Governo de Minas: fiscalização do DER retira de circulação 27 ônibus reprovados em vistoria

O órgão estadual também fechará o cerco ao transporte clandestino em Minas Gerais

Bernadete Amado
A Operação Esmeraldas, que foi realizada na rua Tupinambás, em Belo Horizonte, vistoriou 40 veículos
A Operação Esmeraldas, que foi realizada na rua Tupinambás, em Belo Horizonte, vistoriou 40 veículos

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) realizou, na manhã desta segunda-feira (7), operação denominada Esmeraldas, nas linhas do sistema metropolitano que transitam na rua Tupinambás, próximo ao shopping popular, na região Central de Belo Horizonte. A ação resultou na retirada de circulação 27 ônibus e foi deflagrada em função de reclamações dos usuários.

A operação Esmeradas, que foi realizada das 6h da manhã até o início da tarde, surpreendeu os concessionários das empresas de transporte regular intermunicipal. Foram abordados 40 veículos, dos quais 27 retirados de circulação em função de problemas como: ausência de suspensão e amortecedores, para-brisas trincados, pneus carecas, vazamento de óleo no sistema de roda, motor e caixa de marcha, extintores descarregados, veículos sem barra estabilizadora e sem disco tacográfico, roletas sem lacres, entre outros problemas detectados pelos fiscais do DER/MG.

Na avaliação do diretor de Fiscalização do DER/MG, João Afonso Baeta Costa Machado, “a reprovação de 66% dos ônibus é um sinal de alerta para que as empresas melhorem a qualidade do serviço ofertado”.

Sempre que o DER/MG recebe denúncias, por meio de e-mail ou pela central de telefone 155 / opção 6, referente a algum veículo de transporte regular, este é retirado de circulação e são vistoriadas as condições de higiene, conforto dos assentos, treinamento do motorista, suspensão, direção, freios e parte elétrica.

Transporte Clandestino

“O DER não vai dar trégua aos transportadores clandestinos que atuam em Minas Gerais”, afirmou Baeta. Durante a semana que passou, o diretor de Fiscalização do órgão visitou promotores e autoridades das cidades de Pirapora, Montes Claros e Diamantina para juntos planejarem o aumento e a intensidade das blitze nas regiões.

Para fechar ainda mais o cerco ao transporte clandestino, João Baeta percorrerá desta segunda (7) até quarta-feira (09/05), os gabinetes de promotores, juízes e agentes de trânsito de cidades polo das regiões do Jequitinhonha/Mucuri e Rio Doce. “Com o apoio das entidades visitadas, o DER parte agora para planejar ações simultâneas, coordenadas e ostensivas nas rodovias onde há maior incidência de transporte clandestino”, acrescentou o diretor.

O DER/MG de posse de dados coletados e a inclusão de fiscais infiltrados como passageiros dentro dos veículos clandestinos, utilizará de táticas de inteligência, onde o transportador ilegal nunca saberá o ponto que será abordado por uma blitz.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/fiscalizacao-do-der-retira-de-circulacao-27-onibus-reprovados-em-vistoria/

Governo de Minas: DER/MG comemora 66 anos de atividades nesta sexta-feira

Órgão foi responsável pela execução de vários programas importantes no Estado, como o Proacesso e o ProMG

Bernadete Amado / DER
Levar asfalto a todos municípios mineiros foi um dos maiores desafios concluídos pelo DER/MG
Levar asfalto a todos municípios mineiros foi um dos maiores desafios concluídos pelo DER/MG

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) comemora, nesta sexta-feira (04), 66 anos de atividades. Desde 1946, o órgão tem como marca de sua história a vanguarda no setor rodoviário nacional e vem cumprindo importante trajetória na área logística ao ampliar a rede rodoviária pavimentada e recuperar as rodovias existentes através de programas estruturadores do Governo de Minas. Neste sentido, destacam-se o Proacesso, que visa ligar por asfalto todos os municípios ainda sem acesso pavimentado, o ProMG, que recupera e mantém em boas condições as estradas mineiras pavimentadas, e mais recentemente o programa Caminhos de Minas.

