PSDB Minas quer fortalecer gestão dos municípios

PSDB Minas quer fortalecer gestão dos municípios – partido tem patrocinado um processo único de discussão e mobilização.

PSDB Minas

Fonte: artigo deputado Marcus Pestana – Deputado federal (PSDB-MG)

PSDB Minas quer fortalecer gestão dos municípios

PSDB Minas quer fortalecer gestão dos municípios

A qualificação das administrações municipais

A campanha tucana para as próximas eleições  
PSDB Minas – É no processo eleitoral que começa a se definir a qualidade das administrações que nascerão das urnas. O perfil dos eleitos é um retrato do grau de informação, consciência e organização da sociedade. O poder econômico, o populismo e a demagogia interferem negativamente na formação das intenções de voto.

Em junho, entraremos na reta final para o delineamento do quadro das disputas municipais em 2012, já que serão realizadas as convenções partidárias.

As eleições municipais são geralmente as mais quentes e disputadas, dada a maior proximidade dos atores e temas do cotidiano da população. A população irá acompanhar com interesse crescente as propostas e a movimentação dos candidatos.

Um bom prefeito pode alavancar o desenvolvimento econômico e social de uma cidade, assim como a eleição de um mau prefeito pode ser um desastre a determinar retrocessos gigantescos. Cuidar da educação das crianças, da saúde pública, do transporte coletivo e da mobilidade urbana, da moradia e do saneamento ambiental não é coisa para amadores ou irresponsáveis.

Para que o marketing, a mentira, a manipulação e a compra de votos não substituam o debate de ideias e o confronto de biografias, os partidos políticos têm um insubstituível papel como catalisadores do debate e organizadores da ação política.

Infelizmente, a tradição partidária brasileira obedece a uma lógica eminentemente cartorial. Os partidos se transformaram em meros cartórios de registros de candidaturas, servindo de trampolim para projetos vazios e pessoais.

O PSDB-Minas tem patrocinado um processo único de discussão e mobilização em 2012, ocupando seu espaço e cumprindo seu papel. Serão dez cursos de formação de candidatos, organizados pelo Instituto Teotônio Vilela, nas diversas regiões para preparação de nossos candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores. Já tivemos as etapas sediadas em São João del Rei, Pará de Minas, Lavras, Unaí, Montes Claros, Juiz de Fora, Poços de Caldas. A próxima será em Governador Valadares.

E para alavancar vigorosamente as campanhas tucanas em toda Minas Gerais, realizamos no último 25, em Belo Horizonte, com a presença de Aécio, Anastasia e Sérgio Guerra, o Encontro Estadual do PSDB Minas, com a participação de centenas de pré-candidatos dos quatro cantos do Estado. Além da palavra de nossos maiores líderes, tivemos uma rica mesa-redonda com sete prefeitos do PSDB de regiões diferentes sobre o jeito tucano de governar as cidades, palestras sobre legislação eleitoral e comunicação nas campanhas e uma assembleia que aprovou a Carta Aberta do PSDB aos Municípios Mineiros e à sua População, com diretrizes e princípios que orientarão a postura do partido nas próximas eleições.

Estamos certos que com esse esforço contribuiremos para o avanço dos valores fundamentais da democracia, da equidade social e da ética na vida das cidades e de suas futuras administrações.

PSDB Minas – Link do artigo: http://www.otempo.com.br/noticias/ultimas/?IdNoticia=204306,OTE&busca=A%20qualifica%E7%E3o%20das%20administra%E7%F5es%20municipais&pagina=1

Anúncios

Governo de Minas: educadores formulam criação do Curso de Extensão em Educação Musical

Especialistas e professores de conservatórios estaduais participam de planejamento.

Professores e especialistas dos 12 conservatórios estaduais de música de Minas Gerais iniciaram o planejamento para a criação do Curso de Extensão em Educação Musical. O objetivo é oferecer formação inicial e continuada em educação musical para professores da rede pública de educação básica. As reuniões começaram nesta semana na Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional de Educadores (Magistra). O curso está previsto para começar no segundo semestre deste ano.

“Nesse encontro, pegamos as experiências que os Conservatórios Estaduais de Música têm para formular um plano de curso para trabalhar de forma criativa e inovadora com os professores das escolas regulares”, destacou Gilbert Gouvêa, coordenador dos Conservatórios.

Entre os temas discutidos no encontro estão: os componentes curriculares, a ementa, a carga horária, a metodologia, os procedimentos didáticos, as formas de monitoramento e avaliação e a organização do atendimento a partir das demandas dos candidatos. Todo o trabalho será construído a partir de uma articulação entres os conservatórios, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) e a Magistra.

Nas reuniões, também foram debatidas as possíveis ferramentas de apoio que os participantes poderão contar durante o curso de formação. O Centro de Referência Virtual do professor (CRV) é uma dessas possibilidades para os educadores durante o curso.

O curso será desenvolvido pelos conservatórios em módulos semestrais e abordará conhecimentos teóricos e práticos da área musical. “Essa será uma retomada em uma das funções das escolas de música que é a da formação musical”, lembra Gilbert Gouvêa.

