Governo de Minas: faltam 400 dias para a Copa das Confederações; Mineirão sediará três jogos

Em Minas, faltam 224 dias para o Novo Mineirão ser entregue 100% modernizado

Sylvio Coutinho/Divulgação
A obra do Novo Mineirão ficará pronta em 21 de dezembro de 2012
A obra do Novo Mineirão ficará pronta em 21 de dezembro de 2012

Pelo calendário oficial da FIFA, nesta quinta-feira (10) faltarão 400 dias para a Copa das Confederações 2013, mas em Minas a contagem regressiva é para a conclusão das obras do Mineirão. Aqui faltam 224 dias para o Novo Mineirão ser entregue 100% modernizado. A data para o final da reforma é 21 de dezembro de 2012. O estádio será palco de três partidas da Copa das Confederações. Até 2013, também serão, pelo menos, 5.000 profissionais capacitados em diversas modalidades e, pelo menos, 12 novos hotéis inaugurados.

“Para o Governo de Minas o mais importante é o legado que a Copa vai deixar. As obras estão em dia e vão melhorar a vida das pessoas. Mas queremos estar prontos para todas as demandas da FIFA para que os torcedores que vierem para a Copa das Confederações voltem para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 e tragam familiares e amigos com eles. Por isso queremos receber bem os turistas já no desembarque e durante todo o período em que eles estiverem em Minas”, explica Sergio Barroso, secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo.

O Mineirão está com 58% da obra concluída. São 2.000 operários em campo. A estrutura metálica da cobertura já começou a ser montada. Essa cobertura terá uma membrana translúcida e auto-limpante que permite a passagem de luz, mas dissipa o calor. A cobertura do Mineirão também terá células fotovoltaicas que captam energia solar e transformam em energia elétrica – o suficiente para abastecer 1.100 residências de médio porte. Na parte interna, 30% da arquibancada inferior estão instaladas e 80% dos bares e banheiros já receberam acabamento (reboco e piso) com instalação de bancadas e divisórias de granito (50%). Até o final do mês, a esplanada que circunda o estádio estará 100% montada. A obra do Mineirão ficará pronta em 21 de dezembro de 2012.

O Novo Mineirão, após a reforma, terá 64 mil lugares, esplanada com capacidade para 65 mil pessoas, 80 camarotes, 2.569 vagas para carros, tribuna para quase 3.000 jornalistas, 7.000 m2 para comércio e cobertura que capta energia solar e transforma em elétrica capaz de abastecer 1.500 residências de médio porte.

Novas oportunidades

Até o final deste ano, mais de 5.000 pessoas serão capacitadas para a Copa em projetos que envolvem parcerias do Governo de Minas e da Prefeitura de Belo Horizonte com a iniciativa privada (cursos de línguas, agentes de informação turística, guia de turismo, auxiliar de cozinha, camareira, garçom, recepcionista, gestão de negócio, planejamento de emergência hospitalar externa e princípios de medicina de catástrofe).

Doze novos hotéis que serão construídos no Estado estarão prontos para a Copa das Confederações em Belo Horizonte e mais 33 até a Copa de 2014. Dois já foram inaugurados. Desse total de 45, dois são cinco estrelas e 19 são quatro estrelas. Com isso serão ao todo, em um raio de até 100 km de Belo Horizonte, 52 mil leitos para a Copa de 2014. Vários hotéis possuem centro de convenção com capacidade que varia de 120 a 2.000 pessoas, uma aposta na vocação de Minas para o turismo de negócios.

Infraestrutura

Já a reforma do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, está em andamento e tem conclusão prevista para dezembro de 2013. A obra é de responsabilidade do governo federal. Após a reforma, o terminal terá capacidade ampliada de 10,2 (2011) para 16,5 milhões de passageiros por ano, sendo 11,6 milhões no terminal de passageiros 1 e 4,9 milhões no terminal de passageiros 3; nova área de carga e descarga; ampliação da área comercial; substituição de escadas rolantes; instalação de 17 elevadores e reforma dos pontos de check-in. No segundo semestre começa a obra para ampliação da pista em 600 m e do pátio em 192,4 mil metros quadrados.

Em relação à mobilidade urbana, segundo relatório do Ministério Público Federal, a Caixa Econômica Federal liberou, até janeiro deste ano, R$ 206 milhões para as 12 sedes, dos quais R$ 130 milhões são para Belo Horizonte. Das nove obras do PAC da Copa do Mundo que estão em andamento, seis estão em Belo Horizonte. Belo Horizonte vai ganhar, até a Copa de 2014, três corredores exclusivos para ônibus articulados, os chamados Bus Rapid Transit (BRT), que transportarão cerca de 750 mil pessoas e que estarão concluídos em 2013. A implantação dos BRTs nas avenidas Cristiano Machado, Antônio Carlos/Pedro I e região central vão tirar do centro da cidade cerca de 130 linhas de ônibus. O BRT da avenida Antônio Carlos será fundamental no transporte dos torcedores ao Mineirão.

