Gestão da Saúde: municípios mineiros participam de videoconferência sobre Hanseníase em Passos

O Centro Vocacional Tecnológico (CVT) de Passos, criado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sects), transmitiu nesta quarta-feira (28) uma videoconferência sobre a Hanseníase, ministrada pelo médico da Superintendência Regional de Passos, da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), Carlos Alberto Faria Rodrigues, também conhecido por ser uma das maiores referências brasileiras no assunto e o grande responsável pelo portal da Hanseníase.

Foram capacitados profissionais de saúde por meio desses centros de ensino, beneficiando cerca de 90 municípios mineiros, sobre os principais aspectos enfrentados no combate à Hanseníase, uma vez que o Brasil é o segundo país em número de casos novos, perdendo somente para a Índia.  O principal objetivo da ação pioneira é sensibilizar os profissionais de saúde, médicos, enfermeiros, auxiliares e técnicos acerca da Hanseníase e o incentivo ao diagnóstico precoce.

A apresentação teve início com um vídeo explicativo sobre a patologia, seguida de debate entre os participantes, que puderam esclarecer todas as dúvidas de forma interativa com o especialista.

Segundo a referência técnica em Hanseníase da Regional de Saúde de Passos, Maria Ambrosina Cardoso Maia, a ação foi criada no sentido de colocar a sociedade a par da doença, estimulando cada vez mais o policiamento, e a divulgação de sinais e sintomas da hanseníase para que o diagnóstico possa ser pensado ao se examinar o paciente, mesmo numa consulta de rotina e não direcionada somente para aspectos dermatológicos. “Por apresentar sintomas aparentemente simples e indolores, a hanseníase pode ser totalmente ignorada ou atribuída. Dar pouca importância à aparição dessas lesões cutâneas e o comprometimento neural podem resultar em deformidades físicas”, explicou.

A doença

A hanseníase é uma das doenças mais antigas da história da medicina e é causada pelo bacilo de Hansen, um micróbio ou uma bactéria que ataca a pele e nervos periféricos, podendo afetar outros órgãos como olhos, rins e testículos. Atualmente 90% dos casos estão restritos a 11 países e os seis países com mais casos registrados são: Brasil, Índia, Madagascar, Moçambique, Miamar e Nepal. O contágio se dá principalmente por via respiratória. Nem todos os pacientes transmitem a doença, apenas parte deles que têm grande quantidade de bacilos e que não estão em tratamento.

Sintomas

A patologia manifesta-se pelo aparecimento de manchas dormentes, de cor avermelhada ou esbranquiçada em qualquer parte do corpo. Placas, caroços, inchaços, fraqueza muscular e dor nas articulações podem ser outros sintomas. Com o avanço da doença pode haver comprometimento dos nervos periféricos e desenvolvimento de incapacidades e deformidades físicas, grandes responsáveis pelo estigma e preconceito que cerca a doença.

Diagnóstico

O Diagnóstico da hanseníase é clínico, através do exame da pele e da realização de teste de sensibilidade nas áreas comprometidas. O tratamento dura de 6 a 12 meses, dependendo da classificação clínica de cada caso. Os medicamentos são distribuídos gratuitamente pelo SUS.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/municipios-mineiros-participam-de-videoconferencia-sobre-hanseniase-em-passos/

Governo de Minas: Anastasia participa de lançamento do livro “A Execução Penal à Luz do Método Apac”

Para governador, resultados da metodologia de recuperação são muito melhores do que os alcançados pelas instituições prisionais tradicionais

Omar Freire/Imprensa MG
Anastasia recebe livro das mãos do presidente do TJMG, desembargador Cláudio Costa
Anastasia recebe livro das mãos do presidente do TJMG, desembargador Cláudio Costa

O governador Antonio Anastasia participou, nesta sexta-feira (16), no auditório da Unidade Raja Gabaglia do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), do lançamento do livro A Execução Penal à Luz do Método APAC. Organizado pela desembargadora Jane Ribeiro Silva, a publicação tem prefácio do governador Anastasia, posfácio do desembargador Joaquim Alves de Andrade e artigos de 23 advogados, juízes, procuradores e desembargadores de Justiça.