Em um primeiro momento, os cursos seriam ofertados para professores de arte, supervisores pedagógicos e estudantes dos cursos de Magistério e Pedagogia. Para a primeira fase. estão previstos 50 participantes distribuídos em duas turmas. Até o final do ano, a previsão é que o curso de extensão atenda a 600 cursistas.

 Conservatórios

Minas é o único estado do Brasil que conta com escolas de música na rede pública de ensino. São 12 Conservatórios de Música mantidos pela Secretaria de Estado de Educação. Com o objetivo de atender a diversas regiões do estado, Minas conta com escolas nas cidades de Araguari, Ituiutaba, Uberaba e Uberlândia, no Triângulo Mineiro, em São João Del Rei, Juiz de Fora, Leopoldina e Visconde do Rio Banco, cidades da Zona da Mata, em Montes Claros no Norte de Minas, Diamantina no Vale do Jequitinhonha, e em Pouso Alegre e Varginha, cidades do Sul do Estado. As escolas de música atendem cerca de 30 mil alunos com a oferta de cursos técnicos.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/educadores-formulam-criacao-do-curso-de-extensao-em-educacao-musical/

Gestão da Saúde: Fundação Hemominas comemora o Dia das Mães nos hemocentros de Minas

Unidades de Juiz de Fora, Divinópolis e São João del-Rei terão atividades especiais para esta sexta-feira

A Fundação Hemominas comemora o Dia das Mães, nesta sexta-feira (11), com distribuição de lembranças alusivas à data para todos os doadores que comparecerem ao Hemocentro Regional de Juiz de Fora, na Zona da Mata.

Também nesta sexta-feira, a Hemominas em Divinópolis, no Centro-Oeste do Estado, organiza para as mães doadoras, às 9h, apresentações do Grupo Malabaristas de Divinópolis e da Orquestra de Viola Caipira. Serão distribuídas lembranças alusivas à data em sacolas de material reciclável, além de cartão com mensagens para incentivar a doação de sangue.

A Fundação Hemominas em São João del-Rei, no Campo das Vertentes, também irá prestigiar as mães no dia 11 de maio. Das 7h às 11h30, um café especial, com rosas e chocolates, será organizado para todas as doadoras que comparecerem a unidade.

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e não ter Doença de Chagas. Jovens com 16 e 17 anos, somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site da Fundação Hemominas.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos. Clique aqui para mais informações sobre os critérios para doação de sangue, ou ligue para o 155. Com foco no público jovem, o hotsite www.projetonaveia.com.br promove interatividade e participação também na divulgação da doação. Acesse e conheça o Projeto na Veia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/fundacao-hemominas-comemora-o-dia-das-maes-nos-hemocentros-de-minas/

Governo de Minas: Agostinho Patrus Filho participa de abertura oficial do Brasil Sabor

Festival vai movimentar o turismo e a economia da capital e do interior

Divulgação / Setur
O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, e o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, durante abertura oficial do Brasil Sabor
O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, e o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, durante abertura oficial do Brasil Sabor

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, participou, na noite desta quarta-feira (03), da abertura oficial do festival gastronômico Brasil Sabor. Com o tema “Quem tem boca vai a Roma”, a sétima edição do festival conta com a participação de mais de 80 estabelecimentos, em 19 cidades, abrangendo 12 Circuitos Turísticos Mineiros. Até o dia 3 de junho, os restaurantes participantes do Brasil Sabor têm o desafio de fazer pratos que homenageiam a Itália, abusando da criatividade.

Agostinho Patrus lembrou que Minas Gerais é um destino turístico reconhecido nacional e internacionalmente por sua culinária e parabenizou a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) pela realização do festival. “Além de incrementar o calendário de atividades dos municípios, eventos como este nos capacitam cada vez mais para receber com qualidade o exigente turista internacional que estará aqui nos próximos anos para eventos como a Copa das Confederações e a Copa do Mundo”, destacou.

O secretário ainda ressaltou a importância da imigração italiana no Estado. “O tema deste ano é uma homenagem que vem unir ainda mais brasileiros e italianos, que tem uma longa história juntos”. De acordo com a Câmara Italo Brasileira de Comércio, Indústria e Artesanato de Minas Gerais, já são mais 30 milhões de descendentes de italianos no Brasil. Em Minas, vivem 1,5 milhão deles, representando cerca de 7,5% da população do Estado. Em Belo Horizonte, 30% da população descende de italianos.

De acordo com o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, o objetivo do evento é valorizar, além da culinária regional, a miscigenação de raças que compõe o povo brasileiro. “Temos uma grande quantidade de imigrantes italianos no Brasil, e isso fez com que nossa culinária tenha fortes influências da ‘terra da bota’. O intercâmbio entre países sempre traz um ganho a mais para nossa gastronomia local”, afirmou.

Brasil Sabor

Com a participação de 83 restaurantes de Minas, o Brasil Sabor também pode ser uma boa opção para fazer turismo e conhecer a culinária local de algumas cidades. Além da capital, participam estabelecimentos de Alto Caparaó, Barbacena, Betim, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Diamantina, Itaúna, Juiz de Fora, Monte Verde, Nova Lima, Ouro Preto, Sabará, São João del-Rei, Tiradentes, Florestal, Varginha, Lima Duarte, Brumadinho e Cachoeira do Campo.

