Governo de Minas: alegria do circo chega ao Circuito Cultural Praça da Liberdade

Palhaços saem dos picadeiros e levam a música, dança e teatro para as praças da capital

Coletivo de Palhaços / Arquivo
Quaquaraquaquá e encontro de palhaços diverte o público
Quaquaraquaquá e encontro de palhaços diverte o público

O Circuito Cultural Praça da Liberdade recebe, neste domingo (22), a 4ª edição do Festival de Circo Quaquaraquaquá. Mais duas apresentações ainda serão realizadas no local sendo a segunda no dia 27 de maio e a terceira dia 24 de junho. O evento mostra ao público um circo diferente, que alia música, dança e teatro, agradando tanto crianças como adultos. Durante as apresentações, baseadas em uma linguagem cômica, tudo pode dar errado, desde as tentativas dos palhaços até os truques dos mágicos.

O Quaquaraquaquá é idealizado pelo Coletivo de Palhaços, uma iniciativa de artistas independentes, que une grupos autônomos da capital e de outras cidades de Minas, como Ouro Preto e Mariana. “Nós vemos o Coletivo de Palhaços como uma militância artística, onde cada um adota uma praça da cidade e trabalha voluntariamente, por amor, em prol da valorização da arte naquele local”, explica Felipe Cardoso, gestor do Movimento Mineiro de Circo e responsável pelas atividades do Coletivo de Palhaços na Praça da Liberdade. O projeto tem a coordenação geral da Cia Circunstância em parceria com a União de Artistas Itinerantes (UAI).

O projeto este ano será realizado em dez praças diferentes de Belo Horizonte, Casa Branca, Mariana e Moeda. Na capital, além do Circuito Cultural Praça da Liberdade, o evento acontecerá também nas praças Duque de Caxias, Vila Dias, Floriano Peixoto, Aroldo Tenuta e Nossa Senhora da Glória.

O festival acontece no Teatro de Arena do Circuito, sempre às 16h, com entrada gratuita, mantendo a tradição circense de passar o chapéu.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/a-alegria-do-circo-chega-ao-circuito-cultural-praca-da-liberdade/

Governo de Minas: Nefrologia de hospital de Mariana é referência na microrregião

Programa de melhorias para hospitais do Governo de Minas disponibilizou R$ 2,5 milhões para reestruturação do serviço

Divulgação/HMH
São realizadas mais de 1.200 sessões nos dois turnos de funcionamento da unidade
São realizadas mais de 1.200 sessões nos dois turnos de funcionamento da unidade

A Unidade de Nefrologia do Hospital Monsenhor Horta, em Mariana, é hoje referência microrregional no tratamento a pacientes com insuficiência renal. O reconhecimento veio após a reestruturação do serviço, que utilizou recursos do Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais do SUS (Pro-Hosp), do Governo de Minas.

Foram repassados para o Hospital Monsenhor Horta (HMH), R$ 2,5 milhões, desde 2005 e, além das obras do novo prédio do serviço de Nefrologia, foram adquiridos equipamentos e reformadas as áreas da enfermaria e internação da clínica pediátrica, do pronto atendimento, do centro cirúrgico e lavanderia, entre outras melhorias.

Desde a inauguração da nova Unidade de Nefrologia, realizada há pouco mais de três anos, as populações das cidades de Mariana, Ouro Preto e Itabirito deixaram de se deslocar para a capital mineira em busca de tratamento renal crônico. “A partir de recursos do Pro-Hosp, a obra concluída no ano de 2008 colocou a Unidade de Nefrologia no HMH como referência microrregional com abrangência a uma população estimada em 170 mil habitantes. Os benefícios são incalculáveis, pela praticidade e eficiência nas sessões de hemodiálise, que são realizadas nos pacientes encaminhados pelas Secretarias Municipais de Saúde dos municípios do entorno”, afirma a diretora administrativa do Hospital, Edla Rodrigues do Carmo.

Em média, são contemplados cerca de 90 pacientes com insuficiência renal e realizadas mais de 1.200 sessões nos dois turnos de funcionamento da Unidade. “O atendimento aumentou em mais de 100% após a reforma, tendo em vista que antes das obras, eram contemplados em média 40 pacientes. As sessões aumentaram gradativamente, ano após ano”, informa a diretora.

Vicente de Paula é morador de Ouro Preto e, três vezes por semana, se desloca até Mariana para fazer hemodiálise no HMH. “O atendimento é bom e fica fácil, porque Mariana é bem perto, gastamos só meia hora para ir”, conta ele, que há oito meses realiza o tratamento no hospital.

Eliane Basílio, moradora de Itabirito, também utiliza o serviço em Mariana. Há cerca de quatro anos, ela faz hemodiálise na unidade e, entre os pontos positivos, cita o atendimento dos profissionais. “Tem bons enfermeiros e médicos, que dão atenção para a gente”, diz.

A assistência realizada pela Unidade de Nefrologia do Hospital Monsenhor Horta é 100% destinada aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o coordenador do Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais, Tiago Lucas, o Pro-Hosp possibilita aos cidadãos mineiros atendimento hospitalar de qualidade e com resolutividade, o mais próximo possível das suas residências. “O objetivo é que o paciente se desloque o mínimo possível de seu município para receber assistência médica necessária, evitando ter que viajar ou ser transportado para os grandes centros ou para Belo Horizonte”, explica.

Pro-Hosp em Ouro Preto

O Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais do SUS (Pro-Hosp) do Governo de Minas também disponibilizou recursos para a Santa Casa de Misericórdia de Ouro Preto, utilizados para reforma da área física da UTI Adulto, com ampliação de 06 para 10 leitos.

“Desta forma, a população da microrregião de Ouro Preto, Mariana e Itabirito passaram a contar com uma Unidade de Terapia Intensiva moderna e bem equipada aliada a uma equipe de profissionais de qualidade”, ressalta a gestora hospitalar da Santa Casa, Glauciane Gusmão. Com o aumento do número de leitos disponíveis na UTI, cerca de mais 1.300 pessoas puderam ser atendidas até hoje, expandindo em 40% a capacidade da unidade.