“Como funcionário de carreira do DER/MG, sou, como muitos outros, testemunha ocular do papel desempenhado pelo departamento no desenvolvimento do nosso Estado. Nesses 66 anos de história, que hoje comemoramos, o DER nunca faltou à sua destinação precípua de traçar os caminhos de Minas, unindo todos os municípios através de uma malha rodoviária de excelente qualidade técnica. A visão de progresso e desenvolvimento dos nossos governantes, especialmente nos governos Aécio Neves e Antonio Anastasia, se torna realidade e se alicerça”, declarou o diretor geral do DER, engenheiro José Elcio Santos Monteze.

Monteze destaca ainda a importância de toda a equipe do DER, dos diretores ao mais humilde funcionário, sem cuja dedicação, empenho, amor ao trabalho e competência, o órgão não teria superado tantos desafios.

Na avaliação do secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles,  comemorar 66 anos de atividade ininterrupta é um atestado indiscutível de excelência dos serviços prestados ao nosso Estado pelo DER/MG. “Mais de meio século promovendo o desenvolvimento, o progresso, o transporte, o escoamento da produção, diminuindo distâncias, irmanando comunidades, tornando possível a integração de todos os rincões desta nossa Minas Gerais.  Parabéns ao DER, ao seu corpo técnico,  aos seus funcionários, a todos os que hoje estão aqui, aos que já se foram e deixaram um legado de competência, amor ao trabalho e visão de futuro”, disse o secretário.

Em Belo Horizonte, a programação do aniversário do DER/MG começa às 9 horas, na sede do órgão (avenida dos Andradas 1120, Centro), com hasteamento das bandeiras e apresentação da Banda de Música da Polícia Militar de Minas Gerais.

Resultados

Nos últimos anos, foram mais de cinco mil quilômetros de novas rodovias, somente no Processo, com a ligação por asfalto a 200 municípios. Em manutenção e recuperação permanente com o ProMG, em contratos de quatro anos, existem mais de 5,7 mil quilômetros atendidos.

Elcio Monteze destaca ainda o salto quantitativo e qualitativo da malha estadual mineira “Saímos de aproximados 14 mil quilômetros e chegamos a mais de 20,3 mil quilômetros de rodovias pavimentadas em Minas. Com o programa Caminhos de Minas, a perspectiva é de acrescentar à malha rodoviária estadual pavimentada mais de sete mil quilômetros de novas rodovias pavimentadas”, destacou.

A dimensão do trabalho desenvolvido pelo DER/MG, divididos por 40 coordenadorias regionais espalhadas por todo o Estado, vai muito além de ser apenas um órgão construtor e gerenciador de estradas, acumulando a responsabilidade pela fiscalização do transporte de cerca de sete milhões de passageiros por mês entre as cidades mineiras, e outros 18 milhões de pessoas mensalmente na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Nos últimos anos, o DER instalou 218 radares nas rodovias mineiras. Esta ação está prevista no programa estruturador de Aumento de Capacidade de Segurança dos Corredores de Transporte (Proseg), cujo objetivo é aumentar a segurança nas rodovias estaduais mineiras.

Está em andamento a licitação do maior conjunto de obras previsto no Pro-MG. O sistema será implantado ao longo do corredor da BR-120 e vias alimentadoras, além de toda a malha pertencente a 12ª Coordenadoria Regional do órgão, em Itabira. São 38 segmentos rodoviários, que passarão por obras de recuperação e manutenção através de um contrato de quatro anos, em uma extensão total de 939,55 quilômetros.

