Governo de Minas: diretor do Barcelona visita espaços esportivos de Belo Horizonte

Iniciativa faz parte de projeto de divulgação dos centros de treinamento esportivos e clubes de Minas

Divulgação/Seej
Rogério Romero, Emerson Silami e Carles Romagosa Vidal
Rogério Romero, Emerson Silami e Carles Romagosa Vidal

O secretário-adjunto de Esportes e da Juventude, Rogério Romero, apresentou nesta segunda-feira (26) ao professor de Ciências do Desporto da Universidade de Barcelona e diretor de Projetos de Futebol do Futbol Club Barcelona, Carles Romagosa Vidal, as obras do Centro de Treinamento Esportivo (CTE) e do Mineirão. A Iniciativa faz parte de projeto da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej) de divulgação dos centros de treinamento esportivos e clubes de Minas Gerais, incluídos pelo Comitê Organizador da Olimpíada de 2016 (COO) no guia oficial de locais de treinamento para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.

No último dia 20, o CTE recebeu a visita do delegado do CONI, Alfredo Apicella, e da consulesa italiana Maria Pia Calisti. No próximo dia 2 de abril, as obras do complexo esportivo serão visitadas por delegação de Portugal.

Carles Vidal foi diretor da Escola de Futebol do Barcelona, de 1998 a 2000; treinador de futebol de base do Barcelona, de 2003 a 2010; e subdiretor técnico e coordenador de projetos da Federação Catalã de Futebol, de 2008 a 2010; e é professor universitário de Ciências do Desporto.

Entre os 172 centros, entidades e clubes brasileiros incluídos pelo COO no guia oficial de locais de treinamento, além do Centro de Treinamento Esportivo (CTE), em construção em Belo Horizonte estão a Arena Olímpica João Mambrini, em São Sebastião do Paraíso; o Centro de Treinamento Esportivo (CTE), em construção em Belo Horizonte; a Escola Preparatória de Cadetes-do-Ar, localizada em Barbacena; a Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais, o Minas Tênis Clube e a PUC Minas, de Belo Horizonte; a Estação Conhecimento Governador Valadares, de Governador Valadares; o Estádio Municipal Radialista Mário Helênio e a Universidade Federal de Juiz de Fora, de Juiz de Fora; a Sociedade Hípica Chácara Flora, de Poços de Caldas; a Arena Multiuso Esportiva Presidente Tancredo de Almeida Neves e o Sesi-MG, de Uberlândia; o Clube Campestre de Varginha; e a Universidade Federal de Viçosa.

CTE

O Centro de Treinamento Esportivo está sendo construído pela Seej, em parceria com a Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Universidade Federal de Minas Gerais (EEFFTO/UFMG), desde dezembro de 2010 na avenida Alfredo Camarate, no Centro Esportivo Universitário (CEU).

O complexo é composto por salas para a administração, parque aquático, vestiários, estação de tratamento e aquecimento de água e depósitos de apoio ao parque, pista de atletismo e instalações para todas as modalidades esportivas, salas de musculação, hidroterapia e fisioterapia, consultórios médicos e odontológicos e sala para nutricionista. As obras receberam investimento integral do governo do Estado de Minas Gerais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/diretor-do-barcelona-visita-espacos-esportivos-de-belo-horizonte/

Gestão Anastasia: Minas amplia acesso ao ensino superior gratuito a toda região Sudoeste do Estado

Governo de Minas assinou acordo de cooperação técnica referente à ampliação regional da Fundação de Ensino Superior

Osana Cristina
Autoridades políticas da região se unem para a regionaização da Fesp
Autoridades políticas da região se unem para a regionaização da Fesp

Mais um passo fundamental foi dado nesta sexta-feira (9) para favorecer o ensino superior na região Sudoeste de Minas. O secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, esteve na Fundação de Ensino Superior (Fesp) para apresentar e debater a proposta de estadualização da entidade associada à Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), e a ampliação do ensino superior na região. A exposição aconteceu durante o “Encontro Regional – Estadualização da Fesp: o Ensino Superior como ferramenta do desenvolvimento de Minas Gerais”, promovido pelo subsecretário de Ensino Superior e presidente do Conselho Curador da Fesp, Fábio Kallas.

