmácia de Minas em municípios com população de até 30 mil habitantes.

No total, serão 507 unidades da rede inauguradas em todo o Estado. Mais de 600 municípios estão contratualizados e nos próximos anos pretende-se atingir mais 900 unidades.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/santa-efigenia-de-minas-e-agua-boa-inauguram-farmacia-de-minas/

Governo de Minas: Grupo de teatro Saúde em Cena conscientiza crianças e jovens em Uberaba

Apresentação foi realizada durante a ExpoZebu

Sara Braga / SES
Atores apresentaram peça teatral para jovens e crianças que visitaram a exposição
Atores apresentaram peça teatral para jovens e crianças que visitaram a exposição

A fim de mobilizar o público da Expozebu contra a Dengue, em Uberaba, Triângulo Mineiro, o grupo de teatro Saúde em Cena, da Secretaria de Estado de Saúde (SES), apresentou-se no sábado (05) para universitários e crianças, no salão nobre da Associação Brasileira de Criadores de Zebu (ABCZ).

Formado por Kátia Báo, Alexandre Almeida, Léo Duarte, Teresa Andrade e Susan Prado, todos funcionários voluntários da SES, o grupo apresentou “Os Três Mosquiteiros”, uma adaptação do livro “Os Três Mosqueteiros” de Alexandre Dumas. Na peça, Athos, Porthos e Aramis se unem para combater Milady Gaga Dengue e seu marido Milord Dengue Gianechinni, dois mosquitos Aedes aegypti que querem se tornar famosos, além contaminar todo o mundo com a dengue.

“A interação do grupo com as crianças foi excelente. Além disso, enriqueceu o a visita técnica que os universitários fazem, através de intercâmbio cultural na Expozebu”, disse a secretária executiva da ABCZ, Goretti dos Santos.

Além de assistirem vídeos e palestras sobre melhoramento genético, os estudantes puderam se surpreender com o humor do grupo de teatro na abordagem sobre a Dengue.

Maria Risso, de cinco anos, assistiu à peça e mostrou que aprendeu tudo. “Foi muito legal. Aprendi que não pode deixar água parada senão o mosquitinho da Dengue vai querer pegar todo mundo”, contou.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/grupo-de-teatro-saude-em-cena-conscientiza-criancas-e-jovens-em-uberaba/

Gestão Anastasia: qualidade na assistência é tema de curso nos municípios do Sul de Minas

Superintendência Regional de Saúde realiza capacitações de profissionais para melhorar serviços prestados pelos hospitais

Divulgação / SES
Profissionais da área de saúde puderam saber mais sobre qualidade na assistência em hospitais
Profissionais da área de saúde puderam saber mais sobre qualidade na assistência em hospitais

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Superintendência Regional de Saúde de Varginha, no Sul de Minas, promove neste mês, nos municípios sob sua jurisdição, o curso de Qualidade na Assistência. De 08 a 10 de maio, o curso será ministrado aos municípios das microrregiões de Lavras e Três Pontas. Entre 15 e 17 de maio, será a vez dos municípios das microrregiões de Três Corações e Varginha.

Numa primeira etapa, que se encerrou no último dia 26 de abril, os enfermeiros e técnicos das Vigilâncias Sanitárias dos municípios da microrregião de São Lourenço tiveram a oportunidade de participar do curso, que abordou temas como Qualidade no Hospital, Objetivo dos Centros de Material e Esterilização, Indicadores (físicos, químicos e biológicos), dentre outros. Também foram discutidas as Portarias 63/2012 e 15/2012 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

A farmacêutica, Neylan Abdo, esclareceu questões acerca do processo de limpeza de artigos médicos, focando no que é essencial. Segundo ela, “o conceito de essencial que deve ser seguido baseia-se na tríade: conhecimento, habilidade e atitude”, explica.

