Gestão Anastasia: governo de Minas beneficia famílias do Norte do Estado com projeto de abastecimento de água

Por meio do Minas Sem Fome, moradores de Francisco Sá passam a contar com água encanada

A falta de água, por muitos anos, foi uma realidade na vida das famílias da comunidade São Geraldo, no município de Francisco Sá, região Norte de Minas. Um novo tempo, porém, surge para esses moradores, por meio da implantação do Projeto de Abastecimento de Água de São Geraldo – programa do Governo de Minas, coordenado pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG).

O projeto foi implantado em abril deste ano e beneficia 256 famílias. Para levar água até as casas dos moradores da comunidade foi montada uma rede de 22 quilômetros de tubulação. Também foram instalados quatro reservatórios de 100 mil litros, duas bombas para a captação de água e um hidrômetro em cada residência. O valor do investimento chega a R$1 milhão. Os recursos são do programa Minas Sem Fome e da Prefeitura de Francisco Sá.

“Esperamos que esse projeto solucione o problema com falta de água que os moradores da comunidade enfrentavam. Além disso, a partir de agora as famílias terão mais qualidade de vida”, diz o extensionistas da Emater-MG em Francisco Sá, José Eustáquio Barbosa. No dia 6 de maio, será realizada a cerimônia de inauguração do projeto na cidade.

Minas Sem fome

O Minas Sem Fome é um iniciativa do Governo de Minas, executado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, por meio da Emater–MG, com apoio das prefeituras. O objetivo é implementar ações que contribuam para a inclusão da população de baixa renda no processo produtivo, especialmente agricultores familiares. O programa incentiva a produção de alimentos, agregação de valor e geração de renda, visando à melhoria de suas condições de segurança alimentar e nutricional. A Emater–MG é responsável pela mobilização dos agricultores, assistência técnica, compra e distribuição dos insumos.

Até dezembro de 2012, o Minas Sem Fome deverá atender, em Minas Gerais, 187.860 famílias de agricultores familiares com ações para incrementar as atividades de lavoura, pomares, hortas, apicultura, piscicultura, avicultura, produção de leite, feiras livres, gestão de projeto e apoio a agricultura familiar. A meta financeira para todo o programa este ano é de R$ 4,76 milhões. Os recursos são provenientes do governo de Minas Gerais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-beneficia-familias-do-norte-do-estado-com-projeto-de-abastecimento-de-agua/

Anúncios

Gestão Anastasia: Minas Sem Fome estimula pecuária leiteira em Veríssimo, no Triângulo Mineiro

Famílias do município serão beneficiadas com a entrega de um tanque de resfriamento de leite

Divulgação/Emater
O tanque foi doado à Associação dos Produtores Rurais de Piracanjuba e tem capacidade para 2 mil litros de leite
O tanque foi doado à Associação dos Produtores Rurais de Piracanjuba e tem capacidade para 2 mil litros de leite

Quatorze famílias do município de Veríssimo, no Triângulo Mineiro, serão beneficiadas com a entrega de um tanque de resfriamento de leite. O equipamento será repassado aos produtores nesta quinta-feira (8 ) e faz parte das ações do Minas Sem Fome. Com o tanque, as famílias vão agregar valor ao produto e evitar perdas.

O tanque foi doado à Associação dos Produtores Rurais de Piracanjuba e tem capacidade para 2 mil litros de leite. A produção das famílias beneficiadas chega a 900 litros/dia. Hoje, os produtores recebem cerca de R$ 0,76 por litro. Com o tanque de resfriamento da associação, eles esperam que esse valor chegue a R$ 0,90.

A falta de um local adequado para armazenar o leite é um problema enfrentado pelos produtores. Em muitos casos, isso compromete a qualidade do produto e gera sua desvalorização no mercado. O tanque de resfriamento evita que isso aconteça, mantendo o leite armazenado numa temperatura adequada, conservando a qualidade do produto.

Para a presidente da associação, Hilda dos Reis Pereira, o tanque de resfriamento é um estímulo a mais para os produtores. “Antes usávamos o tanque de uma cooperativa e tínhamos dificuldades para trabalhar. Agora estamos mais animados e temos boas perspectivas para o futuro”, diz a presidente.

De acordo com o extensionista da Emater-MG, Wagner Ester Pereira, a aquisição do  tanque de resfriamento é uma passo importante para o grupo se manter no mercado. “O equipamento vai melhorar o preço final do produto, dará mais autonomia aos produtores na hora da comercialização já que eles poderão vender para quem oferecer melhor preço, e vai melhorar a qualidade do leite em função do armazenamento”, afirma o extensionista.

Minas Sem Fome

O Minas Sem Fome é uma iniciativa do governo de Minas Gerais, executado pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), por meio da Emater–MG, com apoio das prefeituras. O objetivo é implementar ações que contribuam para a inclusão da população de baixa renda no processo produtivo, especialmente agricultores familiares. O Programa incentiva a produção de alimentos, agregação de valor e geração de renda, visando a melhoria de suas condições de segurança alimentar e nutricional. A Emater–MG é responsável pela mobilização dos agricultores, compra e distribuição dos insumos e assistência técnica.

Fonte: Agência Minas