Novo Mineirão 2014: estádio verde e sustentável

Novo Mineirão 2014: projeto do Governo de Minas contemplou a sustentabilidade. Água da chuva será reaproveitada.

Novo Mineirão 2014: Gestão Pública Eficiente – Governo de Minas

Fonte: Veja BH

Reforma corrigiu problemas históricos do Mineirão

Estádio não tem mais visão comprometida nas arquibancadas inferiores e o encontro de torcidas rivais

 Novo Mineirão 2014: estádio verde e sustentável

Sem tumulto

A cena dos torcedores e vendedores ambulantes disputando espaço com os carros no estacionamento ficou no passado. A nova garagem subterrânea é dividida em setores – cada torcida terá a sua. Também há por lá uma área para quem estiver disposto a pagar por serviços diferenciados. Consta no manual da Fifa: “Atrair vips é essencial para o sucesso financeiro de um estádio moderno”.

Pelo manual de recomendações da Fifa, um estádio para a Copa do Mundo deve ser central, cercado por largas vias de acesso, com boa oferta de transporte público e espaço para um grande estacionamento, que terá outro uso nos dias em que não houver jogo. Garantir a utilização do novo Gigante da Pampulha durante toda a semana foi uma das preocupações da reforma, segundo os arquitetos do BCMF, o escritório responsável pelo projeto executivo. “Com a inauguração daCidade Administrativa e a ocupação cada vez maior da região norte da cidade, a Pampulha se tornará o novo centro”, acredita Silvio Todeschi, um dos sócios do BCMF. “O Mineirão contará com serviços como restaurantes e lojas para atender essa população.” Confira cinco soluções encontradas para alguns dos velhos problemas do estádio.

 Novo Mineirão 2014: estádio verde e sustentável

Respeito ao meio ambiente

A cobertura autolimpante de teflon inclui um sistema de captação de água da chuva, que será reutilizada na irrigação do gramado. Ecologicamente correto, o modelo ajuda na prevenção de enchentes na região. A nova arena tem ainda placas para captar energia solar.

 Novo Mineirão 2014: estádio verde e sustentável

Visão ampliada

O campo foi rebaixado em 3,4 metros. Acabaram sendo demolidas as arquibancadas inferiores e a geral, garantindo uma visão bem melhor do gramado. Da linha de fundo à arquibancada, a distância foi reduzida de 42 para 20 metros. Nas laterais, caiu de 29 para 19 metros. O ângulo de visão também está melhor. No antigo Mineirão, quem se sentava muito próximo do gramado mal via os joelhos dos jogadores. Agora, não há pontos cegos. E a arquibancada vai balançar menos. Em cada um dos 88 pórticos de concreto foi instalado um par de amortecedores. O equipamento absorverá até 76% da vibração. A torcida pode até tremer. A nova arquibancada, não.

 Novo Mineirão 2014: estádio verde e sustentável

Verde por todo lado

O entorno do Mineirão era árido, quase sem árvores. As poucas que havia por lá surgiram espontaneamente, graças às sementes deixadas por passarinhos. O projeto original não previa nenhum tipo de paisagismo. Já o novo estádio tem verde por todo lado, deixando o lugar mais agradável e em sintonia com o conjunto arquitetônico da Pampulha. Além de mais bonita, a arena está mais bem sinalizada. “Será como a sinalização de um bom shopping”, garante Cynthia Massote, diretora de planejamento da Hardy Design, um dos escritórios envolvidos no projeto de comunicação visual. A Fifa recomenda sinalização em vermelho, amarelo, azul e verde. Aqui, porém, para evitar o uso de cores identificadas com os times da cidade, o azul e o verde foram substituídos por roxo e laranja.

 Novo Mineirão 2014: estádio verde e sustentável

Oferta de serviços

É como se Belo Horizonte ganhasse um novo parque. Pela esplanada será possível caminhar, andar de bicicleta ou de skate a qualquer hora do dia. “Um evento como a corrida em torno da lagoa poderia começar da esplanada”, sugere o arquiteto Todeschi. O lugar também é adequado para shows, podendo abrigar um público de até 60?000 pessoas. Lá, haverá ainda um centro comercial, com 5?200 metros quadrados e espaço para 52 lojas.

2014: gestão das obras do Mineirão é referência para Fifa

2014: gestão das obras do Mineirão é destaque. Secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, elogia gestão das obras pelo Governo Anastasia.

2014: Copa do Mundo e a gestão eficiente do Mineirão

Fonte: Agência Minas

 2014: gestão das obras do Mineirão é destaque

2014: gestão das obras do Mineirão é destaque. Secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, elogia gestão das obras pelo GovernoAnastasia.