Para orientar e facilitar a escolha dos restaurantes pelo público será distribuído um guia com a relação de todos os estabelecimentos. O roteiro traz os nomes e endereços dos restaurantes e uma breve descrição das iguarias. As casas também investiram em treinamento para os funcionários, que informarão ao visitante sobre o prato da casa selecionado para o evento.

Os pratos inscritos no festival serão comercializados a preços diferenciados. Em Minas, o valor médio é de R$48,50 com variação entre R$10 e R$87. A expectativa é de que sejam vendidos mais de 30 mil pratos, e que seja gerada uma movimentação financeira de cerca de R$ 1,5 milhão em Minas.

Confira a lista dos estabelecimentos participantes no site: www.brasilsabor.com.br 

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/agostinho-patrus-filho-participa-de-abertura-oficial-do-brasil-sabor/

Gestão Anastasia: Governo de Minas destinará materiais de construção a municípios do Alto Paraopeba

Doação de vigas foi anunciada em Entre Rios de Minas pelo secretário Carlos Melles

Bernadete Amado
Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios, diz Carlos Melles
Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios, diz Carlos Melles

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), oficializou a entrega de 10 conjuntos de vigas para construção de pontes, para os municípios de Casa Grande, Brás Pires, Catas Altas da Noruega, Cristiano Otoni, Desterro de Entre Rios, Entre Rios de Minas, Itaverava, Piranga, Queluzito e Senhora de Oliveira.

As doações foram anunciadas durante a realização da última Assembleia Ordinária da Associação dos Municípios do Alto Paraopeba (Amalpa), que aconteceu em Entre Rios de Minas, na região Central do Estado, nesta sexta-feira (27).

Os termos de transferência gratuitas de bens tem como finalidade fornecer elementos estruturais aos municípios visando a melhoria das vias públicas, de forma a otimizar o escoamento de bens e serviços e a movimentação de pessoas, bem como apoiar o município em obras de infraestrutura para o desenvolvimento e crescimento sustentável.

Segundo o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, “a Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios com o objetivo de melhorar a infraestrutura local”. “É fundamental que as prefeituras tenham atenção ao cumprimento de toda a documentação exigida durante processo para a transferência dos bens”, concluiu o secretário Melles.

Transferência de materiais

Depois das assinaturas dos termos de transferências dos materiais, a entrega das vigas para as pontes dependerá do encaminhamento de documentação pelos municípios e de publicação no jornal “Minas Gerais“, diário oficial dos Poderes do Estado.

“Por estas pontes que serão reconstruídas passam o desenvolvimento de nossas cidades. É a educação, a saúde e a produção agrícola se deslocando em nossas estradas municipais”, disse o presidente da Amalpa e prefeito de Senhora de Oliveira, Sebastião Araújo de Oliveira.

O prefeito de Entre Rios de Minas, Mário Augusto Alves de Andrade, explicou a importância da liberação deste conjunto de vigas para o município. “Com as fortes chuvas de janeiro deste ano, a ponte que liga as comunidades de Brumadinho e Coelhos foi interditada e as cerca de 600 pessoas que transitam pela região têm que fazer um desvio de aproximadamente 14 quilômetros”, destacou o prefeito.

Mário Augusto avaliou como “muito produtiva” a presença do secretário Carlos Melles na cidade, já que além das assinaturas dos convênios de doações de materiais, foram apresentados todos os investimentos do Governo de Minas na região. Um dos exemplos é o detalhamento das obras de duplicação da MG-383, nos trechos entre Jeceaba, São Brás do Suaçuí e o entroncamento com a BR-040, que estão em fase de execução. O secretário também reiterou que, em breve, será executada a pavimentação do trecho que liga Passa Tempo a Desterro de Entre Rios, na MG-270.

Ações na região

Na região Central, há 517 quilômetros de estradas, divididos em 26 trechos, beneficiados pelo Programa Proacesso, sendo que vinte e duas obras já estão concluídas. Na região da Amalpa, duas obras do Proacesso estão concluídas, somando 52 quilômetros; são trechos da MG-270, ligando Desterro de Entre Rios a Entre Rios de Minas, com 34,1 km, e a rodovia de acesso, entre Santana dos Montes e o entroncamento BR 040, com 15,1 km.

Pelo ProMG estão contratados 1.511,2 quilômetros de rodovias na região Central, totalizando 110  trechos, gerenciados pelas Coordenadorias Regionais do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), de Belo Horizonte, Barbacena e Pará de Minas. Somente na região da Amalpa são cerca de 150 quilômetros, beneficiando 11 trechos e as cidades de Moeda, Itabirito, Santana dos Montes, Rio Espera, Lamim, Senhora de Oliveira, Catas Altas da Noruega, Jeceaba, Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete, Itaverava e Casa Grande.

Por meio do Programa Caminhos de Minas, está prevista a pavimentação de sete trechos na região, que somam aproximadamente 250 quilômetros, beneficiando as cidades de Belo Vale, Bonfim, Brás Pires, Cipotânea, Rio espera, Congonhas, Jeceaba, Itabirito, São Brás do Suaçui, São João Del Rei. Um deles já está com obras em andamento, que é o da MG-383 e MG 155, que passa por Jeceaba, São Brás do Suaçui e o entroncamento da BR-040.

