Gestão Anastasia: Gasto médio de viagem em Minas cresce 62%, aponta pesquisa de demanda turística

Levantamento da Secretaria de Estado de Turismo revela que visitantes tiveram gasto médio de R$ 538 por pessoa

Pesquisa de demanda turística realizada em Minas Gerais aponta um crescimento de 62% no gasto médio por visitantes, no Estado, saltando de R$ 332, em 2010, para R$ 538, em 2011. Os resultados da Pesquisa de Demanda Turística realizada em Minas Gerais, em 2011, foram apresentados nesta terça-feira (08) pelo secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus Filho, durante a 12° Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Turismo, na sede do Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e Sindicatos, em Belo Horizonte.

A pesquisa apontou que os visitantes que vieram a Minas a negócios registraram o maior gasto individual durante toda a viagem, com um valor de R$ 955. Quando a motivação da viagem foi turismo rural, o gasto total por visitante foi de R$ 516. Os que buscavam o bem-estar deixaram um gasto de R$ 468; natureza e aventura, de R$ 460; e cultural, uma média de gastos de R$ 369. De todos os interessados, a principal motivação da viagem foi o lazer com 39,4% da preferência, seguida por visitas a amigos e parentes com 19,2%, e 17,3% para viagem a negócios.

De acordo com Patrus Filho, os números demonstram o crescimento da economia do turismo no Estado, especialmente na geração de receita e distribuição de renda. “Quanto maior é o gasto do turismo, maior é o benefício para a atividade e para toda a cadeia de prestação de serviços, que amplia seus negócios e seus ganhos de mercado. Devemos lembrar que Minas Gerais e o Brasil, a partir de agora, irão receber grandes eventos internacionais, o que poderá favorecer, ainda mais, o crescimento deste gasto médio e a permanência do visitante”, destacou o secretário.

A Pesquisa de Demanda foi realizada pela Secretaria de Estado de Turismo, durante os meses de julho e novembro de 2011, com objetivo de traçar o perfil dos visitantes no Estado. Foram aplicados 9.418 questionários para visitantes em 55 municípios e distritos do Estado.

Força do turismo interno

Os números demonstram ainda a vitalidade do turismo interno no Estado. Mineiros viajando por Minas Gerais representam 61% do fluxo total dos visitantes. Na seqyência, destacam-se visitantes do Estado de São Paulo com a emissão de 16,5% do fluxo, do Rio de Janeiro com 7,7% e Bahia e Espírito Santo, empatados, com 1,7%.  “Os números vem reforçar a importância do trabalho da Setur em divulgar Minas Gerais para os mineiros, incentivando cada vez mais que a nossa população viaje por Minas e conheça as riquezas deste nosso grandioso Estado”, completou Patrus.

Os números da pesquisa mostram que houve um crescimento de 5,7% das pessoas motivadas pelo ecoturismo ou turismo de aventura em relação a 2010 e 11,7% das pessoas motivadas pelo turismo cultural. Em relação aos destinos que despertam maior interesse dos visitantes para as próximas viagens foram apontados o Circuito do Ouro (34,8%), Circuito da Canastra (21,6%), Circuito das Águas (20,4%), Trilha dos Inconfidentes (20,3%), Diamantes (17,7%) e Serra do Cipó (17,1%). E ainda, 88% dos entrevistados afirmaram que a viagem em Minas Gerais superou ou atendeu às expectativas, enquanto que esse valor era de 84,4% em 2010.

Salão Mineiro do Turismo

Também durante a reunião do Conselho Estadual de Turismo, Agostinho Patrus Filho apresentou o 4º Salão Mineiro do Turismo. De acordo com o secretário, são esperados 12 mil visitantes nos dois dias de evento, que apresenta as 46 regiões turísticas de Minas Gerais, por meio das Associações de Circuitos Turísticos e é um convite para que o mineiro viaje pelo Estado.

De acordo com Patrus Filho, o evento já é considerado um dos mais importantes do setor em Minas Gerais. “Além de divulgar os atrativos do Estado, nossa meta é fazer um Salão com foco na mobilização, na aquisição de conhecimentos e na capacitação profissional para os grandes eventos que o Brasil e Minas Gerais começarão a receber nos próximos anos”, afirmou o secretário.

