Gestão Eficiente: Dinis Pinheiro inaugura Centro de Referência de Saúde da Criança e do Adolescente, em Lagoa Santa

Projeto Crescer tem por objetivo atender gestantes e a população com idade entre zero e 17 anos.

Wellington Pedro/Imprensa MG
Governador em exercício, Dinis Pinheiro, e o secretário de Saúde, Antônio Jorge, durante inauguração em Lagoa Santa
Governador em exercício, Dinis Pinheiro, e o secretário de Saúde, Antônio Jorge, durante inauguração em Lagoa Santa

O governador em exercício, Dinis Pinheiro, participou, na noite de quarta-feira (09) da inauguração de uma unidade do Centro de Referência de Saúde da Criança e do Adolescente (Crescer), em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O Crescer é um projeto daquele município, cujo objetivo é melhorar a saúde das gestantes e da população com idade entre zero e 17 anos.

A unidade, localizada no bairro Várzea, um dos mais tradicionais da cidade, vai atender também, gestantes inscritas no Programa Mães de Minas, do Governo de Minas, realizando, o exame de ultrasom para verificar se o feto apresenta alguma má formação congênita. Para este ano, a previsão é de que sejam atendidas 900 gestantes de Lagoa Santa e região.

Além delas, no Crescer, deverão ser assistidos, somente este ano, 700 recém-nascidos e 3 mil adolescentes com idade entre 10 e 14 anos, que vivem em situações de risco à saúde, portadores de doenças crônicas, usuários de drogas e demais problemas que necessitam de acompanhamento.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/dinis-pinheiro-inaugura-centro-de-referencia-de-saude-da-crianca-e-do-adolescente-em-lagoa-santa/

Gestão Anastasia: até domingo, Caravana Mães de Minas mobiliza moradores de Juiz de Fora

Objetivo do evento é promover a redução da mortalidade materna e infantil no Estado

Luisa Pinha
Gestantes, mães com crianças de até um ano de idade e familiares podem participar das oficinas
Gestantes, mães com crianças de até um ano de idade e familiares podem participar das oficinas

Foi iniciada, nesta sexta-feira (04), a 4ª parada da Caravana Mães de Minas, na cidade de Juiz de Fora, na Zona da Mata. A Caravana, parte do Programa Mães de Minas, é uma iniciativa do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), com o objetivo de promover a redução da mortalidade materna e infantil no Estado. O evento será realizado até domingo (06), na quadra da Escola de Samba Feliz Lembrança, bairro Barbosa Lage, em Juiz de Fora.

Gestantes, mães com crianças de até um ano de idade e familiares podem participar de diversas oficinas e atividades de formação e sensibilização voltadas ao acompanhamento da gravidez e da criança. A Caravana é um espaço composto por nove estandes, nos quais o público tem acesso ao cadastramento no 155; oficina de aleitamento materno; oficina de cuidados com o bebê e com a gestante; oficina sobre o parto normal; oficinas de brinquedos; cabine de vídeo e foto; roda de memória e a exposição do “túnel da vida”.

Para o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, a Caravana será fundamental para unir esforços que garantam a prioridade da causa em Minas. “Ao cuidarmos da concepção ao primeiro ano de vida, buscando mobilizar a sociedade para transformar a maternidade no maior patrimônio dos mineiros, nós estamos plantando uma infância mais saudável. E quem planta uma infância mais saudável, terá adiante uma sociedade mais saudável”, destacou.

A gestante Lilian Aparecida Pires, 33, grávida de oito meses participou de todas as oficinas e se divertiu na cabine de foto e vídeo, “Achei esta iniciativa muito boa. Pois mesmo não sendo minha primeira gestação, aprendi muitas coisas que ainda não tinha conhecimento. E além de aprender coisas novas nas oficinas, conversei com outras mães e trocamos muitas experiências. No mais, me diverti muito com a cabine foto e vídeo, foi bom porque eu não havia tirado fotos desta gestação e todas ficaram lindas”, disse.

A colaboradora, que ministra a oficina sobre o aleitamento materno, Patrícia Sezário, disse que a caravana é muito importante em todos os períodos de gestação. “Funciona como um grande curso de gestantes, porém mais completo. Pois aqui as mães e gestantes ainda podem gravar vídeos com depoimentos e tirar fotos”, disse.