Desde 2003, o Governo de Minas já liberou, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG), que coordena o Pro-Hosp, cerca de R$ 700 milhões para unidades hospitalares em todo o Estado. Apenas em 2011 foram aplicados R$ 115 milhões. Para 2012, a previsão de investimentos do programa é da ordem de R$ 130 milhões.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: fiscalização do DER prepara operação para o próximo feriado

Ideia é manter a parceria entre as polícias Militar Rodoviária e Rodoviária Federal e realizar ações por meio de todas as coordenadorias regionais do departamento
Bernadete Amado
Para o feriado da Semana Santa, o DER vai promover blitze para combater transporte irregular
Para o feriado da Semana Santa, o DER vai promover blitze para combater transporte irregular

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) já tem uma programação de fiscalização a ser utilizada durante o feriado da Semana Santa. A ideia será manter a parceria entre as polícias Militar Rodoviária e Rodoviária Federal e realizar ações por meio de todas as coordenadorias regionais do departamento, repetindo o resultado positivo alcançado durante a Operação Carnaval, finalizada em 29 de fevereiro.

Para o diretor de fiscalização do DER/MG, João Afonso Baeta, “os resultados foram positivos e isso deverá incentivar a manutenção das parcerias realizadas. Estamos com um planejamento em andamento, visando à preparação de um plano de ações para o próximo feriado prolongado, que será a Semana Santa, quando está previsto um aumento do número de veículos nas rodovias mineiras e de viagens fretadas. Temos de coibir o transporte clandestino e orientar tanto os motoristas que atuam com fretamento quanto os passageiros”, concluiu João Baeta.

Operação Carnaval

No Carnaval, a preparação das blitze foi feita com base em informações pesquisadas, monitoradas e planejadas com táticas de inteligência logística. A distribuição dos fiscais permitiu o mapeamento dos acessos e rotas de fugas dos acessos à Serra do Cipó, Diamantina, Pirapora, Ouro Preto, Mariana, São João del-Rei, Região Metropolitana de Belo Horizonte e alguns outros pontos mais regionalizados. Em todas as atividades foram utilizadas viaturas dotadas de equipamentos de última geração, que permitem checar em tempo real várias situações encontradas no trânsito, com acesso direto à internet, além de atuarem sem pontos fixos que, por sua natureza, permitiram antecipar situações de risco.

“A cada operação que fazemos, sentimos que os transportadores ilegais estão sendo sufocados e que muitos já pensam em parar com o negócio, devido à ostensividade e a permanente atuação de nossa fiscalização”, analisou o diretor de Fiscalização do DER/MG, João Afonso Baeta Costa Machado.

A estratégia elaborada para o período de Carnaval envolveu um trabalho que iniciou antes dos feriados, no dia 10 de fevereiro, e só terminou depois, em 29 de fevereiro. Durante este período, foram abordados 18.500 veículos em 450 ações de fiscalização e lavrados 2.100 autos. Somente de transporte irregular foram efetuadas 150 apreensões de veículos por estarem infringindo os dispositivos legais da legislação estadual e federal. Medidas administrativas de fiscalização foram responsáveis pelo desembarque de 1.100 passageiros de transporte, que viram suas viagens serem atrasadas e a folia prejudicada por terem feito a opção por um meio ilegal de transporte.

Resultado positivo

“Estamos considerando as blitze realizadas este ano um sucesso porque, apesar do maior número de ações de fiscalização realizadas, em relação ao ano anterior, do melhor mapeamento das rotas utilizadas no período de Carnaval e dos cerca de 2.000 agentes fiscalizadores que trabalharam durante a operação, o número de veículos autuados diminuiu, o que permite concluir que houve no período um uso menor do transporte ilegal, maior conscientização dos nossos passageiros e de quem se presta a atividade de fretamento”, analisou João Afonso Baeta.

O DER/MG realizou operações de fiscalização em todo o Estado, através das 40 coordenadorias regionais de departamento, com a participação de 250 agentes/fiscais da entidade, em parceria com as polícias Militar Rodoviária e Rodoviária Federal. Também no nível municipal, foram intensificadas as ações da RMBH e no hipercentro da capital, em conjunto com a BHTrans, ANTT, Polícia Civil e PMMG, com ênfase no transporte fretado intermunicipal e interestadual, visando coibir as ações de transporte irregular de passageiros.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: DER dá dicas para motoristas que vão pegar estrada no Carnaval

Motoristas devem ficar atentos às condições das estradas para checar se há alguma interrupção ou obra
Bernadete Amado
A MG-010, que vai até a Serra do Cipó, está com tráfego normal
A MG-010, que vai até a Serra do Cipó, está com tráfego normal

Os motoristas que vão pegar a estrada no feriadão devem ficar atentos às condições das estradas para checar se há alguma interrupção ou obra. O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) disponibiliza três canais para os usuários consultarem sobre as vias sob sua jurisdição, as MGs: o site http://www.der.mg.gov.br; o telefone 155, opção 6, para quem ligar de telefone fixo, e o número (31) 3303-7999, para quem fizer a ligação de um aparelho celular ou de outros estados.

Com o objetivo de proporcionar segurança aos motoristas e passageiros nas rodovias estaduais mineiras, o DER-MG vai restringir, no feriado de Carnaval, a circulação nos trechos rodoviários de pistas simples das Combinações de Veículos de Carga (CVC), das Combinações de Transporte de Veículos (CTV) e das cargas indivisíveis, nos dias 17 (sexta-feira) e 21 (terça-feira) de 16 às 24 horas e nos dias 18 (sábado) e 22 (quarta-feira) de 6 às 12 horas.

Durante o feriado, o DER-MG permanecerá em regime de plantão em suas 40 coordenadorias regionais, com técnicos mobilizados para deslocamento ao local o mais rapidamente possível. Em no máximo 24 horas, dependendo do tipo de ocorrência, homens e máquinas vão providenciar a liberação do tráfego, removendo obstáculos, implantando desvios ou sinalizando rotas alternativas.

Rodovias estaduais

O acesso ao Sul da Bahia, um dos muitos destinos procurados por quem quer curtir o Carnaval, principalmente para os mineiros que partem das regiões metropolitanas de Belo Horizonte, Rio Doce, Jequitinhonha e Mucuri -, a BR-418, atualmente delegada ao DER-MG, exige a atenção dos motoristas nos quilômetros 12, 24, 70 e 91, onde o tráfego está em meia pista.