A 4ª edição do Salão Mineiro do Turismo será realizada nos dias 18 e 19 de maio, no Minascentro, em Belo Horizonte, em parceria do Governo de Minas com o Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e Sindicatos, o Ministério do Turismo, a Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais, a Azul Linhas Aéreas, o Sebrae-MG, o Mercado Central, a Confederação Nacional do Comércio, a Fiemg e o Programa Turismo de Negócios, por meio do Fundo BID Fumin.

Novo-vice presidente

Foi eleito, durante a 12° Reunião Ordinária do Conselho Estadual de Turismo, o novo vice presidente da entidade, Hernani de Castro, que comemorou a conquista. “Queremos continuar o trabalho de êxito do Conselho Estadual de Turismo, envolvendo a iniciativa privada e entidades junto à Secretaria de Estado de Turismo. Nosso objetivo é que o turismo continue crescendo”, afirmou.

Hernani de Castro tem mais de vinte anos de dedicação ao turismo em Minas. É engenheiro, pós-graduado e PHD em Engenharia de Materiais.  O novo vice-presidente é empresário, além de atuar como diretor do Belo Horizonte Convention & Visitors Bureau, desde 2001. Hernani ocupa, ainda, o cargo de vice-presidente executivo da Federação dos Conventions Visitors Bureau de Minas Gerais e do Conselho Municipal de Turismo de Belo Horizonte. Também foi vice-presidente da Associação Brasileira dos Jornalistas de Turismo de Minas Gerais. É cidadão honorário da capital mineira.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/gasto-medio-de-viagem-em-minas-cresce-62-aponta-pesquisa-de-demanda-turistica/

Governo de Minas: Agostinho Patrus Filho participa de abertura oficial do Brasil Sabor

Festival vai movimentar o turismo e a economia da capital e do interior

Divulgação / Setur
O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, e o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, durante abertura oficial do Brasil Sabor
O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, e o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, durante abertura oficial do Brasil Sabor

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, participou, na noite desta quarta-feira (03), da abertura oficial do festival gastronômico Brasil Sabor. Com o tema “Quem tem boca vai a Roma”, a sétima edição do festival conta com a participação de mais de 80 estabelecimentos, em 19 cidades, abrangendo 12 Circuitos Turísticos Mineiros. Até o dia 3 de junho, os restaurantes participantes do Brasil Sabor têm o desafio de fazer pratos que homenageiam a Itália, abusando da criatividade.

Agostinho Patrus lembrou que Minas Gerais é um destino turístico reconhecido nacional e internacionalmente por sua culinária e parabenizou a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) pela realização do festival. “Além de incrementar o calendário de atividades dos municípios, eventos como este nos capacitam cada vez mais para receber com qualidade o exigente turista internacional que estará aqui nos próximos anos para eventos como a Copa das Confederações e a Copa do Mundo”, destacou.

O secretário ainda ressaltou a importância da imigração italiana no Estado. “O tema deste ano é uma homenagem que vem unir ainda mais brasileiros e italianos, que tem uma longa história juntos”. De acordo com a Câmara Italo Brasileira de Comércio, Indústria e Artesanato de Minas Gerais, já são mais 30 milhões de descendentes de italianos no Brasil. Em Minas, vivem 1,5 milhão deles, representando cerca de 7,5% da população do Estado. Em Belo Horizonte, 30% da população descende de italianos.

De acordo com o presidente da Abrasel MG, Fernando Junior, o objetivo do evento é valorizar, além da culinária regional, a miscigenação de raças que compõe o povo brasileiro. “Temos uma grande quantidade de imigrantes italianos no Brasil, e isso fez com que nossa culinária tenha fortes influências da ‘terra da bota’. O intercâmbio entre países sempre traz um ganho a mais para nossa gastronomia local”, afirmou.

Brasil Sabor

Com a participação de 83 restaurantes de Minas, o Brasil Sabor também pode ser uma boa opção para fazer turismo e conhecer a culinária local de algumas cidades. Além da capital, participam estabelecimentos de Alto Caparaó, Barbacena, Betim, Conselheiro Lafaiete, Contagem, Diamantina, Itaúna, Juiz de Fora, Monte Verde, Nova Lima, Ouro Preto, Sabará, São João del-Rei, Tiradentes, Florestal, Varginha, Lima Duarte, Brumadinho e Cachoeira do Campo.

Para orientar e facilitar a escolha dos restaurantes pelo público será distribuído um guia com a relação de todos os estabelecimentos. O roteiro traz os nomes e endereços dos restaurantes e uma breve descrição das iguarias. As casas também investiram em treinamento para os funcionários, que informarão ao visitante sobre o prato da casa selecionado para o evento.

