Gestão Anastasia: escola de Saúde Pública de Minas promove curso inédito em hemoterapia

Educação técnica de nível médio vai qualificar servidores da Fundação Hemominas

Marcos Pereira
Iara Machado Avelar, que é técnica em patologia, vê o curso como uma oportunidade de ampliar os conhecimentos
Iara Machado Avelar, que é técnica em patologia, vê o curso como uma oportunidade de ampliar os conhecimentos

Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG), em parceria com a Fundação Hemominas, dá início, nesta segunda-feira (14), ao Curso Técnico em Hemoterapia, inédito em Minas Gerais.  Na quarta-feira (16), às 18h, no auditório da sede da ESP-MG,  avenida Augusto de Lima, 2061, Barro Preto, em Belo Horizonte, a hematologista e presidente da Hemominas, Júnia Guimarães Cioffi, profere aula especial com o tema “A hemoterapia compartilhada no Estado de Minas Gerais”.

Realizado pela primeira vez, o curso conta com 20 alunos, todos  servidores da  Hemominas, já com alguma experiência na área e que atuam em setores variados como patologia e farmácia.

O campo de atuação do profissional são os serviços de hemoterapia, tais como: hemocentros, núcleo de hemoterapia, unidade de coleta e transfusão e central de triagem laboratorial de doadores. Com carga horária de 1.445 horas, os profissionais terão atividades voltadas para a orientação prévia do cliente/paciente, coleta, processamento e análise do sangue e hemocomponentes. Também serão abordados conhecimentos sobre políticas de saúde, os princípios e diretrizes do SUS, aspectos históricos, sociais e culturais do sangue.

A técnica de patologia clínica da Fundação Hemominas, Iara Machado Avelar, conta que a maior expectativa diante do curso será nas abordagens relacionadas as etapas que o sangue segue após ser coletado. “Espero as aulas sobre fracionamento e triagem, quero ter conhecimento avançado sobre o fluxo do sangue, ter mais contato com a realidade dos variados laboratórios do Hemominas”, afirma Iara.

Com início em 14 de maio, o curso terá duração em torno de 18 meses. Os docentes/alunos da ESP-MG serão profissionais atuantes no serviço, com uma capacidade de operacionalização do curso voltado para a prática e a Escola oferta ainda o Estágio Supervisionado ao final de cada unidade didática. O estágio é baseado em coleta e triagem, fracionamento, sorologia, hematologia, controle de qualidade, distribuição e transfusão.

De acordo com a referência técnica em Hemoterapia da ESP-MG, Sheilla Coutinho, a qualificação desses profissionais da área garantirá a melhoria no processo de trabalho. “O curso se faz necessário para que o profissional tenha um maior conhecimento de todas as etapas do ciclo do sangue – etapas de processamento, coleta, armazenamento entre outras. Somente dessa maneira alcançaremos um profissional mais completo, evitando assim o trabalho fracionado e garantindo uma visão global do processo”, afirma a coordenadora.

Segundo a coordenação do curso, o profissional de nível médio com essa formação sabe identificar os objetivos e protocolos da doação de sangue, identificar e avaliar os requisitos fisiopatológicos do candidato à doação, executar e analisar testes da triagem hematológica, caracterizar os diversos tipos de anticoagulantes e conservantes, e reconhecer as técnicas de coleta. Apesar de não ser uma profissão regulamentada, o técnico em Hemoterapia é um profissional importante nos procedimentos que visam à recuperação de pacientes portadores de patologias ou desarranjos hematológicos, através da infusão de sangue e derivados.

Enfermeira e servidora da Fundação Hemominas desde 1992, Maria Aparecida Thomáz é uma das integrantes da turma piloto. Para ela a motivação de participar do curso de Hemoterapia é melhorar os conhecimentos técnicos referentes à área dando respaldo também para a Fundação. “Com o curso, vou poder melhorar meu conhecimento técnico e principalmente desenvolver minhas funções de maneira mais completa e isso não será um ponto positivo somente para mim, a Fundação também ganha, isso porque a melhor qualificação do seu funcionário garante um profissional mais completo e capacitado a trabalhar em todos os setores”, conclui a enfermeira.

Programa de Formação de Profissionais 

Planejado com investimentos do Ministério da Saúde, por meio do Programa de Formação de Profissionais de Nível Médio para a Saúde (PROFAPS), o curso integra uma das quatro áreas de formação apontadas pelo programa, que ainda incluem as áreas de Radiologia, Citologia e Vigilância em Saúde. A ESP-MG tem concentrado seus esforços e investimentos na área de Hemoterapia, realizando importante parceria com a  Hemominas. “O curso técnico em Hemoterapia vem ao encontro à meta da ESP-MG de ser referência em formação de profissionais de saúde, fortalecendo ainda mais nosso intercâmbio com a Hemominas”, salienta o Diretor-Geral da ESP-MG, Damião Mendonça.