Fonte http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/faltam-400-dias-para-a-copa-das-confederacoes-mineirao-sediara-tres-jogos/

Gestão em Minas: cobertura do Novo Mineirão começa a ser montada

Com as obras mais avançadas do Brasil, estádio será referência na Copa do Mundo de 2014

Sylvio Coutinho/Divulgação
Material, feito de dióxido de titânio, permite melhor passagem de luz natural
Material, feito de dióxido de titânio, permite melhor passagem de luz natural

Os trabalhos de modernização do estádio da Pampulha avançam com a recente chegada da estrutura metálica da cobertura do novo Mineirão. As novas treliças tubulares de aço vão receber uma membrana translúcida e auto-limpante em sua parte superior. O material, feito de dióxido de titânio, permite melhor passagem de luz natural e oferece maior resistência contra intempéries, além de ser mais econômico.

A cobertura está sendo instalada para proporcionar maior segurança e conforto a todos os visitantes da nova arena. A estrutura atual será expandida em 26 metros com a instalação das treliças para proteger os assentos mais próximos ao gramado. As cerca de 500 peças em fabricação vão totalizar aproximadamente mil toneladas. O projeto da nova cobertura foi concebido pela empresa Engserj, de renomados acadêmicos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). As treliças, fabricadas em São Paulo, são empregadas também no estádio de Durban, África do Sul, e em outros de futebol americano dos EUA.

Iniciado em outubro de 2011, o trabalho de reforço da estrutura atual deu início à preparação para instalação da nova cobertura. Nessa etapa, foi construída a estrutura que hoje recebe os chamados tirantes, que são cabos de tração com a finalidade de sustentar o peso da cobertura. Esses cabos serão tensionados à uma força equivalente ao peso de 5 mil toneladas. Foi necessário, inclusive, fazer reforço na fundação do estádio.

O trabalho será executado por cerca de 100 operários especializados, incluindo profissionais com formação em montanhismo. Tem previsão de término para novembro deste ano. “Será uma nova cobertura feita com estruturas mais leves, material com alto desempenho, além de esteticamente agradáveis”, conclui José Severiano Braga da Silva, gerente de operações da obra.

Estágio avançado

Esta semana, a obra atingiu o pico máximo de trabalhadores, com 2.000 operários em campo, e a marca de 58% dos trabalhos concluídos. Cerca de 80% das peças da esplanada já foram instaladas ao redor da fachada 100% já tratada. Na parte interna, 30% da arquibancada inferior está instalada e 80% dos bares e banheiros já receberam acabamento (reboco e piso) com instalação de bancadas e divisórios de granito (50%).

As instalações do novo fosso de segurança também estão em fase final, com 90% de execução. Seguem em andamento as atividades de infraestrutura elétrica, hidráulica e de drenagem, além da execução dos pisos da esplanada e do estacionamento coberto. Serão disputadas no novo estádio três partidas durante a Copa das Confederações, em 2013, e outros seis jogos na Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 (quatro na primeira fase, um na oitava de final e outro na semifinal).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/cobertura-do-novo-mineirao-comeca-a-ser-montada/

Governo de Minas: camarotes para a Copa são apresentados a empresários mineiros

16h50m – 24 de Abril de 2012 Atualizado em 19h10m

Anúncio foi feito durante evento organizado pela Secopa e pela Fiemg, em Belo Horizonte

Alexandra Martins/Secopa MG
Secretário Sergio Barroso e o diretor financeiro da Fiemg, Lincoln Gonçalves Fernandes
Secretário Sergio Barroso e o diretor financeiro da Fiemg, Lincoln Gonçalves Fernandes

Detalhes sobre a venda de camarotes do Mineirão para a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014 foram anunciados, na noite dessa segunda-feira (23), a empresários de Minas Gerais. O anúncio foi feito durante a apresentação do Programa Comercial de Hospitalidade da Fifa pela empresa Match, em evento organizado pela Secopa e pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), na sede da Fiemg, em Belo Horizonte. Designada pela Fifa, a empresa é responsável pelo chamado setor de Hospitalidade em Copas, que compreende as áreas de passagem aérea, hospedagem e ingressos.