Para quem tem como destino Ouro Preto, o trecho da MG-262, que liga a cidade a Ponte Nova, nos quilômetros 46 e 47 o trânsito está em meia pista devido a erosões no aterro, mas os locais estão sinalizados e o tráfego está fluindo normalmente. No segmento Ouro Branco – Ouro Preto, na chegada de Saramenha, existem algumas quedas de barreira, mas elas já estão sendo retiradas e o tráfego está normal.

Na MG-050, que dá acesso ao Sudoeste do Estado e à represa de Furnas, e na BR-383, rodovia federal delegada ao DER-MG, que dá acesso, pela BR-040, a São João del-Rei e Tiradentes, o trânsito está normal. As rodovias estaduais que dão acesso à Diamantina também estão em boas condições de tráfego. Na Zona da Mata, área muito atingida pelas últimas chuvas, a MG-285, que liga Cataguases ao entroncamento da BR-120, sentido Leopoldina, a Ponte Camargos, sobre o Rio Pomba, está interditada. O DER-MG já iniciou os trabalhos de recuperação e o tráfego está sendo feito a partir do entrocamento da MG-285, passando pela MGC-120, entroncamento com a MG-447 até Cataguases.

RMBH

Na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), as MGs 010, 020 e 030 vão exigir a atenção dos motoristas. A MG-010, que vai até a Serra do Cipó, está com tráfego normal. O único ponto de ocorrência é próximo a Vespasiano, na pista lateral, sem haver interferência no trânsito da pista principal da rodovia. No acesso a Santa Luzia, pela MG-020, Km 13,5, há uma erosão na pista, que se encontra sinalizada e com as obras de recuperação já em fase de execução.

Na rodovia MG-030, no trecho entre o viaduto da rede ferroviária (Belo Horizonte) até Nova Lima, os problemas atuais, nos quilômetros 14, 18 e 27, foram provocados pelo período de chuvas intensas, ocorridas em janeiro deste ano. Desde 2002, o trânsito neste segmento foi beneficiado e ganhou mais qualidade com a obra de duplicação executada pela Prefeitura de Nova Lima. Em 2010, o trecho foi incluído dentro do Programa de Recuperação e Manutenção Rodoviária (Pro-MG) do DER-MG.

No quilômetro 14 houve o abatimento da pista direita, provocado por infiltração de água do lençol freático, ocasionando o rompimento de aterro e a necessidade de desviar o tráfego para a pista da esquerda, sentindo Belo Horizonte. O DER-MG já concluiu os estudos de campo – topográficos e geotécnicos -, e, no momento, realiza projeto de engenharia. A expectativa da conclusão desta fase é para o dia 29 de fevereiro.

No quilômetro 27, houve o rompimento de um aterro provocado. O local está em meia pista e já foram concluídos os estudos técnicos para elaboração de projeto de engenharia que se encontra em andamento. No quilômetro 18, o abatimento da pista do lado direito deixou o tráfego em meia pista e as obras de recuperação já foram iniciadas no dia 13 deste mês.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas Gerais prepara Diamantina para um Carnaval sem dengue

Turistas estão surpresos com as ações do combate à dengue realizadas pela Secretaria de Estado de Saúde

Alessandra Maximiano
Luana Pinheiro Gomes, 12 anos, trocou pneus por cadernos
Luana Pinheiro Gomes, 12 anos, trocou pneus por cadernos

Diamantina já está recebendo os turistas de várias regiões do Brasil para o Carnaval que, além se informarem sobre a cidade, estão surpresos com as ações do combate à dengue realizadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nos últimos dias.

Nesta quinta-feira (16), último dia da ação, muitos turistas que chegavam se aproximavam do Dengômetro para obter informações. Ana Carolina Guedes chegou de Belo Horizonte e se surpreendeu. “Já tinha visto essas atividades em alguns bairros de Belo Horizonte, mas não sabia que no interior também eram realizadam. Acho muito interessante, pois a dengue deve ser combatida por todos e em todos os lugares”, afirmou.

Outra ação foi um pequeno laboratório que mostra o ciclo do mosquito da dengue. Crianças e adultos se aproximavam do local onde técnicos da Superintendência de Saúde de Diamantina explicavam as fases do mosquito e os sintomas da doença.

Luana Pinheiro Gomes, 12 anos, passou pela segunda vez pelo Dengômetro. No primeiro dia de atividade, na quarta-feira (15), entregou 30 garrafas pet e hoje voltou ao mesmo local e, com a ajuda do pai, levou oito pneus. Os pneus foram trocados por cadernos que serão usados por Luana no início das aulas. “A iniciativa é ótima. Estes pneus estavam ocupando espaço no quintal de casa e é bom saber que estamos fazendo uma boa ação e livrando a nossa família desta doença”, afirmou José Antônio  Pinheiro, pai de Luana.

Desde quarta-feira, os moradores e visitantes estão se dirigindo à Praça do Seminário, localizada próxima à rodoviária da cidade, para trocar objetos. A ação faz parte das atividades do “Carnaval nas cidades históricas” e conta com a parceria da prefeitura, que mobiliza as pessoas por meio de carros de som, avisos nas igrejas e nos principais pontos de comércio. Todo o material recolhido será doado para a Cooperativa de Catadores de Material Reciclável de Diamantina.

Nove cidades já receberam o Dengômetro e o Dengue Móvel neste período pré-carnaval: São João del-Rei, Pompéu, Pirapora, Sabará, Ouro Preto, Itabirito, Mariana, Abaeté e Diamantina.

Fonte: Agência minas

Gestão da Saúde: Secretaria de Estado de Saúde mobiliza Ouro Preto e Mariana contra a dengue

Ações visam diminuir os locais de possíveis focos e, também, educar, informar e conscientizar, tanto a população local quanto aos turistas
Leandro Peters Heringer
Em Ouro Preto, a mobilização contra a dengue acontece na Praça da Estação
Em Ouro Preto, a mobilização contra a dengue acontece na Praça da Estação

Mariana e Ouro Preto, cidades da região Central de Minas Gerais, conhecidas pela importância histórica, pelo barroco e pelo Carnaval, estão sendo mobilizadas contra a dengue, durante esta semana, pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).

