Governo de Minas: modelo de correspondentes do BDMG é apresentado às associações comerciais

Parceria com cooperativas de crédito é tema de palestra em evento da Federaminas

Divulgação/BDMG
Equipe do BDMG e dirigentes da Federaminas debatem vantagens do programa de correspondente bancário
Equipe do BDMG e dirigentes da Federaminas debatem vantagens do programa de correspondente bancário

O presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Matheus de Carvalho, participou da abertura do IV Lideraminas e do V Gerenciaminas, eventos promovidos pela Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais (Federaminas). Realizada no Ouro Minas Palace Hotel, em Belo Horizonte, a solenidade de abertura foi realizada na quinta-feira (29) e o encerramento está previsto para este sábado (31).

Nesta sexta-feira (30), a gerente de Negócios do BDMG, Aline Ane Verneque de Oliveira, ministrou a palestra “A nova plataforma – correspondente bancário e geração de receita para as Associações Comerciais”. A equipe do BDMG também marca presença em um estande para atender os dirigentes de associações comerciais, que agora podem fazer parte do time de correspondentes bancários do banco.

“Aos estabelecermos parcerias visando aproximar dos micro e pequenos empresários, também fortalecemos nossos laços com as entidades empresariais. Agora buscamos profissionalizar esse relacionamento, por meio da remuneração das entidades pelo trabalho que elas executam na ponta, com a geração de oferta e soluções financeiras para os empresários”, destacou Matheus de Carvalho.

O presidente do BDMG lembrou que, com isso, haverá uma melhor oferta para o empresário, que poderá ter acesso ao crédito, de maneira mais ágil, desburocratizada e sem a necessidade de se deslocar até Belo Horizonte. Para Matheus de Carvalho, as parcerias formam uma relação ganha-ganha que interessa a todos. “Espero que esse relacionamento seja de longo prazo e que gere, além da concessão de crédito, a possibilidade de as associações e do BDMG se aproximarem da realidade do empresário”, afirmou.

Em seu discurso, o presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, lembrou da experiência de Matheus de Carvalho como diretor de Operações do Sebrae-MG. “Ele entende as necessidades das micro e pequenas empresas, viajou por Minas Gerais e sabe da realidade de cada cidade”, afirmou. Também participam do evento o superintendente da Regional Sul da Caixa Econômica Federal, Moacyr do Espírito Santo, e o diretor da NTW Contabilidade, Walter Ferreira dos Santos Júnior, dentre outras autoridades e presidentes de associações comerciais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/modelo-de-correspondentes-do-bdmg-e-apresentado-as-associacoes-comerciais/

Anúncios

Governo de Minas: federações empresariais vão atuar como correspondentes bancários do BDMG

Entidades filiadas podem, agora, levar crédito para empresários de todas as regiões de Minas

Divulgação/BDMG
Presidente do BDMG, Matheus de Carvalho, destacou a importância da nova parceria
Presidente do BDMG, Matheus de Carvalho, destacou a importância da nova parceria

Em solenidade realizada nesta quinta-feira (16), em Belo Horizonte, o presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Matheus de Carvalho, assinou contrato de parceira com as Federações das Associações Comerciais e Empresarias (Federaminas), do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio), dos Contabilistas (Fecon) e das Indústrias (Fiemg), abrindo limite potencial para que os sindicatos, associações e regionais filiados a essas instituições possam trabalhar como correspondentes bancários do BDMG.

Em seu pronunciamento, Matheus de Carvalho disse que o momento é importante para o banco, pois, a partir da assinatura dos contratos, “o BDMG tem mais condições de cumprir sua meta de levar crédito para o empresário mineiro, onde quer que ele esteja”. O objetivo é criar uma rede para cobrir todo o Estado. “Já estamos trabalhando com as cooperativas de crédito e, a partir de agora, com as federações, podemos levar nossas linhas de financiamento e condições adequadas para todos os municípios. Dentro de um ou dois anos, espero estar aqui novamente para comemorar os resultados dessas parcerias”, afirmou.

O presidente da Fecomércio Minas, Lázaro Luis Gonzaga, lembrou a importância da integração das entidades patronais com o Governo de Minas, “fortalecendo a economia mineira” e dando oportunidade aos empresários de todas as regiões. Rogério Marques Noé, presidente da Fecon, disse que “os contabilistas já trabalham levando as soluções financeiras do BDMG para os empresários no interior” e que, agora, a oportunidade de trabalhar como correspondente bancário “é um marco desta parceria”.

Já Wander Luiz Silva, presidente da Federaminas, disse que “é muito bom ver à frente do BDMG um executivo que conhece e entende as demandas das micro e pequenas empresas”. “Esse convênio já nasce forte, porque todas essas federações têm muitas entidades filiadas. Com certeza, a partir de agora, o dinheiro estará á disposição de todas as empresas”, disse. Olavo Machado Júnior, presidente da  Fiemg, falou sobre a importância  da congregação de forças das classes empresariais. “Aqui em Minas temos um banco de desenvolvimento que neste momento fortalece a nossa união. Vamos trabalhar juntos pelo fortalecimento de Minas Gerais”, conclamou.

Maior alcance

A Fecomércio Minas atua em todas as regiões do Estado, representada por 29 sindicatos filiados e 20 sindicatos conveniados. A Fiemg, por sua vez, atua em 11 regionais estrategicamente distribuídas em Minas e a ela estão filiados mais de 130 sindicatos. A Federaminas congrega mais de 400 associações comerciais em diversas regiões mineiras. A Fecon congrega cerca de 50 mil contabilistas em seus 29 sindicatos filiados.

O projeto Correspondente Bancário BDMG foi lançado em 2011, inicialmente direcionado às cooperativas de crédito. Já são, hoje, 44 contratadas e treinadas, que chegam a 200 municípios de todas as regiões. Agora, as federações passam a desempenhar também  o papel de Correspondente Bancário BDMG, podendo transferir esta prerrogativa para seus sindicatos filiados e conveniados, associações e regionais, sempre com a anuência e o acompanhamento das equipes do BDMG. Contratos com outras entidades parceiras serão firmados nos próximos dias para que o objetivo do banco, de estar cada vez mais presente em Minas e mais próximo de seu cliente, seja alcançado.

Fonte: Agência Minas