Seis jogos serão disputados no Mineirão, sendo quatro na primeira fase, um nas oitavas de final e outro na semifinal. “Essa é uma oportunidade para que o empresário mineiro tenha oportunidade de conhecer o plano de hospitalidade da Fifa e a estrutura dos novos camarotes para assim definir o que melhor atenderá a seus clientes”, disse o secretário Sergio Barroso.

Existem três categorias de camarotes e cada uma delas comercializa diferentes tipos de produtos. A Luxury oferece os pacotes Match Private Suite e o Bossa Nova Studio; a Business oferece o Match Business Seat e o Match Pavilion; e a Leisure tem disponível o pacote Match Premier. Os pacotes se distinguem pela oferta de serviços oferecidos, tais como alimentação, estacionamento, assistência multilíngue e estrutura mobiliária. Os preços variam entre US$ 2,3 mi, envolvendo 19 partidas, e US$ 4.600, para seis jogos.

“Belo Horizonte é uma das cidades mais importantes neste Mundial. Prova disso é que o Mineirão vai abrigar seis partidas, sendo uma na semifinal, que é uma fase que atrai muitos visitantes, independente dos times que jogarão no estádio. Queremos que os clientes tenham uma experiência única com as facilidades oferecidas”, destacou o diretor executivo da Match, Ray Whelan.

O diretor financeiro da Fiemg, Lincoln Gonçalves Fernandes, defendeu a iniciativa como uma oportunidade de estreitamento dos procedimentos preparativos para a Copa de 2014. “BH é uma das cidades do país que mais respondeu às necessidades da hotelaria, com boa infraestrutura esportiva, para ser uma excelente anfitriã”, disse.

Estratégias comerciais, como a de oferta de camarotes a clientes, é uma boa ferramenta publicitária que reforça marcas. A diretora-presidente da Vert Hotéis, Érica Drumond, reitera a ideia. “Copa é oportunidade para fazer negócios, exibir sua marca a públicos nacionais e estrangeiros, dependendo de sua estratégia. Oferecer camarote de uma Copa a seu público na sua cidade é uma chance única”, comentou a empresária.

A mesma motivação tem o gerente de receptivo da empresa Viagens Master, Lucas Davis. “Seguramente, vamos adquirir pacotes tanto no Mineirão para a Copa, como também para o Independência, durante os campeonatos mineiro e nacional”, adianta.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/camarotes-para-a-copa-sao-apresentados-a-empresarios-mineiros/

Governo de Minas: Secopa participa de reuniões temáticas sobre transparência e cultura em Brasília

Representantes da Secopa participaram da 5ª Reunião da Câmara Temática de Transparência e também da apresentação do plano executivo do Ministério da Cultura

A Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa) participou da 5ª Reunião da Câmara Temática de Transparência e também da apresentação do plano executivo do Ministério da Cultura, durante reunião da Câmara Temática de Cultura, ambas realizadas nessa terça-feira (27), em Brasília.

O encontro da Câmara de Transparência foi realizado para apresentação dos gastos com estádios em construção das 12 cidades-sede da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. O modelo de gestão compartilhada do novo Mineirão foi detalhado aos participantes da reunião, que incluiu representantes da Controladoria Geral da União (CGU), Tribunal de Contas da União, Advocacia Geral da União, Ministério do Esporte, Senado e da sociedade civil representada pelo Instituto Ethos.

Para a assessora jurídica da Secopa presente na reunião, Lívia Magaldi, a iniciativa reforçou a necessidade de atualização de dados orçamentários da Copa de 2014 junto aos principais portais de acompanhamento de gastos para a Copa do Mundo. “É necessário alimentar esses canais para que a sociedade possa acompanhar a destinação dos recursos públicos nas ações relacionadas à Copa. Além disso, com a entrada em vigor da Lei de Acesso à Informação em 16 de maio, esse compromisso será ainda mais premente entre estados e municípios”, adiantou.

Cerca de 40 pessoas participaram da reunião que teve como destaque a palestra sobre a importância da integração de dados entre os portais de transparência da CGU e do Senado. A instrução é para que o portal da CGU reúna as informações acerca de recursos federais e o do Senado o conteúdo dos gastos estaduais e municipais. “A uniformização dos portais facilitará o trabalho dos gestores e trará maior clareza à sociedade civil sobre os recursos investidos na organização da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014”, explica Lívia Magaldi.