Secretário-geral da FIFA destaca Mineirão como exemplo a ser seguido por outras sedes

Governador Anastasia acompanhou vistoria da FIFA, representada por Jérôme Valcke, e do Comitê Organizador Local, às obras do Mineirão

O governador Antonio Anastasia, acompanhado do secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, vistoriou, nesta terça-feira (16), as obras do Estádio Governador Magalhães Pinto, Mineirão. Faltam 66 dias para a conclusão das obras do estádio, 241 dias para a Copa das Confederações e 604 dias para a Copa de 2014.

“Estamos cumprindo rigorosamente o nosso cronograma e os encargos que foram determinados pela FIFA para a realização dos dois grandes momentos do futebol internacional. No ano que vem, a Copa das Confederações e, em 2014, a Copa do Mundo. Há um trabalho integrado, muito harmônico, entre o governo federal, o governo estadual e a prefeitura de Belo Horizonte, para desenvolvermos, em todos os aspectos, os compromissos assumidos com a FIFA”, disse o governador, convidando o secretário-geral da FIFA para a inauguração do Mineirão.

Jérôme Valcke foi recebido pelo governador, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, no Aeroporto da Pampulha. O governador, o prefeito e o secretário de Estado Extraordinário para Coordenação de Investimentos, Fuad Noman, fizeram um balanço do estágio das obras na capital mineira, incluindo as obras de mobilidade e de hotelaria.

Durante a vistoria ao Mineirão, o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, afirmou estar impressionado com o andamento das obras do estádio.

“É muito bom ver que o Mineirão está quase pronto. Parabéns a todos. O Mineirão será entregue dentro do prazo e poucos estádios estão no prazo como ele. É um recado, inclusive, para outras sedes. Este estádio é importante para a FIFA, para o país e para Belo Horizonte. Estou impressionado. O Brasil pode jogar aqui as oitavas (Copa do Mundo) e a semifinal (Copa das Confederações) e milhões de pessoas assistirão aos jogos que serão realizados em Belo Horizonte. Eu já tinha ouvido falar bem dos mineiros, mas, hoje, pude comprovar que é verdade”, ressaltou Valcke.

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, também destacou o andamento das obras para a Copa no Estado. “Minas tem dois dos mais tradicionais times de futebol do Brasil e do mundo. Possui esse belo estádio, que agora transformado e adaptado para receber a Copa do Mundo e a Copa das Confederações. É, seguramente, uma das mais belas e uma das mais modernas arenas. Minas está com suas obras implantadas não somente no estádio, mas nas obras de mobilidade urbana”, disse.

Gramado começa a ser semeado

Os visitantes foram recebidos no campo pela mascote Tatu Bola que, pela primeira vez, participou de uma vistoria realizada pela FIFA. O governador e demais autoridades iniciaram o semeamento do gramado. Para cobrir o campo, a espécie escolhida foi a “Bermuda celebration”. Essa espécie é, atualmente, a mais indicada para gramados esportivos de clima tropical e é utilizada nos melhores campos de futebol do mundo. No Mineirão, serão usadas 60 mudas por metro quadrado, totalizando aproximadamente 540 mil mudas em toda área gramada. O gramado poderá ser utilizado num prazo de até 90 dias.

Cerca de 2.900 operários trabalham nas obras, que estão 84% concluídas. Atualmente, 99% dos pré-moldados e da arquibancada inferior, 99% do piso do estacionamento, 96% do piso da esplanada e 100% da fundação da via de integração do Mineirinho já foram concluídos. As treliças da cobertura já foram instaladas e já teve início a colocação da membrana.

Estão em execução as obras de infraestrutura elétrica e hidráulica e de drenagem, além da colocação das esquadrias de alumínio e dos vidros dos camarotes, da instalação dos guarda-corpos na área da esplanada e das estruturas que receberão as catracas.

Os próximos passos são o acabamento na área dos vestiários dos atletas; conclusão de instalação das cadeiras (50% já concluídas); e o início do trabalho de construção das calçadas e da implementação do paisagismo no entorno do estádio.

Capacidade para 64 mil

O estádio terá capacidade para 64 mil torcedores, espaço para cerca de 3.000 jornalistas durante a Copa, com estúdios, sala de conferência e área para entrevistas. O Mineirão é o único estádio no país com área externa com capacidade para 65 mil pessoas. A esplanada será ligada por passarela ao Mineirinho.