Os pratos inscritos no festival serão comercializados a preços diferenciados. Em Minas, o valor médio é de R$48,50 com variação entre R$10 e R$87. A expectativa é de que sejam vendidos mais de 30 mil pratos, e que seja gerada uma movimentação financeira de cerca de R$ 1,5 milhão em Minas.

Confira a lista dos estabelecimentos participantes no site: www.brasilsabor.com.br 

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/agostinho-patrus-filho-participa-de-abertura-oficial-do-brasil-sabor/

Governo de Minas: Belo Horizonte recebe em maio o 4º Salão Mineiro do Turismo

Entre 18 e 19 de maio, o evento apresentará roteiros turísticos de todas as regiões de Minas Gerais

O 4° Salão Mineiro do Turismo, considerado um dos mais importantes eventos do setor turístico do Estado, será realizado nos dias 18 e 19 de maio, no Minascentro, em Belo Horizonte. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho. O evento, que este ano comemora os 10 anos do Programa de Regionalização do Turismo em Minas, tem expectativa de público de 12 mil visitantes, que poderão conhecer os atrativos turísticos de todas as regiões do Estado.

O Salão Mineiro do Turismo é realizado pelo Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Turismo, em parceria com a Federação dos Circuitos Turísticos de Minas Gerais e o Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e sindicatos do setor.

De acordo com Agostinho Patrus, o “Salão Mineiro é o principal marco de promoção e divulgação dos destinos e roteiros turísticos do Estado”, além de fortalecer e qualificar a cadeia produtiva do turismo em Minas. “O evento, além de divulgar os atrativos de 45 regiões turísticas do Estado, através do trabalho das Associações de Circuitos Turísticos, representa um espaço para comercialização, troca de conhecimento e atualização das oportunidades e tendências do setor”, afirmou.

O Salão Mineiro do Turismo será também um convite para que o mineiro conheça os atrativos turísticos do Estado.  Durante o evento, haverá ainda espaços de discussão e palestras voltadas para a preparação e qualificação da cadeia produtiva para grandes eventos. “Estamos apresentando ao público belohorizontino nossos principais atrativos para a alta temporada turística em Minas Gerais, que é o inverno. Queremos incentivar o mineiro a viajar por Minas e, através da atividade turística, proporcionar a geração de riqueza para nossas comunidades. E, ainda, estamos preparando e capacitando os empresários e representantes públicos do turismo mineiro para receber os grandes eventos que chegarão a partir de 2013”, disse Patrus Filho.

“Iniciativas como o Salão Mineiro do Turismo fortalecem este setor que é tão representativo e importante para todo o Estado, principalmente para o comércio de bens e serviços. Possibilita a qualificação, reciclagem e acesso dos profissionais ao mercado e seus fornecedores, além de se tornar uma vitrine das riquezas do nosso Estado”, destaca o presidente do Sistema Fecomércio Minas, Sesc, Senac e Sindicatos, Lázaro Luiz Gonzaga.

Este ano, participam as 45 Associações de Circuitos Turísticos, que representam aproximadamente 400 municípios mineiros e Belo Horizonte, além de cerca de 180 expositores, entre companhias aéreas, imprensa especializada, agências, operadoras e empresas de receptivo turísticos, além de entidades de classe ligadas ao segmento e demais empresas do setor.

Grandes Salões

Para dar destaque às diversas áreas de atuação da cadeia turística e apresentar os melhores roteiros e destinos para o público consumidor, o Salão Mineiro foi dividido em cinco espaços: Salão dos Destinos Turísticos, Salão Nossas Riquezas, Salão da Governança, Salão das Oportunidades e Negócios e Salão do Conhecimento.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/belo-horizonte-recebe-em-maio-o-4o-salao-mineiro-do-turismo/

Governo de Minas: Copa Airlines comemora sucesso na operação aérea que liga Belo Horizonte ao Panamá

Em dezembro de 2011, a frequência de voos da rota tornou-se diária

Osvaldo Afonso/Imprensa MG
Jacqueline Ledo, Marcos Calixto, Agostinho Patrus e Gustavo Esusy
Jacqueline Ledo, Marcos Calixto, Agostinho Patrus e Gustavo Esusy

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, recebeu, nesta terça-feira (10), na Cidade Administrativa Presidente Tancredo Neves, em Belo Horizonte, a visita da diretoria da Copa Airlines. Na ocasião, os diretores da empresa aérea apresentaram os resultados da operação que, desde agosto de 2008, interliga a capital mineira à Cidade do Panamá, com conexões diretas para as principais cidades da América Central, Caribe e América do Norte, como Orlando, Los Angeles, Miami e Nova York.