Durante o evento, foi realizada a assinaturado acordo de cooperação técnica referente à ampliação regional da Fesp. O convênio foi firmado entre as secretarias de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), de Desenvolvimento Social (Sedese), de Desenvolvimento Regional e Política Urbana (Sedru) e de Transportes e Obras Publicas (Setop); além da Fesp, da Associação dos Municípios do Médio Rio Grande (Ameg), da Associação dos Municípios da Microrregião Baixa Mogiana (Amog), do Centro Educacional Alto São Francisco e da Prefeitura Municipal de São Sebastião do Paraíso.

A ação será concretizada com a presença de duas unidades de ensino superior presencial e a distância nas cidades de Piumhi e São Sebastião do Paraíso. Para o secretário Narcio Rodrigues, a iniciativa possibilita a Fesp ter estrutura para atender mais pessoas na região, principalmente quando for estadualizada, situação prevista para acontecer até 2014. “Sinto que hoje estamos avançando em uma direção melhor, que é fazer com que a conquista da estadualização não se dê apenas para Passos. É preciso fazer com que toda a região Sudoeste possa se beneficiar da estrutura que a Uemg trará e do que ela representará para o desenvolvimento regional”, ressaltou.

Para a realização do evento, estiveram presentes os secretários Carlos Melles (Setop), Cássio Soares (Sedese), o subsecretário de Política Urbana, Renato Andrade, além de prefeitos, autoridades e lideranças políticas da região.

Durante o evento, o subsecretário de Ensino Superior, Fabio Kallas, falou sobre as obras do campus da Fesp. ”Essa reunião acontece em um momento histórico. Aqui neste local estamos erguendo o novo campus da Fesp, com três prédios e 87 novas salas de aula. No total, hoje temos 14 blocos em Passos, cerca de 600 funcionários e 52% de nossos alunos são de fora, ou seja, a Fesp é da região, sobretudo da Ameg e Amog”, destacou Fábio Kallas.

O secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, lembrou-se como a ampliação do ensino superior na região era uma luta antiga. “Hoje eu só tenho a agradecer. Alguns sonhos que a gente tinha há 20 anos se transformaram ou estão virando realidade, e isto nos emociona. Estamos vivendo novos tempos mesmo”, disse.

O prefeito de São Sebastião do paraíso ressaltou a importância da regionalização para os estudantes. “Eu vejo como um senso de oportunidade. A Fesp já conquistou essa possibilidade de estadualização até 2014 e isso precisa ganhar esta capilaridade para a região Sudoeste. Hoje, a Fesp já cumpre esse papel, porque tem 50% dos alunos da região, mas com um braço em Piumhi e um braço em São Sebastião do Paraíso, ela vai abranger um número ainda maior de alunos e facilitar a vida desses estudantes, que são o foco do nosso trabalho”, disse o prefeito Mauro Zanin.

“Estamos passando por um processo de realização, de transformação de sonhos em realidade, e um deles é este projeto da estadualização da Fesp, da Fesp-Uemg, encampada pelo Governo do Estado que estamos em vias de concretizar graças ao grande empenho do secretário Narcio, do subsecretário Fábio”, ressaltou o secretario de Estado de Desenvolvimento Social, Cassio Soares.

Estadualização das fundações ligadas a Uemg

O ensino superior de Minas Gerais vive um novo momento com a possibilidade de estadualização das seis fundações associadas à Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) e aumentar consideravelmente o número de vagas gratuitas. O compromisso do Governo de Minas é também com o fortalecimento das instituições já existentes, como a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) e Fundação Helena Antipoff (FHA), além da própria Uemg. O projeto é coordenado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes).

