Gestão Anastasia: família de Umburatiba recebe do Governo de Minas a Casa 30 mil construída pela Cohab

Cerca de 120 mil pessoas já foram beneficiadas pelo Lares Geraes Habitação Popular

O Governo de Minas atinge, neste sábado (28), em Umburatiba, a marca de 30 mil famílias atendidas com as casas construídas pela Cohab Minas. Cerca de 120 mil pessoas já foram beneficiadas pelo Lares Geraes Habitação Popular, em parcerias avulsas e com os municípios conveniados – que doam os terrenos e assumem a construção da infraestrutura urbana -, bem como com o Minha Casa Minha Vida – MCMV e o Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social – FNHIS, programas do governo federal.

Adriana Alves Vieira, mãe de três filhos, é a responsável pela 30ª milésima família mineira a ter acesso à casa própria por meio do programa habitacional do Estado. A casa 30 mil será entregue à mutuaria em solenidade que vai se iniciar às 20h, quando a prefeita Laurizete Soares dos Santos Vital e o Gerente de Serviços e Logística da Cohab Minas, José Hertz Cardoso, representando o presidente Octacílio Machado Júnior, liberam as chaves dos Conjuntos Habitacionais Recanto das Rosas I e II.

O presidente da Cohab comemora o fato como “a comprovação da capacidade produtiva da Cohab Minas, da credibilidade da companhia nas parcerias com os municípios conveniados, e da sensibilidade do Governo de Minas, ao possibilitar a famílias mineiras de baixa renda o acesso à casa própria”. E também cumprimentou todos os diretores, gerentes e empregados “pelo feito que se situa entre os mais relevantes da história da Cohab Minas e se destaca dentre as realizações dos governos de Aécio Neves e Antonio Anastasia.”

Em Umburatiba, a Cohab Minas construiu 43 unidades para a parceria PLHP e FNHIS, e 25, para o PLHP-MCMV. Nas obras das 68 moradias foi investido o total de R$ 2.116.535,60. Também neste sábado, às 9h, em Divisópolis, o Gerente José Hertz Cardoso e o prefeito Euder de Lima Rosemberg Mendes vão entregar as 30 moradias do CH Prefeito Eudes Mendes, construído para a parceria PLHP-MCMV, com investimento total de R$ 1.056.951,55. Com os novos conjuntos de Umburatiba e Divisópolis, a região já recebeu ao todo 3.439 moradias.

Quadrimestre

Além da inauguração da casa 30 mil, o Governo de Minas começa o ano de 2012 com resultados expressivos na política habitacional executada pela Cohab. De 6 de janeiro até o dia 30 de abril, estarão entregues 1.246 casas em 36 municípios de diversas regiões do Estado, dando novos passos rumo ao esforço continuado para a redução do déficit habitacional no estado.

Somados os conjuntos habitacionais inaugurados desde meados de 2005, quando se iniciou a execução do Lares Geraes, até dezembro do ano passado, mais conjuntos serão liberados até a próxima terça-feira (1º), quando será alcançada a marca de 30.111 casas com as chaves já liberadas em 342 municípios, fora os repetidos. Estão prontas, aguardando apenas a execução da infraestrutura, a cargo dos municípios, mais 2.419 unidades habitacionais construídas pela Cohab Minas em 78 municípios. Por sua vez, em Jaíba (Norte de Minas), se acham em construção outras 17 moradias restantes de um conjunto de 60 unidades.

Computados todos os números realizados até o final do primeiro quadrimestre de 2012, a companhia já construiu 32.530 casas, fora as 17 em obras no município de Jaíba. Esse total é praticamente o dobro do número das 16.483 casas construídas pela Cohab em Minas Gerais entre os anos de 1987 e 2002. O Governo de Minas e seus parceiros já investiram o total de R$ 789.252.464,30, sendo R$ 563.132.724,38 (71,35%) com recursos do Estado, via Fundo Estadual de Habitação – FEH; R$ 132.624.507,53 (16,80%) com recursos do governo federal; e R$ 93.495.232,39 (11,85%) com recursos dos municípios conveniados sob a forma de doação e urbanização de terrenos.

Além da entrega de conjuntos habitacionais pelo Programa Lares Geraes Habitação Popular e parceiros, a Cohab Minas, em convênio com o DER-MG, construiu 17 casas e adquiriu 7 para reassentar as famílias que precisaram ser deslocadas pelas obras do Proacesso em 16 municípios.

O projeto-padrão da casa tem 36,76 m² de área, incluindo dois quartos, sala, cozinha, instalação sanitária e área de serviço coberta. O lote de cada unidade tem em média 242,57 m². As pessoas com deficiência física recebem casas com 51,45 m², adaptadas ao uso de cadeira de rodas. Quinze mil unidades estão sendo equipadas com aquecedor solar, graças ao convênio da Cohab Minas com a Cemig. O aquecedor permite às famílias economizarem cerca de 30% em suas contas de energia elétrica, destinando essa parcela a outras despesas necessárias à melhoria do padrão de vida.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/familia-de-umburatiba-recebe-do-governo-de-minas-a-casa-30-mil-construida-pela-cohab/

Governo de Minas: Sine-MG cadastra autônomos para trabalho temporário no Alto Paranaíba

Iniciativa da SETE integra campanha de preservação ambiental em Patos de Minas

Trabalhadores desempregados de Patos de Minas, no Alto Paranaíba, têm, a partir de agora, a oportunidade de realizarem um trabalho temporário, com remuneração por dia de serviço.  A Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego (Sete), por meio da unidade de atendimento do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Patos de Minas, está cadastrando, gratuitamente, autônomos para capinar lotes e terrenos na cidade.