De 2003 a 2007 foram celebrados 170 convênios com municípios da Amalpa, com um valor médio de repasse de recursos por parte do Governo de Minas de R$ 25 milhões. De 2007 a 2011 foram doados 262 metros de bueiros metálicos e 26 conjuntos de vigas metálicas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-destinara-materiais-de-construcao-a-municipios-do-alto-paraopeba/

Gestão em Minas: Setop licita equipamentos de combate a incêndio para aeroportos do interior

Veículos serão destinados inicialmente para Diamantina, São João Del Rei e Patos de Minas

Divulgação / Imprensa MG
Veículos serão semelhantes a este, já em operação no aeroporto regional Presidente Itamar Franco, em Goianá, na Zona da Mata
Veículos serão semelhantes a este, já em operação no aeroporto regional Presidente Itamar Franco, em Goianá, na Zona da Mata

A Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais (Setop) publicou no “Minas Gerais”, diário oficial dos Poderes do Estado, no último sábado (21), o aviso de licitação para a aquisição de onze veículos de combate a incêndio em aeródromos de Minas. Esta medida é uma das ações do Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) apresentado pela Setop e que define critérios para adequação às normas de combate a incêndios nos aeroportos de Patos de Minas, São João Del Rei e Diamantina. O objetivo é atender as exigências da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e fomentar a aviação comercial no Estado.

Para o secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, a questão de segurança é primordial. “Estamos realizando uma série de entendimentos junto à ANAC para manter a qualidade, conforto e a segurança nos aeroportos de Minas. Primeiro, por meio do Proaero, temos providenciado a reforma e melhoria de diversos aeroportos, e agora, ao licitar os equipamentos de combate a incêndio, vamos auxiliar as prefeituras oferecendo mais segurança”, explicou.

Modalidade

A licitação ocorrerá na modalidade de registro de preço. A empresa vencedora terá que apresentar à Setop equipamentos com os requisitos técnicos exigidos pela Anac. A modalidade de registro de preço permitirá maior agilidade na aquisição desses equipamentos em função da demanda dos aeroportos. Inicialmente, os equipamentos serão empregados na segurança dos aeroportos de Patos de Minas, São João Del Rei e Diamantina.

A abertura da sessão de lances no processo licitatório de registro de preços vai ocorrer no dia 08/05, às 14 horas, através do site de compras do Governo de Minas. As propostas comerciais deverão ser enviadas ao mesmo site, até a data e horário marcados no edital, que estará disponível para consulta nos sites: www.compras.mg.gov.br e www.transportes.mg.gov.br.

Proaero

Desde 2003, o Governo de Minas realiza, através do Programa Aeroportuário de Minas Gerais (Proaero), consideráveis investimentos nos aeroportos mineiros, visando ampliar a capacidade de operação e aumentar a segurança desses aeródromos. “O valor investido diretamente pelo Estado nos 23 aeroportos já beneficiados pelo Proaero ultrapassa R$ 265 milhões, o que demonstra a importância deste programa para o nosso governo. Esses investimentos abrangem a reforma e ampliação das pistas de pouso e decolagem, construção ou reforma de terminais de passageiros, aquisição de equipamentos de auxílio à navegação e a construção das Seções de Salvamento e Combate a Incêndio”, destacou o secretário Carlos Melles.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/setop-licita-equipamentos-de-combate-a-incendio-para-aeroportos-do-interior/

Governo de Minas: cidades mineiras se preparam para Conferência da Pessoa com Deficiência

Mais de 50 cidades estão envolvidas e vão promover, até 30 de abril, conferências municipais ou regionais

Os municípios mineiros estão se mobilizando, desde março deste ano, para promover melhorias das políticas públicas destinadas às pessoas com deficiência. Mais de 50 cidades estão envolvidas e vão promover, até o dia 30 de abril, conferências municipais ou regionais para discutir e elaborar propostas a serem apresentadas no encontro estadual, marcado para 19 a 21 de junho, em Belo Horizonte.

Com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), os municípios provocam discussões divididas em quatro eixos: Educação, esporte, trabalho e reabilitação profissional; acessibilidade, comunicação, transporte e moradia; saúde, prevenção, reabilitação, órteses e próteses; segurança, acesso à justiça, padrão de vida e proteção social adequados.

Os municípios de Varginha, Timóteo, Governador Valadares, São Tomé das Letras, Araguari, Três Corações e Itabira já realizaram suas conferências e apresentaram demandas que podem ser transformadas em políticas públicas em prol das pessoas com deficiência de todo o Estado.

“Com a apresentação das propostas, vamos saber o que os municípios precisam e querem do Estado. Além disso, teremos discussões importantes para a elaboração do Plano Estadual de Políticas para Pessoas com Deficiência”, destacou a coordenadora Especial de Apoio e Assistência à Pessoa com Deficiência, Ana Lúcia Oliveira.

Cada conferência elege delegados para representarem os respectivos municípios na III Conferência Estadual ‘Um Olhar para a Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência’. O evento será promovido pela Sedese, por meio da Coordenadoria de Apoio e Assistência à Pessoa com Deficiência (Caade), e pelo Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conped).

O encontro estadual visa o processo de construção e reestruturação das Redes Estadual e Nacional de Proteção e Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, além de identificar avanços, desafios e priorizar as demandas no âmbito estadual e federal. A expectativa é que cerca de 40 propostas, oriundas da conferência estadual, sejam levadas à Conferência Nacional, a ser realizada em Brasília, de 3 a 6 de dezembro.