PPP do Mineirão

Com o modelo de gestão compartilhada de Minas, o Governo não investe recurso público diretamente na obra. O parceiro privado usa recursos próprios para a execução da obra e assume a operação do estádio pelo período de 25 anos. O Governo do Estado fará o controle e monitoramento dessas ações, utilizando indicadores de desempenho e sanções pecuniárias definidos em contrato. Quanto melhor o rendimento do negócio, menor será a contrapartida do Estado, que poderá até mesmo lucrar com a concessão do estádio. Além de Minas Gerais, mais quatro estados desenvolvem parcerias público-privadas para as obras em estádios: Rio Grande do Norte, Bahia, Pernambuco e Ceará.

Cultura

O Ministério da Cultura (Minc) apresentou o programa ‘Cultura na Copa’ durante a reunião da Câmara Temática de Cultura, Educação e Ação Social. Formado a partir de ações construídas de acordo com as Diretrizes do Minc, o plano tem como objetivo qualificar todo o setor cultural para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Além da Secopa, participaram também a Secretaria de Estado da Cultura, o Comitê Municipal Organizador da Copa e a Fundação de Cultura.

A assessora do Núcleo de Centros de Treinamento de Seleção da Secopa, Fernanda Fonseca, destacou a criação da Arena Cultural, que são espaços coletivos de convivência propostos para o Mundial. “Esta é uma boa estratégia para a promoção da cultura brasileira, cujos 12 estados envolvidos poderão expor sua música, gastronomia, arte, artesanato e dança. Para Minas, é uma grande oportunidade de divulgação de seus produtos para os turistas nacionais e internacionais”, relata.

Mineirão

O consórcio responsável pelas obras e posterior operação do estádio é a Minas Arena, formado pelas construtoras Egesa, Hap e Construcap. A modernização do Mineirão foi dividida em três etapas: as duas primeiras receberam recursos do Estado de R$ 11,7 milhões. A terceira e atual, com previsão de conclusão para 21 de dezembro de 2012, tem orçamento de R$ 654 milhões do parceiro privado.

Atualmente, 50% das obras estão concluídas. O novo Mineirão terá 64 mil assentos; restaurante com vista para o campo, 80 camarotes com 1.500 lugares, área VIP com cerca de 3.500 assentos a poucos metros do campo e com lounges. O estacionamento terá 2.521 vagas para carros, sendo 1.534 vagas cobertas e 987 descobertas. A área de imprensa poderá receber cerca de 3.000 jornalistas e conta com estúdios, sala de conferência e espaço para entrevistas.

A área destinada ao comércio terá 7.064 m2, abrangendo tanto o interior como a esplanada externa. Já a cobertura receberá placas fotovoltaicas capazes de captar energia solar e transformá-la em energia elétrica que será lançada na rede de distribuição da Cemig. A quantidade de energia gerada será suficiente para atender cerca de 1.200 residências de médio porte.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secopa-participa-de-reunioes-tematicas-sobre-transparencia-e-cultura-em-brasilia/

Governo de Minas: BDMG disponibiliza linhas de crédito para mercado voltado para Copa

Objetivo é que empresas possam fomentar seus negócios visando à Copa das Confederações 2013 e à Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014

Renato Cobucci/Imprensa MG
Durante o evento, secretário Sergio Barroso falou sobre planejamento e negócios para a Copa
Durante o evento, secretário Sergio Barroso falou sobre planejamento e negócios para a Copa

Empresas mineiras dos setores de turismo e entretenimento se reuniram, nesta terça-feira, em Belo Horizonte, no workshop sobre linhas de crédito do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG). O encontro foi organizado para que essas empresas possam fomentar seus negócios visando à Copa das Confederações 2013 e à Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014.

Cerca de 60 pessoasestiveram presentes, em sua maioria representantes de micro e pequenas empresas, como bares, restaurantes, agências de viagem, hotéis, pousadas etc. Para esse segmento, com faturamento anual de até R$ 3,6 milhões, por exemplo, o banco disponibiliza financiamentos com taxas fixas de 0,96% ao mês (sem indexador variável), e prazos de até 36 meses para pagamento.

O secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso, falou sobre Planejamento e Negócios para a Copa. De acordo com ele, essa é uma oportunidade de gerar negócios e empregos a partir da grande movimentação de turistas durante o Mundial. “Essas linhas de crédito têm abrangência diferenciada, pois o BDMG permite aos empresários financiarem obras, reformas e mobiliário, mas também capacitação de mão de obra, um dos grandes legados que o maior evento esportivo do mundo pode nos deixar”, afirma.

Em seguida, a gerente de divisão do Departamento de Médias Empresas do BDMG, Maria Cecília Falabella Farah, apresentou as linhas de crédito do banco voltadas às necessidades  das empresas de turismo. Ao final, uma equipe de funcionários do Departamento de Micro e Pequenas Empresas atendeu, individualmente, os empresários interessados no financiamento. Um deles, Armando da Cunha, de Uberlândia, prevê a construção do Executive Inn Hotel, em maio deste ano, com previsão de conclusão para o início de 2014. “Nossa cidade é candidata a Centro de Treinamento de Seleção e estamos investindo para atender às demandas da Copa”, informa Armando.