A área vip terá aproximadamente 11 mil m² e vai abrigar um restaurante com vista para o campo e 98 camarotes com 1.500 lugares. Terá ainda outros 3.500 assentos e será instalada a poucos metros do campo. O estacionamento terá 2.521 vagas para carros.

Raio X do Novo Mineirão

Assentos: 64 mil lugares

Esplanada: espaço no entorno do Mineirão com 80 mil m2 e capacidade para 65 mil pessoas

Área VIP e camarote: a área de quase 11 mil m2 vai abrigar um restaurante com vista para o campo e 80 camarotes com 1.500 lugares; já a área VIP terá cerca de 3,5 mil assentos a poucos metros do campo e lounges.

Estacionamento: 2.521 vagas para carros, sendo 1.534 vagas cobertas e 987 descobertas

Imprensa: capacidade para cerca de 3 mil jornalistas, com estúdios, sala de conferência e área para entrevistas.

Ligação Mineirão-Mineirinho: 15 m de largura

Comércio: uma área total de 7.064 m2, abrangendo tanto o interior quanto a esplanada externa

Museu dedicado ao futebol: espaço dedicado à preservação da memória do futebol.

Obra verde: o Mineirão pretende obter a certificação LEED, uma espécie de selo verde para a obra. Para isso, adota práticas ambientalmente sustentáveis.

Resíduos: reaproveitamento de 90% dos resíduos da obra

Madeira: reaproveitamento da madeira por artesãos mineiros para produção de arte popular.

Cobertura: placas fotovoltaicas vão captar energia solar e transformá-la em energia elétrica que será lançada na rede. A quantidade de energia é suficiente para atender 1.200 residências de médio porte.

Reaproveitamento da água de chuva: em um reservatório de aproximadamente 6 milhões de litros, quantidade suficiente para descargas dos sanitários, irrigação do gramado e jardins e limpeza das áreas externas por três meses. Com a economia gerada, em três anos haverá compensação financeira para esse investimento.

Copa 2014: Mineirão – Link da matéria: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/multimidia/galerias/secretario-geral-da-fifa-destaca-mineirao-como-exemplo-a-ser-seguido-por-outras-sedes/

Governo de Minas: Programa de Voluntariado para a Copa do Mundo de 2014 é apresentado em Manaus

Secopa-MG destaca a importância da participação de voluntários durante o evento esportivo

Portal da Copa / Divulgação
Programa Oficial de Voluntários foi apresentado pelo gerente de Voluntários do COL, Rodrigo Hermida
Programa Oficial de Voluntários foi apresentado pelo gerente de Voluntários do COL, Rodrigo Hermida

Representantes do Comitê Municipal da Copa de Belo Horizonte e da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo de Minas Gerais (Secopa-MG) participam nesta sexta-feira  (04), em Manaus (AM), do I Seminário de Voluntariado, promovido pelo Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo da FIFA 2014™. O Programa Oficial de Voluntários foi apresentado pelo gerente de Voluntários do COL, Rodrigo Hermida. A sessão também contou com a presença de Fábio Starling, gerente geral de Relações com as sedes, e Marcello Cordeiro, gerente geral de competições, do COL, além de representantes das 12 cidades-sede.

Hermida explicou detalhes do funcionamento do programa, como o processo de inscrição e seleção, requisitos para participar e iniciativas de inclusão. No período da tarde, as cidades-sede terão a oportunidade de apresentar suas propostas e esclarecer dúvidas. De acordo com estimativas da FIFA, a Copa 2014 deve contar com a participação de 18 mil voluntários. Em 2013, a expectativa para a Copa das Confederações é de 6.000 voluntários. A Secopa-MG e o Comitê da Copa de Belo Horizonte elaboram um planejamento conjunto, buscando a integração de iniciativas locais ao programa oficial de voluntariado.

A assessora da Secopa-MG presente ao encontro, Ludimila Kai, acrescentou que o trabalho com voluntários da agenda de 2013 e 2014 será fundamental em vários aspectos. “O programa vai colher resultados muito positivos porque o COL pretende realizar um trabalho integrado entre as 12 cidades-sede, reforçando a parceria necessária para o êxito dessa iniciativa que tanto mobiliza a sociedade”, disse Ludimila Kai, em Manaus.