O objetivo do livro é divulgar o método da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac) para recuperar e ressocializar presos que cumprem pena nas penitenciárias do país e que se tornou referência para a Lei de Execução Penal brasileira. As Apacs se tornaram importantes instrumentos para desafogar o sistema prisional.

O presidente do TJMG, desembargador Cláudio Costa, entregou um exemplar do livro ao governador Anastasia. Também participaram da solenidade, o presidente do Conselho da Apac, juiz Paulo Antônio de Carvalho, o segundo vice-presidente do TJMG, Joaquim Herculano Rodrigues, entre outras autoridades.

Antonio Anastasia classificou como fato memorável a organização e publicação do livro. “Há alguns anos, muitos duvidavam das ações do método Apac. Hoje, pelo esforço da doutora Jane e dos autores deste livro, já temos uma doutrina do método Apac. Temos de apostar e investir em uma metodologia muito mais racional, com resultados muito melhores de recuperação do que os das instituições prisionais tradicionais. A publicação desta obra é o reconhecimento publico de que estamos no caminho certo com reconhecimento judicial e da sociedade”, afirmou.

Apac

As unidades Apac funcionam como albergues, em que os condenados são mantidos em regime semiaberto. As ações de recuperação e ressocialização são baseadas na participação da comunidade, no trabalho, religião, na assistência jurídica e de saúde, na valorização humana e no apoio da família.

Em Minas, existem 36 unidades Apac. A primeira experiência foi implantada em 1986, em Itaúna, e hoje é reconhecida nacionalmente como modelo na recuperação de condenados. Desde 2003, o Governo de Minas celebrou 36 convênios com as Apacs, sendo nove para construção e 27 para manutenção e despesas, totalizando 2.164 vagas mantidas com verbas do Estado. Cumprem pena em Apacs 1.556 recuperandos. Em 2011, o Governo de Minas investiu R$ 15,2 milhões na manutenção e construção de unidades. Este ano, a previsão de investimentos é de R$ 16 milhões.

As Apacs conveniadas estão localizadas nos municípios de Alfenas, Araxá, Arcos, Campo Belo, Caratinga, Frutal, Governador Valadares, Inhapim, Itajubá, Itaúna, Ituiutaba, Januária, Lagoa da Prata, Leopoldina, Machado, Manhuaçu, Nova Lima, Paracatu, Passos, Patrocínio, Perdões, Pirapora, Pouso Alegre, Rio Piracicaba, Sacramento, Santa Bárbara, Santa Luzia, Santa Maria do Suaçuí, São João del-Rei, Sete Lagoas, Uberlândia e Viçosa.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Secretaria de Estado de Saúde capacita profissionais para combate à dengue

Cinquenta novos epidemiologistas e técnicos contratos pelo Estado foram preparados para reforçar a guerra contra o mosquito em 28 municípios

Cica Almeida/SES MG
Curso abordou os procedimentos de classificação de risco, monitoramento e tratamento da doença
Curso abordou os procedimentos de classificação de risco, monitoramento e tratamento da doença

A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) capacitou, nos dias 7 e 8 de fevereiro, uma nova equipe de 50 epidemiologistas e técnicos contratos pelo Estado, visando reforçar o combate à dengue em 28 municípios. No encontro, foram discutidos os procedimentos de classificação de risco, monitoramento e tratamento da doença, e como agir diante de suspeitas ou casos confirmados da doença.

De acordo com o médico infectologista da Superintendência de Vigilância Epidemiológica da SES, Frederico Figueiredo, um dos pontos fortes dessa ação é a capacitação de médicos, que qualificam as equipes de suas regionais, facilitando assim o combate à doença. Para a referência técnica em Dengue de Teófilo Otoni, Ana Luisa Pinheiro, “a ideia do médico treinar suas equipes vai facilitar o compartilhamento de dados, melhorando a aprendizagem”.