Próximas conferências

24 de abril – Limeira, Rosário de Limeira, Sabará, São Lourenço, Três Marias e Martinho Campos

25 de abril – Itajubá, São Tomé das Letras, Uberlândia.

26 de abril – Araxá, Barbacena, Capelinha, Cássia, Cláudio, Coronel Fabriciano, Lassance, Lavras, Piraúba, Pouso Alegre, Santa Rita do Sapucaí, Uberaba.

27 de abril – Brumadinho, Cataguases, Guarani, Itapecirica, Ouro Preto, Poços de Caldas, Santa Luzia e São João do Paraíso.

28 de abril – Divinópolis, Ipatinga,

30 de abril – Piumhi, São João del-Rei.

Informações sobre as conferências municipais devem ser solicitadas por meio do e-mail: conferenciapcd@social.mg.gov.br.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/cidades-mineiras-se-preparam-para-conferencia-da-pessoa-com-deficiencia/

Gestão Anastasia: Governo de Minas incentiva fruticultura na região das Vertentes

Plantio de fruteiras de clima temperado é opção para agricultura familiar e geração de trabalho e renda
Marco Evangelista/Imprensa MG
O pesquisador Paulo Norberto tem boas expectativas com relação ao plantio da figueira na região
O pesquisador Paulo Norberto tem boas expectativas com relação ao plantio da figueira na região

O cultivo de maçã, uva e figo vem ganhando espaço entre os produtores rurais do Campo das Vertentes. Isso graças ao incentivo do Governo de Minas que, desde 2007, desenvolve a fruticultura na região. Por meio da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), foram implantadas 21 unidades demonstrativas, distribuídas nas cidades de São João del-Rei, Barroso, Tiradentes, Prados, Resende Costa, Coronel Xavier Chaves, Lagoa Dourada, Carandaí e Piedade do Rio Grande.

O pesquisador da Epamig, Paulo Márcio Norberto, que realiza o trabalho da fruticultura juntamente com outros dois pesquisadores, conta que as unidades demonstrativas são instaladas em propriedades particulares. “Essas propriedades contempladas estão sempre abertas à comunidade, servindo de modelo para outros produtores interessados em aprender e entrar na atividade, possibilitando o acompanhamento de todo o processo de produção, desde o plantio até a colheita”, explica.

Segundo ele, a fruticultura representa uma boa alternativa para a região. “Como o fluxo de turistas é grande e a região tem um forte apelo turístico, favorece a possibilidade de colocação de produtos no mercado, inclusive com agregação de valor, como doces em calda, geleias e cristalizados”, avalia. O plantio das fruteiras de clima temperado é também uma opção diferente das usuais, principalmente na agricultura familiar. “Hoje, muitos produtores locais já aderiram e estão colhendo os frutos, o que possibilita um incremento significativo em suas rendas e, além de ocupar a mão de obra familiar, acaba gerando novos postos de trabalho em suas comunidades”, afirma o pesquisador da Epamig.

Em Coronel Xavier Chaves, o produtor Antônio Catarino de Almeida possui uma unidade demonstrativa de videira há um ano. Ainda não foi possível comercializar a uva, mas ele acredita que em dois anos a produção já seja satisfatória. “Está sendo uma boa experiência e a expectativa é boa, acho que vai dar certo”, diz. Catarino recebeu da Epamig 200 mudas para iniciar a plantação. “Desde então, o técnico vem aqui, explica como é a manutenção, orienta, apoia muito o nosso trabalho. Com certeza vai ser possível aumentar nossa renda, porque a região não tem muito esse tipo de plantação”, conclui o agricultor. Ele conta com a ajuda do filho para cuidar das videiras e das outras cultivares que possui na propriedade, que inclui mexerica, baroa, mandioca e inhame.

Apoio técnico

Ilceu Carvalho, produtor de Prados, também recebeu apoio técnico para o plantio de uva e figo e, em 2011, fez sua melhor colheita. “Tive uma produção de cerca de 700 kg de uva e vendi 500 kg in natura, que é a forma mais lucrativa. Todo mundo elogiou a qualidade”, conta. Agora, Ilceu quer aumentar a produção. “Quero ver se consigo colher duas vezes ao ano, em vez de apenas uma. Minha meta é uma colheita no meio do ano e uma no final. Por isso vou começar a usar um sistema de irrigação”, relata.

As pesquisas na área de fruticultura são desenvolvidas na Fazenda Experimental Risoleta Neves, em São João del-Rei, com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), que já destinou mais de R$ 300 mil para projetos de pesquisa e bolsas de pós-doutorado, iniciação científica e apoio técnico. O trabalho de difusão e transferência de tecnologia também conta com a parceria da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG).

Com relação à cultura da videira, o pesquisador Paulo Norberto destaca que as plantas estão começando a expressar todo o seu potencial produtivo. “As variedades que estão sendo testadas aqui na região são de grande importância econômica, são rústicas e toleram mais as variações climáticas que ocorrem na região”, pontua.