Essa é uma parceria com a Prefeitura de Patos de Minas, o Ministério Público Estadual e a Polícia Militar do Meio Ambiente e Trânsito, para limpeza de áreas particulares notificadas, como parte da campanha de prevenção de queimadas e preservação ambiental. Os proprietários dos terrenos também devem se cadastrar para que a unidade do Sine faça o encaminhamento do trabalhador que realizará o serviço. Os valores pagos por serviço serão definidos pelos próprios trabalhadores, em reunião com a coordenação da unidade.

Interessados devem procurar a unidade de atendimento ao trabalhador do Sine em Patos de Minas, localizada na rua José de Santana, nº 99 , Centro, das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira. Os documentos necessários para cadastro são identidade, CPF, atestado médico e atestado de bons antecedentes.

Também são parceiros nessa iniciativa o Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, o Departamento de Estradas e Rodagem (DER-MG), o Conselho Integrado de Meio Ambiente (Cima), a Associação de Proteção Animal e Ambiental de Patos de Minas (Aspaa) e o Centro Universitário de Patos de Minas (Unipam).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/sine-mg-cadastra-autonomos-para-trabalho-temporario-no-alto-paranaiba/

Gestão Anastasia: Governo de Minas destinará materiais de construção a municípios do Alto Paraopeba

Doação de vigas foi anunciada em Entre Rios de Minas pelo secretário Carlos Melles

Bernadete Amado
Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios, diz Carlos Melles
Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios, diz Carlos Melles

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), oficializou a entrega de 10 conjuntos de vigas para construção de pontes, para os municípios de Casa Grande, Brás Pires, Catas Altas da Noruega, Cristiano Otoni, Desterro de Entre Rios, Entre Rios de Minas, Itaverava, Piranga, Queluzito e Senhora de Oliveira.

As doações foram anunciadas durante a realização da última Assembleia Ordinária da Associação dos Municípios do Alto Paraopeba (Amalpa), que aconteceu em Entre Rios de Minas, na região Central do Estado, nesta sexta-feira (27).

Os termos de transferência gratuitas de bens tem como finalidade fornecer elementos estruturais aos municípios visando a melhoria das vias públicas, de forma a otimizar o escoamento de bens e serviços e a movimentação de pessoas, bem como apoiar o município em obras de infraestrutura para o desenvolvimento e crescimento sustentável.

Segundo o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, “a Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios com o objetivo de melhorar a infraestrutura local”. “É fundamental que as prefeituras tenham atenção ao cumprimento de toda a documentação exigida durante processo para a transferência dos bens”, concluiu o secretário Melles.

Transferência de materiais

Depois das assinaturas dos termos de transferências dos materiais, a entrega das vigas para as pontes dependerá do encaminhamento de documentação pelos municípios e de publicação no jornal “Minas Gerais“, diário oficial dos Poderes do Estado.

“Por estas pontes que serão reconstruídas passam o desenvolvimento de nossas cidades. É a educação, a saúde e a produção agrícola se deslocando em nossas estradas municipais”, disse o presidente da Amalpa e prefeito de Senhora de Oliveira, Sebastião Araújo de Oliveira.

O prefeito de Entre Rios de Minas, Mário Augusto Alves de Andrade, explicou a importância da liberação deste conjunto de vigas para o município. “Com as fortes chuvas de janeiro deste ano, a ponte que liga as comunidades de Brumadinho e Coelhos foi interditada e as cerca de 600 pessoas que transitam pela região têm que fazer um desvio de aproximadamente 14 quilômetros”, destacou o prefeito.

Mário Augusto avaliou como “muito produtiva” a presença do secretário Carlos Melles na cidade, já que além das assinaturas dos convênios de doações de materiais, foram apresentados todos os investimentos do Governo de Minas na região. Um dos exemplos é o detalhamento das obras de duplicação da MG-383, nos trechos entre Jeceaba, São Brás do Suaçuí e o entroncamento com a BR-040, que estão em fase de execução. O secretário também reiterou que, em breve, será executada a pavimentação do trecho que liga Passa Tempo a Desterro de Entre Rios, na MG-270.

Ações na região

Na região Central, há 517 quilômetros de estradas, divididos em 26 trechos, beneficiados pelo Programa Proacesso, sendo que vinte e duas obras já estão concluídas. Na região da Amalpa, duas obras do Proacesso estão concluídas, somando 52 quilômetros; são trechos da MG-270, ligando Desterro de Entre Rios a Entre Rios de Minas, com 34,1 km, e a rodovia de acesso, entre Santana dos Montes e o entroncamento BR 040, com 15,1 km.