Para a presidente da Hemominas, Júnia Cioffi, o curso é importante devido a hemoterapia se inserir em toda as atividades de alta e média complexidade do SUS. “A hemoterapia está presente em cirurgias, transplantes, tratamentos quimioterápicos, entre outros. O curso propicia uma maior qualificação dos profissionais com o objetivo da melhoria no atendimento ao paciente”, conclui.

Conforme a especificidade dos trabalhos relacionados à Hemoterapia, desde a criação do Programa Nacional de Sangue e Hemoderivados, em 1980, a área possui necessidade de formar um maior contingente de recursos humanos especializados na área de hemoterapia. Dessa maneira, os órgãos de regulação vêm adotando uma permanente atualização das normas técnicas e da legislação sanitária no exercício das atividades hemoterápicas, exigindo assim a formação de profissionais qualificados que integrem a equipe de saúde e atuem em todas as etapas do ciclo do sangue.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/escola-de-saude-publica-de-minas-promove-curso-inedito-em-hemoterapia/

Gestão da Saúde: Fundação Hemominas comemora o Dia das Mães nos hemocentros de Minas

Unidades de Juiz de Fora, Divinópolis e São João del-Rei terão atividades especiais para esta sexta-feira

A Fundação Hemominas comemora o Dia das Mães, nesta sexta-feira (11), com distribuição de lembranças alusivas à data para todos os doadores que comparecerem ao Hemocentro Regional de Juiz de Fora, na Zona da Mata.

Também nesta sexta-feira, a Hemominas em Divinópolis, no Centro-Oeste do Estado, organiza para as mães doadoras, às 9h, apresentações do Grupo Malabaristas de Divinópolis e da Orquestra de Viola Caipira. Serão distribuídas lembranças alusivas à data em sacolas de material reciclável, além de cartão com mensagens para incentivar a doação de sangue.

A Fundação Hemominas em São João del-Rei, no Campo das Vertentes, também irá prestigiar as mães no dia 11 de maio. Das 7h às 11h30, um café especial, com rosas e chocolates, será organizado para todas as doadoras que comparecerem a unidade.

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e não ter Doença de Chagas. Jovens com 16 e 17 anos, somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site da Fundação Hemominas.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos. Clique aqui para mais informações sobre os critérios para doação de sangue, ou ligue para o 155. Com foco no público jovem, o hotsite www.projetonaveia.com.br promove interatividade e participação também na divulgação da doação. Acesse e conheça o Projeto na Veia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/fundacao-hemominas-comemora-o-dia-das-maes-nos-hemocentros-de-minas/

Gestão da Saúde: Hemominas faz coleta de sangue em Belo Horizonte e Uberlândia

Expectativa é que compareçam 50 candidatos à doação de sangue em cada dia de coleta.

A Fundação Hemominas realiza coleta de sangue, nesta quinta-feira (10), na Caixa de Assistência dos Advogados, no bairro Barro Preto, em Belo Horizonte. Já nesta quarta (09) e quinta-feira (10), a Fundação Hemominas realiza coleta de sangue na Faculdade Esamc, em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. A expectativa é que compareçam 50 candidatos à doação de sangue em cada dia de coleta.

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas.

Jovens com 16 e 17 anos, somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site www.hemominas.mg.gov.br.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos.

Para mais informações sobre os critérios para doação de sangue acessar http://www.hemominas.mg.gov.br/hemominas/menu/cidadao/doacao/condicoes_doacao ou ligar para o 155. Com foco no público jovem, o hotsite www.projetonaveia.com.br promove interatividade e participação também na divulgação da doação. Acesse e conheça o Projeto na Veia.

Serviço:

Fundação Hemominas promove coleta de sangue

Belo Horizonte

Local: Caixa de Assistência dos Advogados, rua Ouro Preto, 67, Barro Preto.

Data: 10 de maio.

Horário: De 8h às 11h30.

Uberlândia

Local: Faculdade Esamc, Av. Vasconcelos Costa, 270, bairro Martins

Data: 09 e 10 de maio.

Horário: De 7h30 às 11h30.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/hemominas-faz-coleta-de-sangue-em-belo-horizonte-e-uberlandia/

Gestão da Saúde: Hemominas alerta sobre prazo para doação de sangue após vacinação

Cidadãos imunizados com a vacina trivalente devem aguardar quatro semanas para doar sangue

A Fundação Hemominas informa que todos os cidadãos que foram imunizados com a vacina trivalente, que protege contra três vírus diferentes, incluindo gripe sazonal e Influenza A H1N1, devem aguardar um prazo de quatro semanas para se candidatar à doação de sangue.

A Hemominas solicita aos candidatos que façam a sua doação antes de se vacinar.

