Gestão da Saúde: população de Ipatinga será beneficiada com UPA

O investimento irá beneficiar mais de 200 mil habitantes da região

O Governo de Minas irá investir mais de R$2,3 milhões na construção de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e compra de equipamentos. Isso foi definido por um acordo entre prefeitura de Ipatinga e o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques.

“Estamos dando um passo importante para a melhoria dos serviços de saúde, que são prestados no município. A efetivação da proposta será possível graças à parceria do Governo Federal e da prefeitura de Ipatinga. É um trabalho em conjunto”, afirmou o secretário Antônio Jorge.

A unidade, que será construída no terreno doado pela prefeitura, beneficiará cerca de 240 mil habitantes da região, podendo atender até 450 pacientes por dia. Para isso, ela contará com uma equipe de profissionais de no mínimo seis médicos por plantão, além de enfermeiros, farmacêuticos, técnicos de enfermagem e radiologia, entre outros.

Segundo o coordenador da Rede de Urgência e Emergência da SES-MG, Rasível dos Reis, a UPA é um estabelecimento de saúde de complexidade intermediária entre as Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou Saúde da Família e a Rede Hospitalar. “A principal missão da UPA é atender aos Usuários do SUS portadores de quadro clínico agudo de qualquer natureza, dentro dos limites estruturais da unidade, durante 24 horas, 7 dias da semana em caráter de urgência, com atendimento nas especialidades de clínica médica”, explicou.

A estrutura física da unidade segue o padrão estipulado pela SES-MG, apresentando como diferencial a tecnologia de gestão da clínica, padrões de sustentabilidade e a agilidade na construção. Ela contará com setores como pronto atendimento, atendimento de urgências, apóio diagnóstico e terapéutico e sala de observação.

“Essa unidade será um ganho imensurável para a saúde do município, portanto, não mediremos esforços para que aconteça o mais breve possível”, finalizou o secretário municipal de saúde de Ipatinga, Arlen Ferreira.

Mais investimentos

Desde 2011, o governo de Minas já investiu mais de 20 milhões na construção de nove UPAs nos seguintes municípios: Varginha, Vespasiano, Sabará, Sete Lagoas, Patos de Minas, Diamantina, Divinópolis e Barbacena.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/populacao-de-ipatinga-sera-beneficiada-com-upa/

Governo de Minas: Agostinho Patrus Filho participa de abertura oficial do Brasil Sabor

Festival vai movimentar o turismo e a economia da capital e do interior

Divulgação / Setur
O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, e o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, durante abertura oficial do Brasil Sabor
O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, e o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, durante abertura oficial do Brasil Sabor

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, participou, na noite desta quarta-feira (03), da abertura oficial do festival gastronômico Brasil Sabor. Com o tema “Quem tem boca vai a Roma”, a sétima edição do festival conta com a participação de mais de 80 estabelecimentos, em 19 cidades, abrangendo 12 Circuitos Turísticos Mineiros. Até o dia 3 de junho, os restaurantes participantes do Brasil Sabor têm o desafio de fazer pratos que homenageiam a Itália, abusando da criatividade.

Agostinho Patrus lembrou que Minas Gerais é um destino turístico reconhecido nacional e internacionalmente por sua culinária e parabenizou a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) pela realização do festival. “Além de incrementar o calendário de atividades dos municípios, eventos como este nos capacitam cada vez mais para receber com qualidade o exigente turista internacional que estará aqui nos próximos anos para eventos como a Copa das Confederações e a Copa do Mundo”, destacou.

O secretário ainda ressaltou a importância da imigração italiana no Estado. “O tema deste ano é uma homenagem que vem unir ainda mais brasileiros e italianos, que tem uma longa história juntos”. De acordo com a Câmara Italo Brasileira de Comércio, Indústria e Artesanato de Minas Gerais, já são mais 30 milhões de descendentes de italianos no Brasil. Em Minas, vivem 1,5 milhão deles, representando cerca de 7,5% da população do Estado. Em Belo Horizonte, 30% da população descende de italianos.