No âmbito municipal, o projeto é coordenado pelo secretário adjunto de Lazer, Roberto Tross, representado no Seminário pelos assessores do Comitê, Alessandra Santos e Alexandre Maestrini. “A soma de esforços para a mobilização de voluntários gera um movimento muito interessante junto à população, com repercussões muito positivas, que são também uma forma de legado”, explica Maestrini

O lançamento do Programa Oficial de Voluntários será divulgado na imprensa e no site oficial da FIFA (www.fifa.com).  Somente serão aceitas inscrições realizadas online. Para participar, é necessário fazer a inscrição via internet, participar do processo seletivo e acompanhar as notícias que serão divulgadas no site.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/programa-de-voluntariado-para-a-copa-do-mundo-de-2014-e-apresentado-em-manaus/

Gestão Eficiente: Antonio Anastasia reafirma compromisso de Minas Gerais com a Fifa

Jogadores que participaram do jogo inaugural do Independência elogiam qualidade do estádio

O governador de Minas, Antonio Anastasia, afirmou, durante a solenidade de reinauguração da Arena Independência, na noite desta quarta-feira (25), que a entrega do estádio para o torcedor mineiro é o primeiro compromisso cumprido com a Fifa para a realização da Copa do Mundo do Brasil de 2014.

“Nosso governo está entregando o primeiro novo estádio brasileiro totalmente dentro dos padrões da Fifa. Cumprimos aquela determinação feita, há alguns anos, pelo então governador Aécio, no sentido de oferecermos a Belo Horizonte, a Minas Gerais e aos clubes mineiros uma casa moderna. Agora estamos preparando a inauguração do Mineirão, no final do ano, o que cumprirá integralmente os compromissos de Minas Gerais com a Copa do Mundo e a Copa das Confederações”, disse o governador.

A modernidade e a qualidade do estádio Independência foram atestadas e elogiadas pelos jogadores que participaram da partida inaugural, em que o América-MG venceu a equipe do Argentinos Juniors por 2 a 1.

O atacante Euller, que fez sua despedida oficial dos gramados, ressaltou o fato do Governo de Minas ter entregue o primeiro estádio do país já adequado aos padrões da Fifa. “Minas Gerais está de parabéns por ter saído na frente, agora é só aguardar para que a Fifa possa vir aqui e carimbar o estádio com o selo dela”, exaltou o jogador.

O lateral esquerdo Gilberto, que participou da Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, e fazia sua estreia no América, se disse impressionado com a nova arena.“O gramado está em excelentes condições e o estádio está muito bem organizado, foi muito bem construído. Agora é esperar para que possamos receber os grandes jogos e também os grandes espetáculos”, comentou.

Para o técnico do Argentinos Juniors, Leonardo Astrada, o Independência não fica atrás de outros bons estádios pelo mundo. “Está muito bom, muito bonito, no nível dos estádios europeus. O campo está em perfeito estado e foi uma honra para nós ter participado dessa inauguração”.

Já o atacante Fábio Junior acredita que o novo estádio ajudará os times do Estado na busca por títulos. “Não tem o que falar. O estádio está excelente. Esperamos que traga sucesso, não só para o América, mas para todos os clubes de Minas”, disse ele.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/antonio-anastasia-reafirma-compromisso-de-minas-gerais-com-a-fifa/

Gestão em Minas: governador Anastasia entrega a Arena Independência

Estádio de padrão internacional tem caráter multiuso e poderá ser usado como centro de treinamento durante a Copa do Mundo de 2014

Carlos Alberto/Imprensa MG
Antonio Anastasia durante entrega do Independência
Antonio Anastasia durante entrega do Independência

O governador Antonio Anastasia participou, na noite desta quarta-feira (25),  da reinauguração do Estádio Raimundo Sampaio, o Independência, em Belo Horizonte. Durante o ato, Anastasia entregou ao presidente da BWA Arena, Bruno Balsimelli, representante do Consórcio Arena Independência, que irá gerir o Novo Independência, as “chaves” do estádio.

Reconstruído com recursos do Governo de Minas, o Novo Independência teve capacidade ampliada de 10 mil para 25 mil pessoas e toda a obra foi custeada pelo Governo do Estado, que investiu R$ 149 milhões. Esse valor equivale a R$ 6 mil por assento – o mais baixo entre os estádios em obra para a Copa do Mundo de 2014. Nos estádios em obras para a Copa essa média é de R$ 10 mil por assento.

Antonio Anastasia lembrou que o Independência é um estádio que está na história das Copas do Mundo e também poderá ser utilizado durante o Mundial de 2014, como centro de treinamento.

“O estádio, que agora está sendo entregue, foi reconstruído dentro dos requisitos da Fifa. Portanto, é um estádio de padrão internacional, com todo  conforto necessário, gramado de excepcional qualidade, todo coberto, iluminação de primeira grandeza. Tenho certeza de que Belo Horizonte estará muito bem servida com o Independência e, dentro em pouco, com o Mineirão”, afirmou o governador.