No ano de 2003, a cada mil crianças que nasciam em Juiz de Fora, cerca de vinte morriam antes de completar um ano de vida. Ano passado este número reduziu para treze. A expectativa é que com o Programa Mães de Minas as estatísticas reduzam ainda mais. Neste domingo (06, a partir das 10h, o secretário Antônio Jorge de Souza Marques participará da caravana.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ate-domingo-caravana-maes-de-minas-mobiliza-moradores-de-juiz-de-fora/

Governo de Minas: município de Divinópolis receberá Caravana Mães de Minas

Gestantes, mães com crianças até um ano de idade e familiares poderão participar de diversas oficinas e atividades de formação e sensibilização voltadas ao acompanhamento da gravidez e da criança

Entre os dias 13 e 15 de abril, Divinópolis, no Centro-Oeste do Estado, recebe a 3ª parada da Caravana Mães de Minas, parte do Programa Mães de Minas, da Secretaria de Estado de Saúde (SES) para redução da mortalidade materna e infantil no Estado. O evento será realizado das 9h às 17h30, no Ginásio Polisesportivo Vereador José Costantino Sobrinho, Rua do Chumbo, 625, bairro Niterói.

Gestantes, mães com crianças até um ano de idade e familiares poderão participar de diversas oficinas e atividades de formação e sensibilização voltadas ao acompanhamento da gravidez e da criança. A caravana é um espaço composto por nove estandes, nos quais o público terá acesso ao cadastramento no 155; à oficina de aleitamento materno; à oficina de cuidados com o bebê e com a gestante; à oficina sobre o parto normal; às oficinas de brinquedos; à cabine de vídeo e foto; à roda de memória; e à exposição do “túnel da vida”.

Para o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, a caravana será fundamental para unir esforços que garantam a prioridade da causa em Minas. “Ao cuidarmos da concepção ao primeiro ano de vida, buscando mobilizar a sociedade para transformar a maternidade no maior patrimônio dos mineiros, nós estamos plantando uma infância mais saudável. E quem planta uma infância mais saudável, terá adiante uma sociedade mais saudável”, destacou.

Caravana

A ação constitui importante frente de mobilização do Programa Mães de Minas e visitará 12 municípios mineiros no período de 16 de março a 26 de setembro, permanecendo em cada cidade durante três dias. A Caravana já passou por Ribeirão das Neves e por Belo Horizonte. Outros municípios que vão receber a caravana são: Juiz de Fora, Varginha, Diamantina, Governador Valadares, Montes Claros, Teófilo Otoni, Patos de Minas, Uberaba e Uberlândia.

A caravana é formada por uma equipe de 15 pessoas, entre técnicos da área de saúde, lideranças comunitárias e profissionais com experiência em trabalhos voltados para a mulher.

A capacitação foi acompanhada pela SES e pela Unicef, instituição que também desenvolve ações em parceiras com o Governo de Minas no combate à mortalidade infantil e materna no Norte e Nordeste do Estado.

Mães de Minas

Para o ano de 2012, foi estruturado o Programa Mães de Minas, que constitui um recorte e diferencial da Rede Viva Vida de Atenção Integral à Saúde da Mulher e da Criança e, como tal, deverá estimular um processo de mobilização social que contemple monitoramento e acompanhamento das mães e de seus filhos até um ano de idade, pelo sistema telefônico. Esse processo deverá envolver Estado e sociedade civil na direção de unir esforços com vistas à redução da mortalidade infantil e materna.

Serviço 155

Para ser acompanhada e garantir uma gravidez saudável, a gestante assistida pela rede pública e particular deve ligar para o call center 155 e se cadastrar no Sistema de Identificação da Gravidez. Já foram cadastradas, até o momento, 5093 gestantes de 377 municípios mineiros. Feito o cadastro, as mulheres passam a ser acompanhadas.