“O banco está preparado para atender a todo o trade turístico, com oportunidades para todos os segmentos. Todas as demandas relacionadas a capital de giro e investimentos serão avaliadas”, informa o diretor da área de negócios com setor privado do BDMG, Fernando Lage de Melo, que  fez a abertura do workshop.

Turistas

Segundo estudo realizado pela Fundação Getúlio Vargas, sob encomenda do Ministério do Turismo, a previsão é de que 600 mil turistas estrangeiros virão ao Brasil no período da Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014. Eles realizarão quase 2 milhões de viagens pelas 12 cidades-sede. O número esperado de turistas brasileiros é de 3 milhões, que farão 6 milhões de viagens pelas cidades-sede do Mundial. A perspectiva é de que o número de turistas estrangeiros chegue a 2,98 milhões nos próximos três anos, o equivalente a um aumento de 79%.

Em Belo Horizonte, a expectativa é receber aproximadamente 197 mil visitas de turistas estrangeiros durante o Mundial, ainda de acordo com a Fundação Getúlio Vargas. Esse número sobe para 430 mil, quando o estudo analisa as visitas de brasileiros à capital de Minas Gerais.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/bdmg-disponibiliza-linhas-de-credito-para-mercado-voltado-para-copa/

Governo de Minas: mulheres do Mineirão embelezam arena da Copa do Mundo

Funcionárias das obras do estádio participaram de homenagem ao Dia Internacional da Mulher
Sylvio Coutinho
Ana Cláudia Fernandes Silva ganhou novo visual
Ana Cláudia Fernandes Silva ganhou novo visual

As mulheres que trabalham nas obras do Estádio Magalhães Pinto, o Mineirão, voltaram para a casa mais belas depois de participarem da homenagem oferecida pelo Governo de Minas, Minas Arena e Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e Sindicatos, nesta quinta-feira (8), no canteiro de obras do estádio.

Cerca de 60 trabalhadoras receberam massagem, fizeram corte e escova no cabelo, além de massagem nas mãos em tendas e no caminhão Senac Móvel de Imagem Pessoal horas antes do final do expediente. O veículo é equipado com lavadores de cabelo e SPA das mãos. “Todo dia é dia da mulher. Hoje é apenas uma data para homenagear todas elas, que gostam de se valorizar, que ora estão em ambiente de trabalho, ora estão cuidando dos filhos, ora desfrutando da vida, enfim, o universo feminino é encantador por seu ecletismo de valores e exemplos”, disse o secretário Sergio Barroso, da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa), durante cerimônia. Na ocasião, também esteve presente a secretária-adjunta de Turismo, Silvana Nascimento. “Se eu pudesse, ficava o dia inteiro aqui. Iniciativas como essa servem para lembrar essas características da mulher de hoje, de cuidado com o corpo e a beleza, além de ser um paralelo com seu papel cada vez mais predominante no mercado de trabalho”, frisou.

As funcionárias do departamento pessoal da Minas Arena, Ana Cláudia Fernandes Silva e Francine Brito Silva, adoraram a iniciativa. “Vou fazer de tudo: lavar, cortar, escovar e maquiagem. Excelente iniciativa. Se tiver que sair daqui, estou prontíssima”, avisa Ana Cláudia.

Capacitação

Por meio do Sesc Minas, o Sistema Fecomércio Minas realiza um trabalho de mobilização e sensibilização da sociedade para a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014. O Programa Senac Gratuidade, por exemplo, vai oferecer 37 mil vagas em cursos gratuitos para pessoas com renda familiar de até dois salários mínimos em todo Estado, incluindo cidades próximas a Centros de Treinamentos de Seleção, àquelas indutoras de turismo ou perto de regiões metropolitanas. Inscrições e informações no site http://www.mg.senac.br.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Mineirão homenageia operárias no Dia Internacional da Mulher

Parte do canteiro de obras se transforma em salão de beleza

Batom, rímel e lápis de olho em vez de pregos, martelos e trena. No Dia Internacional da Mulher, nesta quinta-feira (8), o canteiro de obras do Mineirão vai se transformar em um verdadeiro salão de beleza. O horário de trabalho de cerca de 60 mulheres será mais curto, pois das 16h às 18h elas cuidarão da estética e terão acesso a serviços de beleza e relaxamento.