De acordo com o superintendente da Regional de Saúde de Belo Horizonte, Paulo de Tarso Auais, as ações realizadas antes do Carnaval visam diminuir os locais de possíveis focos e, também, educar, informar e conscientizar, tanto a população local quanto aos turistas.

Em Ouro Preto, a mobilização acontece na Praça da Estação. O morador Emerik Santos levou pneus e garrafas pet. “Essa ação é importante por evitar lixo nos rios, mosquitos e outros animais. Se todo mundo colaborar, a dengue acaba. Evitar é o melhor remédio”, disse. Outro morador José Xavier também aderiu ao movimento de promoção à saúde e ao meio ambiente. “Trouxe pneus e troquei por cadernos. Mais importante do que a troca em si é a ação pela saúde e pelo meio ambiente. Devemos aproveitar e realizar ações após o Carnaval”.

Para o coordenador de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Ouro Preto, Ricardo Martins, o momento de agir é oportuno. “É interessante esta ação nas cidades históricas. Recebemos muitos turistas e é necessário conscientizar em relação à dengue e ao meio ambiente. Não deixar lixo nas cachoeiras e nos demais locais, porque podem servir de foco e é prejudicial ao meio ambiente”.

Em Mariana, o clima é o mesmo. Alexandre Campos levou a irmã mais nova, Isabel, ao local de troca em frente ao Centro de Convenções, no centro da cidade. “É fundamental trabalhar a conscientização no estudante, tanto sobre não deixar água parada para evitar a doença quanto sobre educação ambiental”.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: Polícia Militar de Minas Gerais divulga operação Carnaval 2012

Entre as medidas preventivas que começam a ser adotadas em todo o Estado estão o reforço do contingente policial nas ruas, blitze nas estradas e vias urbanas.

Para garantir a folia e a tranquilidade dos moradores e dos milhares de visitantes das cidades mineiras neste feriado, a Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) lança nesta quinta-feira (16), a operação Carnaval 2012.

Entre as medidas preventivas que começam a ser adotadas em todo o Estado estão o reforço do contingente policial nas ruas, blitze nas estradas e vias urbanas. A ação vai até a próxima quarta-feira (22).

Nas ruas e praças, a PMMG também vai contar com o monitoramento feito pelas câmeras de vigilância. Nas estradas, serão usados etilômetros (bafômetros) e radares, para reduzir o número de acidentes, de feridos e de vítimas fatais.

De acordo com a PMMG, todas as ações terão caráter preventivo e repressivo, com objetivo de prevenir a criminalidade.

Cidades históricas

As cidades de São João del-Rei, Ouro Preto, Mariana, Tiradentes, Sabará e Diamantina, que recebem número expressivo de visitantes, terão atenção especial da PM.

Como muitas cidades, além da tradicional programação de carnaval, também oferecem atrativos para quem gosta de estar próximo da natureza, a PMMG vai empenhar o seu efetivo no policiamento de meio ambiente, para proteger os recursos naturais do Estado.

Trânsito

A PMMG vai desencadear operações para fiscalização de veículos e documentação e blitze repressivas. A Polícia Militar Rodoviária alerta aos motoristas para que façam a revisão nos veículos, verifiquem a documentação de porte obrigatório e obedeçam a sinalização, para que a viagem seja feita com tranquilidade.

As operações de trânsito rodoviário incluem blitze educativas e repressivas, utilização do radar e do etilômetro, com intensificação das abordagens aos veículos automotores.

Meio ambiente

Entre as operações de proteção ao meio ambiente, a PMMG fará policiamento nos locais de maior incidência de pesca predatória, corte ilegal de árvores em área de preservação permanente e ações de fiscalização para combate ao tráfico de animais silvestres e o transporte irregular de produtos e subprodutos da flora.

BH

O Comando de Policiamento da Capital (CPC) também reforça o policiamento, em Belo Horizonte, no período carnavalesco. Durante o feriado prolongado, quando grande número de pessoas viaja, aumenta o perigo da invasão de residências. O policiamento preventivo será realizado, com ações amplas em todos os bairros.

Dicas

A Polícia Militar orienta aos foliões para obeder às recomendações, evitando os excessos, principalmente de bebidas alcoólicas, tendo muita paciência e autocontrole para evitar brigas, acidentes e incidentes.

Dicas para quem vai cair na folia

– Não leve ou utilize copos e garrafas de vidro, objetos pontiagudos, bastões, guarda chuvas, latas ou quaisquer outros objetos que possam ser utilizados como “arma” por baderneiros.

– Se puder, deixe o carro em casa e vá a pé, de transporte público ou adote a carona solidária e leve os amigos. Se não, reserve estacionamento para seu veículo ou procure locais permitidos.

– Não deixe objetos à mostra no interior do veículo e evite os locais desertos, mal iluminados e interditados.

– Se beber, não dirija. Além de multa e perda da habilitação é um crime e pode acabar com a sua alegria e a dos outros!

– Coloque nome, endereço e telefone na roupa dos filhos menores e marque um local para a família ou grupo se encontrar no caso de se perderem.

Planejamento

– Leve dinheiro trocado, em quantidade suficiente. Evite grandes quantias.

– Evite tumultos. Em caso de brigas, se distancie e acione a Polícia.

– Evite levar bolsas, joias e objetos de alto valor.

– Não utilize garrafas e copos de vidro, não leve objetos pontiagudos, nem armas.

– Se precisar de informações, procure um policial militar. Se vir algo suspeito, acione a Polícia.

– Em caso de urgência, ligue para o número 190, da PMMG.

Na volta pra casa

– Se estiver de carro, não dê carona a estranhos.

– Não pare em locais desertos e escuros e tenha atenção redobrada em semáforos.

– Não pare o veículo para observar tumultos ou acidentes.

– Antes de entrar na garagem de casa, observe se não há suspeitos por perto; em caso afirmativo, dê a volta no quarteirão e acione a PMMG.