Consciente do papel que deve desempenhar junto ao público, o DER mantém um planejamento voltado ao aprimoramento dos padrões de eficiência, qualidade e segurança para os usuários das rodovias mineira, seguindo as metas do Governo de Minas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/dermg-comemora-66-anos-de-atividades-nesta-sexta-feira/

Governo de Minas: detentos fazem plantio de mudas em estrada de Ponte Nova

Com o treinamento do Instituto Estadual de Florestas os presos do Complexo Penitenciário de Ponte Nova aprenderam um novo trabalho

Divulgação Seds
Detentos plantam mudas em Ponte Nova
Detentos plantam mudas em Ponte Nova

Quatorze presos do Complexo Penitenciário de Ponte Nova, na Zona da Mata, realizaram, na manhã desta sexta-feira (20), o plantio de 50 mudas na estrada que dá acesso à unidade prisional. A ação é uma iniciativa conjunta da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) e da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), em parceria com o Escritório de Prioridades Estratégicas do Governo de Minas e com o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG).

Na última semana, os presos e dois agentes penitenciários receberam capacitação para a produção e manejo de mudas no viveiro do Instituto Estadual de Florestas (IEF). Os detentos, de todos do regime semiaberto, foram escolhidos por uma Comissão Técnica de Classificação (CTC) e capacitados por instrutores do IEF, que fizeram a doação das mudas. Além dessa capacitação, os presos também receberam treinamento em educação ambiental e fizeram um curso para serem brigadistas de combate a incêndios florestais.

Para o Superintendente de Atendimento ao Preso da Seds, Helil Bruzadelli, a ressocialização é uma das principais políticas do sistema prisional mineiro. “Minas Gerais é referência nacional em trabalho de presos. Nossa intenção é expandir esse projeto desenvolvido em Ponte Nova para as demais unidades do Estado, a partir da experiência vivenciada aqui”, destaca.

Durante a solenidade, o representante regional do IEF, Alberto Iasbik, falou da importância de capacitar os presos em trabalhos de cunho ambiental. “Com os plantios de mudas estamos recuperando a vegetação nativa dos biomas do Estado. Apenas na Zona da Mata já foram 1.500 hectares de mudas nativas plantadas”. Alberto explicou que a produção de mudas contribui para o projeto de arborização urbana e, ao final, entregou certificados de conclusão do curso de brigadista aos 14 presos participantes. A partir de segunda-feira (23), quatro detentos já estarão trabalhando no viveiro do IEF, próximo à unidade prisional.

O prefeito de Ponte Nova, João Antônio Vidal de Carvalho, e o secretário municipal de Meio Ambiente, Marcelo Magalhães, também participaram da solenidade. “Estamos gratificados em poder contribuir com essa iniciativa”, ressaltou o secretário.

Projeto Árvores nas Estradas

A representante do Escritório de Prioridades do Governo, Letícia Torres, ressaltou que o Escritório tem como missão ser parceiro fundamental dos diversos órgãos na execução das prioridades estratégicas do Estado. “O mote do nosso governo é a gestão para a cidadania. Essa parceria que celebramos hoje é um exemplo desse trabalho de incluir o cidadão nas ações do Estado” afirma.

O projeto “Árvores nas Estradas” surgiu na 1ª reunião do Fórum Minas de Ideias, do Movimento Minas, em junho de 2011. O Movimento Minas, um dos projetos da Gestão para a Cidadania, tem como objetivo incentivar o cidadão a participar das ações governamentais. Em novembro de 2011, detentos de Teófilo Otoni também realizaram o plantio de mudas em rodovias da região.

Trabalho

Em todo o Estado, cerca de doze mil presos trabalham. Pelo trabalho, os detentos recebem redução da pena – a cada três dias trabalhados, um a menos na sentença a ser cumprida – e, em muitos casos, são também remunerados. Apenas em Ponte Nova são 140 detentos trabalhando nas mais diversas atividades, incluindo fábrica de gaiolas, capa de colchões, blocos, horta comunitária, fabricação de bolas e marcenaria.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/detentos-fazem-plantio-de-mudas-em-estrada-de-ponte-nova/

Governo de Minas: detentos e agentes penitenciários recebem formação para combate a incêndios

Iniciativa faz parte do Movimento Minas, que incorpora a sociedade civil nas ações de governo

Sisema / Divulgação
Curso tem como objetivo preparar os detentos e agentes para o combate a incêndios florestais
Curso tem como objetivo preparar os detentos e agentes para o combate a incêndios florestais

Uma parceria realizada entre o Sistema Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Sisema), a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), o Escritório de Prioridades Estratégicas do Governo de Minas e o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER), promoveu um curso para formação de brigadistas, voltado para detentos e agentes do complexo Penitenciário de Ponte Nova, na Zona da Mata. O treinamento, que teve duração de três dias, foi concluído nesta quarta-feira (18).