A cultura da figueira também tem boa expectativa de produção. “Estamos testando e validando novas tecnologias de manejo para a cultura, que tem mostrado um grande potencial na região. A caminhada de implantação e desenvolvimento da fruticultura já possui um histórico, que foi iniciado em 2007 e precisa ser continuado, pois foram e estão sendo geradas e validadas diversas tecnologias, adaptadas para o pequeno produtor”, completa.

Cultivo de oliveiras

O produtor José Lásaro Mendes Morais se uniu à Epamig para implantar uma unidade demonstrativa de oliveiras há quatro anos. O projeto Rendimento Agronômico das Oliveiras também recebe o apoio da Fapemig. O experimento, localizado em Piedade do Rio Grande, é o único da região e vai ajudar a definir as melhores variedades a serem produzidas.

“Tenho cinco variedades plantadas, vamos ver qual se adapta melhor. Hoje a produção ainda é pequena, não dá para comercializar, mas já é possível perceber que algumas variedades se manifestaram mais precocemente”, comenta. O tempo médio para a oliveira entrar em produção é de seis a oito anos.

José Lásaro também cultiva maçã e, por meio de um trabalho conjunto com a Epamig, estão sendo introduzidos novos materiais genéticos com potencial produtivo para as condições de clima e solo da região. “Além de trabalhos de análise de folhagem das plantas e de conservação dos frutos da maçã”, completa o produtor.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-incentiva-fruticultura-na-regiao-das-vertentes/

Gestão Eficiente: governo de Minas lança Núcleo de Interiorização da Cultura em Uberlândia

Haverá também encontro de secretários municipais de Cultura e gestores culturais

A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) lança nesta segunda-feira (16), às 18h, mais um Núcleo de Interiorização, desta vez, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. O lançamento faz parte da estratégia da SEC de descentralizar e regionalizar suas ações, aumentando o diálogo com o interior de Minas Gerais e promovendo a gestão compartilhada da política cultural do Estado. O Núcleo de Interiorização de Uberlândia atenderá as demandas de artistas, produtores culturais e gestores públicos das macrorregiões do Triângulo Mineiro e do Alto Paranaíba, num total de 66 municípios.

Os Núcleos de Interiorização correspondem a representações físicas da Secretaria de Estado de Cultura no interior, com atuação em diversas frentes como mapeamento de manifestações, espaços e eventos culturais; dando apoio técnico a gestores de cultura e contribuindo para a implementação da rede de serviços da SEC nas localidades. Os núcleos serão responsáveis também por oferecer informações sobre os serviços do Sistema Estadual de Cultura; estimular parcerias; divulgar e apoiar as ações realizadas pela Secretaria e parceiros.

Em 2011, foram lançados os Núcleos de Interiorização de Araçuaí, com atuação nas macrorregiões dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas; e de São João del-Rei, com presença nas macrorregiões Central e Noroeste. Neste ano, a Secretaria de Estado de Cultura lançou outros dois Núcleos: em Pouso Alegre, que atenderá às macrorregiões Sul e Centro-Oeste do Estado; e em Governador Valadares, com âmbito de atuação nas macrorregiões do Vale do Rio Doce e da Zona da Mata.

A secretária de Estado de Cultura, Eliane Parreiras, explica que os Núcleos de Interiorização da SEC fazem parte de uma estratégia inovadora de planejamento compartilhado da política cultural do Estado. “Cultura deve ser compreendida como instrumento de desenvolvimento, por meio de uma política cultural bem articulada, descentralizada e regionalizada. Nesse sentido, queremos qualificar o diálogo da SEC com os representantes do setor cultural do interior do Estado, localizando e atendendo às demandas específicas de cada macrorregião”, explica.

Atividades

O lançamento do Núcleo de Interiorização de Uberlândia terá início com a realização do I Encontro de Secretários Municipais de Cultura e Gestores Culturais das macrorregiões, onde serão definidas as prioridades dos gestores culturais públicos e privados. Em seguida, será criado um plano de orientação para a seleção das prioridades e elaboração de um cronograma de trabalho. Todo o processo será acompanhado pela equipe da Superintendência de Interiorização da SEC.

Posteriormente ao lançamento, serão realizados Encontros de Secretários Municipais de Cultura e Gestores Culturais em cada região. O evento terá a finalidade de qualificar os gestores e entidades culturais públicas e privadas com informações sobre fomento, investimento cultural e relações com o mercado.

O encontro terá como objetivos: apresentar os serviços oferecidos pelo Sistema Estadual de Cultura, incentivar o intercâmbio cultural, ampliar a capilaridade no acesso às informações culturais e intensificar a rede de articuladores da cultura em Minas Gerais. As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas por e-mail (interiorizacao@cultura.mg.gov.br) ou telefone (31- 3915-2688).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-lanca-nucleo-de-interiorizacao-da-cultura-em-uberlandia/

Gestão Anastasia: Minas se prepara para celebrar a paixão e a ressurreição de Cristo durante Semana Santa

Os municípios mineiros preparam programação especial para celebrar a data

Divulgação/Setur
Tapetes feitos com serragem, borra de café e cal colorem e enfeitam as ladeiras das cidades históricas
Tapetes feitos com serragem, borra de café e cal colorem e enfeitam as ladeiras das cidades históricas

Celebrações religiosas tomam conta de Minas Gerais na Semana Santa, que este ano acontece de 1º a 8 de abril. Os municípios mineiros preparam programação especial para celebrar a data e os turistas podem aproveitar o feriado para conhecer as belezas do Estado.