Participaram do curso, representantes dos municípios de Pirapora, Ituiutaba, Teófilo Otoni, Passos, Sete Lagoas, Coronel Fabriciano, Divinópolis, Uberlândia, Varginha, São João Del Rei, Pouso Alegre, Itabira, Patos de Minas, Uberaba, Alfenas, Unaí, Juiz de Fora, Manhumirim, Ubá, Montes Claros, Diamantina, Pedra Azul, Leopoldina, Ponte Nova, Governador Valadares, Januária, Itabira e Barbacena.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas investe R$ 82,7 milhões em hospitais da Macro Sul

Hospitais de 17 municípios da região foram beneficiados pelo Pro-Hosp

André Brant
Ampliação da UTI Neonatal do hospital Vaz Monteiro, em Lavras, foi uma das obras realizadas pelo Pro-Hosp no Sul de Minas
Ampliação da UTI Neonatal do hospital Vaz Monteiro, em Lavras, foi uma das obras realizadas pelo Pro-Hosp no Sul de Minas

Desde 2003, o Governo de Minas investiu cerca de R$ 700 milhões em 132 hospitais, com recursos provenientes do Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais (Pro-Hosp). Do total, R$ 82,7 milhões foram destinados a 20 hospitais de 17 municípios da Macro Sul. Com a ação, foram beneficiados moradores de Alfenas, Guaxupé, Machado, Passos, Piumhi, São Sebastião do Paraíso, Andradas, Itajubá, Poços de Caldas, Pouso Alegre, Baependi, Lavras, São Lourenço, Três Corações, Três Pontas e Varginha.

Apenas em 2011 foram aplicados R$ 115 milhões no programa. Para 2012, a previsão de investimentos do Pro-Hosp é da ordem de R$ 130 milhões. De acordo com o coordenador do programa, Tiago Lucas, a expansão da rede se deu por meio da inclusão de hospitais que exercem papel regional e inter-regional relevante para o Sistema Único de Saúde (SUS), por sua participação imprescindível na resolubilidade de clínicas de especialidades estratégicas, tais como cirurgia neurológica, cirurgia e tratamento em oncologia, cirurgia ortopédica e cirurgia cardiovascular.

Segundo ele, o Pro-Hosp possibilita aos cidadãos mineiros atendimento hospitalar de qualidade e com resolutividade, o mais próximo possível das suas residências. “O objetivo é que o paciente se desloque o mínimo possível de seu município para receber assistência médica necessária, evitando ter que viajar ou ser transportado para os grandes centros ou para Belo Horizonte”, explica Tiago Lucas.

Macro Sul

Situado em Lavras, o Hospital Vaz Monteiro foi uma das unidades a receber recursos do Pro-Hosp. Dentre as melhorias realizadas no hospital está a ampliação da UTI Neonatal e do centro cirúrgico, que passou de quatro para seis salas. Além disso, foram adquiridos materiais e equipamentos para unidade de internação do SUS disponível para recém-nascidos.

Dentre as benfeitorias realizadas pelo Pro-Hosp no hospital das Clínicas Samuel Libânio, em Pouso Alegre, estão a ampliação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), com mais nove leitos adulto, e a construção de um banco de leite e de uma nova área de maternidade, contemplando o Programa Viva Vida, dentre outras melhorias na unidade.

Critérios para o repasse de recursos

A transferência de recursos do Tesouro Estadual para os  hospitais beneficiados pelo Pro-Hosp leva em conta a população das macro e microrregiões (base de cálculo per capita) e também a realidade socioeconômica de cada uma, buscando atender ao princípio da equidade.

Assim, nas áreas mais carentes, como nos vales do Jequitinhonha, Mucuri e Rio Doce, e nas regiões Nordeste e Norte de Minas, as unidades hospitalares recebem um valor per capita diferenciado, o que, ao final, representa um maior volume de investimentos.

O Pro-Hosp se fundamenta em uma parceria entre o Estado e os hospitais públicos e filantrópicos que integram o programa, com a participação dos gestores municipais, Colegiados dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems-MG) e Conselhos de Saúde Municipal e Estadual. Por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), o Governo de Minas faz o repasse dos recursos. E as instituições, por sua vez, se comprometem a cumprir metas assistenciais e gerenciais.