De acordo com o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, o objetivo do evento é valorizar, além da culinária regional, a miscigenação de raças que compõe o povo brasileiro. “Temos uma grande quantidade de imigrantes italianos no Brasil, e isso fez com que nossa culinária tenha fortes influências da ‘terra da bota’. O intercâmbio entre países sempre traz um ganho a mais para nossa gastronomia local”, afirmou.

Brasil Sabor

Com a participação de 83 restaurantes de Minas, o Brasil Sabor também pode ser uma boa opção para fazer turismo e conhecer a culinária local de algumas cidades. Além da capital, participam estabelecimentos de Alto Caparaó, Barbacena, Betim, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Diamantina, Itaúna, Juiz de Fora, Monte Verde, Nova Lima, Ouro Preto, Sabará, São João del-Rei, Tiradentes, Florestal, Varginha, Lima Duarte, Brumadinho e Cachoeira do Campo.

Para orientar e facilitar a escolha dos restaurantes pelo público será distribuído um guia com a relação de todos os estabelecimentos. O roteiro traz os nomes e endereços dos restaurantes e uma breve descrição das iguarias. As casas também investiram em treinamento para os funcionários, que informarão ao visitante sobre o prato da casa selecionado para o evento.

Os pratos inscritos no festival serão comercializados a preços diferenciados. Em Minas, o valor médio é de R$48,50 com variação entre R$10 e R$87. A expectativa é de que sejam vendidos mais de 30 mil pratos, e que seja gerada uma movimentação financeira de cerca de R$ 1,5 milhão em Minas.

Confira a lista dos estabelecimentos participantes no site: www.brasilsabor.com.br 

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/agostinho-patrus-filho-participa-de-abertura-oficial-do-brasil-sabor/

Gestão Anastasia: Governo de Minas destinará materiais de construção a municípios do Alto Paraopeba

Doação de vigas foi anunciada em Entre Rios de Minas pelo secretário Carlos Melles

Bernadete Amado
Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios, diz Carlos Melles
Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios, diz Carlos Melles

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop), oficializou a entrega de 10 conjuntos de vigas para construção de pontes, para os municípios de Casa Grande, Brás Pires, Catas Altas da Noruega, Cristiano Otoni, Desterro de Entre Rios, Entre Rios de Minas, Itaverava, Piranga, Queluzito e Senhora de Oliveira.

As doações foram anunciadas durante a realização da última Assembleia Ordinária da Associação dos Municípios do Alto Paraopeba (Amalpa), que aconteceu em Entre Rios de Minas, na região Central do Estado, nesta sexta-feira (27).

Os termos de transferência gratuitas de bens tem como finalidade fornecer elementos estruturais aos municípios visando a melhoria das vias públicas, de forma a otimizar o escoamento de bens e serviços e a movimentação de pessoas, bem como apoiar o município em obras de infraestrutura para o desenvolvimento e crescimento sustentável.

Segundo o secretário de Transportes e Obras Públicas, Carlos Melles, “a Setop busca realizar o atendimento das demandas apresentadas pelos municípios com o objetivo de melhorar a infraestrutura local”. “É fundamental que as prefeituras tenham atenção ao cumprimento de toda a documentação exigida durante processo para a transferência dos bens”, concluiu o secretário Melles.

Transferência de materiais

Depois das assinaturas dos termos de transferências dos materiais, a entrega das vigas para as pontes dependerá do encaminhamento de documentação pelos municípios e de publicação no jornal “Minas Gerais“, diário oficial dos Poderes do Estado.

“Por estas pontes que serão reconstruídas passam o desenvolvimento de nossas cidades. É a educação, a saúde e a produção agrícola se deslocando em nossas estradas municipais”, disse o presidente da Amalpa e prefeito de Senhora de Oliveira, Sebastião Araújo de Oliveira.

O prefeito de Entre Rios de Minas, Mário Augusto Alves de Andrade, explicou a importância da liberação deste conjunto de vigas para o município. “Com as fortes chuvas de janeiro deste ano, a ponte que liga as comunidades de Brumadinho e Coelhos foi interditada e as cerca de 600 pessoas que transitam pela região têm que fazer um desvio de aproximadamente 14 quilômetros”, destacou o prefeito.