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, salienta que o turismo religioso sempre foi um dos principais atrativos turísticos do Estado e, que as celebrações da Semana Santa em Minas Gerais são um resgate da tradição tricentenária do povo mineiro, que enfeita suas casas e suas ruas para celebrar a paixão de Jesus Cristo.  “Em Minas Gerais destaca-se a religiosidade popular, vivida intensamente por nossas comunidades. Em todas as regiões deste imenso Estado, as cidades transformam-se em um palco vivo da religião”, destaca Patrus Filho.

Confira as dicas que a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais preparou:

Belo Horizonte e entorno

Em Belo Horizonte, a Semana Santa é celebrada pelas paróquias da Arquidiocese de Belo Horizonte. Uma grande demonstração de fé, religiosidade e devoção, que tem início no Domingo de Ramos, celebração que recorda a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém e termina no Domingo de Páscoa, com a celebração da ressurreição.

O Santuário Estadual Nossa Senhora da Piedade, localizado em Caeté, a 48 quilômetros de Belo Horizonte, é um dos roteiros mais procurados pelo turista religioso. A tranquilidade do lugar, situado a 1700 metros acima do nível do mar, é propícia para momentos de reflexão e orações.

Para aqueles que não querem sair da capital e desejam fazer um programa cultural, a dica é visitar o Circuito Cultural Praça da Liberdade na capital mineira. O Museu das Minas e do Metal e o Memorial Minas Gerais estarão fechados na sexta-feira da Paixão, mas funcionarão normalmente nos demais dias, inclusive no Domingo de Páscoa. O Espaço TIM UFMG do Conhecimento funciona normalmente, de terça a domingo. Aproveite o domingo também para visitar também o Palácio da Liberdade, aberto das 9h às 13h. Mais informações: www.circuitoculturalliberdade.mg.gov.brou (31) 3272-9584

E, para quem quiser aproveitar o feriado pertinho da capital, o Inhotim, em Brumadinho estará funcionando normalmente de terça a domingo, das 9h30 às 17h30. A equipe de Arte e Educação e de Jardim Botânico e Meio Ambiente preparam programação especial para quem visitar o Inhotim nesse período.  De 6 a 8 de abril, a oficina de aproveitamento integral dos alimentos vai ensinar a preparar sucos utilizando todos os seus benefícios. Para as crianças, haverá oficina de dobradura e colagens, das 10h às 16h30, no Espaço Tamboril.  Para saber mais sobre a programação, acesse: www.inhotim.org.br

Cidades Históricas

Nas cidades históricas mineiras, a população sai às ruas para participar, com fé e emoção, dos atos e rituais da liturgia católica. As celebrações são verdadeiros espetáculos encenados com o rigor da herança bíblica, com todos os simbolismos, atores e anjos, figurinos e estandartes.

Em Ouro Preto, de acordo com a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, a expectativa é de que 18 mil pessoas visitem a cidade para conferir de perto os cortejos, procissões e a confecção dos tapetes feitos com serragem, borra de café e cal branco, que colorem e enfeitam as ladeiras históricas. Durante toda a semana, serão realizadas missas nas igrejas da cidade. A data é uma oportunidade para conhecer a beleza da arquitetura barroca da cidade tricentenária, que por sua beleza e conjunto arquitetônico, atrai turistas nacionais e internacionais.  Na sexta-feira santa, as celebrações começam às 6h, com a Via Sacra saindo da Capela de São Cristovão em direção à Capela do Senhor do Bonfim.

Em São João del-Rei, de acordo com a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, a expectativa é que a ocupação hoteleira na cidade seja de 80%. A celebração começa no Domingo de Ramos, às 6h, com a Santa Missa e, durante o dia as procissões vão percorrer as ruas da cidade. Na Quinta-Feira Santa, a Missa Solene acontece às 9h e às 17h, na Basílica de Nossa Senhora do Pilar. Às 20h30, será realizada a cerimônia de lava-pés, na Praça Francisco Neves. As celebrações se encerram no Domingo de Páscoa, com a Santa Missa, às 19h, e Solene Coroação de Nossa Senhora, na Basílica Nossa Senhora do Pilar.

Diamantina mantêm ritos tradicionais nas celebrações da Semana Santa, que se inicia no Domingo de Ramos, prossegue com a Procissão do Encontro, a cerimônia do Lava-Pés, a Sexta-Feira da Paixão, com a crucificação e morte de Jesus Cristo, o Descendimento da Cruz e termina com a Ressurreição, no Domingo de Páscoa. Uma das tradições mais antigas preservada na cidade é a “Guarda Romana”, onde mais de 50 homens caracterizados participam da Via Sacra. A confecção dos tapetes de serragem terá inicio em frente à igreja Catedral Metropolitana, a partir da meia-noite do Sábado de Aleluia até a manhã do Domingo de Páscoa.

Em Sabará, a programação também inicia-se no Domingo de Ramos e segue até o Domingo de Páscoa, com a Missa da Ressurreição, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, na praça central da cidade, no dia 8 de abril, às 8h. São esperadas 20 mil pessoas e, de acordo com a Secretaria Municipal de Turismo da cidade, a expectativa é de que a ocupação hoteleira seja de 100%.