Confira os 20 hospitais beneficiados na Macro Sul, por meio Pro-Hosp:

Alfenas: Casa de Caridade e Hospital Universitário Alzira Velano; Guaxupé: Irmandade de Misericórdia; Machado: Santa Casa de Caridade; Passos: Santa Casa de Misericórdia; Piumhi: Santa Casa de Misericórdia; São Sebastião do Paraíso: Santa Casa de Misericórdia: Andradas: Santa Casa de Misericórdia; Itajubá: Hospital Escola; Ouro Fino: Casa de Caridade; Poços de Caldas: Santa Casa de Misericórdia; Pouso Alegre: Hospital das Clínicas Samuel Libânio; Baependi: Sociedade Caritativa Sagrado Coração de Jesus; Lavras: Hospital Vaz Monteiro e Santa Casa de Misericórdia; São Lourenço: Casa de Caridade; Três Corações: Fundação Hospitalar São Sebastião; Três Pontas: Santa Casa de Misericórdia; Varginha: Hospital Bom Pastor e Hospital Regional do Sul de Minas.

Fonte: Agência Minas

Blog do Anastasia – Gestão em Minas: depósito avançado do Governo de Minas é inaugurado na cidade de Pouso Alegre

 

POUSO ALEGRE (10/01/12) – Foi inaugurado nesta terça-feira (10), em Pouso Alegre, no Sul de Minas, mais um depósito avançado do Governo de Minas, montado pela Coordenadoria Estadual da Defesa Civil (Cedec/MG) em conjunto com o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas). O depósito, construído no 20º Batalhão da Polícia Militar de Minas Gerais, recebe e armazena material de ajuda humanitária e donativos adquiridos pela Cedec, distribuídos aos municípios que, eventualmente, são prejudicados com as fortes chuvas.

O secretário-executivo Estadual da Defesa Civil, coronel Eduardo César Reis, que representou o chefe da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais, coronel Luis Carlos Martins, explicou que, por meio dos depósitos avançados, é possível fazer com que os materiais de ajuda humanitária cheguem com mais rapidez às populações afetadas.

“A Cedec de Minas atua de forma descentralizada através de regionais de Defesa Civil que coincidem com as regiões da Polícia Militar. Temos 13 depósitos avançados que funcionam em instalações da Polícia Militar, para atender prontamente às demandas, além de ficarem mais próximos das comunidades afetadas. O município afetado faz a solicitação de ajuda humanitária pelo meio mais rápido possível, telefone, fax ou e-mail e, a partir daí, emitimos a autorização de retirada do material desses depósitos”, disse coronel Eduardo.

No depósito avançado da Cedec em Pouso Alegre, o primeiro do Estado construído com estrutura de PVC, já estão armazenados 400 cestas básicas, 400 colchões, 500 cobertores, 50 caixas com 70 copos d´água de 200 ml em cada uma e três bobinas de lona, de 400 m² cada. Este depósito já funcionava no município de forma provisória. O material estava armazenado em salas do 20º Batalhão da PM. O novo depósito tem 100 m² e 6 m de altura.

Com esse, são 13 os depósitos implantados, desde 2003, pelo Governo de Minas. Eles estão estrategicamente distribuídos por todas as regiões do Estado – Belo Horizonte, Barbacena, Diamantina, Governador Valadares, Lavras, Manhuaçu, Montes Claros, Passos, Pouso Alegre, Teófilo Otoni, Ubá, Uberaba e Uberlândia. Os de Montes Claros e Ubá já se encontram em fase de conclusão.

O prefeito de Pouso Alegre, Agnaldo Perugini (PT), agradeceu o apoio do Governo de Minas às cidades afetadas pelas chuvas e ressaltou a importância do trabalho da Defesa Civil no socorro às vítimas de enchentes. “Nosso agradecimento ao governador do Estado, Antonio Anastasia, ao vice-governador pelo empenho que eles têm tido em socorrer as nossas cidades quando os acionamos devido às tragédias. Quem está na administração sabe muito bem como a Defesa Civil tem lutado, a mando dos seus dirigentes, quer seja do prefeito, do governador, da presidenta da República, para socorrer as vitimas de enchentes. Então, tenham os senhores do Governo do Estado toda nossa solidariedade e o nosso compromisso neste trabalho”, destacou Agnaldo.