Pelo ProMG estão contratados 1.511,2 quilômetros de rodovias na região Central, totalizando 110  trechos, gerenciados pelas Coordenadorias Regionais do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), de Belo Horizonte, Barbacena e Pará de Minas. Somente na região da Amalpa são cerca de 150 quilômetros, beneficiando 11 trechos e as cidades de Moeda, Itabirito, Santana dos Montes, Rio Espera, Lamim, Senhora de Oliveira, Catas Altas da Noruega, Jeceaba, Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete, Itaverava e Casa Grande.

Por meio do Programa Caminhos de Minas, está prevista a pavimentação de sete trechos na região, que somam aproximadamente 250 quilômetros, beneficiando as cidades de Belo Vale, Bonfim, Brás Pires, Cipotânea, Rio espera, Congonhas, Jeceaba, Itabirito, São Brás do Suaçui, São João Del Rei. Um deles já está com obras em andamento, que é o da MG-383 e MG 155, que passa por Jeceaba, São Brás do Suaçui e o entroncamento da BR-040.

De 2003 a 2007 foram celebrados 170 convênios com municípios da Amalpa, com um valor médio de repasse de recursos por parte do Governo de Minas de R$ 25 milhões. De 2007 a 2011 foram doados 262 metros de bueiros metálicos e 26 conjuntos de vigas metálicas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-destinara-materiais-de-construcao-a-municipios-do-alto-paraopeba/

Governo de Minas: detentos fazem plantio de mudas em estrada de Ponte Nova

Com o treinamento do Instituto Estadual de Florestas os presos do Complexo Penitenciário de Ponte Nova aprenderam um novo trabalho

Divulgação Seds
Detentos plantam mudas em Ponte Nova
Detentos plantam mudas em Ponte Nova

Quatorze presos do Complexo Penitenciário de Ponte Nova, na Zona da Mata, realizaram, na manhã desta sexta-feira (20), o plantio de 50 mudas na estrada que dá acesso à unidade prisional. A ação é uma iniciativa conjunta da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), em parceria com o Escritório de Prioridades Estratégicas do Governo de Minas e com o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG).

Na última semana, os presos e dois agentes penitenciários receberam capacitação para a produção e manejo de mudas no viveiro do Instituto Estadual de Florestas (IEF). Os detentos, de todos do regime semiaberto, foram escolhidos por uma Comissão Técnica de Classificação (CTC) e capacitados por instrutores do IEF, que fizeram a doação das mudas. Além dessa capacitação, os presos também receberam treinamento em educação ambiental e fizeram um curso para serem brigadistas de combate a incêndios florestais.

Para o Superintendente de Atendimento ao Preso da Seds, Helil Bruzadelli, a ressocialização é uma das principais políticas do sistema prisional mineiro. “Minas Gerais é referência nacional em trabalho de presos. Nossa intenção é expandir esse projeto desenvolvido em Ponte Nova para as demais unidades do Estado, a partir da experiência vivenciada aqui”, destaca.

Durante a solenidade, o representante regional do IEF, Alberto Iasbik, falou da importância de capacitar os presos em trabalhos de cunho ambiental. “Com os plantios de mudas estamos recuperando a vegetação nativa dos biomas do Estado. Apenas na Zona da Mata já foram 1.500 hectares de mudas nativas plantadas”. Alberto explicou que a produção de mudas contribui para o projeto de arborização urbana e, ao final, entregou certificados de conclusão do curso de brigadista aos 14 presos participantes. A partir de segunda-feira (23), quatro detentos já estarão trabalhando no viveiro do IEF, próximo à unidade prisional.

O prefeito de Ponte Nova, João Antônio Vidal de Carvalho, e o secretário municipal de Meio Ambiente, Marcelo Magalhães, também participaram da solenidade. “Estamos gratificados em poder contribuir com essa iniciativa”, ressaltou o secretário.

Projeto Árvores nas Estradas

A representante do Escritório de Prioridades do Governo, Letícia Torres, ressaltou que o Escritório tem como missão ser parceiro fundamental dos diversos órgãos na execução das prioridades estratégicas do Estado. “O mote do nosso governo é a gestão para a cidadania. Essa parceria que celebramos hoje é um exemplo desse trabalho de incluir o cidadão nas ações do Estado” afirma.

O projeto “Árvores nas Estradas” surgiu na 1ª reunião do Fórum Minas de Ideias, do Movimento Minas, em junho de 2011. O Movimento Minas, um dos projetos da Gestão para a Cidadania, tem como objetivo incentivar o cidadão a participar das ações governamentais. Em novembro de 2011, detentos de Teófilo Otoni também realizaram o plantio de mudas em rodovias da região.