O curso tem como objetivo preparar os detentos e agentes para o combate a incêndios florestais, por meio de atividades teóricas e práticas. A turma, composta por 14 detentos e dois agentes penitenciários, recebeu instruções quanto ao comportamento do fogo, tipos de incêndios florestais, estratégias de combate e noções de segurança nas operações, além de uma aula prática de combate às queimadas.

A capacitação foi ministrada pela equipe do Programa de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (Previncêndio), da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad), e pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG). Os detentos participantes foram selecionados para os cursos a partir de seleções feitas pela Comissão de Classificação da Seds.

Para o detento Marcos Divino de Almeida, o curso é uma oportunidade de trabalho quando obter a liberdade. “O curso é muito bom e estou aprendendo bastante coisa que eu não sabia. Além de poder passar os ensinamentos para outros presos e tomar mais cuidado na hora de apagar o fogo, poderei conseguir um emprego na área quando terminar de cumprir minha pena”, disse.

José Aparecido de Assis, outro detento participante do curso, também destaca a importância do curso. “Estou achando muito bom, o curso está me favorecendo e me dando mais conhecimento para que no futuro eu possa também auxiliar a sociedade. Espero que outros presos também tenham a mesma oportunidade que nós”, destaca.

Parcerias

A formação de detentos e agentes penitenciários é uma das iniciativas do Movimento Minas, Projeto de Gestão para a Cidadania, que incorpora como principal desafio para o Governo de Minas Gerais a participação da sociedade civil organizada na priorização das ações estratégicas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/detentos-e-agentes-penitenciarios-recebem-formacao-para-combate-a-incendios/

Governo de Minas: DER/MG realiza operação contra transporte clandestino em Pirapora

Em quatro dias de operação, foram apreendidos nove ônibus de operadoras irregulares

Divulgação/DER
Operação Benjamim Guimarães realiza blitze regulares para combater transporte clandestino de passageiros
Operação Benjamim Guimarães realiza blitze regulares para combater transporte clandestino de passageiros

Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG) está realizando em Pirapora, no Norte de Minas, blitze regulares para combate ao transporte clandestino de passageiros. A operação denominada “Benjamim Guimarães” – uma alusão ao vapor que navega pelo Rio São Francisco e símbolo da cidade – começou no último dia 26 e termina neste sábado (31).

A operação Benjamim Guimarães é resultado de reuniões com empresários do setor de transporte coletivo, sindicatos, Polícia Militar de Minas Gerais, Polícia Civil, Ministério Público, Secretaria da Fazenda e órgãos públicos municipais, que traçaram ações integradas intensivas e ostensivas de combate ao transporte irregular de passageiros na Região do Norte de Minas.

Em quatro dias de operação, foram apreendidos nove ônibus de operadoras irregulares. Além de terem os veículos apreendidos, oito transportadores foram autuados pelo Decreto 44.035/05 e nove caracterizados na Lei 19.445/11, sendo que um deles possuía a placa de táxi. Por causa da apreensão dos veículos clandestinos, 180 passageiros tiveram de ser transbordados para ônibus do sistema legal.

Operação

Agentes a paisana do DER monitoram desde o primeiro passo dos transportadores clandestinos, que começam com o aliciamento de cidadãos para a venda de passagens ilegais e em seguida partem para a  criação de pontos de embarque e desembarque proibidos. Ao saírem para a viagem, placas e características dos veículos ilegais são repassadas à central de monitoramento e, nas estradas, para que fique evidente a prática ilegal, eles são abordados, multados e apreendidos.

“Quando empresas desse tipo agem, estão colocando os passageiros em risco e lesando diretamente as empresas que andam com a documentação em dia” advertiu o Diretor de Fiscalização do DER/MG, João Baeta Costa Machado.