Distribuição

Desde outubro de 2011, já foram distribuídos quase 100 toneladas de alimentos, mais de quatro mil colchões, mais de dois mil cobertores, mais de nove mil telhas, além de kits de produtos de higiene pessoal, kits de limpeza, rolos de lonas e sacos com roupas. Já foram deslocadas para o abastecimento desses depósitos avançados mais de 20 equipes de transporte de ajuda humanitária. A construção dos depósitos avançados faz parte das ações de preparação da Defesa Civil Estadual para o período de chuvas.

O coronel Eduardo, também recebeu, em nome do chefe da Cedec-MG, coronel Luis Carlos Martins, homenagem da 17ª Região da Polícia Militar de Minas Gerais pelos serviços desempenhados pela Defesa Civil em todo o Estado.

Também participaram da solenidade de inauguração do posto avançado de Pouso Alegre o comandante da 17ª Região da PMMG, coronel Robson Alves Campos; comandante da 18ª Região da PMMG, coronel Edílson Ivair Costa; comandante do 20º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Sérgio Soares; diretor-executivo da Associação Mineira de Municípios (AMM) e prefeito de Ipuiuna, Elder Cássio de Souza; além de inúmeros prefeitos e lideranças políticas da região.

Fonte: Agência Minas

Blog do Anastasia – Governo de Minas: Estado fecha 2011 com 28 unidades de atendimento integrado em funcionamento

BELO HORIZONTE (29/12/11) – Levantamento realizado pela Coordenadoria Especial de Gestão das Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) mostra que, de janeiro a novembro de 2011, as 27 unidades espalhadas por diversos municípios do Estado atenderam 4,5 milhões de pessoas. Desse total, 161 mil atendimentos foram feitos de agosto (início das operações) a novembro, nas cinco UAIs que funcionam no sistema de Parceria Público-Privado (PPP). Na segunda quinzena de dezembro, foi inaugurada a unidade de Montes Claros, no Norte do Estado, também em esquema de PPP.

Simplificar a vida do cidadão reunindo em um único espaço o acesso a serviços das três esferas governamentais, as UAIs foram criadas em 2007 e fazem parte do Projeto Estruturador Descomplicar da Seplag.

Atualmente, estão em funcionamento 28 UAIs. Dessas, 22 são administradas pela Seplag: Araçuaí, Barbacena, BH Barreiro, BH Barro Preto, BH Praça Sete, BH Venda Nova, Caratinga, Coronel Fabriciano, Curvelo, Divinópolis, Lavras, Muriaé, Paracatu, Passos, Patos de Minas, Poços de Caldas, Ponte Nova, Pouso Alegre, Sete Lagoas, São João del-Rei, Teófilo Otoni e Uberaba.

As outras seis unidades são geridas por meio de Parceria Público-Privada: Betim, Governador Valadares, Juiz de Fora, Uberlândia, Varginha e Montes Claros. Nessa modalidade o investimento de implantação é do parceiro privado (Consórcio Minas Cidadão).

Serviços

O atendimento em todas as unidades é supervisionado pela Seplag. Os funcionários são treinados, o que garante agilidade e eficiência na prestação de serviços: Pagamentos de taxas (Documentos de Arrecadação Estadual – DAE; Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre – DPVAT; Instituto Nacional do Seguro Social – INSS; Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU e Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores – IPVA, entre outros).

O cidadão tem ainda à disposição atestado de antecedentes criminais; carteira de trabalho; serviços web de companhia de água e energia, como consulta segunda via de conta; serviços web do Detran; inscrição e emissão de Cadastro de Pessoas Físicas – CPF; seguro desemprego; serviços relacionados à emissão; inclusão de fórmula, correção e entrega de carteira de identidade; informe de rendimentos, pela Seplag, além de serviços do TJMG e TRE. Além disso, o usuário encontra nas UAIs serviços da Ouvidoria-Geral do Estado e intermediação de mão-de-obra.

“Em 2008, teve início o processo de reestruturação dos Postos de Serviços Integrados Urbano (Psiu), que estão sendo substituídos pelo novo padrão. Ainda estão em funcionamento dois desses postos: São Sebastião do Paraíso e Diamantina. Um estudo está sendo realizado para a viabilização das duas unidades, seja por uma unidade fixa ou por atendimento móvel”, afirma a coordenadora adjunta da UAI, Fernanda Girão.