De acordo com o governador, o espaço não foi modernizado apenas para um momento, mas para ser referência e orgulho da gente mineira, ao se tornar uma arena multiuso. “Certamente, o investimento realizado terá reflexos não apenas em seu entorno, valorizando uma das mais tradicionais áreas de Belo Horizonte, mas em toda a cidade. O novo Independência é, antes de mais nada, compromisso de Minas com o futuro. Um compromisso dos mineiros com o cultivo de suas melhores tradições e o olhar visionário no porvir. Um futuro tão grande quanto os mineiros”, completou.

O vice-governador Alberto Pinto Coelho lembrou ser o futebol um valor cultural dos mineiros e o “novo Estádio Independência volta a ser, como foi no passado, palco privilegiado da história futebolística de Minas e do país”. Ele lembrou que, “com sua modernidade e beleza arquitetônica, o novo Independência projeta-se como importante patrimônio esportivo e cultural de Minas Gerais”.

O secretário extraordinário para a Copa do Mundo, Sergio Barroso, disse que “a inauguração do Independência é a prova indelével da quebra de paradigmas. Vamos construir um novo tempo para o futebol através do profissionalismo. Vamos trazer de volta ao campo as famílias para que elas possam exercer esse direito importantíssimo que é o de torcer para os times de futebol de Minas Gerais”.

Além do vice-governador Alberto Pinto Coelho e do secretário Sergio Barroso, entre outras autoridades, participaram do evento, secretários de Estado, parlamentares e representantes do futebol mineiro.

O estádio

As obras de reconstrução do Independência foram iniciadas em 2010, tendo consumido três mil toneladas de aço, 30 mil metros cúbicos de concreto, mil toneladas de cobertura metálica. A área construída é de 40 mil metros quadrados e, em fevereiro último, cerca de 1,1 mil operários trabalhavam na obra.

A nova cobertura abrange 100% dos assentos e é feita com material que reduz a emissão de som para a área externa. A iluminação evita sombras nas transmissões de jogos noturnos e o novo gramado possui sistemas de drenagem e de irrigação recomendados pela Fifa.

Foram construídas duas torres de serviços, que abrigam a administração, posto médico, central de monitoramento de vídeo, central de comando do estádio, áreas de hospitalidade e áreas de segurança pública. O espaço para camarotes é flexível com capacidade para aproximadamente 2,2 mil pessoas. Para assegurar acessibilidade, existem dois elevadores e uma plataforma, além de rampas para acesso a todos os níveis.

Os vestiários foram modernizados e contam com auditório para entrevistas coletivas. Haverá duas lojas e 32 bares e lanchonetes nos diferentes setores do estádio. A área de imprensa inclui 16 cabines de rádio e TV e 72 postos de trabalho para a imprensa escrita.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governador-anastasia-entrega-a-arena-independencia/

Governo de Minas: candidatas a Centro de Treinamento de Seleção se reúnem em Vitória

Representantes de 13 das 19 cidades mineiras candidatas a Centros de Treinamento de Seleções participaram do evento

Representantes de 13 das 19 cidades mineiras candidatas a Centros de Treinamento de Seleções (CTS) participaram, nesta sexta-feira (30), em Vitória (ES), do Seminário Geral de CTS promovido pelo Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Entre os participantes estavam técnicos da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), do Comitê Executivo Municipal da Copa, empresários do setor hoteleiro e diretores do Cruzeiro, América e Atlético.

“O seminário foi muito positivo porque todos tiveram a oportunidade de saber diretamente do COL e da FIFA quais são os critérios para que a cidade seja incluída no catálogo da FIFA que será mostrado às seleções que virão ao Brasil para a Copa das Confederações e Copa do Mundo”, afirma a assessora do núcleo de Centro de Treinamento de Seleção da Secopa, Ludmila Kai.

Cerca de 200 representantes de potenciais candidatos a CTS em todo Brasil foram a Vitória. No seminário eles ouviram palestras sobre requisitos para hotéis e campo de treinamento, processo de avaliação e seleção dos CTS, como se preparar para a inspeção das seleções e como serão os contratos para uso do campo e do hotel em caso de a estrutura ser escolhida por alguma seleção.

“Esse evento foi a consolidação de todas as informações e serviu para verificar que a estrutura atual somada ao projeto de expansão do hotel atendem aos requisitos da FIFA.  Estou muito otimista com a possibilidade real de atrair uma seleção”, disse Jose Luiz Magalhães, proprietário do Hotel Aras Morena em Matias Barbosa, próximo a Juiz de Fora.

