Gestão Anastasia: casa Civil articula apresentação de ações do Governo de Minas para ser levada à Conferência Rio+20

As ações do Governo do Estado serão definidas durante 8º Congresso do Conselho Internacional para Iniciativas Ambientais Locais

Renato Cobucci/Imprensa MG
Reunião coordenada pela Seccri para a realização do 8º Congresso do Iclei
Reunião coordenada pela Seccri para a realização do 8º Congresso do Iclei

A Secretaria de Estado Casa Civil e de Relações Institucionais (Seccri) realizou reunião preparatória para o 8º Congresso do Iclei, que é uma associação democrática e internacional de governos locais e organizações governamentais nacionais e regionais que assumiram um compromisso com o desenvolvimento sustentável. O Iclei foi lançado em 1990, na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, por meio da criação do Conselho Internacional para Iniciativas Ambientais Locais.

O congresso será realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, com o apoio do Governo de Minas Gerais, entre os dias 13 e 19 de junho, quando serão definidas as propostas de Minas para a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável – Rio+20. O Iclei reúne municípios de todo o mundo e seu congresso acontece a cada três anos. Esta é a primeira vez que o evento será realizado na América Latina, e Belo Horizonte foi escolhida entre 35 cidades.

Durante a reunião, coordenada pelo chefe da Assessoria de Relacionamento Institucional da Seccri, Augusto Lio Horta, foram discutidas a estrutura do Congresso do Iclei e as ações do Estado voltadas para o desenvolvimento sustentável. Segundo o coordenador, foram identificadas várias possibilidades de participação do Governo de Minas em atividades do congresso, especialmente relacionadas a temas como resíduos sólidos, eficiência energética, recursos hídricos, segurança alimentar, mudanças climáticas, energia renovável, erradicação da pobreza, economia verde e desenvolvimento.

Representantes das secretarias de Estado de Meio Ambiente; de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior; de Desenvolvimento Regional e Política Urbana; e de Desenvolvimento Econômico, bem como da Assessoria de Relações Internacionais do governo estadual e dirigentes da Copasa também participaram da reunião. Eles falaram sobre os projetos de sustentabilidade que o Governo do Estado desenvolve e que deverão ser apresentados durante o 8º Congresso do Iclei.

O secretário de relações internacionais da Prefeitura de Belo Horizonte, Rodrigo Perpétuo, explicou que, no congresso, serão debatidos temas como economia verde urbana, cidades eficientes em recursos, cidades baixo-carbono, infraestrutura verde e cidade sustentável. De acordo com o secretário, 530 representantes de 42 países já se inscreveram para participar do evento e, entre os palestrantes, já estão confirmados o coordenador da Rio +20, Brice Lalonde, e o consultor em estratégia e inovação urbana, Jeb Brugmann, um dos fundadores do Iclei.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/casa-civil-articula-apresentacao-de-acoes-do-governo-de-minas-para-ser-levada-a-conferencia-rio20/

Governo de Minas: representante da Unesco visita obras do Hidroex

Para András Szöllösi-Nagy centro de pesquisa aplicada em água já é um modelo para o mundo

Divulgação / Sects
András Szöllösi-Nagy (de camisa branca) elogiou a estrutura que está sendo construída para o Hidroex
András Szöllösi-Nagy (de camisa branca) elogiou a estrutura que está sendo construída para o Hidroex

O Hidroex, centro de categoria II da Unesco dedicado a educação, capacitação e pesquisa aplicada em água, implantado pelo Governo de Minas – com o apoio do Governo Federal – em Frutal, no Triângulo Mineiro, já pode ser considerado um modelo para o mundo. A afirmação é do reitor do Instituto de Educação para as Águas da Unesco (IHE), András Szöllösi-Nagy, uma das maiores autoridades em recursos hídricos do mundo. Nesta quinta-feira (3), ele visitou as instalações do Unesco-Hidroex e conheceu o projeto da Cidade das Águas, que já está em obras.

Acompanhado do secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Narcio Rodrigues, e do consultor da Unesco, Richard Meganck, o reitor ficou impressionado com o crescimento do Unesco-Hidroex, graças aos investimentos  do Governo de Minas e do Governo Federal, que já somam mais de R$ 100 milhões.

András visitou Frutal há cinco anos, quando o Unesco-Hidroex foi inaugurado em sua sede provisória. “Dos 22 centros de categoria II da Unesco, em todo mundo, o Unesco-Hidroex com certeza é referência”, afirmou. O reitor disse também que, em médio prazo, o Unesco-Hidroex conseguirá se tornar um centro de categoria I, assim como o IHE. “Com certeza será um dos próximos a conquistar essa chancela”, completou.

De acordo com András Szöllösi-Nagy, a gestão de recursos hídricos é uma das maiores preocupações mundiais, e faltam profissionais capacitados para atuarem nesta área. Ele afirmou que o Governo de Minas, por meio do Unesco-Hidroex, vai contribuir muito neste sentido, formando gestores, pesquisadores e especialistas, não só no Brasil, mas também nos países da América Latina, Caribe e África.

“Vocês não imaginam a importância de um centro como este para o mundo, que está focado nas questões relacionadas à água, levando em consideração que em breve teremos nove bilhões de pessoas habitando o nosso planeta”, explicou Nagy.

Na oportunidade, o secretário Narcio Rodrigues reafirmou que o Unesco-Hidroex está preparando a documentação necessária para se transformar no campus do IHE dedicado à América Latina e o Caribe, passando a ser propriedade das Nações Unidas.

Após conhecer as instalações do Unesco-Hidroex e o projeto de implantação da Cidade das Águas, András Szöllösi-Nagy afirmou que o centro preenche todos os requisitos considerados para se tornar um campus do IHE.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/representante-da-unesco-visita-obras-do-hidroex/