Os transportadores ilegais flagrados sofrem a aplicação da Lei 19.445/11, que prevê multa de R$ 1.164,55 e cobrança do dobro do valor no caso de reincidência; apreensão do veículo; liberação do veículo apenas após o pagamento de todas as despesas relativas ao guincho, diárias de apreensão, além de todas as multas pendentes do infrator; abertura de processo administrativo e até mesmo o enquadramento do infrator no Art. 301 do Código de Processo Penal para quem é flagrado realizando transporte clandestino.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/dermg-realiza-operacao-contra-transporte-clandestino-em-pirapora/

Governo de Minas: campanha “Sou pela Vida” reduz em 12% os acidentes no primeiro trimestre do ano em BH

A campanha abordou 15.360 veículos de 14 de julho de 2011 a 29 de março de 2012

Renato Cobucci/Imprensa MG
As ações da campanha são realizadas de forma integrada entre a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e BHTrans
As ações da campanha são realizadas de forma integrada entre a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e BHTrans

Nos três primeiros meses de 2012, houve redução de 12% dos acidentes de trânsito na capital mineira em comparação com o mesmo período do ano passado. A diminuição é resultado da campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida”, que há oito meses faz parte da rotina dos belohorizontinos. Desde o seu lançamento, a campanha, que visa coibir a mistura álcool e direção, já abordou mais de 15 mil motoristas em Belo Horizonte, sendo cerca de 1.300 autuados por embriaguez, incluindo crimes e infrações de trânsito.

Em números absolutos, foram registrados 16.296 acidentes de trânsito no primeiro trimestre de 2011, contra 14.279 no mesmo período de 2012, com as blitze já em pleno funcionamento. A redução é de 12,38%. Quando o recorte é acidentes de trânsito com vítima, a diminuição é de 12,55%, sendo 3.617 acidentes no primeiro trimestre de 2011, contra 3.163 em 2012. Os acidentes de trânsito sem vítima passaram de 12.679 para 11.116, uma redução de 12,33%.

Conscientização

Para o secretário-ajunto de Defesa Social, Robson Lucas da Silva, a mobilização das polícias, juntamente com a contribuição da Guarda Municipal, tem contribuído sensivelmente para a redução dos índices de acidentes. “Participei das abordagens da campanha nas últimas três semanas e tenho percebido que muitos frequentadores dos locais onde há grande concentração de bares estão usando táxis e também o transporte coletivo como alternativa à direção. Isso mostra que a fiscalização tem inibido e desencorajado o motorista a dirigir após fazer uso de bebida alcoólica, o que pode causar graves acidentes”, revela.

O secretário-adjunto ressalta ainda que a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) está preocupada com a conscientização dos motoristas. “Estamos trabalhando o aspecto pedagógico e não somente o repressivo. Não podemos abrir mão de fazer cumprir a lei, que pune quem dirige sob efeito do álcool, mas estamos atentos também à necessidade de conscientizar a população de que bebida e direção não combinam”. Robson Lucas explica que as blitze tem caráter fiscalizador e pedagógico ao mesmo tempo. “O meu sentimento é de que a campanha está surtindo um duplo efeito: aquele que insiste em desrespeitar a lei é punido e os demais estão cientes de que ao beber e dirigir colocam em risco as próprias vidas e também as vidas de outras pessoas”.

Abordagens

A campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida” abordou 15.360 veículos de 14 de julho de 2011 a 29 de março de 2012. Nesse período, 1.333 motoristas foram autuados, sendo 356 por crimes de trânsito (nível de álcool no sangue acima de 0,34 mg/l) e 977 por infrações de trânsito (nível de álcool no sangue entre 0,14 e 0,33 mg/l ou, após 5 de agosto, quando não soprar o bafômetro passou a ser passível de punição, infrações por recusa do etilômetro). O índice de recusas ao teste é de 3,03%.