De acordo com a Subsecretaria de Ensino Superior, das seis fundações que serão estadualizadas, três delas passarão primeiro pelo processo: Faculdade de Ciências Exatas e Humanas da Campanha (FCCP), Faculdades Vale do Carangola (Favale) e Fundação Educacional do Vale do Jequitinhonha (Fevale), de Diamantina. Juntas, essas três escolas têm 1500 alunos matriculados em 12 cursos e um total de 200 funcionários, incluindo os professores. As outras três fundações de Ituiutaba, Divinópolis e Passos serão encampadas até 2014.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: Santa Casa da Misericórdia de São Sebastião do Paraíso será 100% SUS

Estado passará a cofinanciar a instituição, além de reestruturar a rede assistencial da microrregião

Henrique Chendes
Secretário de Transportes, Carlos Melles; provedor da Santa Casa, Flávio Westin; e Antônio Jorge de Souza Marques
Secretário de Transportes, Carlos Melles; provedor da Santa Casa, Flávio Westin; e Antônio Jorge de Souza Marques

Dentro de pouco tempo, a Santa Casa de São Sebastião do Paraíso, no Sul de Minas, terá o atendimento voltado 100% para o usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). O compromisso foi assumido esta semana, em reunião presidida pelo secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, lideranças da instituição, prefeitos, secretários municipais de Saúde e ainda o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles.

Com essa garantia, o Estado, segundo o secretário Antônio Jorge, passará a cofinanciar a instituição, além de reestruturar a rede assistencial da microrregião. “Aos municípios caberá a pactuação, fazendo da Santa Casa de São Sebastião do Paraíso hospital referência microrregional”, afirmou. Essa decisão, segundo ele, traz escala, o que garante a autosustentação da instituição. “Queremos que aqui tenha um pronto-socorro no qual o usuário do SUS seja cliente preferencial, o que, estou certo, será possível com uma boa pactuação política regional”, pontuou Antônio Jorge.

O secretário Carlos Melles, ao se dirigir aos prefeitos, gestores de saúde, lideranças de consórcios intermunicipais de Saúde e direção da Santa Casa, confirmou a vocação microrregional dessa instituição, que tem mais de 80 anos e disse estar confiante que todos se envolverão na pactuação, para que tudo esteja funcionando plenamente em pouco tempo.

Reivindicações

Ainda na reunião, o secretário Antônio Jorge garantiu que o Governo de Minas está sensível às dificuldades enfrentadas pelos gestores municipais. Segundo o secretário, a instalação de uma maternidade de alto risco na microrregião está condicionada à construção de uma Casa de Apoio à Gestante. Antônio Jorge garantiu apoio à expansão do serviço de hemodiálise e anunciou a implantação da Rede de Urgência Macro Sul até o fim deste ano. “Antes disso, as ambulâncias do Samu estarão circulando”, assegurou.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas investe R$ 82,7 milhões em hospitais da Macro Sul

Hospitais de 17 municípios da região foram beneficiados pelo Pro-Hosp

André Brant
Ampliação da UTI Neonatal do hospital Vaz Monteiro, em Lavras, foi uma das obras realizadas pelo Pro-Hosp no Sul de Minas
Ampliação da UTI Neonatal do hospital Vaz Monteiro, em Lavras, foi uma das obras realizadas pelo Pro-Hosp no Sul de Minas

Desde 2003, o Governo de Minas investiu cerca de R$ 700 milhões em 132 hospitais, com recursos provenientes do Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais (Pro-Hosp). Do total, R$ 82,7 milhões foram destinados a 20 hospitais de 17 municípios da Macro Sul. Com a ação, foram beneficiados moradores de Alfenas, Guaxupé, Machado, Passos, Piumhi, São Sebastião do Paraíso, Andradas, Itajubá, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Baependi, Lavras, São Lourenço, Três Corações, Três Pontas e Varginha.

Apenas em 2011 foram aplicados R$ 115 milhões no programa. Para 2012, a previsão de investimentos do Pro-Hosp é da ordem de R$ 130 milhões. De acordo com o coordenador do programa, Tiago Lucas, a expansão da rede se deu por meio da inclusão de hospitais que exercem papel regional e inter-regional relevante para o Sistema Único de Saúde (SUS), por sua participação imprescindível na resolubilidade de clínicas de especialidades estratégicas, tais como cirurgia neurológica, cirurgia e tratamento em oncologia, cirurgia ortopédica e cirurgia cardiovascular.