Trabalho

Em todo o Estado, cerca de doze mil presos trabalham. Pelo trabalho, os detentos recebem redução da pena – a cada três dias trabalhados, um a menos na sentença a ser cumprida – e, em muitos casos, são também remunerados. Apenas em Ponte Nova são 140 detentos trabalhando nas mais diversas atividades, incluindo fábrica de gaiolas, capa de colchões, blocos, horta comunitária, fabricação de bolas e marcenaria.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/detentos-fazem-plantio-de-mudas-em-estrada-de-ponte-nova/

Governo de Minas: Conceição do Mato Dentro e Serro comemoram o início das obras na MG-010

Trecho de 46 quilômetros faz parte do traçado histórico da Estrada Real

Diulgação/Vilasa Construtora Ltda
As obras devem durar aproximadamente dois anos
As obras devem durar aproximadamente dois anos

Os moradores de Conceição do Mato Dentro e do Serro, cidades da região Central do Estado, comemoram o início das obras de pavimentação e melhoramentos do trecho da MG-010, ligando os dois municípios. O segmento de 46 quilômetros faz parte do traçado histórico da Estrada Real e terá o nome do ex-embaixador José Aparecido de Oliveira. O trecho está integrado no Circuito Turístico do Diamante e vai facilitar a ligação entre Conceição do Mato Dentro, Serro e Diamantina.

Para o prefeito do Serro, Guilherme Simões Neves, a pavimentação do trecho é um antigo sonho da comunidade. “É a concretização do projeto da Estrada Real, com o asfalto entre Serro e Diamantina, passando pelos distritos de Milho Verde e São Gonçalo do Rio das Pedras. Por outro lado, aponta para um futuro promissor para a região, diminuindo a distância entre a capital em, pelo menos, 100 quilômetros e resgata a proximidade das cidades irmãs Conceição do Mato Dentro e Serro. É importante ressaltar que daqui para frente a realidade do Serro será outra”, conclui.

Ele destaca, ainda, que a obra será a ferramenta para acelerar o desenvolvimento do município. Opinião compartilhada pelo prefeito de Conceição do Mato Dentro, Reinaldo César de Lima Guimarães, que destaca a importância da pavimentação do trecho para promover integração regional e desenvolvimento. “Representa importante conquista do Médio Espinhaço, que desponta como um novo circuito econômico de Minas Gerais e do Brasil, com a implantação do empreendimento minerador Projeto Minas-Rio”, destaca.

Na avaliação do prefeito de Conceição do Mato Dentro, a história da MG-010 guarda a essência da identidade cultural da região, desde os primeiros desbravadores que, palmo a palmo, fundaram vilas e cidades, em busca do ouro e dos diamantes, ligando o Ivituruí ou Serro Frio à freguesia de Conceição e ao arraial do Tejuco, hoje Diamantina. “Sob o signo da mineração do passado e do presente e, sobretudo, guardando as belezas naturais e o acervo histórico e cultural dos nossos casarios e fazeres – patrimônio material e imaterial – a nossa região aposta no turismo como alternativa sustentável, alternativa esta finalmente viabilizada com a obra da MG-010”, conclui.

Investimento

Os investimentos serão da ordem de R$ 41 milhões, dos quais R$ 10 milhões obtidos por meio de parceria com a Anglo American, um dos maiores grupos de mineração do mundo, que atua na região.

Obras

A obra será realizada pela Vilasa Construtora Ltda., devendo durar aproximadamente dois anos, a contar da assinatura da ordem de início, autorizada este mês pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG).

Integram os trabalhos na MG-010, no trecho entre Conceição do Mato Dentro (entroncamento para Dom Joaquim) ao Serro, a pavimentação e a implantação de 46 quilômetros e a execução de alargamento e restauração de cinco pontes, sobre os córregos Pereira, Campinas, Passa Sete, Pedra I e Zalu, todas com largura de 10 metros e comprimento de 10 metros. Além disso, será restaurada a ponte sobre o Córrego Pedras I com 26 metros de comprimento. Sobre o Rio do Peixe, será construída uma nova ponte com 37 metros de extensão e 10 metros de largura.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/conceicao-do-mato-dentro-e-serro-comemoram-o-inicio-das-obras-na-mg-010/

Governo de Minas: DER inicia pavimentação do acesso à Usina Vale do Tijuco em Uberaba

Serão investidos R$ 23 milhões para a execução da pavimentação de 17,3 quilômetros da rodovia

Bernadete Amado
Representantes do Governo de Minas, da prefeitura e da Usina Vale do Tijuco durante solenidade em Uberaba
Representantes do Governo de Minas, da prefeitura e da Usina Vale do Tijuco durante solenidade em Uberaba

Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG) iniciou a ligação asfáltica da BR-050 até a Usina Vale do Tijuco, em Uberaba, por meio da empresa BT Construções Ltda. As máquinas já estão no trecho para a execução da pavimentação de 17,3 quilômetros da rodovia municipal, que faz a ligação da BR-050 a MGC-455, representando um investimento de cerca de R$ 23 milhões, a ser utilizado com base no sistema de Parceria de Reembolso Tributário (PRT).

secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, explicou que “esta obra terá uma extensão total de 82 quilômetros, partindo da BR-050, cortando a MGC-455 e terminando na MGC-497. Estamos na primeira etapa desta pavimentação, com a autorização dos serviços destes 17,3 quilômetros, nesta sexta-feira (23), resultado da parceria doGoverno de Minas, por meio das secretarias de Desenvolvimento Econômico (Sede)Planejamento e Gestão (Seplag),Fazenda (SEF), a Setop, o DERMG e a Usina Vale do Tijuco”, concluiu o secretário.