Tendas serão instaladas na área externa do estádio, onde está sendo construída a esplanada. Durante a ação, cerca de 30 profissionais do Sesc Minas e empresas parceiras oferecerão serviços de corte, escova de cabelo, maquiagem e massagem corporal. Do Senac Minas, 12 alunos farão o atendimento de spa das mãos na carreta Senac Móvel de Imagem Pessoal.

“Essa é uma homenagem às nossas operárias, que têm papel fundamental na construção do Mineirão, um dos canteiros com maior número de mulheres nas obras da Copa do Mundo”, declara  o secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso. Para ele, as mulheres são detalhistas, caprichosas, organizadas e responsáveis.

O diretor-presidente da Minas Arena, Ricardo Barra, responsável pelas obras de modernização do Mineirão, reitera a informação. “As mulheres ocupam papel importantíssimo na obra, que vão desde o serviço de apontamento, até supervisão de tarefas. Os resultados do serviço das nossas operárias é considerado de excelente qualidade”, explica Barra.

Essa ação, que é uma parceria entre Governo de Minas, Minas Arena, Sesc-MG, Senac-MG, Sindicatos e Fecomércio-MG, acontece pela primeira vez e tem como objetivo proporcionar às trabalhadoras do Mineirão um dia especial e essencialmente feminino. “Esta ação é a nossa maneira de homenagear todas as mulheres, aqui representadas por essas guerreiras que trabalham na construção civil e participam ativamente da preparação do nosso estado para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014”, destaca o presidente do Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e Sindicatos, Lázaro Luiz Gonzaga.

Serviço:

Evento: Dia da Mulher no Mineirão

Data: 8 de março, quinta-feira

Local: Estacionamento do Estádio Governador Magalhães Pinto (Mineirão) – Avenida Antônio Abrahão Caram, 1001 – São Luís – Belo Horizonte – MG

Governador Anastasia destaca importância da Copa do Mundo para Minas

Cidades candidatas lotam Centro de Convenções para Seminário de Centros de Treinamento de Seleções

Wellington Pedro/Imprensa MG
Anastasia durante pronunciamento durante III Seminário de Centros de Treinamento de Seleção (CTS)
Anastasia durante pronunciamento durante III Seminário de Centros de Treinamento de Seleção (CTS)

O governador Antonio Anastasia participou, nesta sexta-feira (10), no Centro de Convenções de Uberlândia, no Triângulo Mineiro do III Seminário de Centros de Treinamento de Seleção (CTS). O evento reuniu cerca de 200 pessoas e contou ainda com a presença do secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso, do ex-jogador da Seleção Brasileira de Futebol, campeão mundial em 1994 e 2002, Cafu, e de entidades parceiras e representantes da maioria das cidades mineiras candidatas a CTS.

“A Copa da Mundo em Minas é uma oportunidade única e particular para nós mineiros, que temos tido nos últimos anos um desenvolvimento econômico grande. Teremos a chance inequívoca de projetar Minas Gerais de forma internacional e mostrar ao mundo nossas tradições. O Estado inteiro está mobilizado e a Copa do Mundo é um bom negócio, cujas oportunidades não podemos perder. Se soubermos aproveitar bem, teremos Minas em outro patamar. Temos de deixar de ser tímidos e mostrar Minas para o mundo”, afirmou Anastasia.

Para Sergio Barroso, os municípios mineiros estão empenhados em fazer o melhor para receber a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. “Isso fica claro quando percebemos o entusiasmo das cidades mineiras candidatas, que se revela na preparação para receber turistas e seleções internacionais durante a Copa do Mundo. Já estamos gerando resultados e é isso que vamos mostrar para todo o mundo”, disse o secretário, durante a abertura do evento.

E a divulgação internacional de Minas Gerais foi o ponto defendido por Cafu durante sua palestra. “Esse é o momento de se preparar, mas também de mostrar para todos, como o estado é rico e tem recursos para receber qualquer seleção de futebol do planeta. Pela minha experiência de ter disputado quatro Copas do Mundo, sei que esse evento gera benefícios para todos, principalmente com a geração de empregos. O Mundial passa, mas o legado que fica é para sempre”, disse o ex-jogador.

Para Peter Keen, consultor do governo britânico, as nações mudam com eventos de grande porte bem-sucedidos. “O esporte é um caminho para o desenvolvimento social de um país. Essa é a hora de potencializar equipamentos esportivos para mudar a realidade do país”, comentou. Em sua palestra, ele apresentou programas de desenvolvimento social internacional, com incentivos do Banco de Interamericano de Desenvolvimento (BID). “São exemplos que podem e devem ser seguidos pelos brasileiros”, pontuou.