Mário Augusto avaliou como “muito produtiva” a presença do secretário Carlos Melles na cidade, já que além das assinaturas dos convênios de doações de materiais, foram apresentados todos os investimentos do Governo de Minas na região. Um dos exemplos é o detalhamento das obras de duplicação da MG-383, nos trechos entre Jeceaba, São Brás do Suaçuí e o entroncamento com a BR-040, que estão em fase de execução. O secretário também reiterou que, em breve, será executada a pavimentação do trecho que liga Passa Tempo a Desterro de Entre Rios, na MG-270.

Ações na região

Na região Central, há 517 quilômetros de estradas, divididos em 26 trechos, beneficiados pelo Programa Proacesso, sendo que vinte e duas obras já estão concluídas. Na região da Amalpa, duas obras do Proacesso estão concluídas, somando 52 quilômetros; são trechos da MG-270, ligando Desterro de Entre Rios a Entre Rios de Minas, com 34,1 km, e a rodovia de acesso, entre Santana dos Montes e o entroncamento BR 040, com 15,1 km.

Pelo ProMG estão contratados 1.511,2 quilômetros de rodovias na região Central, totalizando 110  trechos, gerenciados pelas Coordenadorias Regionais do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER-MG), de Belo Horizonte, Barbacena e Pará de Minas. Somente na região da Amalpa são cerca de 150 quilômetros, beneficiando 11 trechos e as cidades de Moeda, Itabirito, Santana dos Montes, Rio Espera, Lamim, Senhora de Oliveira, Catas Altas da Noruega, Jeceaba, Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete, Itaverava e Casa Grande.

Por meio do Programa Caminhos de Minas, está prevista a pavimentação de sete trechos na região, que somam aproximadamente 250 quilômetros, beneficiando as cidades de Belo Vale, Bonfim, Brás Pires, Cipotânea, Rio espera, Congonhas, Jeceaba, Itabirito, São Brás do Suaçui, São João Del Rei. Um deles já está com obras em andamento, que é o da MG-383 e MG 155, que passa por Jeceaba, São Brás do Suaçui e o entroncamento da BR-040.

De 2003 a 2007 foram celebrados 170 convênios com municípios da Amalpa, com um valor médio de repasse de recursos por parte do Governo de Minas de R$ 25 milhões. De 2007 a 2011 foram doados 262 metros de bueiros metálicos e 26 conjuntos de vigas metálicas.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/governo-de-minas-destinara-materiais-de-construcao-a-municipios-do-alto-paraopeba/

Governo de Minas: cidades mineiras se preparam para Conferência da Pessoa com Deficiência

Mais de 50 cidades estão envolvidas e vão promover, até 30 de abril, conferências municipais ou regionais

Os municípios mineiros estão se mobilizando, desde março deste ano, para promover melhorias das políticas públicas destinadas às pessoas com deficiência. Mais de 50 cidades estão envolvidas e vão promover, até o dia 30 de abril, conferências municipais ou regionais para discutir e elaborar propostas a serem apresentadas no encontro estadual, marcado para 19 a 21 de junho, em Belo Horizonte.

Com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), os municípios provocam discussões divididas em quatro eixos: Educação, esporte, trabalho e reabilitação profissional; acessibilidade, comunicação, transporte e moradia; saúde, prevenção, reabilitação, órteses e próteses; segurança, acesso à justiça, padrão de vida e proteção social adequados.

Os municípios de Varginha, Timóteo, Governador Valadares, São Tomé das Letras, Araguari, Três Corações e Itabira já realizaram suas conferências e apresentaram demandas que podem ser transformadas em políticas públicas em prol das pessoas com deficiência de todo o Estado.

“Com a apresentação das propostas, vamos saber o que os municípios precisam e querem do Estado. Além disso, teremos discussões importantes para a elaboração do Plano Estadual de Políticas para Pessoas com Deficiência”, destacou a coordenadora Especial de Apoio e Assistência à Pessoa com Deficiência, Ana Lúcia Oliveira.

Cada conferência elege delegados para representarem os respectivos municípios na III Conferência Estadual ‘Um Olhar para a Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência’. O evento será promovido pela Sedese, por meio da Coordenadoria de Apoio e Assistência à Pessoa com Deficiência (Caade), e pelo Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conped).