Para a Autoridade Sanitária da VISA/SRS Varginha, Tereza Cristina, é necessário “termos a consciência de que, somente mudando a forma de pensar e enxergar a importância da qualidade dentro dos hospitais, é que realmente teremos êxito, tanto na segurança, quanto na administração dos mesmos”.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/qualidade-na-assistencia-e-tema-de-curso-nos-municipios-do-sul-de-minas/

Governo de Minas: Feira de Talentos Artesanais da Cidade Administrativa terá sorteios e shows musicais

A mostra será promovida, de quarta (9) a sexta-feira (11), nos túneis de acesso aos prédios Minas e Gerais e ao Centro de Convivência

José Carlos Paiva/Imprensa MG
a mostra visa promover a integração entre os servidores lotados na Cidade Administrativa
a mostra visa promover a integração entre os servidores lotados na Cidade Administrativa

Sorteios e shows musicais estão entre as atrações da 2ª Feira de Talentos Artesanais da Cidade Administrativa. Organizada pela Intendência, de quarta (9) a sexta-feira (11), nos túneis de acesso aos prédios Minas e Gerais e ao Centro de Convivência, a mostra visa promover a integração entre os servidores lotados na sede do Governo de Minas. A data para esta segunda edição foi escolhida por causa do Dia das Mães, segunda data mais forte do varejo no Brasil.

As atrações foram programadas por causa da data especial e o sorteio dos brindes será realizado no último dia da feira, em horário ainda a ser definido. De acordo com o membro da comissão organizadora da feira, Nilson Braga, cada compra dará direito a um cupom, no qual o servidor deverá informar nome, órgão, prédio e andar em que trabalha. Estando ou não no local do sorteio, os ganhadores receberão os brindes. As atrações musicais acontecerão no horário do almoço.

Para esta edição da feira, foram inscritos 60 servidores-artesãos. Eles integram 16 secretarias e entidades da administração pública sediadas no complexo, com destaque para a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), com nove participantes, a Secretaria de Estado de Saúde (SES), com oito, e a Prodemge, com sete.

Entre os produtos que os expositores vão ofertar estão colchas, bordados, bijuterias, pintura em gesso, almofadas, arte em madeira, flores de tecido e alimentos como bombons, doces e linguiça defumada.

A primeira edição da feira foi realizada no último Natal e atraiu cerca de 25 mil consumidores durante três dias. Hoje, a feira já faz parte do Calendário Sociocultural da Cidade Administrativa.

Serviço:

2ª Feira de Talentos Artesanais da Cidade Administrativa

Local: Túneis de acesso aos prédios Minas, Gerais e Centro de Convivência

Data: 9 a 11 de maio (quarta-feira a sexta-feira)

Horário de funcionamento: 10h às 16h

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/feira-de-talentos-artesanais-da-cidade-administrativa-tera-sorteios-e-shows-musicais/

Governo de Minas: Secretaria de Estado de Saúde mobiliza Betim no Ação Global Nacional

Entre várias atividades, a SES promoveu vacinação contra a influenza e ações de mobilização contra a dengue

Henrique Chendes
A costureira Sara Santiago, grávida de 8 meses, foi se vacinar contra a gripe e aproveitou para se cadastrar no Mães de Minas.
A costureira Sara Santiago, grávida de 8 meses, foi se vacinar contra a gripe e aproveitou para se cadastrar no Mães de Minas.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES), em mais uma parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI) e Rede Globo, mobilizou a população de Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, no sábado (05), durante a Ação Global Nacional. A SES ofereceu vacinas contra a Influenza, marcando a abertura da “14ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza”, que ocorre do dia 5 a 25 de maio. Atividades de mobilização para o combate à dengue e em prol do Projeto Mães de Minas, para redução da mortalidade materna e infantil, também foram promovidas. O evento ocorreu no Complexo Esportivo do bairro Jardim Terezópolis.

Idosos, gestantes, crianças com idade entre seis meses e dois anos compareceram ao estande da SES para serem imunizadas contra o vírus da gripe e do H1N1. O metalúrgico Cristiano Alves, 32, morador do bairro Jardim Terezópolis, levou a filha de oito meses de idade, Fernanda, para se proteger da influenza. “Fico com um pouco de pena, porque nessa idade deve doer um pouquinho, mas sem dúvida vale a pena, porque é uma segurança muito grande que recebemos”, disse.