As ações da campanha “Sou pela Vida. Dirijo sem Bebida” são realizadas de forma integrada entre a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e BHTrans, e têm horários e dias flexíveis, acontecendo preferencialmente de quarta-feira a domingo. Semanalmente, uma equipe com representantes das corporações se reúne para definir os próximos locais de abordagens, baseada na avaliação de pontos onde há grande concentração de bares e também onde, estatisticamente, acontecem mais acidentes com pessoas alcoolizadas ao volante.

A Secretaria de Estado de Defesa Social coordena a campanha, que é resultado do trabalho do Comitê Gestor de Trânsito, criado, em fevereiro de 2011 pelo governador Antônio Anastasia, para diminuir o número de vítimas do trânsito. O comitê é composto por cerca de 30 instituições ligadas ao trânsito, como Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Polícia Rodoviária Federal (PRF), entre outros.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/campanha-sou-pela-vida-reduz-em-12-os-acidentes-no-primeiro-trimestre-do-ano-em-bh/

Governo de Minas: DER deflagra operação na RMBH para combater transporte ilegal de passageiros

Operação “Cata Piolho” multou aproximadamente 100 veículos nas imediações do Aeroporto Internacional Tancredo Neves

Bernadete Amado
Agentes do DER fiscalizam transporte de passageiros
Agentes do DER fiscalizam transporte de passageiros

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), no primeiro dia da “Operação Cata Piolho”, abordou nas imediações do Aeroporto Internacional Tancredo Neves (AITN) cerca de 200 veículos, multou aproximadamente 100 e apreendeu 20. A operação ganhou este nome por ter como principal objetivo fiscalizar transportadores ilegais de passageiros, denominados “piolhos” no meio que atuam, por aliciarem passageiros em determinados locais para utilizarem como forma de deslocamento carros de luxo fretados irregularmente ou táxis não credenciados.

“Estamos monitorando por meio de nossas táticas de inteligência estes transportadores ilegais – os “piolhos” há algum tempo, e sabemos exatamente quem são, onde e como atuam. Portanto, agora, estamos partindo para uma ofensiva para exterminar este mal em diversos pontos da Região Metropolitana de Belo Horizonte, isto significa que nossas blitze não serão apenas no trajeto BH/Confins”, afirmou o diretor de Fiscalização, João Afonso Baeta Costa Machado.

A ação do DER/MG também estará monitorando nas saídas de Belo Horizonte o transporte intermunicipal por táxi que não pode ser autorizado pelo DER/MG, em virtude de não estar incluído no Decreto nº 44.035/05, que normatiza a matéria. O mesmo vai acontecer com o do transporte remunerado, realizado por veículos particulares, pois estes ao não serem habilitados a cobrar por qualquer transporte, o condutor pode ser enquadrado por exercício ilegal da profissão.

“O transporte clandestino coloca em risco a vida do cidadão ao não oferecer viagens com qualidade e garantias de seguridade. Já foram detectados e apreendidos transportadores clandestinos dirigindo depois de terem consumido bebidas alcoólicas, inabilitados, e mais grave, com vínculo com o contrabando, assaltos, lavagem de dinheiro e tráfico de drogas” acrescentou Baeta.

Os transportadores ilegais abordados podem sofrer penalizações previstas na Lei 19.445/11, que prevê multa de R$ 1.164,55 (500 UFEMGs) e cobrança do dobro do valor no caso de reincidência; transbordo das pessoas transportadas; apreensão do veículo; liberação do veículo apenas após o pagamento de todas as despesas relativas ao guincho, diárias de apreensão, além de todas as multas pendentes do infrator; abertura de processo administrativo e até mesmo o enquadramento do infrator no Art. 301 do Código de Processo Penal, que tipifica o flagrante delito.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/der-deflagra-operacao-na-rmbh-para-combater-transporte-ilegal-de-passageiros/

Governo de Minas: blitze do DER combatem transporte clandestino nas rodovias mineiras

DER obteve resultado positivo em balanço parcial nas blitze de combate ao transporte ilegal em Minas

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), em conjunto com Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), BHTrans e Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), obteve resultado positivo em balanço parcial nas blitze de combate ao transporte clandestino no Estado. Nesse Carnaval, foram abordados 14 mil veículos e lavrados 1005 autos de infração nas 350 blitze realizadas. O número de veículos autuados diminuiu em relação ao Carnaval de 2011, quando foram abordados 13.046 veículos e lavrados 2.556 autos de infração.