O encontro estadual visa o processo de construção e reestruturação das Redes Estadual e Nacional de Proteção e Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, além de identificar avanços, desafios e priorizar as demandas no âmbito estadual e federal. A expectativa é que cerca de 40 propostas, oriundas da conferência estadual, sejam levadas à Conferência Nacional, a ser realizada em Brasília, de 3 a 6 de dezembro.

Próximas conferências

24 de abril – Limeira, Rosário de Limeira, Sabará, São Lourenço, Três Marias e Martinho Campos

25 de abril – Itajubá, São Tomé das Letras, Uberlândia.

26 de abril – Araxá, Barbacena, Capelinha, Cássia, Cláudio, Coronel Fabriciano, Lassance, Lavras, Piraúba, Pouso Alegre, Santa Rita do Sapucaí, Uberaba.

27 de abril – Brumadinho, Cataguases, Guarani, Itapecirica, Ouro Preto, Poços de Caldas, Santa Luzia e São João do Paraíso.

28 de abril – Divinópolis, Ipatinga,

30 de abril – Piumhi, São João del-Rei.

Informações sobre as conferências municipais devem ser solicitadas por meio do e-mail: conferenciapcd@social.mg.gov.br.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/cidades-mineiras-se-preparam-para-conferencia-da-pessoa-com-deficiencia/

Gestão da Saúde: UTI Neo Pediátrica de Barbacena já salvou mais de seis mil vidas

Reforma e ampliação da unidade foi feita com recursos do Pro-Hosp

Marco Evangelista/Imprensa MG
A UTI Neo Pediátrica, referência na macrorregião
A UTI Neo Pediátrica, referência na macrorregião

Mais de seis mil vidas já foram salvas na Unidade de Terapia Intensiva Neo Pediátrica da Santa Casa de Misericórdia de Barbacena, na região de Campo das Vertentes. Desde que foi reformada e teve o número de leitos ampliado, a UTI passou a ser referência na macrorregião e, hoje, recebe bebês das mais diversas cidades.

A médica pediatra Gilcimara Pamplona, que atua na UTI Neo Pediátrica, confirma a responsabilidade do trabalho na unidade. “Somos referência para gestações de alto risco e, não só recebemos bebês de toda a macrorregião, como de outros municípios, como Divinópolis e Ipanema, por exemplo”, relata.

Aline Duarte Vales é mãe de um bebê que esteve sob os cuidados da unidade da Santa Casa de Barbacena. “O atendimento é 1.000%. O carinho de todos, agora são minha segunda família. A equipe tem muita atenção e responsabilidade, e se tornou mais uma família para meu filho também. Ele foi muito bem atendido mesmo, teve toda a estrutura e cuidados para se recuperar”, diz. O filho, de pouco mais de um mês, ocupou um dos leitos da UTI Neo Pediátrica por 48 dias e há uma semana teve alta. No total, a unidade oferece 17 leitos, sendo 13 neonatais e o restante, pediátricos.

A unidade hospitalar atende também a pacientes de várias cidades da região. Maria José Alves de Souza, por exemplo, saiu de Manhuaçu para ser atendida lá. As duas filhas, gêmeas, nasceram prematuras e foram transferidas às pressas. “O atendimento é muito bom, os médicos e enfermeiros. Com certeza, tenho que agradecer. Agora, a expectativa é que elas melhorem para que eu possa ir para casa”, diz ela. Maria José deu à luz a trigêmeas, mas uma das crianças não resistiu à viagem de Manhuaçu até Barbacena.

Melhoria da gestão hospitalar

As obras de reforma e ampliação do local foram executadas com investimentos do Governo de Minas, que repassou R$ 13,6 milhões à Santa Casa de Misericórdia de Barbacena, por meio do Programa de Fortalecimento e Melhoria da Qualidade dos Hospitais do SUS (Pro-Hosp), desenvolvido pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MG). A coordenadora do Núcleo de Atenção à Saúde da Superintendência Regional de Saúde de Barbacena, Maria Luiza Abrantes Campos, ressalta que o programa proporcionou melhorias não só no âmbito estrutural, como também na gestão do hospital. “Houve uma melhoria muito grande na gestão hospitalar, já que o Pro-Hosp estabelece que 10% dos recursos sejam utilizados no aperfeiçoamento desse item. Assim como também foram alcançados benefícios significativos com a aquisição de equipamentos e construções e reformas dos espaços físicos”, pontua.