– Não reaja se for abordado, tente manter a calma, preste atenção no máximo de informações e características e chame imediatamente a Polícia Militar.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: defesa social inicia ações de segurança para o Carnaval com blitz educativa contra drogas

Em todo o Estado, mais de 33 mil policiais militares, civis e bombeiros trabalharão durante o feriado, com foco na proteção ao cidadão, fiscalização e investigação de crimes e prevenção de acidentes em estradas e rodovias
Divulgação/Seds MG
Campanhas de conscientização e fiscalização serão reforçadas em Minas
Campanhas de conscientização e fiscalização serão reforçadas em Minas

As ações de segurança elaboradas pela Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) para o Carnaval 2012 começaram nesta quarta-feira (15), com o lançamento da campanha “Expresso legal, carnaval sem drogas”, em Belo Horizonte. A ação, realizada pela da Subsecretaria de Políticas Sobre Drogas (Supod) da Seds, em parceria com a Polícia Militar (PMMG) e com as Secretarias de Estado de Saúde, Desenvolvimento Social e Turismo, contou com uma blitz educativa próxima ao BH Shopping, no bairro Belvedere. Motoristas foram abordados e receberam preservativos, leques e materiais informativos alertando sobre as consequências do uso das drogas e os cuidados que devem ser tomados para evitar doenças sexualmente transmissíveis (DST’s).

Depois da ação na capital, dois ônibus plotados saíram nos sentidos Norte e Sul de Minas Gerais. Até o dia 22 de fevereiro, eles passarão por mais de 80 cidades e irão parar em pelo menos 33, para conscientizar os foliões. No total, serão mais de três mil quilômetros rodados. Entre os municípios contemplados estão as cidades históricas, destinos de grande número de turistas durante o Carnaval. Além das drogas e DST´s, os agentes alertarão sobre cuidados no trânsito e contra a exploração sexual de crianças e adolescentes.

Está prevista a distribuição de 100 mil preservativos e 450 mil kits de prevenção, com leques, adesivos e materiais informativos. Haverá, ainda, grupos de animação e folia de carnaval, formados por jovens que participam do projeto Juventude e Polícia, da Polícia Militar.

De acordo com o subsecretário de Políticas Sobre Drogas, Cloves Benevides, o objetivo da campanha é aproximar as ações de prevenção às pessoas nessa época carnavalesca, com enfoque também no interior do Estado. “O Expresso Legal vai percorrer as cidades levando essa mensagem, de que o importante é curtir a folia com responsabilidade e consciência, sem uso de drogas”, disse. O subsecretário ressalta que, além das cidades que receberão a equipe da Supod, a campanha será potencializada por uma parceria com os conselhos municipais antidrogas, que distribuirão os materiais em 100 blitz educativas.

Os ônibus passarão pelos municípios de Belo Horizonte, Lagoa Santa, Jaboticatubas, Sabará, Itabira, Timóteo, Ipatinga, Governador Valadares, Guanhães, Teófilo Otoni, Serro, Diamantina, Bocaiúva, Montes Claros, Pirapora, Três Marias, Curvelo e Corinto, Nova Lima, Rio Acima, Itabirito, Ouro Preto, Mariana, Ouro Branco, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Carandaí, Barbacena, Tiradentes, São João del-Rei, Oliveira, Cláudio e Divinópolis.

Efetivo

Além da campanha de conscientização, a Seds elaborou uma série de ações para o Carnaval, que vão desde o aumento do efetivo até o maior rigor na fiscalização das estradas. Em todo o Estado, mais de 33 mil policiais militares, civis e bombeiros trabalharão durante o Carnaval, com foco na proteção ao cidadão, fiscalização e investigação de crimes e prevenção de acidentes em estradas e rodovias. As ações repressivas e preventivas terão como foco as cidades históricas de Minas que recebem o maior número de visitantes nos quatro dias de folia, além de Belo Horizonte e Região Metropolitana (RMBH).

Nas cidades de Ouro Preto, Mariana, Sabará, Tiradentes, São João del-Rei e Diamantina a Polícia Militar terá 405 homens a mais nas ruas, o que representa um aumento de 43%. Estes municípios também terão aumentos que variam de 50% a 70% no efetivo da Polícia Civil (PCMG) e delegacias de plantões 24 horas. Na região metropolitana, haverá 19 mil policiais militares em atuação, sendo 7 mil apenas em Belo Horizonte.

As rodovias estaduais e federais também ganharão reforço de fiscalização entre a sexta-feira (17) e a quarta-feira de cinzas (22), principalmente nos trechos que levam aos destinos mais visados. Para garantir a segurança no trânsito, foi elaborado o “Plano Operacional Integrado Carnaval 2012”, com definições de ações conjuntas entre a Seds, a PMMG, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros (CBMMG), além do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), o Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a BHTrans, a Guarda Municipal de Belo Horizonte (GMBH) e a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec).

As rodovias estaduais ganharão o reforço de 800 policiais militares e de policiais rodoviários federais, que participaram da elaboração do Plano Integrado. As principais áreas de atuação e atenção são a BR 356 e MGT 383 (região de Ouro Preto); BR 356, MG 262 e MG 129 (região de Mariana); BR 494, BR 383, BR 265, MG 494 (região de São João del-Rei); BR 265 (na altura de Tiradentes); BR 367, MG 367 e MG 259 (região de Diamantina); e BR 262 e MG 262 (Sabará). A RMBH e as rodovias de acesso aos litorais capixaba e fluminense também terão reforço. Além das blitz repressivas, serão distribuídos, em todo o Estado, panfletos com dicas para segurança no trânsito.

Álcool e excesso de velocidade

Todos os 383 etilômetros da polícia militar serão utilizados para repressão ao trânsito de motoristas alcoolizados, além de outros 140 aparelhos da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que serão distribuídos por pontos estratégicos das rodovias.

Em Belo Horizonte, a “Campanha Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida”, terá 12 blitze repressivas durante o Carnaval para evitar excessos na capital. Belo Horizonte, especificamente, contará com 330 policiais militares na fiscalização do trânsito.

Para coibir o excesso de velocidade, serão colocados em ação 18 radares móveis da PM e quatro da PRF, reforçando o papel dos radares fixos já instalados na malha rodoviária.

Os bombeiros desenvolverão atividades preventivas em 150 municípios, com um efetivo de aproximadamente 1.500 militares. Nas cidades históricas, haverá reforço de 88 homens. Serão montados 61 pontos base em rodovias, 85 equipes em balneário e 66 equipes em eventos, para prevenção contra incêndio e acidentes. Para a operação, serão disponibilizadas 340 viaturas.