Segundo a Diretora de Vigilância Epidemiológica da SES, Márcia Cortez, desde 1999 as constantes campanhas de vacinação têm reduzido substancialmente os casos de internação decorrentes da gripe. “A prevenção é o melhor caminho para promovermos a saúde. Imunizando o público prioritário, evitamos que os grandes surtos de gripe retornem”, afirmou. Em Minas Gerais, a meta é imunizar 80% do público alvo, durante as três semanas da campanha, o que representa 2.522.623 milhões de mineiros.

O Superintendente de Vigilância Epidemiológica, Ambiental e Saúde do Trabalhador, Vicente Augusto Jaú, alerta também para a prevenção de epidemias. “De 2009 para 2012 tivemos a ameaça de uma pandemia do vírus H1N1, por isso é importante estarmos alerta para mobilizar toda a população”, disse.

Outras atividades como oferta de vagas de emprego, oficinas de circo, teatro, consultoria e assessoria jurídica, limpeza de pele, como cuidar dos cabelos, corte feminino e masculino, dicas de beleza também foram realizadas no evento.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-estado-de-saude-mobiliza-betim-no-acao-global-nacional/

Governo de Minas: Montes Claros inicia classificação de risco nas unidades de saúde

Protocolo de Manchester será aplicado no pronto atendimento Alpheu de Quadros antes de chegar às unidades de saúde.

Jerúsia Arruda / SES
Enfermeiros receberam treinamento da SES para novo modelo de atendimento
Enfermeiros receberam treinamento da SES para novo modelo de atendimento

O pronto atendimento Dr. Alpheu de Quadros Gonçalves, em Montes Claros, Norte de Minas, iniciou o processo de implantação de classificação de risco através do Protocolo de Manchester nesta segunda-feira (07). A implantação está sendo realizada pelo município com a supervisão do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES). O objetivo é tornar o atendimento mais ágil e eficaz.

Segundo o secretário Municipal de Saúde, Geraldo Edson de Souza Guerra, a prefeitura vem se preparando para implantar a classificação nas unidades da Estratégia Saúde da Família. “As pessoas estão acostumadas a serem atendidas por ordem de chegada e, com a classificação de risco, será mudada a dinâmica de atendimento, que vai priorizar os pacientes em condições mais graves. As unidades de saúde das grandes áreas de atendimento já estão treinadas e prontas para iniciar a classificação, mas vamos iniciar pelo Alpheu de Quadros para preparar as pessoas e diminuir o impacto com a mudança nesse primeiro momento”, explica.

Em Minas Gerais, a Classificação de Risco está sendo implantada em todos os pontos de atenção à saúde (unidades básicas, unidades mistas, pronto atendimento, pronto socorro hospitalar, hospitais gerais e especializados). A medida possibilita utilizar uma linguagem comum com critérios uniformes que permite estabelecer o melhor local para atendimento no menor tempo possível.

A Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros iniciou em 2009 a implantação da classificação de risco na atenção primária dos 53 municípios sob sua jurisdição e em Pirapora, com um total de 320 equipes de ESF a serem treinadas. Os municípios receberam todo o equipamento necessário para a realização da classificação. Em Montes Claros, a Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais (SES-MG) entregou 94 trius, além de oxímetros e termômetros timpânicos, equipando as unidades para iniciar o processo. O município possui 79 equipes de ESF cobrindo 59% da população.

Olívia Pereira de Loiola, superintendente regional de Saúde, diz que a expectativa é que, neste ano, o processo já dê um resultado positivo. “Nos municípios onde não é feita a classificação nas unidades básicas de saúde, como Montes Claros, a maior demanda dos hospitais são pacientes que deveriam ser atendidos na atenção primária. Ao realizar a classificação na unidade de saúde, a tendência é que somente os paciente urgentes cheguem ao pronto socorro, tirando a sobrecarga dos hospitais”, avalia a superintentende.