Segundo ele, o Pro-Hosp possibilita aos cidadãos mineiros atendimento hospitalar de qualidade e com resolutividade, o mais próximo possível das suas residências. “O objetivo é que o paciente se desloque o mínimo possível de seu município para receber assistência médica necessária, evitando ter que viajar ou ser transportado para os grandes centros ou para Belo Horizonte”, explica Tiago Lucas.

Macro Sul

Situado em Lavras, o Hospital Vaz Monteiro foi uma das unidades a receber recursos do Pro-Hosp. Dentre as melhorias realizadas no hospital está a ampliação da UTI Neonatal e do centro cirúrgico, que passou de quatro para seis salas. Além disso, foram adquiridos materiais e equipamentos para unidade de internação do SUS disponível para recém-nascidos.

Dentre as benfeitorias realizadas pelo Pro-Hosp no hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre, estão a ampliação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com mais nove leitos adulto, e a construção de um banco de leite e de uma nova área de maternidade, contemplando o Programa Viva Vida, dentre outras melhorias na unidade.

Critérios para o repasse de recursos

A transferência de recursos do Tesouro Estadual para os  hospitais beneficiados pelo Pro-Hosp leva em conta a população das macro e microrregiões (base de cálculo per capita) e também a realidade socioeconômica de cada uma, buscando atender ao princípio da equidade.

Assim, nas áreas mais carentes, como nos vales do Jequitinhonha, Mucuri e Rio Doce, e nas regiões Nordeste e Norte de Minas, as unidades hospitalares recebem um valor per capita diferenciado, o que, ao final, representa um maior volume de investimentos.

O Pro-Hosp se fundamenta em uma parceria entre o Estado e os hospitais públicos e filantrópicos que integram o programa, com a participação dos gestores municipais, Colegiados dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems-MG) e Conselhos de Saúde Municipal e Estadual. Por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), o Governo de Minas faz o repasse dos recursos. E as instituições, por sua vez, se comprometem a cumprir metas assistenciais e gerenciais.

Confira os 20 hospitais beneficiados na Macro Sul, por meio Pro-Hosp:

Alfenas: Casa de Caridade e Hospital Universitário Alzira Velano; Guaxupé: Irmandade de Misericórdia; Machado: Santa Casa de Caridade; Passos: Santa Casa de Misericórdia; Piumhi: Santa Casa de Misericórdia; São Sebastião do Paraíso: Santa Casa de Misericórdia: Andradas: Santa Casa de Misericórdia; Itajubá: Hospital Escola; Ouro Fino: Casa de Caridade; Poços de Caldas: Santa Casa de Misericórdia; Pouso Alegre: Hospital das Clínicas Samuel Libânio; Baependi: Sociedade Caritativa Sagrado Coração de Jesus; Lavras: Hospital Vaz Monteiro e Santa Casa de Misericórdia; São Lourenço: Casa de Caridade; Três Corações: Fundação Hospitalar São Sebastião; Três Pontas: Santa Casa de Misericórdia; Varginha: Hospital Bom Pastor e Hospital Regional do Sul de Minas.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: Nascentes das Gerais promove evento em São Sebastião do Paraíso para incentivar uso de passarelas

Café na Passarela será realizado nesta segunda-feira, no dispositivo que liga os bairros João XXIII e Vila São Pedro, no quilômetro 4,1 da BR-491

Divulgação/Nascentes das Gerais
Passarela construída na BR-491 - Objetivo do evento é conscientizar os pedestres a fazer a travessia com segurança
Passarela construída na BR-491 – Objetivo do evento é conscientizar os pedestres a fazer a travessia com segurança

A Concessionária Nascentes das Gerais promove, nesta segunda-feira (6), mais uma edição do Café na Passarela. O evento acontecerá em São Sebastião do Paraíso, na passarela que liga os bairros João XXIII e Vila São Pedro, no quilômetro 4,1 da BR-491, das 6h às 9h30. Será oferecido lanche e material educativo para a população que passar pelo local. A atividade faz parte do Plano de Gestão Social (PGS) da concessionária, responsável pela administração do Sistema MG-050/BR-265/BR-491, principal via de ligação do Centro-Oeste e do Sudoeste do Estado.