A partir de agora, COL e FIFA farão a primeira seleção de possíveis CTS. O catálogo deverá ser enviado no final de junho para as federações e confederações que participam das Eliminatórias da Copa do Mundo da FIFA e deve conter cerca de 40 opções. Mais duas janelas de inscrição serão abertas, neste ano e no início de 2013. O COL é obrigado a fornecer 64 opções às seleções, mas o objetivo é listar cerca de 80 CTS no catálogo final, previsto para ser divulgado em 2013. A escolha final é das próprias seleções participantes da competição.

“O seminário foi de fundamental importância para que todos os envolvidos na operação dos CTs – cidades-sede, clubes e até hotéis – pudessem receber da FIFA as informações alinhadas, tanto as vantagens quanto as restrições. A partir da Copa do Mundo, todos serão beneficiados pelo aumento de visibilidade e do potencial turístico de cada cidade”, concluiu Flávia Rohlfs, coordenadora executiva do Comitê da Copa do Mundo de Belo Horizonte.

Centro de Treinamento de Seleção

Os Centros de Treinamento de Seleções são locais que servirão como base de uma seleção durante a Copa do Mundo da FIFA. São compostos por um local de treinamento e um hotel oficial. Os locais que estão sendo visitados atendem a requisitos básicos, como distância para um aeroporto com capacidade de pouso para aeronaves de porte médio, distância do local de treinamento para um hotel com 55 quartos exclusivos, entre outros.

Segundo a Secopa, não existe limite de CTS para uma mesma cidade ou um mesmo estado. É levada em conta a qualidade técnica dos locais oferecidos. Uma mesma cidade pode ter mais de um CTS, enquanto outras poderão não ter nenhum.

A análise dos técnicos leva em conta mais de cem detalhes técnicos nos campos e hotéis. São considerados o sistema de abastecimento elétrico, de água, os acessos para as equipes e para a imprensa, local para realização de entrevistas, vestiários, demais instalações para os atletas, tipo de solo (é analisado o solo, não o gramado), drenagem etc.

A análise de um projeto é tão minuciosa quanto a de um campo já existente. E, a exemplo do que já aconteceu com os projetos dos estádios, são analisadas também as garantias financeiras de que o projeto estará pronto para a Copa do Mundo da FIFA.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/candidatas-a-centro-de-treinamento-de-selecao-se-reunem-em-vitoria/

Gestão Anastasia: governo de Minas lança o Portal da Copa

O novo site destaca-se pela interatividade e transparência oferecidas ao usuário

Divulgação/Secopa
Reprodução da página inicial do Portal da Copa
Reprodução da página inicial do Portal da Copa

A Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa) lança seu novo portal – www.copa.mg.gov.br – com informações sobre os preparativos de Minas Gerais para a Copa das Confederações da Fifa Brasil 2013 e Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014. A nova ferramenta destaca-se pela interatividade e transparência oferecidas ao usuário. Já na página inicial o internauta encontra cronômetro regressivo para as duas copas e uma brincadeira para criar um avatar. Outra novidade é a reformulação do site Novo Mineirão e a incorporação dele ao portal Copa.

Na home do portal Copa é possível clicar na imagem do novo mineirão e ter acesso a todas as informações sobre o estádio, como custo da obra,   andamento da reforma, projeto, sustentabilidade, histórico, jogos da seleção brasileira, documentos, matérias jornalísticas, fotos, vídeos etc. O domínio ‘www.novomineirao.mg.gov.br’ continua ativo. Por meio dele, o internauta tem acesso às informações sobre o estádio, mas na parte inferior à direita, clicando na marca do Governo de Minas, ele será reencaminhado para o Portal da Copa.

O link Transparência aparece tanto na aba que trata apenas do Mineirão como no portal Copa. Os usuários têm acesso a todos os sites existentes no momento para fiscalização dos gastos realizados pelos governos federal, estadual e municipal.

No portal Copa, o internauta terá a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a Secopa e sobre tudo o que está sendo feito em Minas para as copas de 2013 e 2014. Uma das abas trata especialmente do legado, o que inclui meio ambiente, mobilidade, tecnologia da informação etc. O site será abastecido com novas informações constantemente, à medida que os projeto e ações forem avançando.

Em Circuito Copa, estão disponíveis as principais estratégias para o turismo durante a Copa. Há detalhes sobre Centro de Treinamento de Seleções (CTS) e Campo Oficial de Treinamento (COT), com tabelas e gráficos explicativos relativos às cidades candidatas a receber seleções.