A equipe de atendentes é formada por avós e mães treinadas para oferecer atendimento humanizado. Elas checam se a gestante foi à consulta agendada; e ligam para saber sobre o parecer médico, resultado de exames e, por exemplo, se foram diagnosticadas com gravidez de risco.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/municipio-de-divinopolis-recebera-caravana-maes-de-minas/

Gestão Eficiente: caravana Mães de Minas chega a Belo Horizonte

Gestantes, mães com crianças até um ano de idade e familiares poderão participar de diversas oficinas e atividades de formação e sensibilização voltadas ao acompanhamento da gravidez e da criança

Entre os dias 30 de março e 1º de abril, Belo Horizonte vai receber a segunda parada da Caravana Mães de Minas, parte do Programa Mães de Minas, iniciativa da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) para redução da mortalidade materna e infantil no Estado. O evento ocorrerá das 9h às 17h30, na Escola Municipal Professora Isaura Santos, localizada à Rua Roffma, 80, Bairro Miramar, Barreiro.

Para o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, a caravana será fundamental para unir esforços que garantam a prioridade da causa em Minas. “Ao cuidarmos da concepção ao primeiro ano de vida, buscando mobilizar a sociedade para transformar a maternidade no maior patrimônio dos mineiros, nós estamos plantando uma infância mais saudável. E quem planta uma infância mais saudável, terá adiante uma sociedade mais saudável”, destacou.

Gestantes, mães com crianças até um ano de idade e familiares poderão participar de diversas oficinas e atividades de formação e sensibilização voltadas ao acompanhamento da gravidez e da criança. A caravana é um espaço composto por nove estandes, nos quais o público terá acesso ao cadastramento no 155; à oficina de aleitamento materno; à oficina de cuidados com o bebê e com a gestante; à oficina sobre o parto normal; às oficinas de brinquedos; à cabine de vídeo e foto; à roda de memória; e à exposição do “túnel da vida”.

“Percebemos que a maior parte das mães carentes está nas vilas e favelas. Muitas vezes as pessoas não sabem como e onde procurar auxílio, por isso a SES está mobilizando essas mulheres para que elas possam interagir com o Programa Mães de Minas, que vai ao encontro das reais necessidades desse público”, destacou o responsável pela Assessoria de Assuntos para Vilas e Favelas da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), Weslei Morais.

O superintendente da Regional de Saúde de Belo Horizonte, Paulo de Tarso Auais, enfatiza o empenho do Governo de Minas na promoção da saúde da mulher. “O programa estruturador Viva Vida, que tem ênfase na saúde materna e infantil, é fortalecido pelo Mães de Minas, e a caravana é mais uma ação de mobilização que reforça a necessidade da parceria constante entre Estado, município e cidadão”.

Caravana

A ação constitui importante frente de mobilização do Programa Mães de Minas e visitará 12 municípios mineiros até o dia 26 de setembro, permanecendo em cada cidade durante três dias. São elas: Belo Horizonte, Divinópolis, Juiz de Fora, Varginha, Diamantina, Ribeirão das Neves, Governador Valadares, Montes Claros, Teófilo Otoni, Patos de Minas, Uberaba e Uberlândia.

A caravana é formada por uma equipe de 15 pessoas, entre técnicos da área de saúde, lideranças comunitárias e profissionais com experiência em trabalhos voltados para a mulher.

A capacitação foi acompanhada pela SES e pela Unicef, instituição que também desenvolve ações em parceiras com o Governo de Minas no combate à mortalidade infantil e materna no Norte e Nordeste do Estado.

Para a mobilização e divulgação da ação, a SES conta também com o apoio da Sedese, que atua na região do Barreiro no intuito de acionar as principais redes de lideranças comunitárias para a causa e de conscientizar as gestantes e mães.

Mães de Minas

Em 2003, a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais implantou a Rede Viva Vida, que reúne uma série de medidas com a finalidade de oferecer atenção integral às mulheres e crianças e, também, de reduzir as taxas de mortalidade infantil e materna no Estado.

Para o ano de 2012, foi estruturado o Programa Mães de Minas, que constitui um recorte e diferencial da Rede Viva Vida de Atenção Integral à Saúde da Mulher e da Criança e, como tal, deverá estimular um processo de mobilização social que contemple monitoramento e acompanhamento das mães e de seus filhos até um ano de idade, pelo sistema telefônico. Esse processo deverá envolver Estado e sociedade civil na direção de unir esforços com vistas à redução da mortalidade infantil e materna.