O presidente da Companhia Mineira de Açúcar e do Álcool (CMAA), José Francisco Santos, destacou que “o Governo de Minas ofereceu uma parceria e está cumprindo tudo”. De acordo com o presidente Instituto de Desenvolvimento Integrado (Indi), José Frederico Álvares, “a preocupação da secretária Dorothea Werneck é com o desenvolvimento e a atração de investimentos, e o DER vem contribuindo com a logística necessária. No momento, estamos trabalhando com 162 protocolos de intenção de investimento no Estado”, finalizou.

O prefeito de Uberaba, Anderson Adauto, ressaltou que o Governo de Minas tem cumprido religiosamente com os compromissos assumidos e, com isto, tem incentivado a confiança e a participação dos empresários nesta modalidade de parceria, que alavanca o desenvolvimento da região.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/der-inicia-pavimentacao-do-acesso-a-usina-vale-do-tijuco-em-uberaba/

Gestão Antonio Anastasia: proacesso abre novas perspectivas no Alto Jequitinhonha

Investimentos do Governo de Minas na região ultrapassam R$ 108 milhões e facilitam mobilidade da população

José Carlos Paiva/Imprensa MG
O coordenador do DER em Diamantina, Geraldo Mascarenhas, destaca que as obras de pavimentação transformam a realidade do Alto Jequitinhonha
O coordenador do DER em Diamantina, Geraldo Mascarenhas, destaca que as obras de pavimentação transformam a realidade do Alto Jequitinhonha

Com investimentos superiores a R$ 108,4 milhões que vem sendo aplicados pelo Governo de Minas desde 2005, a região do Alto Jequitinhonha está tendo sua realidade transformada por meio do Programa de Pavimentação de Ligações e Acessos Rodoviários aos Municípios (Proacesso), implementado por meio do Departamento de Estradas e Rodagens de Minas Gerais (DER-MG). Nos últimos sete anos, 92 quilômetros de estradas foram pavimentados, compreendendo os seguintes trechos: Felício dos Santos – MG-214, Senador Modestino Gonçalves – São Gonçalo do Rio Preto, Alvorada de Minas – Serro, Santo Antônio do Itambé – Serro,  Presidente Kubitschek – Entroncamento BR-259 e São Gonçalo do Rio Preto – Entroncamento MGT-367. Até o final deste ano a previsão é de que sejam concluídas obras em mais 64 quilômetros de estradas.

Atualmente, o Governo de Minas está trabalhando na pavimentação de dois importantes trechos rodoviários nessa microrregião, com investimentos da ordem de R$ 56,5 milhões. Um deles compreende extensão de 22 quilômetros interligando o município de Serro ao distrito de Milho Verde, conhecido como um dos principais patrimônios ecológicos e culturais de Minas Gerais.  Neste caso, o investimento viabilizado pelos governos Estadual e Federal, por meio do Programa de Desenvolvimento do Turismo no Nordeste (Prodetur II), é superior a R$ 21 milhões.

Pelo fato de estar inserido numa região de preservação ambiental e de importância histórica, compreendida pela Estrada Real – por onde tropeiros trafegavam na época da exploração de ouro e diamantes -, a pavimentação do trecho Serro/Milho Verde utiliza três tipos de pavimento: asfalto, calçamento poliédrico e sextavado.

Paralelo às obras que têm previsão de serem concluídas ainda no primeiro semestre deste ano, o Governo de Minas, por meio do DER, está ministrando cursos de educação ambiental envolvendo jovens e adultos residentes nas localidades de Três Barras, Milho Verde e São Gonçalo do Rio das Pedras. O objetivo é garantir a preservação das tradições culturais da região, onde comunidades quilombolas ainda mantém as tradições originadas na época da escravidão.

Outra obra do Proacesso que está em andamento no Vale do Jequitinhonha compreende o trecho que liga o município de Conceição do Mato Dentro a Congonhas do Norte. O trecho de 42 quilômetros receberá mais de R$ 35,5 milhões de investimento do Governo de Minas.

Asfalto facilita deslocamento de moradores, turistas, estudantes…

“O Proacesso mudou a realidade da população residente no Alto Jequitinhonha, por garantir mobilidade à população. Pelo fato de Diamantina se constituir numa cidade pólo e de referência nas áreas de saúde, educação, turismo e comércio, a população proveniente de outros municípios que recorrem à cidade à procura dos mais diversos tipos de demanda, passaram a ter mais facilidade de deslocamento. Até mesmo os jovens que moram em outras cidades passaram a ter condições de vir a Diamantina diariamente apenas para estudar. Após as aulas retornam para suas cidades – o que, antes, era impossível”, ressalta o coordenador regional do DER-MG em Diamantina, Geraldo Juarez Mascarenhas.