Qualificação

Na segunda parte do evento, palestrantes abordaram a preparação de micro e pequenas empresas, além da necessidade de capacitação profissional, desenvolvimento dos empresários do segmento de bens, serviços e turismo, e ações de promoção e divulgação para o Mundial. “Queremos capacitar e qualificar os mineiros para se prepararem para as oportunidades que já estão sendo criadas com a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014”, disse Lázaro Luiz Gonzaga, presidente do Sebrae-MG, Sistema Fecomércio-MG, Sesc-MG, Senac-MG e Sindicatos.

A assessora de Relações Institucionais da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), Mariana Bahia, apresentou o projeto do Governo de Minas para as copas das Confederações da FIFA 2013 e do Mundo da FIFA Brasil 2014.

Cidades candidatas

As 19 cidades mineiras candidatas a CTS são: Araxá, Caeté, Caxambu, Divinópolis, Extrema, Formiga, Governador Valadares, Ipatinga, Juiz de Fora, Matias Barbosa, Lagoa Santa, Montes Claros, Patos de Minas, Poços de Caldas, Sacramento, Sete Lagoas, Uberaba, Uberlândia e Varginha.

Requisitos para CTS

Equipamento

Características

Hotel

Deve ter disponibilidade de mínimo de 55 quartos com ar-condicionado ou aquecedor (considerando o clima na região nos meses de junho e julho).

Algumas seleções podem precisar de 100 quartos ou mais.

Serviço de restaurante deve atender, no mínimo, 55 pessoas, estilo Buffet, que seja reservado 24 horas para uso exclusivo da seleção.

Sala para conferência de imprensa em estilo cinema e capacidade mínima de 100 pessoas

Aeroporto

Aeroporto nas proximidades, com capacidade para receber aeronaves de aproximadamente 120 passageiros e permissão para vôos noturnos.

Tempo máximo de deslocamento hotel-aeroporto, por ônibus, não pode ultrapassar 60 minutos.

Centro de treinamento

Centro de treinamento deve ter, pelo menos, um campo em excelentes condições e medidas oficiais, além de SPA, piscina e área fitness.

Tempo de deslocamento hotel-centro de treinamento, em ônibus, deve ser de, no máximo, 20 minutos.

Gestão Anastasia: cidade de Uberlândia recebe III Seminário para Copa do Mundo

O evento reunirá representantes das 19 cidades mineiras candidatas a ser Centros de Treinamento de Seleção

Na próxima sexta-feira (10), será realizado o III Seminário de Centros de Treinamento de Seleção (CTS), em Uberlândia, no Triângulo Mineiro. O evento reunirá representantes das 19 cidades mineiras candidatas. O secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso, fará a abertura do seminário. O ex-jogador da Seleção Brasileira de Futebol, campeão mundial em 1994 e 2002, Cafu, falará ao público sobre as qualidades e requisitos que uma cidade deve ter para receber uma seleção internacional de futebol.

Além dele, o consultor do governo britânico, Peter Keen, fará palestra sobre o legado pós-copa e programas de desenvolvimento social internacional junto ao Banco de Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Para o secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso, esse momento é importante para a transparência e a troca de informações oficiais com as cidades participantes. “Esse é o nosso terceiro evento de capacitação de cidades candidatas a CTS para a Copa do Mundo da Fifa Brasil 2014. Já percebemos um amadurecimento de cada uma das cidades participantes. Essa é uma prova de que o Estado estará preparado para o maior evento esportivo do mundo”, comenta Sergio Barroso.

Na segunda parte do evento, representantes do Sebrae-MG, Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e sindicatos abordarão a preparação de micro e pequenas empresas, além da necessidade de capacitação profissional, desenvolvimento dos empresários do segmento de bens, serviços e turismo, e ações de promoção e divulgação para o Mundial. Ainda na parte da tarde, a Secretaria de Estado Extraordinária da Copa (Secopa) apresentará o projeto do Governo de Minas para as copas das Confederações da Fifa 2013 e do Mundo da Fifa Brasil 2014.

O evento, que será realizado no Center Convention, é uma parceria entre a Secopa, Prefeitura de Uberlândia, Sebrae-MG, Fecomércio Minas, Senac Minas e Sesc-MG.

As 19 cidades mineiras candidatas a CTS são: Araxá, Caeté, Caxambu, Divinópolis, Extrema, Formiga, Governador Valadares, Ipatinga, Juiz de Fora, Matias Barbosa, Lagoa Santa, Montes Claros, Patos de Minas, Poços de Caldas, Sacramento, Sete Lagoas, Uberaba, Uberlândia e Varginha.