Segundo a Portaria 1.353/2011, do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e não ter doença de Chagas. Jovens com 16 e 17 anos, somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site da Hemominas.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos.

Para mais informações sobre os critérios para doação de sangue acessar http://www.hemominas.mg.gov.br/hemominas/menu/cidadao/doacao/condicoes_doacao ou ligar para o 155.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/hemominas-alerta-sobre-prazo-para-doacao-de-sangue-apos-vacinacao/

Gestão da Saúde: Hemominas promove coleta de sangue em Muriaé, na Zona da Mata

Expectativa é atender a cerca de 120 candidatos à doação, para abastecer banco de sangue

Neste mês de maio, a Fundação Hemominas em Juiz de Fora, na Zona da Mata, irá atender aos candidatos a doação de sangue de Muriaé, nos dias 09 e 23, de 7h30 às 15h, no Posto Avançado de Coleta Externa, na Policlínica de Safira, na rua Silvério Campos, Centro. A expectativa é atender a cerca de 120 candidatos à doação de sangue.

Podem doar sangue cidadãos com boa saúde e que tenham idade entre 18 e 67 anos, conforme determina a Portaria 1.353/2011, do Ministério da Saúde. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas.

Jovens com 16 e 17 anos somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis, com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site http://www.hemominas.mg.gov.br.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos.

Para mais informações sobre os critérios para doação de sangue acesse o site  http://www.hemominas.mg.gov.br/hemominas/menu/cidadao/doacao/condicoes_doacao ou ligue para o 155. Para os jovens, principalmente, o hotsite http://www.projetonaveia.com.br promove interatividade e participação na divulgação da doação.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/hemominas-promove-coleta-de-sangue-em-muriae-na-zona-da-mata/

Gestão da Saúde: Ibirité recebe Hemominas para coleta de sangue

Entidade espera atender cerca de 60 candidatos a doação.

A Fundação Hemominas realiza, nesta quinta-feira (26), o serviço de coleta de sangue na cidade de Ibirité, Região Metropolitana de Belo Horizonte. A ação ocorre das 8h às 12h, na Faculdade Helena Antipoff ( Rua São Paulo, 3996, bairro Vila Rosário). A expectativa é de que sejam atendidas cerca de 60 candidatos à doação de sangue.

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, para doar sangue é preciso que o cidadão tenha boa saúde, peso acima de 50 quilos, não tenha ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, nem tenha contraído hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenha doença de Chagas.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos poderão doar até a idade de 67 anos. Jovens com 16 e 17 anos somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou com autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório.

O modelo de autorização para doação de jovens e outras informações sobre os critérios para a doação estão disponíveis no site da Fundação Hemominas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/ibirite-recebe-hemominas-para-coleta-de-sangue/

Gestão da Saúde: Hemocentro de Belo Horizonte atende doadores no feriado de 21 de abril

Unidade da capital ficará aberta das 7h às 12h para receber doações

Divulgação / Hemominas
Pessoas entre 18 e 67 anos podem procurar hemocentro para doação
Pessoas entre 18 e 67 anos podem procurar hemocentro para doação

O Hemocentro de Belo Horizonte vai funcionar no próximo sábado (21), Feriado de Tiradentes. O atendimento ao doador será feito das 7h às 12h, na Alameda Ezequiel Dias 321, bairro Santa Efigênia. As demais unidades da Fundação Hemominas no Estado estarão fechadas no feriado, retomando normalmente suas atividades na segunda-feira, dia 23.

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas.  Jovens com 16 e 17 anos somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos. Para mais informações sobre os critérios para doação de sangue acessar o site da Fundação Hemominas.

Coleta na Cidade Administrativa

A Fundação Hemominas realiza, no próximo dia 24 (terça-feira), coleta de sangue na Cidade Administrativa Tancredo Neves. A coleta vai ocorrer de 8h30 às 11h30, no prédio Minas. A expectativa é atender cerca de 50 candidatos à doação de sangue.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/hemocentro-de-belo-horizonte-atende-doadores-no-feriado-de-21-de-abril/

Gestão da Saúde: Fundação Hemominas realiza VI Seminário de Iniciação Científica

Objetivo do evento é divulgar e valorizar o resultado de pesquisas desenvolvidas na fundação pelos bolsistas

Fundação Hemominas, por meio do Serviço de Pesquisa da Gerência de Desenvolvimento Técnico-Científico, promove nesta sexta-feira (30) o VI Seminário de Iniciação Científica. Neste ano, 22 trabalhos estão inscritos, sendo 12 de pesquisadores do interior do Estado. Os trabalhos abordam temas, como doenças transmissíveis pelo sangue, hemoglobinopatias, gestão em saúde, doação de sangue e derivados, transfusão de sangue e derivados, imunohematologia e coagulopatias. O evento será no auditório do Hemocentro de Belo Horizonte, localizado na Alameda Ezequiel Dias, 321, bairro Santa Efigênia.