Além da UTI Neo Pediátrica, foram realizadas obras de construção de lavanderia e da cozinha hospitalar, com aquisição de maquinário; reforma e ampliação da UTI Adulto, com mais oito leitos; reforma do ambulatório de emergência e do centro de imagem; treinamento de pessoal; compra de arco cirúrgico, mesa cirúrgica, autoclave, cardioversor, monitores multiparaméticos, ventiladores pulmonares, incubadoras, intensificador de imagem, bombas de infusão e fototerapia; readequação física do bloco cirúrgico; construção do prédio da Hemoterapia e do laboratório; reforma de grande parte do assoalho do hospital e vestiário dos funcionários; reforma e adequação dos postos de enfermagem; e obras de manutenção predial em geral.

Ampliação de leitos de CTI

Atualmente, estão em andamento obras para ampliação dos leitos do Centro de Terapia Intensiva (CTI) da Santa Casa de Barbacena, que estão sendo realizadas também com recursos do Pro-Hosp. Segundo o diretor administrativo-financeiro da Santa Casa, Marcelo José Rezende Miranda, o centro terá dez novos leitos, aumentando sua capacidade para atendimento concomitante a 20 pacientes. “A obra do espaço físico está em fase de acabamento e nossa previsão de inauguração é para julho ou agosto próximo”, informa.

Pro-Hosp na região das Vertentes

No Campo das Vertentes, a Secretaria de Estado de Saúde já investiu, por meio do Pro-Hosp, R$ 24 milhões. Foram beneficiados os municípios de Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Ibertioga e São João del-Rei, além de Barbacena.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/uti-neo-pediatrica-de-barbacena-ja-salvou-mais-de-seis-mil-vidas/

Gestão Antonio Anastasia: Caminhos de Minas realiza obras na MG-383 entre Jeceaba e São Brás do Suaçuí

Na execução das obras estão previstos investimentos da ordem de R$ 165 milhões

O Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Minas Gerais (DER/MG) está realizando obras de pavimentação no trecho entre o Entroncamento da BR/040 – São Brás do Suaçuí – Jeceaba, na região Central de Minas, por meio do programa Caminhos de Minas.

As obras executadas no local contemplam serviços de restauração e aumento da capacidade, implantação e pavimentação de 45,8 km nas rodovias BR/383 e MG/155; construção de ponte sobre o Rio Paraopeba; construção de viaduto na interseção com a MG/155; alargamento e restauração da ponte Rio Paraopeba; construção de viaduto sobre a BR/040 e construção de viaduto sobre as tubulações da Transpetro.

Na execução das obras estão previstos investimentos da ordem de R$ 165 milhões, incluindo execução das obras, fornecimento e transporte de material betuminoso, apoio a supervisão e desapropriação. O prazo de execução é de 24 meses.

Atenção redobrada

Em função das obras, os motoristas que trafegam na MG-383 devem redobrar a atenção ao passarem pelo trecho.  Para a execução dos trabalhos é necessária a paralisação periódica e programada do tráfego de veículos no local, o que vem provocando retenções. Como alternativa para quem vai para os destinos turísticos da região como São João del-Rei e Tiradentes, o DER sugere que os motoristas  passem por Barbacena e Barroso. O desvio acrescenta 50 quilômetros o trajeto, mas sem retenções.

Caminhos de Minas

A obra está incluída no Programa Caminhos de Minas e será de vital importância para o atendimento à logística de transportes do complexo siderúrgico da Vallourec & Sumitomo Tubos do Brasil (VSB), instalado em Jeceaba e que foi inaugurado no final de 2010.