Em seis municípios a UAI também disponibiliza os serviços do Minas Fácil (Divinópolis, Muriaé, Passos, Patos de Minas, Poços de Caldas e Pouso Alegre).  O programa possibilita a abertura de empresas em no máximo oito dias. Em todas as unidades, o setor de capacitação de mão-de-obra está sob responsabilidade do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Todas as unidades são gerenciadas por um sistema que possibilita a visão em tempo real do funcionamento, acompanhando senhas, tempo de espera, quantidade de pessoas na fila por serviço e índice de satisfação dos usuários. Além disso, o sistema possibilita a emissão de vários tipos de relatórios de acompanhamento por unidade, serviço, órgão, atendente, possibilitando assim ações de gestão embasadas em informações reais. As unidades também são equipadas com Circuito Fechado de TV para garantir a segurança de funcionários e cidadãos.

Aécio Neves reforça a campanha de Antonio Anastasia no Sul de Minas

Ex-governador visita Itajubá, Três Corações e Passos e convoca os mineiros para reeleger Anastasia em 3 de outubro

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

O ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado Federal, defendeu, nesta quinta-feira (16/09), no Sul de Minas, a reeleição de Antonio Anastasia para dar continuidade aos avanços sociais obtidos em Minas Gerais nos últimos anos. Aécio Neves percorreu os municípios de Itajubá, Três Corações e Passos, onde conversou com eleitores e apresentou as propostas dos candidatos da coligação “Somos Minas Gerais”. O ex-governador foi saudado por centenas de eleitores nas cidades visitadas e recebeu o apoio de diversos prefeitos e outras lideranças políticas da região.

“Construímos um modelo de gestão em Minas que o Brasil inteiro respeita e aplaude e que fez com o Estado crescesse muito mais do que a média nacional em todos os indicadores. E esse processo, para ter continuidade, depende da eleição do governador Antonio Anastasia, o nosso candidato. E tenho certeza que o Sul de Minas já tem essa percepção”, afirmou Aécio Neves, em Três Corações.

Aécio Neves ressaltou a importância da continuidade ao inovador modelo de administração pública adotado em Minas, em 2003, referência hoje em todo o país. Ele afirmou que o governador Antonio Anastasia é o candidato mais preparado dar continuidade às parcerias com os municípios que permitiram diminuir a desigualdade entre as regiões de Minas e melhorar a qualidade de vida da população.

“Minas tem que continuar avançando. Temos hoje os melhores resultados econômicos e sociais dentre todos os estados brasileiros e o governador Anastasia é a garantia de que isso não vai ser interrompido. Uma eventual derrota de Anastasia seria a vitória de interesses externos a Minas Gerais e talvez a derrota do projeto de Minas”, afirmou o ex-governador em Itajubá.

O ex-governador Aécio Neves afirmou que a população do Sul de Minas reconhece o compromisso de Anastasia com o desenvolvimento de todas as regiões do Estado. Ele destacou as ações do Governo de Minas realizadas nos últimos oito anos na região, que permitiram a realização de obras de infraestrutura em todos os municípios.

“O Sul de Minas é uma das alavancas propulsoras do desenvolvimento do Estado e, por isso, foram feitas, ao longo desses últimos oito anos, do governo Aécio/Anastasia, muitas parcerias com todo o Sul, na área viária, com interligação das cidades onde ainda não havia asfalto, na área da segurança, na saúde, na educação e esse processo não pode ser interrompido”, declarou o ex-governador.

Festa em Itajubá
Aécio Neves foi recebido em Itajubá por prefeitos e lideranças políticas da região. Ele fez carreata até o Centro da cidade, onde foi saudado pela população durante todo o percurso. O ex-governador também fez caminhada pelo Calçadão de Itajubá, onde fez parada para um lanche no Café do Vandinho. No percurso, ele foi festejado por centenas de eleitores.

Em Três Corações, Aécio Neves foi recebido com foguetório ao desembarcar no estádio do Atlético Tricordiano. O governador saiu em carreata pelas principais ruas e avenidas do Centro de Três Corações. Moradores de todas as idades acenaram para o governador.