Pronto Atendimento

De acordo com a coordenadora do Alpheu de Quadros, Gleuce Ferrreira dos Santos, o hospital realiza cerca de 260 atendimentos/dia, nas áreas clínica e pediátrica e possui toda a infraestrutura necessária para funcionar como pronto atendimento.  Segundo ela, nos casos mais graves é feito o primeiro atendimento e acionado o Samu para que o paciente seja encaminhado ao hospital e receba o atendimento adequado.

Apesar de ser um pronto atendimento, Gleuce diz que a unidade recebe uma grande demanda espontânea de pacientes que deveriam ser atendidos na atenção primária. “Por isso estamos iniciando a classificação de risco pelo Alpheu de Quadros. Além de redefinir o fluxo de atendimento, vamos orientar a população de forma que ela possa ser atendimento no local mais adequado”, observa.

Classificação de Risco

O objetivo da classificação de risco não é fazer um diagnóstico, mas sim definir uma prioridade clínica para o primeiro atendimento médico. Através do Protocolo de Manchester é possível identificar rapidamente os pacientes permitindo atender em primeiro lugar casos mais graves e não os que chegam primeiro.

Ao procurar o serviço, o paciente é encaminhado para o setor de triagem onde é atendido por um enfermeiro responsável por identificar os motivos que o levaram a buscar atendimento. Na triagem, o enfermeiro identifica sinais que permitam atribuir o grau de prioridade clínica no atendimento e o tempo máximo de espera recomendado. O paciente, então, é identificado com uma cor (vermelho, laranja, amarelo, verde ou azul), que corresponde à gravidade do caso, até a primeira observação médica.

Aos doentes com patologias mais graves é atribuída a cor vermelha, que corresponde a atendimento imediato. Os casos muito urgentes recebem a cor laranja, para serem atendidos em dez minutos. Aos casos de gravidade média é atribuída a cor amarela, com prazo máximo de atendimento em uma hora. Os pacientes que recebem as cores verde e azul representam casos de menor gravidade, podendo ser atendidos em um espaço de tempo maior.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/montes-claros-inicia-classificacao-de-risco-nas-unidades-de-saude/

Governo de Minas: secretarias de Estado participam do Ação Global Nacional 2012 em Betim

Cidadãos terão a oportunidade de participar programas do Governo de Minas em diversas áreas

A Fundação Ultramig, vinculada à Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego (Sete), Secretaria de Estado de Saúde (SES) e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedes) , em  parceria com o Serviço Social da Indústria (SESI) e Rede Globo, participará do próximo “Ação Global Nacional”, que será realizada sábado (5), em Betim.

A Fundação Ultramig irá oferecer serviços gratuitos nas áreas de educação, saúde, meio ambiente, cultura, alimentação, esporte e lazer, além de cidadania.

Os psicólogos da Fundação irão aplicar testes vocacionais para a população, com o objetivo de orientar na escolha da carreira. Os cidadãos terão ainda a oportunidade de participar da “Ciranda das Profissões”, quando poderão obter informações sobre a tendência do mercado e as carreiras em alta.

Para o presidente da Fundação Utramig, José Murilo Resende, o desafio para a aquisição do primeiro emprego está na falta de profissionais qualificados para atender às demandas do mercado. “É muito importante que o profissional obtenha informações sobre as profissões, pois as vagas existem. Minas Gerais tem batido vários recordes em geração de postos de trabalho, ainda assim temos condições de ampliar mais o aproveitamento das vagas se preparamos melhor o cidadão”, completa o José Murilo Resende.

A Secretaria de Estado de Saúde irá promover serviços de saúde e diversas atividades, como a mobilização para o combate à dengue, vacinação contra a gripe e Projeto Mães de Minas que tem como objetivo a redução da mortalidade materna e infantil. No dia, a SES irá oferecer também vacinas gratuitas contra a Influenza, marcando a abertura da “14ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza”, que ocorre entre no período entre o dia 5 a 25 de maio. Trata-se de uma vacina trivalente, que protege contra três vírus diferentes, incluindo gripe sazonal e Influenza A H1N1.

Duas equipes da secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), irão participar do evento, a equipe do Poupança Jovem e a equipe do Conselho Estadual da Mulher (CEM).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretarias-de-estado-participam-do-acao-global-nacional-2012-em-betim/