Na opinião do coordenador do DER-MG, até mesmo para as prefeituras que diariamente deslocam ambulâncias para transporte de pacientes para Diamantina, a situação se tornou mais favorável a partir da implementação do Proacesso. A título de exemplo, Geraldo Mascarenhas lembra que, até pouco tempo, motoristas que transportavam para Diamantina pacientes oriundos de municípios localizados nas regiões de Serra Azul de Minas e Felício dos Santos não tinham condições de retornar para suas cidades no mesmo dia.

“Na época de chuvas, os pacientes e motoristas sofriam com as péssimas condições da estrada por causa da lama e, no tempo da seca, a situação se invertia com a poeira e buracos”, ele lembra.

Com a conclusão das obras do Proacesso, serão executadas outras duas importantes obras que facilitarão ainda mais a mobilidade da população, por meio do Programa Caminhos de Minas. Trata-se da pavimentação do entroncamento da BR-367 interligando os municípios de Diamantina e Monjolos. A obra, que compreenderá trecho de 62 quilômetros, beneficiará também os distritos de Conselheiro Mata e Rodeador.

Outra rodovia a ser contemplada pelo Programa Caminhos de Minas será a MG-010, interligando os municípios de Serra Azul de Minas e Rio Vermelho, totalizando 28 quilômetros de extensão.

Milho Verde vê nova perspectiva para o desenvolvimento do turismo

O avanço das obras do Proacesso na região do Alto Jequitinhonha está dando novo alento ao desenvolvimento da região, especialmente ao distrito de Milho Verde, inserido numa região conhecida pelas riquezas naturais e pela preservação de tradições culturais, originárias da época da exploração mineral e da escravidão. Um dos principais defensores da pavimentação da estrada é o comerciante Josias Ferreira Morais, que há 35 anos criou e ainda mantém a Pousada Morais, primeiro estabelecimento comercial do gênero instalado em Milho Verde.

“Comecei a pousada com apenas dois quartos. Atualmente o empreendimento possui vinte quartos e está precisando ser ampliado por causa do crescente aumento de demanda”, conta Josias. Segundo ele, quando iniciei o negócio, sofreu muito com a perda de mercadorias e de clientes, já que muitos turistas que faziam reservas para passar feriados prolongados em Milho Verde desistiam por causa das péssimas condições da estrada e, com isso, parte das compras que fazia para o fornecimento de alimentação aos turistas acabava deteriorando. “Outras vezes, também sofri dirigindo Jeep, transportando pessoas da comunidade para tratamento médico no município de Serro. Agora, com a pavimentação da estrada temos novas perspectivas de desenvolvimento e de melhoria da qualidade de vida da população”, comemora o empresário.

Josias Morais afirma que mesmo antes da estrada ter sido concluída, todo fim de semana recebe turistas na pousada.  “E olha que a minha propaganda acontece apenas de boca a boca”, informa. Ele explica que pelo fato de o distrito de Milho Verde estar localizado em região próxima a Belo Horizonte e Diamantina, muitos turistas frequentam o distrito durante todo o ano, principalmente nos períodos de férias e feriados prolongados.

A região é rica em belezas naturais e cachoeiras, além de se constituir num ambiente propício ao descanso e lazer. O distrito possui cerca de dois mil moradores. Além das belezas naturais, comida típica mineira e atrativos culturais Milho Verde realiza anualmente dois grandes atrativos turísticos: em agosto a novena de Nossa Senhora dos Prazeres e, em setembro, a Festa de Nossa Senhora do Rosário.

Programa contribui para desenvolvimento regional

O Proacesso é um programa estruturador do Governo de Minas e tem o objetivo de levar acesso asfaltado a 225 municípios que, até 2003, não contavam com esse benefício. A ligação por asfalto permite que mais pessoas cheguem de forma segura a escolas, hospitais, espaços de lazer e comércio.

O Programa colabora, também, para o desenvolvimento da economia local, já que a rodovia asfaltada reduz os custos de transporte da produção local e do fornecimento de insumos necessários, além de contribuir para elevação da média do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) das regiões. Dos municípios inseridos no programa, 88% têm menos de 10 mil habitantes e 80% têm IDH menor que a média de Minas Gerais.

Cerca de 60% dos municípios do Norte de Minas, vales do Jequitinhonha, Mucuri e Rio Doce e da região Noroeste foram beneficiados pelo programa. As regiões Central, Zona da Mata e Sul de Minas, embora mais desenvolvidas, também estão contempladas pelo Proacesso.

Desde 2004, o Proacesso pavimentou 4.875 quilômetros de rodovias e concluiu 190 trechos, o que representa, respectivamente, 89% e 84% do total de quilômetros e trechos previstos pelo programa. Os outros dois maiores trechos são: Formoso, com 122,9 Km de extensão e Chapada Gaúcha, com 94,5 Km. Através do Programa o Governo de Minas já investiu mais de R$ 3,35 bilhões e atendeu diretamente cerca de 1,2 milhão de pessoas.