Serviço 155

Para ser acompanhada e garantir uma gravidez saudável, a gestante assistida pela rede pública e particular deve ligar para o call center 155 e se cadastrar no Sistema de Identificação da Gravidez. Já foram cadastradas 1.286 gestantes, de 43 municípios mineiros. Feito o cadastro, as mulheres passam a ser acompanhadas.

A equipe de atendentes é formada por avós e mães treinadas para oferecer atendimento humanizado. Elas checam se a gestante foi à consulta agendada; e ligam para saber sobre o parecer médico, resultado de exames e, por exemplo, se foram diagnosticadas com gravidez de risco.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/caravana-maes-de-minas-chega-a-belo-horizonte/

Gestão da Saúde: Caravana Mães de Minas mobiliza município de Ribeirão das Neves

Gestantes, mães com crianças até um ano de idade e familiares participaram de diversas oficinas e atividades voltadas ao acompanhamento da gravidez e da criança

Alexandre Ribeiro
A caravana é um espaço composto por nove estandes nos quais o público tem acesso a diversos serviços
A caravana é um espaço composto por nove estandes nos quais o público tem acesso a diversos serviços

A cidade de Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, recebeu, nesta sexta-feira (23), a primeira parada da Caravana Mães de Minas, parte do Programa Mães de Minas, iniciativa da Secretaria de Estado de Saúde (SES) para redução da mortalidade materna e infantil no Estado. O evento permanece na cidade até domingo (25) e é realizado na Escola Municipal Vieira Barbosa, bairro Santa Paula.

Gestantes, mães com crianças até um ano de idade e familiares podem participar de diversas oficinas e atividades de formação e sensibilização voltadas ao acompanhamento da gravidez e da criança. A caravana é um espaço composto por nove estandes, nos quais o público tem acesso ao cadastramento no 155; à oficina de aleitamento materno; à oficina de cuidados com o bebê e com a gestante; à oficina sobre o parto normal; a oficinas de brinquedos; à cabine de vídeo e foto; à roda de memória; e à exposição do “túnel da vida”.

A gestante Deisiane Carine Vasconcelos, 21 anos e grávida de três meses, se encantou com a exposição “túnel da vida” e participou da oficina de aleitamento materno. “Fiquei sabendo da caravana quando fiz meu exame ultra som e vim correndo conferir. Sou mãe de primeira viagem e estou muito ansiosa por algumas informações. Hoje aprendi, por exemplo, uma massagem para retirar adequadamente o leite das mamas”, disse.

A comerciante Liliane Batista, 29 anos e grávida de sete meses da Amanda, aproveitou para gravar depoimento em vídeo de sua gravidez para recordação. “Há sete meses recebi a notícia que minha vida seria outra a partir de então. Todo o meu estilo de vida já está mudando por causa da minha gravidez e eu quero passar esse período da melhor forma possível. Acho que a vida pode ter essas duas fases: antes e depois de ter um filho. Não tive acompanhamento até então, por isso estou meio ansiosa em saber se vou conseguir cuidar direitinho do bebê quando nascer. Estou adorando a caravana”, comenta.

A caravana é formada por uma equipe capacitada, composta por 15 pessoas, entre técnicos da área de saúde, lideranças comunitárias e profissionais com experiência em trabalhos voltados para a mulher.  A capacitação foi acompanhada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) e pela Unicef, instituição que também desenvolve ações em parceiras com o Governo de Minas no combate à mortalidade infantil e materna no Norte e Nordeste do Estado.

A supervisora em Saúde da Mulher da Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão da Neves, Michelly Luana da Silva, destaca a importância da ação para promoção à saúde da mãe e gestante. “É com muita satisfação que o município de Ribeirão das Neves recebe a Caravana Mães de Minas, tendo em vista o número elevado de gestantes cadastradas e acompanhadas nas Unidades Básicas de Saúde. As oficinas propostas e o cadastramento no 155 são de suma importância para as gestantes e mães com crianças menores de um ano de idade”, afirmou.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Ribeirão das Neves, não houve nenhum registro de mortalidade materna no município no ano de 2011, mas foram notificados 24 óbitos de menores de um ano. Em 2011, contabilizou-se 3731 gestantes, das quais 482 de alto risco. Para o final do mês de abril, já está anunciado a inauguração de um Centro Viva Vida de Referência Secundária (CVVRS) que atenderá as gestantes do município.