Além disso, o Batalhão de Operações Aéreas (BOA) disponibilizará duas equipes por dia para operação com helicópteros e uma equipe de sobreaviso para atuação em casos de emergência. Como no ano passado, em um dos helicópteros haverá uma equipe médica do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para realizar atendimento pré-hospitalar.

Transporte clandestino

O DER, por sua vez, contará com 256 fiscais durante o carnaval e 103 veículos caracterizados com acesso remoto à internet, para fiscalização dos condutores e dos transportadores regulares e clandestinos e para a verificação preventiva da situação das vias. Também haverá 22 pontos onde serão desenvolvidas ações educativas, com orientação e distribuição de materiais informativos.

As blitze acontecerão, principalmente, nos acessos às regiões mais procuradas nesse período: Serrra do Cipó, Diamantina, Pirapora, Ouro Preto, Mariana, São João del-Rei, RMBH e outros pontos mais regionalizados.

Já o transporte de cargas e passageiros será fiscalizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres, que empregará 36 servidores nos terminais rodoviários de Belo Horizonte (15), Juiz de Fora (7), Montes Claros (2), Pouso Alegre (3), Uberlândia (4), Uberaba (3) e Teófilo Otoni (2).

O foco do trabalho da ANTT é o transporte interestadual de passageiros e o reforço na operação começa nos dias anteriores ao carnaval, quando um número maior de pessoas utiliza o transporte rodoviário. São dadas orientações ao passageiros e feitas fiscalizações dos veículos, verificando, por exemplo, as condições dos pneus, retrovisores, entre outros aspectos que atestam a condição de fazer a viagem.

Fonte: Agência Minas

Anastasia participa de lançamento do Carnaval 2012

Apenas nas cidades históricas de Minas Gerais, a expectativa é de que a folia atraia cerca de 500 mil turistas, gerando emprego e movimentando a economia dos municípios
Wellington Pedro/Imprensa MG
Ações integradas vão garantir a tranquilidade dos cidadãos e a preservação do patrimônio histórico
Ações integradas vão garantir a tranquilidade dos cidadãos e a preservação do patrimônio histórico

O governador Antonio Anastasia participou, nesta terça-feira (14), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, do lançamento do Carnaval 2012. O Governo de Minas vai realizar ações, por meio das secretarias de Estado de Turismo, Cultura, Saúde, Defesa Social e Desenvolvimento Social, além de instituições como Cemig e Hemominas, visando garantir a tranquilidade dos cidadãos e a preservação do patrimônio histórico mineiro.

Mais de 33 mil policiais Militares, Civis e Bombeiros vão trabalhar durante o Carnaval, com foco na proteção ao cidadão. Na área da saúde, está prevista a distribuição de guia do viajante saudável. Campanhas de conscientização contra o uso de álcool e drogas, contra a violência infantil e doméstica e contra doenças sexualmente transmissíveis, incluindo a distribuição de 3,4 milhões de preservativos, serão intensificadas. Ações de estímulo à doação de sangue, de combate à homofobia e de valorização dos direitos humanos também serão implementadas. A Cemig participa do Carnaval de Belo Horizonte, apoiando blocos e escolas de samba da capital mineira.

Para o governador Antonio Anastasia, o trabalho integrado vai garantir mais segurança e tranquilidade ao cidadão. Segundo ele, os acessos às cidades que foram afetadas pelas chuvas e têm potencial turístico estão prontos, sem qualquer problema de interrupção nas estradas.

“As cidades mineiras, especialmente as cidades históricas, estão prontas para receber o Carnaval. Todas as pessoas querem participar da folia, se divertir, com toda estrutura. Vamos lembrar nas campanhas que o Carnaval em Minas Gerais vai ser de diversão, de paz, de tranquilidade nas estradas e nas cidades”, disse.

Cidades Históricas

Durante a solenidade, foi assinado Acordo de Cooperação Técnica entre o Governo de Minas e o Ministério Público estabelecendo ações integradas com vistas à realização do Carnaval das Cidades Históricas e sua valorização como produto turístico cultural relevante de Minas Gerais. Pelo acordo será possível o compartilhamento de informações e estratégias, a articulação institucional, a assessoria técnica recíproca e o estabelecimento de uma matriz de responsabilidades institucionais. Seis municípios mineiros – São João del Rei, Ouro Preto, Mariana, Tiradentes, Sabará e Diamantina, estão inseridos no projeto do Carnaval das Cidades Históricas, que está na quarta edição.

O secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus Filho, lembrou ser importante a preservação do patrimônio histórico mineiro. Ao mesmo tempo, ressaltou a relevância do Carnaval para o desenvolvimento econômico das regiões. “Nas cidades históricas que participam do projeto são esperados cerca de 500 mil visitantes. A estimativa é que tenhamos uma movimentação nesses municípios próxima a R$ 30 milhões, principalmente na economia local, envolvendo pequenos comerciantes, donos de hotéis, pousadas, restaurantes, vendedores ambulantes. O Carnaval também é importante socialmente, porque gera em torno de 5 mil empregos durante o período, distribui renda e dá oportunidades”, afirmou.

Clima de Carnaval

O térreo do Prédio Gerais, na Cidade Administrativa, local do lançamento do Carnaval 2012, foi tomado por baterias de escolas e blocos da capital e do interior. Portas-bandeira, bonecos gigantes e passistas também se apresentaram. Estandes das entidades públicas envolvidas, com orientação para os foliões foram montados para dar informações aos interessados.

Também participaram do evento os secretários de Estado Lafayette Andrada (Defesa Social), Eliane Parreiras (Cultura), Desenvolvimento Social (Cássio Soares), além do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, o procurador geral de Justiça, Alceu Marques, o presidente da Cemig, Djalma Morais, prefeitos de cidades históricas, entre outras autoridades.

Principais ações do Governo de Minas

Defesa Social

Aumento de efetivo – Em todo o Estado, 33 mil policiais militares, civis e bombeiros, incluindo policiamento ostensivo nas cidades históricas, estarão nas ruas. O efetivo da Polícia Civil será reforçado e haverá plantão 24 horas nas delegacias.