O diretor geral do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER/MG), José Élcio Santos Monteze, destaca que com a melhoria da infraestrutura rodoviária, o Programa está atingindo o objetivo de oferecer mobilidade e acessibilidade aos moradores dos municípios beneficiados, o que contribui para o desenvolvimento econômico e social das regiões.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/proacesso-abre-novas-perspectivas-no-alto-jequitinhonha/

Gestão Anastasia: governo de Minas inicia pavimentação da MG-010 de Conceição do Mato Dentro ao Serro

Obra vai integrar circuitos turísticos importantes e incrementar a economia da região

O governador em exercício Alberto Pinto Coelho determinou que as obras de pavimentação do trecho da MG-010, ligando Conceição do Mato Dentro ao Serro, sejam iniciadas na próxima quinta-feira (15). O trecho de 46 quilômetros faz parte do traçado histórico da Estrada Real e terá o nome do ex-embaixador José Aparecido de Oliveira.

O trecho está integrado no Circuito do Diamante e vai facilitar a ligação entre Conceição do Mato Dentro, Serro e Diamantina, além de Além de fazer parte do traçado histórico da Estrada Real, integra os programas Estratégico de Logística e Transportes (PELT) e Caminhos de Minas.

Os investimentos serão da ordem de R$ 41 milhões, dos quais R$ 10 milhões obtidos por meio de parceria com a Anglo American, um dos maiores grupos de mineração do mundo, que está investindo na região cerca de R$ 5 bilhões, para a produção e escoamento de minério de ferro.

Para o governador em exercício, a obra resgata uma dívida histórica para com a região e será fundamental para o desenvolvimento econômico e social do Serro, de Conceição do Mato Dentro e de municípios do entorno. “É um antigo sonho, uma antiga reivindicação da população de toda uma região, que agora será concretizada por determinação do governador Antonio Anastasia. Esta obra é fundamental para a atração de empreendimentos, para impulsionar o turismo e para gerar renda e emprego de qualidade”, afirmou Alberto Pinto Coelho, lembrando que, com a pavimentação do trecho, a MG-010 servirá como uma opção de acesso a Diamantina, passando por um corredor turístico alternativo que vai ligar Confins, Serra do Cipó, Circuito do Queijo e Circuito dos Diamantes.

Obras

A obra será realizada pela Vilasa Construtora Ltda devendo durar aproximadamente dois anos, a contar da assinatura da ordem de início, que será dada na próxima quinta-feira pelo Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER-MG). Já a partir de quarta-feira a empresa começa o processo de mobilização, que inclui deslocamento de pessoal e maquinário, além da instalação do canteiro de obras.

Integram os trabalhos na MG-010, no trecho entre Conceição do Mato Dentro (entroncamento para Dom Joaquim) ao Serro, a pavimentação e a implantação de 46 quilômetros e a execução de alargamento e restauração de cinco pontes, sobre os córregos Pereira, Campinas, Passa Sete, Pedra I e Zalu, todas com largura de 10 metros e comprimento de 10 metros e a ponte sobre o Córrego Pedras I com 26 metros de comprimento. Sobre o Rio do Peixe, será construída uma nova ponte com 37 metros de extensão e 10 metros de largura.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: DER instala mais sete radares em rodovias estaduais de diversas regiões do Estado

Estradas mineiras passam a contar com 218 equipamentos em operação

Divulgação/Setop MG
Novos radares entram em funcionamento a partir de zero hora desta sexta-feira
Novos radares entram em funcionamento a partir de zero hora desta sexta-feira

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) colocará em operação mais sete novos radares em rodovias estaduais em diversas regiões do Estado, a partir de zero hora desta sexta-feira (24).

Dois equipamentos passam a operar na MGC-367, nos quilômetros 587,5 e 582,8, próximos ao município de Diamantina, no Vale do Jequitinhonha. Na região Central, em Curvelo, serão instalados dois novos equipamentos: o primeiro na AMG-910, no quilômetro 9,4, e o outro na MGC-259, quilômetro 558,8.

No Triângulo Mineiro, em Uberlândia, haverá um equipamento de controle de velocidade na BR-452, quilômetro 175,7. E a região Sul de Minas receberá dois radares, que passam a operar na MG-290, nos quilômetros  0,1 e 1,5, em Pouso Alegre. A velocidade máxima permitida para todos os radares é de 60Km por hora.

A implantação dos novos radares é uma das ações previstas no Programa Estruturador de Aumento da Capacidade de Segurança dos Corredores de Transporte (Proseg) da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), cujo objetivo é aumentar a segurança nas rodovias estaduais mineiras. Com a implantação destes sete novos equipamentos, as estradas mineiras agora contam com 218 radares em operação.

O local com maior número de radares é a Região Metropolitana de Belo Horizonte, com 43 unidades. A região Central possui outros 40. E a Zona da Mata, 42, sendo que 16 deles estão nas vias de responsabilidade da 5ª Coordenadoria Regional do DER-MG, localizada em Ubá.