Cadastro pelo 155

Ao entrar na caravana, Liliane pôde se cadastrar por telefone no 155, sistema de cadastro para acompanhamento e assistência à gestantes e mães com filhos até um ano de idade. “Foi bem rápido o cadastro e fui muito bem atendida. Quando eu tiver dúvidas sobre o bebê, com certeza vou ligar também”, disse.

Até o momento, já foram cadastradas 1.286 gestantes, de 43 municípios mineiros. Feito o cadastro, as mulheres passam a ser acompanhadas. A equipe de atendentes é formada por avós e mães treinadas para oferecer atendimento humanizado. Elas checam se a gestante foi à consulta agendada; ligam para saber sobre o parecer médico e resultado de exames, se foram diagnosticadas com gravidez de alto risco. Estão sendo contratados médicos e enfermeiros para plantão no call center, caso a gestante precise de informação mais específicas e detalhadas.

A Caravana Mães de Minas constitui importante frente de mobilização do Programa Mães de Minas e visitará 12 municípios mineiros no período de 16 de março a 26 de setembro, permanecendo em cada cidade durante três dias. Já estão agendadas visitas em outros 11 municípios. São eles: Belo Horizonte, Divinópolis, Varginha, Diamantina, Governador Valadares, Montes Claros, Teófilo Otoni, Patos de Minas, Uberaba e Uberlândia.

O superintendente da Regional de Saúde de Belo Horizonte (SRS-BH), Paulo de Tarso Auais, enfatiza o empenho do Governo de Minas na saúde da mulher. “O programa estruturador Viva Vida, que tem ênfase na saúde materna e infantil, é fortalecido pelo Mães de Minas, e a caravana é mais uma ação de mobilização que reforça a necessidade da parceria constante entre Estado, município e cidadão”, finaliza.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/caravana-maes-de-minas-mobiliza-municipio-de-ribeirao-das-neves/

Blog do Anastasia – Palavra do Governador sintetizam ações do Governo de Minas em 2011

BELO HORIZONTE (30/12/11) – Desde maio deste ano, uma vez por semana, o governador Antonio Anastasia fala diretamente aos mineiros, por meio do programa Palavra do Governador, a respeito de serviços, ações, programas e projetos desenvolvidos pelo Governo de Minas.

Confira a seguir, uma retrospectiva de frases proferidas por Antonio Anastasia durante as 34 edições do programa que foram ao ar em 2011, sobre temas que interessam a Minas e aos mineiros:

“Quando uma família tem o chefe – o pai ou a mãe – empregado, bem empregado, toda a situação daquela casa funciona bem: melhora a educação, melhora o ambiente, melhora a saúde, a alimentação, a própria habitação e mesmo a segurança.”

(Na estreia do programa, que abordou o tema Trabalho e Renda,  em 19/05/11)

“Nós estamos buscando os chamados ‘invisíveis’: são aqueles que não estão ainda abrangidos nem pelos programas do governo federal, nem do governo estadual, e nem mesmo, muitas vezes, do próprio município.”

(Sobre o Programa Porta a Porta, que busca identificar cidadãos que ficaram à margem de políticas públicas, em 26/05/11)

 

“Não basta o poder público realizar a atividade de limpeza das ruas, se as pessoas não fizerem, dentro de suas casas, esse trabalho, essa luta contra o mosquito da dengue.” 

(Sobre a Guerra contra a Dengue empreendida pelo Governo de Minas com o apoio da sociedade civil, em 23/06/11)

 

“Só o primeiro campo que está sendo explorado corresponde a 20% do volume que é importado da Bolívia pelo gasoduto Brasil-Bolívia. Minas Gerais terá gás suficiente para si e para exportar para outros Estados. É uma notícia revolucionária para a nossa economia.”