A Sala do Turista será uma ferramenta útil para aquele viajante de primeira viagem ao estado e à capital, com telefones úteis, informações turísticas, meios de transporte e contato de consulados, por exemplo.

Para o secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso, o portal é mais uma ferramenta para comunicar as ações e interagir com internautas. “É muito importante para o Governo de Minas que todas as nossas ações em relação ao Mundial sejam transparentes e de fácil acesso do público em geral. Esse é o objetivo do Portal da Copa, que agora está disponível para todos”, comenta Sergio Barroso.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-lanca-o-portal-da-copa/

Governo de Minas: vereadores acompanham progresso das obras nos estádios de Belo Horizonte

A visita serviu para comprovar o comprometimento do Estado com a entrega dos estádios no prazo

Bruno Sales/Secopa MG
Sergio Barroso apresentou o avanço das obras aos vereadores
Sergio Barroso apresentou o avanço das obras aos vereadores

Os avanços das obras de modernização dos estádios Mineirão e Independência foram apresentados, nesta terça-feira (6), pelo secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso, a membros da Comissão Especial da Copa do Mundo da Câmara Municipal de Belo Horizonte em primeira visita do grupo às duas arenas. Barroso destacou a importância do encontro. “É importante mostrar aos representantes eleitos pela população como vão ficar os dois estádios. O Mineirão é a casa dos mineiros com prioridade para o futebol mineiro. Seu museu dedicado ao futebol vai abrigar a história dos principais times do Estado. O cronograma segue em dia com finalização das obras em 21 de dezembro de 2012”, reiterou o secretário.

Para o relator da comissão, Daniel Nepomuceno, a visita serviu para comprovar o comprometimento do Estado com a entrega dos estádios no prazo. “Esse é o momento propício para demonstrar aos dirigentes da Fifa que Minas Gerais cumpre com seu cronograma e que não precisamos receber puxão de orelha. É uma prova de que aqui está sendo feito um trabalho sério para que a Copa do Mundo seja um sucesso em nosso Estado”, disparou.

O presidente da comissão, Alberto Rodriguez, lembrou de momentos históricos como narrador de futebol. “Narrei o jogo inaugural do Mineirão em 1965 e isso me enche de orgulho. O Mineirão será um dos estádios mais bonitos do mundo. Daqui a três meses voltaremos e, com certeza, com esses 1.700 operários trabalhando, teremos um cenário completamente distinto”, disse. Sobre o Independência, o vereador também voltou ao passado. “É um estádio que estava muito velho, meio abandonado, mas agora está muito moderno. Os torcedores vão receber um presente”, elogiou.

O fim das obras no Mineirão está marcado para 21 de dezembro deste ano. Metade das obras foi concluída. Três gruas trabalham hoje no canteiro para otimizar o transporte de materiais. Nas próximas semanas, terá início a montagem da arquibancada inferior com os pré-moldados. A obra também vai receber as treliças de aço da nova cobertura, onde serão montadas as placas fotovoltaicas da futura usina solar.

O Independência tem prazo de entrega para final deste mês. Atualmente, cerca de mil operários trabalham nesta fase final, que se caracteriza pela finalização do vestiário e estacionamento. Na Copa de 2014, deverá ser usado como Campo Oficial de Treinamento, que é onde as seleções treinam dois ou três dias antes do jogo oficial nas cidades-sede. Terá capacidade ampliada de 10 mil para 25 mil pessoas.

Fonte: Agência Minas

Blog do Anastasia – Gestão em Minas: agenda mineira de preparativos para a Copa do Mundo da Fifa será intensa em 2012

BELO HORIZONTE (29/12/11) – O Governo de Minas aguarda com expectativa a chegada do decisivo ano de 2012 para a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014. Vários temas serão anunciados no ano que vem, como o programa de voluntariado, venda de ingressos, horários das partidas, escolha de slogan, mascote, além de informações sobre a Copa das Confederações da Fifa, em 2013. “Fechamos esse calendário com a tranquilidade do dever cumprido em 2011. O próximo ano será de muito trabalho e mobilização da sociedade nesse grande projeto, que tem como destaque a entrega do Mineirão em dezembro e a preparação para a Copa das Confederações”, diz o gerente do Programa Copa 2014 da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa), Eder Campos.

No primeiro semestre, estarão abertas as inscrições do programa de voluntariado para a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014, em que 18 mil pessoas devem atuar em diversas áreas de apoio. A previsão é de 80 mil inscrições. Também será lançado o slogan do evento e anunciados os locais do Sorteio Final da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 e do Sorteio da Copa das Confederações da Fifa 2013. Já para a definição dos Centros de Treinamento das Seleções (CTS), duas novas datas de inscrição serão abertas, uma no primeiro e outra no segundo semestre.