“Estamos considerando as blitze realizadas este ano um sucesso porque, apesar do maior número de ações de fiscalização realizadas em relação ao ano anterior, do melhor mapeamento das rotas utilizadas no período de Carnaval e dos cerca de 2.000 agentes fiscalizadores que estão trabalhando durante a operação, o número de veículos autuados diminuiu, o que permite concluir que houve no período um uso menor do transporte ilegal, maior conscientização dos nossos passageiros e de quem se presta a atividade de fretamento”, analisou o diretor de Fiscalização do DER/MG, João Afonso Baeta Costa Machado.

Segundo João Baeta, “as estratégias serão permanentemente aprimoradas e a diminuição do número de autos lavrados significa que a instituição está no caminho certo contra os transportadores ilegais, mas que infelizmente a imprudência ainda é significativa por parte dos condutores infratores causadores de muitos acidentes com vitimas fatais”, finalizou o diretor.

Ação conjunta

A repressão ao trânsito de motoristas alcoolizados também foi intensificada nas blitze, já que além dos 383 etilômetros das policiais Civil e Militar, os condutores sob suspeita foram submetidos ao teste do bafômetro nos 140 aparelhos da PRF. A participação da Subsecretaria de Políticas sobre Drogas no Plano Mineiro de Prevenção e Atendimento a Acidentes de Trânsito Terrestre garantiu a abordagem aos estabelecimentos às margens das rodovias, visando o combate à venda de bebidas alcoólicas nestes locais. A campanha advertiu também para o risco do uso de drogas ilícitas.

A ação conjunta permitiu colocar ao mesmo tempo, em diferentes pontos das estradas mineiras, 33 radares móveis, sendo 15 da PRF e os 18 da Polícia Militar, reforçando o papel dos 211 radares fixos já instalados na malha rodoviária sob jurisdição do DER/MG.

“O poder multiplicador do grupo permitiu que as rotas das cidades mais procuradas pelos foliões que permanecem em Minas Gerais – Diamantina, Ouro Preto, Pompéu, Pará de Minas, Abaeté, São João del-Rei e Tiradentes, entre outras, pudessem ser fiscalizadas com mais rigor. Os acessos  a estas cidades receberam um reforço na distribuição do efetivo policial, obtendo desta forma uma melhor cobertura na malha rodoviária, assim como as rotas mais utilizadas no deslocamento para o litoral, o que inibiu, em muito, o transportador clandestino”, acrescentou Baeta.

Uma portaria federal limitou o tráfego de carretas, caminhões bitrens, caminhões silo, de siderúrgicas e de transporte de bobinas durante o Carnaval. O cumprimento da determinação foi fiscalizado pelos agentes do DER/MG, sendo que as mesmas medidas restritivas também foram adotadas pelo DER/MG nas rodovias estaduais (as MGs e federais delegadas) e serão adotadas em todos os feriados do ano de 2012”, finalizou o diretor.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: DER instala mais sete radares em rodovias estaduais de diversas regiões do Estado

Estradas mineiras passam a contar com 218 equipamentos em operação

Divulgação/Setop MG
Novos radares entram em funcionamento a partir de zero hora desta sexta-feira
Novos radares entram em funcionamento a partir de zero hora desta sexta-feira

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) colocará em operação mais sete novos radares em rodovias estaduais em diversas regiões do Estado, a partir de zero hora desta sexta-feira (24).

Dois equipamentos passam a operar na MGC-367, nos quilômetros 587,5 e 582,8, próximos ao município de Diamantina, no Vale do Jequitinhonha. Na região Central, em Curvelo, serão instalados dois novos equipamentos: o primeiro na AMG-910, no quilômetro 9,4, e o outro na MGC-259, quilômetro 558,8.