(Sobre a exploração do Gás Natural na Bacia do São Francisco, em 21/07/11)

“É importantíssimo que nós possamos sentir que a maioria das políticas públicas, dos serviços públicos, só terá sucesso quando cada cidadão, cada vez mais, for participante ativo desse processo, quando ele for protagonista.”

(Sobre a participação dos cidadãos no Plano Mineiro de Desenvolvimento Integrado, em 04/08/11)

“A ciência e tecnologia é o passaporte para o futuro. Nós vamos desenvolver novos projetos, novas pesquisas, aplicar essas pesquisas na indústria e vamos gerar empregos.”

(Sobre o investimento de R$ 300 milhões por ano em Ciência e Tecnologia, em 18/08/11)

“O Fica Vivo é um programa muito positivo, em que há o resgate da cidadania, há uma inclusão social, há uma valorização do indivíduo e, ao mesmo tempo, há concretamente uma redução dos índices de criminalidade onde ele está instalado.” 

(Sobre o Fica Vivo, programa que reduziu à metade o índice de homicídios nas regiões atendidas, em 25/08/11)

 

“Vamos acompanhar o dia a dia de cada gestante. É uma ousadia, mas temos de fazê-lo. Se não tivermos informações precisas da condição de cada uma, não poderemos estar ao seu lado para ajudar”.

(Sobre o Programa Mães de Minas, que tem como objetivo o acompanhamento de gestantes, em 01/09/11)

“A poupança do Banco Travessia tem o objetivo de estimular a instrução das pessoas e com mais instrução, nós temos mais oportunidades de obter empregos e renda.”

(Sobre o Banco Travessia, voltado para a população de baixa renda, em 08/09/11)

“Nós começamos, de fato, a enfrentar com valentia e com muita coragem a questão da droga, esse drama social do nosso tempo.”

(Sobre o Cartão Aliança pela Vida, que ajuda famílias no tratamento de viciados em drogas, em 06/10/11)

 

“Nós estamos, em parceria com o governo federal e a prefeitura de Belo Horizonte, realizando um sonho antigo dos belo-horizontinos e dos mineiros que é a conclusão do metrô.”

(Sobre a retomada das obras do metrô de Belo Horizonte,  em 13/10/11)

“Os antigos prédios das Secretarias de Estado se transformaram em museus, mas não museus fechados. Ao contrário, são museus interativos, voltados à população.”

(Sobre o Circuito Cultural da Praça da Liberdade, em 10/11/11)

“Nós estamos atendendo à coletividade dos profissionais da Educação e de tal modo que nós vamos tornar a carreira mais atrativa e, por isso mesmo, mais adequada para termos melhores profissionais, cada vez mais motivados e vinculados a um papel tão importante que é o da Educação pública.”

(Sobre a implantação do Modelo de Remuneração Unificada para professores da rede estadual, em 24/11/11)

 

“Nós conseguimos avançar muito e rápido, e chegamos em 2011 a esse percentual, de quase 90% dos alunos do terceiro ano do ensino fundamental com essa boa capacidade de compreensão e leitura. Isso demonstra como o sistema público de educação no Estado de Minas Gerais está funcionando bem”.

(Sobre os bons resultados alcançados por alunos da rede estadual no Proalfa, em 22/12/11)

“O Unicef, com a sua credibilidade de órgão das Nações Unidas, fez um amplo diagnóstico da situação da adolescência no Brasil. O relatório revela que Minas evoluiu em praticamente todos os indicadores, além de ter ficado além da média brasileira. É a demonstração do grande esforço feito, ao longo dos últimos anos, na nossa política pública de apoio à adolescência.”

(Sobre os avanços nas políticas do Estado para adolescentes, revelado em Relatório do UNICEF, em 22/12/11)

fonte: Agência Minas

O Palavra do Governador pode ser reproduzido por qualquer veículo de imprensa, sem ônus e de forma espontânea. O programa é disponibilizado todas as quintas-feiras nas modalidades texto (para jornais impressos e online), áudio (para rádio e podcast/web) e vídeo (em qualidade broadcast para TV e em HD, no YouTube).

No link a seguir é possível acessar todas as edições do Palavra do Governador: www.agenciaminas.mg.gov.br/palavra-do-governador/videos