O Caminhos de Minas prevê o asfaltamento de cerca de 8 mil quilômetros de estradas, com investimentos da ordem de R$ 12 bilhões.  O programa tem por objetivo asfaltar rodovias que ligam regiões e cidades do Estado. Segundo o governador Anastasia sobre o programa, são estradas estratégicas, colocadas entre regiões e que são fundamentais para o desenvolvimento econômico de determinadas áreas de nosso Estado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/caminhos-de-minas-realiza-obras-na-mg-383-entre-jeceaba-e-sao-bras-do-suacui/

Gestão Anastasia: Campo das Vertentes recebe cinco veículos para vigilância sanitária animal e vegetal

Os veículos auxiliarão os trabalhos de fiscalização nos municípios de Barbacena, Conselheiro Lafaiete, Carandaí, Entre Rios de Minas e São João del-Rei

Governo de Minas doou, nessa quinta-feira (22), 135 veículos para o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) para serem utilizados pelas coordenadorias regionais e escritórios seccionais do órgão. O objetivo é fortalecer os sistemas de vigilância sanitária animal e vegetal do Estado. O governador Antonio Anastasia fez a entrega simbólica da chave de um dos veículos ao diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto.

Para a região de Campo das Vertentes são cinco veículos, que auxiliarão os trabalhos de fiscalização nos municípios de Barbacena, Conselheiro Lafaiete, Carandaí, Entre Rios de Minas e São João del-Rei. “Vamos, cada vez mais, levar infraestrutura para atuação dos órgãos estaduais no interior. Minas é um Estado muito vasto, com muitos municípios e a atuação do IMA é exemplar, por isso o Instituto precisa de boa infraestrutura. Agradeço a parceria do governo federal e vamos trabalhar integrados exatamente para melhorar a qualidade do nosso rebanho e também da nossa produção vegetal”, ressaltou o governador.

Foram investidos R$ 6 milhões na aquisição de todos os veículos, sendo R$ 1,2 milhão do Governo de Minas e R$ 4,8 milhões do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.  Dos 135 veículos, 106 serão utilizados nos trabalhos do sistema de vigilância animal do IMA. Os demais serão destinados à área vegetal. Os veículos estão sendo distribuídos para todas as 20 coordenadorias regionais do IMA.

O Sistema de Vigilância Sanitária Animal do instituto tem o objetivo de prevenir, controlar e erradicar as doenças animais. São combatidas enfermidades como febre aftosa, peste suína clássica, brucelose e tuberculose, influenza aviária e raiva. Já o Sistema de Vigilância Sanitária Vegetal é responsável pela prevenção e controle de pragas, fazendo, também, a vigilância e fiscalização do trânsito interestadual de vegetais.

Municípios e veículos:

Coordenadoria Barbacena: Uno 1.4

Escritório Carandaí: Uno 1.4

Escritório Conselheiro Lafaiete: Uno 1.4

Escritório Entre Rios de Minas: Uno 1.4

Escritório São João del-Rei: Uno 1.4

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/campo-das-vertentes-recebe-cinco-veiculos-para-vigilancia-sanitaria-animal-e-vegetal/

Gestão da Saúde: Fhemig abre Processo Seletivo Público Simplificado para contratação de profissionais

As inscrições poderão ser feitas somente pela internet

Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) informa que se iniciam às 9h do dia 26 de março, com encerramento às 17h do dia 2 de abril, as inscrições para o cadastramento de currículos para a contratação de profissionais em várias funções e em diversas cidades. As inscrições poderão ser feitas somente pela internet no endereçowww.fhemig.mg.gov.br  Processo Seletivo – Área do candidato.

As vagas destinam-se às funções de Engenheiro de Segurança do Trabalho (Patos de Minas); Terapeuta Ocupacional (Betim); Técnico em Farmácia (Barbacena, Belo Horizonte, Betim, Juiz de Fora, Patos de Minas e Sabará); Técnico em Contabilidade (Barbacena); Técnico em Patologia Clínica (Barbacena, Belo Horizonte, Betim, Juiz de Fora, Patos de Minas e Sabará); Técnico em Informática (Belo Horizonte, Betim, Juiz de Fora, Patos de Minas e Ubá); Técnico em Segurança do Trabalho (Belo Horizonte e Patos de Minas).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/fhemig-abre-processo-seletivo-publico-simplificado-para-contratacao-de-profissionais/

Governo de Minas: sistema estadual de Transporte em Saúde humaniza atendimento no Campo das Vertentes