Fiscalização nas estradas – As rodovias estaduais ganharão o reforço de 800 policiais militares e de policiais rodoviários federais, que participaram do Plano Integrado Carnaval 2012. Além das blitzen repressivas, serão distribuídos, panfletos com dicas para segurança no trânsito. Para coibir o excesso de velocidade, além dos radares fixos já existentes, serão colocados em ação 18 radares móveis da PM e quatro da PRF.

Álcool e excesso de velocidade – Os 383 bafômetros da Polícia Militar serão utilizados para repressão ao trânsito de motoristas alcoolizados, além de outros 140 aparelhos da PRF. Em Belo Horizonte, a “Campanha Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida”, vai realizar 12 blitzen durante o carnaval. Belo Horizonte contará com reforço de 330 policiais militares na fiscalização do trânsito.

Bombeiros – Os bombeiros desenvolverão atividades preventivas em 150 municípios mineiros, com um efetivo de 1,5 mil militares. Haverá reforço nas cidades com maior fluxo de turistas, bases nas principais rodovias e em balneários. Para a operação, serão disponibilizadas 340 viaturas.

Prevenção ao uso de drogas e álcool – Dois ônibus vão percorrer cerca de trinta cidades, a partir de quinta-feira (16/02), no contexto da campanha “Expresso legal, carnaval sem drogas”. Com o objetivo de conscientizar os foliões, serão distribuídos 450 mil kits com leques, adesivos e materiais informativos sobre abuso de álcool e drogas, além de 100 mil preservativos.

Transporte

Transporte clandestino – O DER contará com 256 fiscais e 103 veículos caracterizados com acesso remoto à internet, para fiscalização dos motoristas regulares e clandestinos e verificar preventivamente a situação das vias. Haverá 22 pontos onde serão desenvolvidas ações educativas, com orientação e distribuição de materiais informativos.

Transporte de cargas e passageiros – Será fiscalizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres, que contará com 36 servidores nos terminais rodoviários de Belo Horizonte, Juiz de Fora, Montes Claros, Pouso Alegre, Uberlândia, Uberaba e Teófilo Otoni.

Saúde

Dengue – A Força Tarefa “Carnaval nas Cidades Históricas – DENGUE” percorrerá nove municípios onde há alto risco de infestação da dengue: São João del Rei, Pompéu, Pirapora, Sabará, Ouro Preto, Itabirito, Mariana, Diamantina e Abaeté. O caminhão “Dengue Móvel” fará a troca de material escolar por garrafas pet, latinhas, pneus e outros objetos que possam acumular água.Em 2011, o número de casos notificados em Minas caiu 77%. O incentivo a novas ações é fundamental em razão do verão, das chuvas, o surgimento de novos tipos da doença.

Saúde do Viajante – O Guia do Viajante Saudável será enviado para as secretarias Municipais de Saúde e Turismo, para distribuição em hotéis.As peças incentivam hábitos saudáveis de higiene, buscam reduzir acidentes e doenças associadas à viagem. Serão 200 mil cartilhas bilíngues – português e inglês – e 50 mil adesivos de banheiro.

DST/AIDS – O slogan da campanha é “Curta o carnaval com camisinha”. Serão distribuídos 3,4 milhões de preservativos masculinos e 58 mil géis lubrificantes. Serão distribuídos 500 mil cartazes sobre a importância do uso da camisinha.

Hemominas – Campanha da Hemominas chama a população para coletas extras de sangue para garantir atendimento adequado nos hospitais durante o feriado. No período que antecede feriados prolongados, há uma queda no comparecimento de doadores de 30% nas 20 unidades do Estado. Os endereços, horários de funcionamento e notícias sobre coletas extras estão no site www.hemominas.mg.gov.br.

Assistência Social

Campanha Proteja Nossas Crianças – Durante o carnaval serão distribuídos adesivos e panfletos sobre a campanha nas cidades e rodovias que cortam o Estado. O número do Disque Direitos Humanos (0800 031 11 19), estará disponível.

Campanha do Laço Branco – Serão distribuídas cartilhas sobre a Lei Maria da Penha e adesivos para fortalecer a Campanha do Laço Branco “Homens de Minas pelo fim da violência contra as mulheres”. O lema da campanha em Minas é “Jamais cometer um ato de violência contra as mulheres e não fechar os olhos frente a essa violência”.

Turismo

O Governo de Minas está monitorando a situação nas cidades turísticas afetadas pelas chuvas de dezembro e janeiro. Todas elas estão prontas para receber os turistas, com acesso liberado e a situação normalizada. Esse monitoramento é feito por meio de contato com as prefeituras e secretarias municipais de turismo, circuitos turísticos e órgãos responsáveis pela manutenção das estradas. O resultado do monitoramento está no Portal do Turismo Mineiro: www.minasgerais.com.br.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Corpo de Bombeiros lança Operação Carnaval 2012

Foco será nas atividades educativas e de prevenção a afogamentos e acidentes

Divulgação/CBMMG
Durante os dias de festa, serão empregados 3,3 mil bombeiros em todo o Estado
Durante os dias de festa, serão empregados 3,3 mil bombeiros em todo o Estado

Reduzir o número de afogamentos e acidentes, além de fazer com que a população aproveite a folia com mais segurança. Esses são os principais objetivos da Operação Carnaval, que será lançada pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) na próxima sexta-feira (17). Este ano, o foco da operação será nas ações de prevenção e orientação à população. Durante a ação, que termina na Quarta-feira de Cinzas (22), também serão implantados pontos base nas principais rodovias que cortam o Estado e realizadas vistorias em locais com grande concentração de pessoas.

De acordo com o major Gouveia, do Comando de Operações do Corpo de Bombeiros, os batalhões instalados em Belo Horizonte e no interior poderão reforçar essas estratégias de acordo com as características de sua região. “Nosso objetivo é prestar um serviço eficiente e garantir que todos os mineiros e turistas possam brincar o Carnaval, com toda a segurança”, afirma o oficial.

A operação Carnaval também é um reforço da operação Veranico, lançada no dia 21 de janeiro. Até o mês de março, equipes de bombeiros permanecerão de plantão nos finais de semana, em locais de grade concentração de pessoas, como lagoas, represas e cachoeiras.