No Triângulo Mineiro, em Uberlândia, haverá um equipamento de controle de velocidade na BR-452, quilômetro 175,7. E a região Sul de Minas receberá dois radares, que passam a operar na MG-290, nos quilômetros  0,1 e 1,5, em Pouso Alegre. A velocidade máxima permitida para todos os radares é de 60Km por hora.

A implantação dos novos radares é uma das ações previstas no Programa Estruturador de Aumento da Capacidade de Segurança dos Corredores de Transporte (Proseg) da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), cujo objetivo é aumentar a segurança nas rodovias estaduais mineiras. Com a implantação destes sete novos equipamentos, as estradas mineiras agora contam com 218 radares em operação.

O local com maior número de radares é a Região Metropolitana de Belo Horizonte, com 43 unidades. A região Central possui outros 40. E a Zona da Mata, 42, sendo que 16 deles estão nas vias de responsabilidade da 5ª Coordenadoria Regional do DER-MG, localizada em Ubá.

Estudo técnico

Os radares são instalados pelo DER-MG após elaboração de estudo técnico e implantação de projeto específico de sinalização. Os equipamentos só entram em operação depois de aferidos pelo Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Minas Gerais (Ipem-MG), órgão credenciado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industrial (Inmetro), e em conformidade com as determinações do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas dá início às ações de fiscalização do Carnaval nas rodovias estaduais

DER realiza, a partir desta sexta, série de 199 ações diretas de fiscalização em todo o Estado
Bernadete Amado
As blitze voltadas para o Carnaval são medidas que buscam inibir as causas de acidentes nas estradas
As blitze voltadas para o Carnaval são medidas que buscam inibir as causas de acidentes nas estradas

O Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER), Polícia Militar Rodoviária e Polícia Rodoviária Federal começam, nesta sexta-feira (10), uma série de 199 ações diretas de fiscalização.

As blitze voltadas para o Carnaval são medidas que buscam inibir as prováveis causas do acidente de qualquer natureza, interferindo ativa e diretamente antes que ele efetivamente ocorra. As ações, além dos condutores de veículos, fiscalizarão os transportadores regulares e clandestinos. Haverá, também, a verificação preventiva da situação das vias. Para isso, o DER vai trabalhar com 256 fiscais e 103 viaturas nas rodovias sob sua responsabilidade.

Os órgãos parceiros na iniciativa, antes de realizá-la, mapearam as regiões mais procuradas pelas pessoas nesse período, que são os acessos a Serra do Cipó, Diamantina, Pirapora, Ouro Preto, Mariana, São João del-Rei, Região Metropolitana de Belo Horizonte e alguns outros pontos mais regionalizados. Em todas as atividades serão utilizadas viaturas dotadas de equipamentos de última geração, que permitem checar, em tempo real, várias situações encontradas no trânsito, com acesso direto à internet, além de atuaram sem pontos fixos que, por sua natureza, permitem antecipar situações de risco.

Segundo o diretor de Fiscalização, João Afonso Baeta Costa Machado, todo o sistema de fiscalização estará em funcionamento com operações que vão desde a blitz comumente conhecida, com lavramento de multas e apreensões de veículos irregulares, passando pela verificação da ocupação do entorno das rodovias mineiras (as chamadas faixas de domínio).

Cuidados

O diretor de fiscalização lembra que é indispensável se fazer revisão mecânica e elétrica do veículo a ser utilizado na viagem. “Além da revisão, respeitar os limites de velocidade, observar as regras de circulação, o uso do cinto de segurança e não beber antes e durante a condução de veículos. Tudo por uma viagem mais segura e tranqüila”, disse.

Vale lembrar também que aqueles que pretendem fazer viagens de turismo devem verificar a legalidade do transporte a ser utilizado, o que pode ser feito através das 40 unidades do DER/MG em todo o Estado. A verificação da situação das rodovias pode ser encontrada no site do DER/MG (www.der.mg.gov.br) e do DNIT (www.dnit.gov.br).

O Governo de Minas também disponibiliza um canal para obter informações, realizar reclamações e sugestões por meio do número 155, opção 6.

Fonte: Agência Minas