Implantado em 1992, o Serviço de Pesquisa da Fundação Hemominas concentra-se nas áreas da hematologia e hemoterapia. O objetivo do evento é divulgar e valorizar o resultado de pesquisas desenvolvidas na fundação pelos bolsistas.

Todos os trabalhos inscritos no seminário fazem parte do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (BIC) da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig). As bolsas são concedidas para instituições de ensino sediadas em Minas Gerais, com o objetivo de contribuir para a iniciação de estudantes de graduação em atividades de pesquisa.

Este ano, o seminário conta com grande número de pesquisadores bolsistas do interior do Estado. Segundo Daniel Chaves, responsável pelo Serviço de Pesquisa, o trabalho com os bolsistas é interessante tanto para eles quanto para a Fundação Hemominas. “Para os bolsistas, o trabalho conjunto representa o aprimoramento de técnicas e teorias que aprendem na faculdade. Para nós, representa um braço dos pesquisadores dentro da instituição, que nos auxilia em projetos de pesquisas da própria fundação”, explicou.

A Fundação Hemominas recebe, por ano, aproximadamente 25 estudantes interessados em desenvolver pesquisas na instituição. Para o jovem pesquisador que tem interesse em realizar estudos na Hemominas, o primeiro passo é procurar o Serviço de Pesquisa, pelo telefone (31) 3248-4587. A responsável pelo Programa BIC na fundação é a pesquisadora Marina Lobato.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/fundacao-hemominas-realiza-vi-seminario-de-iniciacao-cientifica/

Gestão da Saúde: equipe da Hemominas realiza coleta de sangue em município no Vale do Jequitinhonha

Ação será em José Gonçalves de Minas, com expectativa de atender 180 candidatos

A cidade de José Gonçalves de Minas, no Vale do Jequitinhonha, vai receber a Fundação Hemominas para coleta de sangue. Na sexta-feira (30), a coleta será das 12 às 21h. No sábado (31), de 7h30 às 12h. Nos dois dias, a ação acontece no Posto de Saúde da Família (PSF), localizado na rua Professora Juscelina Costa, 420, Centro. A expectativa é atender cerca de 180 candidatos à doação de sangue.

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas. Jovens com 16 e 17 anos somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site http://www.hemominas.mg.gov.br.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos. Para outras informações sobre os critérios para doação de sangue acessar http://www.hemominas.mg.gov.br/hemominas/menu/cidadao/doacao/condicoes_doacao ou ligar para o 155. Para os jovens, principalmente, o hotsite http://www.projetonaveia.com.br promove interatividade e participação também na divulgação da doação. Acesse e conheça o Projeto na Veia.

Informações:

Unidade da Fundação Hemominas em Diamantina (38) 35321358/1361

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/equipe-da-hemominas-realiza-coleta-de-sangue-em-municipio-no-vale-do-jequitinhonha/

Gestão da Saúde: Hemominas realiza coleta de sangue na UFMG

Fundação Hemominas realiza coleta de sangue nos dias 27 e 29 de março, na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Nesta terça-feira (27), a ação será na Faculdade de Farmácia, no campus da UFMG no bairro Pampulha. Na quinta-feira (29), será na Faculdade de Direito, também da Universidade, localizada na avenida João Pinheiro, 100, 10º andar, no prédio da Pós-graduação, de 8h30 às 11h30. A expectativa é atender cerca de 50 candidatos à doação de sangue em cada coleta.

Segundo a Portaria 1.353/2011 do Ministério da Saúde, podem doar sangue cidadãos com boa saúde, idade entre 18 e 67 anos. Os candidatos devem pesar acima de 50 quilos, não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12 horas, não ter tido hepatite após os 11 anos de idade, e que não tenham doença de Chagas.  Jovens com 16 e 17 anos, somente poderão se candidatar à doação de sangue com a presença dos responsáveis legais ou autorização dos responsáveis com firma reconhecida em cartório, cujo modelo de autorização está disponível no site www.hemominas.mg.gov.br.

A idade máxima para a primeira doação de sangue é 60 anos. Os candidatos, que já tiverem doado pelo menos uma vez antes dos 60 anos, poderão doar até a idade de 67 anos. Para mais informações sobre os critérios para doação de sangue acessar http://www.hemominas.mg.gov.br/hemominas/menu/cidadao/doacao/condicoes_doacao ou ligar para o 155.

Para os jovens, principalmente, o hotsite www.projetonaveia.com.br promove interatividade e participação também na divulgação da doação. Acesse e conheça o Projeto na Veia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/hemominas-realiza-coleta-de-sangue-na-ufmg/