População de 28 municípios da região já está sendo beneficiada com melhoria do serviço

Marco Evangelista/Imprensa MG
Maria Eterna utiliza o transporte do Sets pela segunda vez
Maria Eterna utiliza o transporte do Sets pela segunda vez

Não são nem sete horas da manhã quando o micro-ônibus do Sistema Estadual de Transporte em Saúde (Sets) estaciona em frente à Unidade Básica de Saíde (UBS) da cidade de Desterro do Melo, no Campo das Vertentes. O veículo leva pacientes do município para atendimentos de média complexidade em Barbacena, que fica a 34 km da cidade, e foi doado pelo Governo de Minas para o Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto das Vertentes (Cisalv), do qual Desterro do Melo participa.

No total foram doados pelo Estado 10 micro-ônibus ao Consórcio, que já estão atendendo, além do município, às cidades de Alto Rio Doce, Antônio Carlos, Barbacena, Capela Nova, Carandaí, Ibertioga, Paiva, Santana do Garambéu e Senhora dos Remédios. Em Desterro do Melo, o Sets entrou em funcionamento em fevereiro e já realizou cerca de oito viagens.

A dona de casa Maria Eterna Duarte já utilizou o transporte por duas vezes. Na primeira, ela foi a uma consulta no ortopedista e retornou para fazer o raio-x do braço. “O transporte é muito bom, muito confortável e a viagem é tranquila. O ônibus espera a nossa consulta e o motorista e a agente de viagem tratam a gente muito bem”, elogia.

Já a aposentada Maria Augusta Amaral de Melo precisou do transporte apenas uma vez e também já tem boa impressão. “É ótimo, pois agora temos conforto e organização”, destaca ela, que foi a Barbacena para consulta com ortopedista.

Mais frequência nos tratamentos

O trabalhador autônomo Walney da Silva Vieira está entre os pacientes que usam o micro-ônibus do sistema desde o início das atividades na cidade. “Já tinha um transporte, mas agora ficou mais confortável. Com certeza, está sendo válido para todos da cidade”, diz. Ele faz tratamento devido ao uso de álcool no Hospital-Dia em Barbacena e viaja até três vezes por semana para receber o atendimento que, inclusive, se tornou mais frequente desde o início dos serviços do Sets.

O Hospital-Dia integra o Centro Hospitalar Psiquiátrico de Barbacena (CHPB), da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), e oferece tratamento contra álcool e outras drogas. Entre as atividades desenvolvidas na instituição, oficinas de artesanato e palestras, Walney se dedica à produção de obras de arte feitas com jornal. “É muito bom. A gente ocupa a mente. Gosto muito de fazer artesanato, acho que sou artista desde que nasci”, comenta, enquanto mostra o cesto que fez e hoje é usado para guardar matéria-prima.

Economia para municípios e humanização do atendimento

O motorista do micro-ônibus que transporta os pacientes, Adélio Barbosa da Silva, considera o transporte um benefício tanto para a prefeitura da cidade quanto para os usuários. “Gera uma economia para o município, já que antes era preciso deslocar mais de um carro. Agora vai apenas o micro-ônibus, pois cabe mais gente. Além disso, o ônibus é muito confortável e acompanhamos os pacientes até a clínica ou hospital, porque eles têm dificuldades às vezes, e a gente pode ajudar. É coisa de primeiro mundo. Nem particular faz isso”, destaca.

A agente de viagem de Desterro do Melo é Amasílis Heveline. Técnica em enfermagem, ela reforça a visão de Adélio: “Melhorou muito para os pacientes. O ônibus consegue atender a uma demanda maior e com mais humanização, e isso é muito importante para essas pessoas que precisam”, conclui.

A especialista em gestão pública da Superintendência Regional de Saúde de Barbacena, Maria Angelina dos Santos, também ressalta a humanização e organização do atendimento a partir do Sets. “O atendimento passou a ser humanizado, já que o cidadão é acolhido e orientado. O procedimento é melhor articulado, não fica um paciente sem estar presente na consulta, pois é feito o controle do processo de agendamento. Além de otimizar os gastos públicos”, avalia Maria Angelina.