Estudo técnico

Os radares são instalados pelo DER-MG após elaboração de estudo técnico e implantação de projeto específico de sinalização. Os equipamentos só entram em operação depois de aferidos pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Minas Gerais (Ipem-MG), órgão credenciado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial (Inmetro), e em conformidade com as determinações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: DER comanda blitz educativa de Carnaval na BR-356

Objetivo é conscientizar os motoristas sobre a importância de se fazer uma viagem segura.
Bernadete Amado/DER-MG
Foram distribuídos 1.000 kits com material educativo
Foram distribuídos 1.000 kits com material educativo

A equipe da Gerência de Educação para o Trânsito do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG) coordenou, nesta sexta-feira (17), o primeiro comando educativo de conscientização para um Carnaval mais seguro nas estradas. O objetivo da blitz educativa nesse período é conscientizar os motoristas sobre a importância de se fazer uma viagem segura.

A ação aconteceu na BR-356, no quilômetro sete, próximo ao BH Shopping e à Copasa. Para os carros e ônibus abordados entre 9h e 11h da manhã, foram distribuídos 1.000 kits com material educativo dos diversos parceiros envolvidos. Esse ano, além das tradicionais apresentações, a blitz também contou com a presença da Corte Momesca.

Estiveram envolvidos aproximadamente 60 profissionais dos órgãos ligados ao sistema de trânsito. O comando educativo é realizado todos os anos em parceria com a Polícia Militar Rodoviária de Minas Gerais, Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), Polícia Rodoviária Federal, Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG), BHTrans, Belotur , Sest/Senat e fiscais do DER.

“A ação foi um sucesso, as pessoas colaboraram e receberam bem nossas instruções para pular um carnaval com mais segurança. O que verificamos em muitos veículos é que os motoristas precisam ainda alertar os passageiros do banco de trás a também usarem o cinto de segurança, o que garante a redução dos índices de mortalidade em caso de acidentes nas estradas”, comentou Rosely Fantoni, gerente da área de Educação para o Trânsito, do DER.

São reforçados os alertas quanto aos riscos do consumo de bebida alcoólica e direção, a necessidade do uso de cinto de segurança, além dos cuidados com pedestres, excesso de velocidade e observância à sinalização. “Orientamos também sobre a importância de se manter os documentos em dia e o carro em ordem. Tudo isso faz com que tenhamos um trânsito mais seguro para todos”, garantiu Rosely.

Outras regiões

As ações acontecem em todas as regiões do estado, com o apoio das 40 Coordenadorias Regionais do DER/MG. Nas regiões do Jequitinhonha e Mucuri estão programadas ações entre os dias 16 e 22, das 7h às 12h, na BR-251 e MGT-251, na saída de Pedra Azul com destino a Porto Seguro, e no quilômetro 164 da BR- 418, próximo a Teófilo Otoni.

Nesta sexta-feira, a blitz foi no quilômetro 266, próximo a Piumhi, já na Região Centro Oeste. Também no dia 17, na MG-295, próximo a Itajubá, no quilômetro um, foi feita uma abordagem de aproximadamente 300 veículos no período da manhã.

Ainda no Sul de Minas, a equipe do DER vai abordar os veículos na BR-491/MG-179, quilômetro 180 e AMG-154, entre os quilômetros 4 e 10, próximo ao município de Fama, entre os dia 17 e 21 e na BR-265, em Lavras, das 6h às 14h.

Na região da Zona da Mata a equipe distribuirá folhetos e adesivos na MG-111, quilômetro 77, e no Triângulo Mineiro, a blitz educativa será na MGC-154, quilômetro 54, próximo a Ituiutaba. Na região de Uberaba, estão programadas blitze na MG-190 (Km 99), MG427 (Km 6), MG-190 9km 99) e MG-255 (Km 89).

Na área de influência de Governador Valadares, Leste de Minas, as ações irão ocorrer na MGC- 259; na BR-259, próximo a Conselheiro Pena; na MC-381, divisa de Minas com Espírito Santo; e na BR-259, quilômetro 144.

No Norte de Minas está programada blitze na MGC-135, quilômetro 299, próximo a Brasília de Minas; na MG-404, em Salinas e LMG-629, em Rio Pardo de Minas. Ainda no Norte do estado, na área de influência de Janaúba, a blitz será realizada na rodovia MGC-122, quilômetro 9, no município de Espinosa.

A abordagem educativa na região Central está programada para os dias 17 e 18 das 16h às 18h e das 9h às 11h, respectivamente, na MG-129, próximo a Itabira.

Na região Centro Oeste, aconteceu dia 17 o comando educativo na rodovia MG-050, quilômetro 132, das 13h às 15h, e no quilômetro 109 nos dias 18 e 21, das 9h às 17h. No dia 17, das 14h às 23h, a equipe esteve na MG-164, quilômetro 90, em Martinho Campos.

O comando educativo na região do Alto Paranaíba está programado para ocorrer entre os dias 16 a 21 das 8h às 17h nas MGs 190, 223, 188, 428 e 235; nas AMGs 1805 e 900; MGC 354 e BR-352.

Blitze ocorrerão na região Noroeste do estado nas MG 202, quilômetros 404 e 445 e quilômetros 1 e 32, próximos aos municípios de Arinos e Buritis, e MG 188, quilômetros 149,165 e 171.

Fonte: Agência Minas