No segundo semestre, serão definidos os horários das partidas da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 e estarão à venda os ingressos para a Copa das Confederações. Também será decidido se Recife e Salvador receberão a competição de 2013. Belo Horizonte vai receber três jogos.

Um dos momentos mais marcantes do próximo ano será o de finalização das obras de modernização do Mineirão. O novo estádio estará pronto em 21 de dezembro de 2012 para realização do calendário esportivo de 2013 em diante. O novo estádio terá 64 mil lugares com 100% de visibilidade. Parte deles estará concentrada na nova arquibancada inferior, que vai aproximar o torcedor do campo. Aproximadamente 15% de sua estrutura já foi construída. Na parte externa, uma esplanada de 80 mil m2 toma forma a cada dia. Será um espaço para a prática de lazer, com capacidade para 65 mil pessoas.

Atualmente, 1.500 operários trabalham na obra. Todos são devidamente capacitados. “O momento é de trabalho intenso para que o Estado se reafirme como referência em realização de eventos do porte da Copa do Mundo. Todas as intervenções realizadas pelo governo para a competição são demandas que faziam já parte da agenda de compromissos com os mineiros. A Copa do Mundo será mais um desafio”, finaliza Campos.

Fonte: Agência Minas

Abertura da Copa 2014, uma disputa legítima

Fonte: Artigo de Sergio Barroso, secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo do Governo de Minas – publicado em O Tempo

Abertura da Copa 2014, uma disputa legítima

O Mineirão é um palco histórico do futebol

Na preparação do Brasil para a Copa 2014, as atenções agora estão voltadas para a escolha do estádioque vai sediar o jogo de abertura. Belo Horizonte, Brasília, Salvador e São Paulo estão no páreo até que a Fifa proclame sua escolha – que poderá ocorrer no dia 20 de outubro, conforme a agenda atual.

Minas Gerais quer o Mineirão como palco da abertura. Renovamos nossa confiança com a declaração do presidente da Fifa, Joseph Blatter: ”A decisão sobre o estádio (para a abertura) é uma decisão esportiva, não uma decisão política”. Assim sendo, Minas tem procurado demonstrar os méritos técnicos e esportivos do projeto. Fruto de um cuidadoso planejamento, cuja execução começou após a definição de Belo Horizonte como cidade-sede, o Mineirão se apresenta como uma solução confiável para abrir a Copa de 2014.

A reforma do estádio estará concluída em dezembro de 2012, com tempo de sobra para testes de toda ordem, obtenção de certificação ambiental e para sediar a Copa das Confederações, em 2013.

O Mineirão terá 64, 5 mil assentos permanentes, cobertura total e uma esplanada no entorno do estádio para 65 mil pessoas onde poderão ocorrer eventos culturais, religiosos e esportivos.

A qualidade dos projetos e a adoção do modelo de parceria público-privada para a reforma do Mineirão receberam elogios do Tribunal de Contas da União e órgãos do governo federal, bem como de comissões da Fifa, que visitaram as obras.

Além disso, o Mineirão é um estádio público e continuará sendo. E é a casa das maiores torcidas do Estado, um palco histórico do futebol.

Nosso estádio é uma referência nacional, chancelada por ninguém menos que a presidente da República, Dilma Rousseff, e pelo Rei Pelé.

Como o estádio está indo bem, tenho ouvido muita gente dizer que o problema de Minas é a falta de hotéis, o trânsito, o aeroporto, enfim… Duvidem um pouco quando criticarem nosso Estado.

Temos 28 hotéis em construção e outros 17 em vias de começar a obra.

Até a Copa serão cerca de 51 mil leitos na Grande BH, mais que o dobro recomendado pela Fifa.

Teremos 900 táxis a mais circulando na Copa e três corredores exclusivos para ônibus articulados, os chamados BRT, que transportarão diariamente 750 mil pessoas.

Podem ficar tranquilos: todos chegarão bem ao estádio, às fan fests, à casa dos amigos, aos bares etc.

A obra do aeroporto internacional Tancredo Neves já começou e a ampliação do terminal 1 estará pronta para a Copa.

Dia 20 de outubro está se aproximando. Como reza o ditado do futebol, vamos em frente porque “o jogo só termina quando acaba”. E isso vale também para a disputa pelo jogo de abertura. De qualquer forma, trabalhamos para ser a melhor sede da Copa de 2014.