Mesmo com sol forte, uma multidão acompanhou o governador em caminhada, repetindo a última visita do ex-governador no mês passado ao lado do governador Antonio Anastasia. A dona de casa Regiane Maria Sabino foi ao local com uma bandeira de apoio aos candidatos da coligação “Somos Minas Gerais” para ver o ex-governador de perto.

“Aécio Neves foi excelente governador, como seu avô, Tancredo Neves. Pode fazer sol ou chuva, virei vê-lo toda vez que estiver visitando Três Corações. Votarei nele, como votarei em Antonio Anastasia, que foi seu braço-direito”, declarou.

O ex-governador foi abraçado pela dona Alessana Ribeiro Vilela, que fez questão de que o ex-governador pegasse seu filho, João Gabriel, de 4 anos, no colo: “Ele foi o melhor governador de Minas”, declarou a eleitora.

O ex-governador encerrou a visita ao Sul de Minas, em Passos, onde afirmou que está confiante na reeleição de Antonio Anastasia e de Itamar Franco para o Senado.

“Cada vez que se conhece mais o governador Anastasia, cada vez que se reconhece o seu trabalho ao meu lado, a população opta pelo governador Anastasia. E a eleição de Itamar para o Senado é fundamental, para que o Senado tenha a altivez, a independência necessária para ajudarmos ao governador Anastasia”, afirmou Aécio Neves.

Em Passos, o ex-governador foi recebido por 30 prefeitos no aeroporto. Ao lado das lideranças políticas ele fez carreata pelas ruas e avenidas da cidade. Durante o percurso, ele recebeu homenagem de 50 senhoras da Universidade Aberta à Maturidade que carregavam bandeiras de Minas.
Na avenida Avelino Maia, importante ponto comercial da cidade, conhecida como a “Avenida da moda”, onde concentra maior número de confecções, Aécio Neves desceu do carro e fez caminhada com eleitores.

Apoio dos prefeitos

No Sul de Minas, diversas lideranças políticas manifestaram apoio à reeleição de Antonio Anastasia ao Governo de Minas, do ex-governador e do ex-presidente ao Senado. O prefeito de Três Corações, Fausto Ximenes (PSDB), destacou o esforço de Aécio e Anastasia para sanear as contas do Estado e garantir o desenvolvimento de todas as regiões.

“Tudo que o governo fez nesse período todo, teve as quatro mãos de Aécio e Anastasia. O Estado modificou completamente. Pegamos um Estado praticamente falido e, hoje, é um dos melhores estados do nosso país”, disse.

O prefeito de Marmelópolis, Walmir Alves (PR), ressaltou a ampliação do serviço de telefonia celular a todos os municípios do Estado.

“A telefonia móvel realmente trouxe um avanço muito grande, principalmente na área da saúde para as comunidades de bairros mais distantes. Se alguém adoecia lá no bairro, teria que alguém ir até a cidade chamar a ambulância. Agora não. Temos um plantão que fica 24 horas e se alguém adoecer é só pegar o celular e ligar na mesma hora”, disse.

O prefeito de Piranguçu, Alexandre Ramos (PTB), afirmou que a gestão Aécio/Anastasia foi fundamental para o desenvolvimento econômico e social dos pequenos municípios.

“Não temos o que reclamar. Temos só que agradecer o belo trabalho que foi feito por Aécio e Anastasia”, declarou.

O prefeito de Careaçu, Tovar dos Santos Barroso (DEM), elogiou a postura de Antônio Anastasia e Aécio Neves que atenderam a todos os municípios de Minas, sem distinção partidária.

“A gestão Aécio/Anastasia resgatou a dignidade dos mineiros. Minas deu um salto de qualidade em todas as áreas. Foi um governo excepcional. Foi uma relação técnica e os municípios não tem nada a reclamar”, disse.

O prefeito de Itajubá, Jorge Renó (PTB), também defendeu a reeleição de Antonio Anastasia. Segundo ele, a permanência do governador significa a continuidade do desenvolvimento no Estado.
“Não podemos perder a oportunidade de continuar nesse ritmo de desenvolvimento que entramos. Itajubá hoje depende dessa reeleição do professor Anastasia para continuar esse seu desenvolvimento”, afirmou.