A tradicional programação de Semana Santa de Mariana já iniciou com o Setenário das Dores, que segue até o dia 30 de março.  Na Quarta-feira Santa, às 19h, a celebração acontece na Capela Nossa Senhora da Boa Morte, seguida de procissão pelas ruas da cidade. Na Quinta-Feira, na Catedral Metropolitana, após a cerimônia de lava-pés, haverá o traslado do Santíssimo Sacramento. No Domingo, as celebrações de Páscoa acontecem às 7h, na Catedral Metropolitana, e às 8h nas Igrejas Nossa Senhora do Rosário e Nossa Senhora Aparecida.

Em Prados, o Domingo de Ramos começa com a Santa Missa, às 8h, na Matriz.  Durante toda a semana, as missas serão realizadas também na Igreja Matriz e Capela do Rosário. Na Quarta-feira Santa, a população sai em Via Sacra pelas ruas da cidade. Na sexta, às 21h, acontece cerimônia de Descendimento da Cruz. No Domingo de Páscoa, as celebrações serão encerradas às 17h, quando a Procissão da Ressurreição passa pelas ruas da cidade.

No município de Serro, na Quinta-feira Santa haverá encenação da prisão de Cristo, ao lado da Igreja Matriz, no centro da cidade.  Na sexta, às 9h, a população sai em Via Sacra da Igreja Matriz, em direção à Igreja Nossa Senhora do Carmo. Às 21h, na praça central da cidade, haverá a encenação da Paixão de Cristo, seguida de procissão pelas ruas da cidade.

Caminho Religioso

Visando o incremento do Turismo Religioso no Estado, o Governo de Minas está implementando o projeto “Caminho Religioso da Estrada Real: de Padroeira a Padroeira”. O roteiro integrado de turismo religioso envolve 86 municípios entre os santuários da Serra da Piedade, em Minas Gerais, e da Padroeira do Brasil, em Aparecida (SP). O Caminho Religioso tem o objetivo de oferecer um roteiro de peregrinação estruturado para um público adepto a longas caminhadas, pedaladas ou cavalgadas.

O trajeto da rota que ligará os santuários já foi demarcado, com mapeamento dos municípios, potencialidades histórico-culturais e religiosas e infraestrutura turística. Congonhas, Lagoa Dourada, Prados, São João del-Rei e Tiradentes são alguns dos municípios mineiros que poderão ser percorridos pelos fiéis.  Atualmente, o projeto está em fase de elaboração de peças gráficas, como mapas, guias turísticos, passaporte e certificado de conclusão da rota de peregrinação.

Sul de Minas

A Prefeitura Municipal de Caxambu, em parceria com a Secretaria de Turismo e Cultura do município, preparou programação especial para quem visitar a estância hidromineral no período da Semana Santa. Na Quinta e Sexta-feira Santa e no Sábado, quem visitar o Parque das Águas poderá conferir o som da banda Blu Brasil, às 9h30, participar da aula de hidroginástica, às 10h, e da caminhada orientada, às 16h. Na Quinta-feira Santa, haverá a Cantata de Páscoa, às 20h, no calçadão da cidade. No Sábado de Aleluia, haverá recreação infantil e contação de história para as crianças, na Praça 16 de Setembro, a partir das 15h. Além da programação de lazer, acontecem as celebrações religiosas e procissões pelas ruas da cidade. Para mais informações: (35) 3341-1097

Em Capitólio, o Domingo de Ramos começa com procissão e celebração da Santa Missa, na Igreja Matriz. Na Segunda e Terça-feira Santa, a Missa acontece às 19h, na Igreja Matriz, seguida de procissão. A Quinta-feira Santa é de adoração ao Santíssimo Sacramento, a partir das 20h30.  A Sexta-feira da Paixão começa com a Via Sacra, às 6h, saindo da Igreja de Fátima e termina com a encenação da vida e morte de Jesus, na Praça da Matriz, às 19h. As celebrações terminam no Domingo de Páscoa, com missa, às 10h, na Igreja de Fátima; às 11h30, em Escarpas do Lago; às 18h, no Centro Comunitário Nossa Senhora Aparecida e às 19h30, na Igreja Matriz.

Em Três Marias, as celebrações de Domingo de Ramos acontecem nas comunidades de São José, São Geraldo e São Pedro. Às 19h30, haverá missa na Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe da Igreja.  Na Quarta-feira Santa, às 19h, haverá procissão em direção à Igreja Matriz, seguida do Sermão do Encontro. A quinta-feira será marcada pelas cerimônias de lava-pés na Matriz Nossa Senhora Mãe da Igreja, seguida da transladação do Santíssimo. Na Sexta-feira da Paixão, a Via Sacra sai pelas ruas centrais da cidade, às 6h, em direção à Capela de Cristo Rei. Às 20h, os fiéis podem se emocionar com a encenação da Paixão e Morte de Cristo, na Igreja Matriz. A programação de Semana Santa se encerra no Domingo de Páscoa com missas que acontecerão durante todo o dia. Para quem gosta de aventura uma boa dica é aproveitar o feriado para se deliciar nas águas do Lago Três Marias.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-se-prepara-para-celebrar-a-paixao-e-a-ressurreicao-de-cristo-durante-semana-santa/