Pré-requisitos para CTS

A escolha de um CTS está baseada em critérios rigorososde avaliação de hotéis, aeroportos e campos de treinamento, como:

Hotel- Deve ter disponibilidade de mínimo de 55 quartos com ar-condicionado ou aquecedor (considerando o clima na região nos meses de junho e julho). Algumas seleções podem precisar de 100 quartos ou mais. O serviço de restaurante deve atender, no mínimo, 55 pessoas, estilo Buffet, que seja reservado 24 horas por dia para uso exclusivo da seleção. A sala para conferência de imprensa deve ter estilo cinema e capacidade mínima de 100 pessoas.

Aeroporto – A cidade deve ser próxima de um aeroporto com capacidade para receber aeronaves de, aproximadamente, 120 passageiros e que permita voos noturnos. As seleções exigem uma distância máxima de até 60 minutos de deslocamento hotel-aeroporto, via ônibus.

Centro de treinamento -O centro de treinamento deve ter, pelo menos, um campo em excelentes condições e medidas oficiais, além de SPA, piscina e área fitness. O tempo de deslocamento hotel-centro de treinamento, em ônibus, deve ser de, no máximo, 20 minutos.

Credenciamento de jornalistas

Para acompanhar a realização do III Seminário de Centros de Treinamento de Seleção, em Uberlândia, os jornalistas devem fazer credenciamento pelo email bruno.azevedo@copa.mg.gov.br até quinta-feira (9).

Serviço:

Evento: III Seminário de Centros de Treinamento de Seleção (CTS)

Data: Sexta-feira, 10 de fevereiro

Horário: 9h às 17h
Local: Center Convention, Uberlândia (MG)

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: Mineirão segue à risca cronograma de obras para a Copa das Confederações

Nova arena será palco de três disputas do evento esportivo, que será realizado de 15 a 30 de junho nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza e Rio de Janeiro

Sylvio Coutinho
Cerca de 50% das obras de modernização do estádio foram concluídas
Cerca de 50% das obras de modernização do estádio foram concluídas

Minas Gerais segue à risca o cronograma das obras do Mineirão a 500 dias para a realização da Copa das Confederações Fifa de 2013. Cerca de 50% das obras de modernização do estádio foram concluídas. A nova arena será palco de três disputas do evento esportivo, que será realizado de 15 a 30 de junho nas cidades de Belo Horizonte, Brasília, Fortaleza e Rio de Janeiro. Recife e Salvador aguardam ainda aprovação da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL). “A Copa das Confederações será uma grande oportunidade para mostrar ao mundo o novo Mineirão, com suas instalações modernas e confortáveis, um gramado que atende aos altos padrões do futebol internacional, com uso de energia solar, reaproveitamento de água de chuva e espaços que atendem às normas de acessibilidade. Será inesquecível para quem viver essa experiência, seja trabalhando ou como visitante”, diz o secretário de Estado Extraordinário da Copa, Sergio Barroso.

No dia 15 de junho de 2013, o Estádio Nacional de Brasília receberá a partida inaugural do “Festival de Campeões”. Os vencedores dos títulos continentais de cada uma das seis confederações, a atual campeã mundial Espanha e o Brasil, como país-sede, se enfrentarão até a grande decisão do dia 30 de junho, no Maracanã.

Além de Brasil e Espanha, três países conquistaram os títulos de suas confederações em 2011 e já garantiram vaga: o México, campeão da Copa Ouro da CONCACAF; o Japão, que venceu a Copa Asiática de Seleções e o Uruguai, vencedor da Copa América. Os demais participantes serão os campeões da Copa Africana de Nações de 2013, da Copa das Nações da Oceania de 2012 e da UEFA Euro 2012. As oito equipes serão divididas em dois grupos durante o sorteio final, que será realizado em São Paulo no dia 1º de dezembro.

Obra hoje

Para este mês, está previsto o início da montagem das arquibancadas inferiores em pré-moldado e chegada das treliças da nova cobertura. Em janeiro, houve avanço no trabalho de montagem de estruturas pré-moldadas, execução das fundações internas, estruturas de apoio das novas arquibancadas inferiores, revestimentos internos em argamassa de cimento e areia. Também foi instalada uma das quatro gruas no interior do estádio. O equipamento poderá transportar materiais depositados fora do campo, como estruturas metálicas da nova cobertura e pré-moldadas de concreto da futura arquibancada inferior. Duas delas apresentam alcance de “braço” de 75 metros, enquanto o das outras duas será de 52,6 e 48,4 metros. O novo estádio vai receber seis partidas da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014.