Durante os dias de festa, serão empregados 3,3 mil bombeiros em todo o Estado. Em Montes Claros, no Norte de Minas, e Governador Valadares, no Leste do Estado, regiões que concentram, juntas, 85 balneários, 566 militares estarão de prontidão. Toda a atividade será apoiada pelo Batalhão de Operações Aéreas, com dois helicópteros Arcanjo.

As equipes estão intensificando o seu treinamento para atuarem durante os dias de folia. A primeira etapa, realizada nos dias 9 e 10 de fevereiro, envolveu a formação de 22 multiplicadores, que vão disseminar os conhecimentos em todos os batalhões, pelotões e companhias do interior. Já a segunda etapa, realizada até o dia 16, vai enfatizar o treinamento em salvamento aquático para os 192 bombeiros que atuarão como guarda-vidas em balneários. Todas as atividades envolverão instruções de salvamento em piscinas, lagos e rios, com instrução prática nesses locais. Durante as aulas, serão utilizados equipamentos como barcos motorizados, botes infláveis e Jet Ski.

Além de preparação de seu pessoal, o Corpo de Bombeiros vai investir também nas ações educativas em todo o Estado, com distribuição de material informativo e orientação à população sobre as principais condutas preventivas para evitar os acidentes.

Cidades Históricas

As cidades históricas de Mariana, Sabará, Ouro Preto, Tiradentes, São João del-Rei e Diamantina vão receber um reforço de equipes de bombeiros durante o Carnaval. Além de bombeiros do efetivo dos Batalhões e pelotões, será acionado o efetivo de um batalhão emergencial. Apenas em Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, cidade com 44 mil habitantes, são esperados cerca de 60 mil foliões nos quatro dias de festa.

Pontos base do Corpo de Bombeiros durante o Carnaval

BR 040 – cruzamento com BR 356, próximo ao Alphaville (Sta Lúcia)
BR 040 – km 568, Posto da Receita Estadual (Sede)
MG 262 – Trevo de Mariana (Ouro Preto)
Trevo do Bairro Betânia (BH) – Anel Rodoviário (Barreiro)
BR 381 – Entrada do Município de Igarapé/MG (REGAP)
BR 040 – Bairro Veneza, Ribeirão das Neves/MG (Ribeirão das Neves)
BR040/262 – Bairro João Pinheiro, Posto de Combustível Ipiranga, BH/MG (Ceasa)
BR 262 – Trevo de Juatuba, Posto da Receita Estadual (Juatuba)
BR 381, Trecho Ravena / Caeté (Caiçara/Sabará)
BR 381- Trevo de Barão de Cocais (Nova União)
MG 010, km 22 Posto da PMMG (Vespasiano)
MG 010/MG 424 – Sentido Prudente de Morais (PA Venda Nova)
BR 040 – no posto da PRF, km 765, próximo ao bairro Dias Tavares (Sede)
MG 353 – Posto PMMG, próximo ao bairro Grama (Sede)
BR 040 – km 700, Trevo- Posto Cabana (Barbacena)
MG 383 – sentido a Entre Rios de Minas (São João Del Rei)
BR 040 – Posto da PRF, Congonhas (Conselheiro Lafaiete)
BR 265 – Posto PMMG (Ubá)
BR 116 – Posto da PRF (Muriaé)
MG 497 – Km 55 posto Cinqüentão, sentido Prata/MG (Sede)
BR 365 – Posto Parada Bonita (Sede)
BR 365 – Próximo ao Posto Doidão, sentido Uberlândia (Patrocínio)
BR 354 – KM 18, próximo à Pamonharia do Agnaldo (Patos de Minas)
BR 251 – Unidade SAAE/Unaí – sentido Brasília (Unaí)
BR 365 – TREVÃO (Ituiutaba)
BR 050 – posto da PRF sentido Uberlândia (Araguari)
BR 040 – km 47, sentido Brasília Posto da PRF de Paracatu (Patos de Minas)
BR 381 – sentido a Belo Oriente em frente ao estádio Ipatingão (Ipatinga)
BR 381 – km 346, Próximo ao Cinco Estrelas (Itabira)
MG 111 – Alto Caparaó (Manhuaçú)
BR 116 – próximo ao Posto da PRF (Teófilo Otoni)
BR 116 – com BR 381, sentido Alpercata (Sede)
BR 458 – próximo à estação de tratamento de água da COPASA (Cel. Fabriciano)
BR 135 – KM 375, Posto da PRF, saída para BH/MG (Sede)
BR 251 – KM 513, Posto da Receita Estadual (P.A Rio Verde)
BR 251 – Sentido Rodovia Rio/Bahia, Salinas/MG (Sede)
MG 122 – KM 15, sentido a Porteirinha (Janaúba)
MGC 259 – km 01, entroncamento com a BR 135, Curvelo/MG (Curvelo)
BR 367 – km 590 próximo ao Ponto Real D’Ávila (Diamantina)
BR 365 – Km 154, posto PRF sentido a Jequitaí (Pirapora)
BR 135 com BR 040 – sentido Pompéu (Sete Lagoas)
BR 050 – Posto da PRF (Sede)
MG 427 – Posto da PMMG (Sede)
BR 262 – Posto da PRF, sentido a Uberaba (Araxá)
BR 153 – Posto PRF em Frutal (Frutal)
MG 167 – Próximo ao Posto Geraldo Lima (Sede)
BR 381 – KM 742, Rod. Fernão Dias, Posto Novo Rio (Três Corações)
BR 265 – Trevo de Ribeirão Vermelho/MG (Lavras)
BR 459 – km 12, Próximo à PRF, saída de P. de Caldas/Pouso Alegre (P. de Caldas)
BR 146 – km 530, bairro Cohab (Poços de Caldas)
BR 491 – Trevo com MG 179, Alfenas/MG (Alfenas)
BR 381 – Km 870, Posto da PRF, Bairro Cruz Alta (Pouso Alegre)
MG 290 – KM 01, Posto da PRE , bairro Vista Alegre (Pouso Alegre)
BR 459 – Próximo ao Distrito Industrial de Itajubá/Piranguinho (Itajubá)

Fonte: Agência Minas