Para o diretor executivo da Nascentes das Gerais, Joselito Castro, o Café na Passarela visa despertar, principalmente nas crianças e jovens, a necessidade de realizar a travessia da rodovia com segurança. “Fizemos o evento neste horário para alcançarmos os alunos que vão para a escola. Nosso objetivo é estimular práticas seguras para os pedestres”, afirma.

Em outubro de 2011, a concessionária entregou a duplicação da BR-491 entre os quilômetros 1,5 e 4,45, um investimento que totalizou R$ 12 milhões. As obras aumentaram a segurança não só dos veículos, mas também dos pedestres, já que nesse trecho existe outra passarela, no quilômetro 1,45, além de mais duas passagens superiores para pedestres. “É preciso que os pedestres estejam conscientes da necessidade de utilizar esses dispositivos”, diz Joselito.

O Sistema MG-050

O Sistema MG-050/BR-265/BR-491 tem 371,4 quilômetros de extensão. Desde junho de 2007 é administrado pela Concessionária Nascentes das Gerais, por meio da primeira Parceria Público-Privada (PPP) do setor de infraestrutura rodoviária nacional, desenvolvida pelo Governo de Minas.

A área de influência da rodovia abrange a Região Metropolitana de Belo Horizonte, regiões Sul e Centro-Oeste de Minas Gerais, totalizando 50 municípios, que somam 1.331.075 habitantes (7,4% da população), representando 7,7% do Produto Interno Bruto (PIB) mineiro.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas e parceiros acertam preparativos para Copa América de Basquete Sub-18

Evento receberá atletas de oito países na Arena Olímpica de São Sebastião do Paraíso, contruída com recursos estaduais
Filipe Diniz
Realizaçao do campeonato é resultado dos investimentos em políticas públicas desportivas e de interiorização
Realizaçao do campeonato é resultado dos investimentos em políticas públicas desportivas e de interiorização

Seleções masculinas de basquete de oito países participarão da Copa América Sub-18, que será realizada em junho, na Arena Olímpica de São Sebastião do Paraíso, no Sudoeste do Estado. A obra foi concluída com o investimento de R$ 3,5 milhões do Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (Seej).

Para acertar os detalhes da organização, o secretário-adjunto da pasta, Rogério Romero, recebeu nesta quinta-feira (2), a visita do prefeito de São Sebastião do Paraíso, Mauro Lúcio da Cunha Zanin, e do diretor de seleções da Confederação Brasileira de Basquete, Vanderlei Mazzuchini.

“Estamos honrados em poder receber uma competição de tal magnitude numa cidade do interior do Estado. Essa é mais uma demonstração de que os investimentos realizados em políticas públicas desportivas e de interiorização têm apresentado resultados. Vamos caminhar juntos, prefeituras, entidades, federações e os mineiros, para tornar Minas Gerais um grande polo esportivo”, disse Romero.

Vanderlei Mazzuchini afirmou que Minas pode ser considerada a casa do basquete de base no país. “São Sebastião do Paraíso é uma referência em centro de treinamento de base. Minas Gerais é uma grande parceira e está ajudando muito o basquete brasileiro. É um prazer realizar um evento internacional aqui”, declarou o diretor.

Instalações

A Arena Olímpica tem 12 mil metros, conta com quadra poliesportiva com dimensões oficiais e piso “flutuante” de madeira, placar eletrônico, palco com camarins e arquibancadas para 4.000 pessoas. A arena possui ainda acesso para portadores de necessidades especiais a todos os pisos, através de rampas e elevadores.

E mais: alojamento para até 600 atletas, restaurante, academia completa, vestiários com duchas e salas de massagem, salas para aquecimento, consultórios médicos, auditório e sala de vídeo e multimídia, área reservada para camarotes e para imprensa, lanchonetes, banheiros, monitoramento de segurança por câmeras, estacionamento e espaço administrativo.

“Esse é só o primeiro passo, queremos investir, com o apoio do Governo de Minas, e construir mais ginásios, para fazer com que o município se torne uma referência em várias modalidades esportivas”, destacou o prefeito Mauro Zanin.

Fonte: Agência Minas