Carlos Henrique Machado, secretário executivo do Consórcio Intermunicipal de Saúde do Alto das Vertentes, sediado no município de Ressaquinha, aponta a importância do programa para as populações das cidades atendidas. “O Sets é de extrema importância, pelo fato de garantir às populações mais carentes o acesso às clínicas e hospitais, inclusive a população do meio rural, que é bastante beneficiada. Hoje, os cidadãos têm não somente um transporte de qualidade, como também a orientação do agente de viagem, que acompanha os pacientes, indica o local, a sala, dá atenção, enfim, valoriza o paciente”, ele garante.

Sistema atende população de 28 municípios da região

No final de janeiro, o Governo de Minas realizou a entrega de 24 micro-ônibus para a região das Vertentes, com previsão de atender a uma população total de 441 mil habitantes, em 28 municípios das microrregiões de Conselheiro Lafaiete/Congonhas e Barbacena.

O objetivo do programa é melhorar a vida da população residente em cidades pequenas que precisam se deslocar para as cidades-polo para tratamento de saúde através de um transporte eficiente e humanizado.

Para a Micro Conselheiro Lafaiete/Congonhas, foram entregues 14 micro-ônibus, que beneficiarão as cidades de Caranaíba, Casa Grande, Catas Altas da Noruega, Congonhas, Conselheiro Lafaiete, Desterro de Entre Rios, Entre Rios de Minas, Itaverava, Jeceaba, Lamim, Ouro Branco, Piranga, Queluzito, Rio Espera, Santana dos Montes, São Brás do Suaçuí e Senhora de Oliveira.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/sistema-estadual-de-transporte-em-saude-humaniza-atendimento-no-campo-das-vertentes/

Governo de Minas: Secretaria de Saúde inaugura pronto atendimento em Carandaí

Unidade proverá atendimentos de urgência e emergência, atendendo toda microrregião de Barbacena

Henrique Chendes
Secretário Antônio Jorge de Souza Marques (à direita) descerra placa de inauguração do pronto atendimento
Secretário Antônio Jorge de Souza Marques (à direita) descerra placa de inauguração do pronto atendimento

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), inaugurou, em Carandaí, no Leste do Estado, o Pronto Atendimento Municipal – Prefeito Benjamim Teixeira de Carvalho. A unidade, fruto da parceria do Estado com o município, integra a rede de resposta hospitalar da macrorregião Centro-Sul e proverá atendimentos de urgência e emergência atendendo toda microrregião de Barbacena. Foram aplicados R$ 405 mil por meio de convênio e, em contrapartida, o município destinou R$ 300 mil à obra.

O secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, destacou a importância desta obra, que visa respeitar o usuário no ambiente da saúde. “É importante que tenhamos a ousadia de fazer bem feito, estamos trabalhando para que o cidadão seja atendido num espaço adequado e humanizado”, acrescenta.

A secretária municipal de Saúde, Silvana Suzi Simões, destacou a melhoria da qualidade na prestação dos serviços no SUS aos usuários que necessitam de atendimento de urgência e emergência. “Esta é também mais uma iniciativa que colabora para o fortalecimento da atenção à saúde em nossa região. As novas instalações e os equipamentos adquiridos serão fundamentais para que possamos integrar, com êxito, a rede de resposta hospitalar, que dará apoio ao serviço prestado pelo Samu da região Centro-Sul, inaugurado recentemente, beneficiando não apenas nossa cidade, mas também todos os municípios que compõem a microrregião de saúde de Barbacena”, afirma.

Rede Urgência e Emergência

No início de março, foi inaugurado o Complexo Regulador da Rede Urgência e Emergência da Macrorregião Centro-Sul, com investimentos iniciais do Tesouro Estadual da ordem de R$ 6,9 milhões, beneficiando cerca de 730 mil habitantes de 50 municípios.

De acordo com Antônio Jorge, o Governo de Minas vem preparando parte de um projeto, que é um dos mais ousados do país. “Esta não é uma obra isolada. Ela faz parte de um complexo de melhorias hospitalares da atenção primária, dos prontos atendimentos de toda a macrorregião, que teve sua expansão com o Samu”, afirma.

Fonte: Agência Minas