Durante o encontro, o gerente da empresa no Brasil, Marcos Calixto, lembrou que a Copa Airlines iniciou suas operações em Minas Gerais com quatro frequências semanais ligando Belo Horizonte à Cidade do Panamá. Posteriormente, a operação passou para cinco frequências e, em dezembro de 2011, o voo tornou-se diário. E, ainda, para maior conforto dos passageiros, a aeronave inicial, um 737-700 com capacidade de 124 lugares, foi substituída por um 737-800, com 160 assentos. “Minas Gerais tem uma particularidade. É um mercado pulsante. Tivemos uma demanda de mais de 70% após a implantação da nova rota. O mineiro abraçou a nossa empresa com alto nível de profissionalismo. Queremos vender cada vez mais Minas Gerais para os turistas da América Central e do Norte e fomentar o intercâmbio entre as duas regiões”, ressaltou.

O secretário de Estado de Turismo lembrou que após o anúncio de que o Consulado dos Estados Unidos será instalado em Belo Horizonte, a tendência é facilitar, ainda mais, o fluxo de turistas entre o Minas Gerais e aquele país, e que a rota operada pela Copa muito favorecerá esse transporte de passageiros. “Esta iniciativa vai motivar os mineiros a obterem o visto e também favorecerá o fluxo de americanos em nosso Estado. Pela vitalidade do Aeroporto Tancredo Neves e pelo crescente número de passageiros internacionais desembarcando em Confins, o Governo de Minas é um grande incentivador das companhias aéreas que estão em operação em nosso Estado”, disse Agostinho Patrus Filho.

Também estiveram presentes no encontro a secretária-adjunta de Estado de Turismo, Silvana Nascimento; a gerente da Copa Airlines em Minas Gerais, Jacqueline Ledo; e o gerente regional da empresa, Gustavo Esusy.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/copa-airlines-comemora-sucesso-na-operacao-aerea-que-liga-belo-horizonte-ao-panama/

Gestão Anastasia: Minas se prepara para celebrar a paixão e a ressurreição de Cristo durante Semana Santa

Os municípios mineiros preparam programação especial para celebrar a data

Divulgação/Setur
Tapetes feitos com serragem, borra de café e cal colorem e enfeitam as ladeiras das cidades históricas
Tapetes feitos com serragem, borra de café e cal colorem e enfeitam as ladeiras das cidades históricas

Celebrações religiosas tomam conta de Minas Gerais na Semana Santa, que este ano acontece de 1º a 8 de abril. Os municípios mineiros preparam programação especial para celebrar a data e os turistas podem aproveitar o feriado para conhecer as belezas do Estado.

O secretário de Estado de Turismo de Minas Gerais, Agostinho Patrus Filho, salienta que o turismo religioso sempre foi um dos principais atrativos turísticos do Estado e, que as celebrações da Semana Santa em Minas Gerais são um resgate da tradição tricentenária do povo mineiro, que enfeita suas casas e suas ruas para celebrar a paixão de Jesus Cristo.  “Em Minas Gerais destaca-se a religiosidade popular, vivida intensamente por nossas comunidades. Em todas as regiões deste imenso Estado, as cidades transformam-se em um palco vivo da religião”, destaca Patrus Filho.

Confira as dicas que a Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais preparou:

Belo Horizonte e entorno

Em Belo Horizonte, a Semana Santa é celebrada pelas paróquias da Arquidiocese de Belo Horizonte. Uma grande demonstração de fé, religiosidade e devoção, que tem início no Domingo de Ramos, celebração que recorda a entrada triunfal de Jesus Cristo em Jerusalém e termina no Domingo de Páscoa, com a celebração da ressurreição.

O Santuário Estadual Nossa Senhora da Piedade, localizado em Caeté, a 48 quilômetros de Belo Horizonte, é um dos roteiros mais procurados pelo turista religioso. A tranquilidade do lugar, situado a 1700 metros acima do nível do mar, é propícia para momentos de reflexão e orações.

Para aqueles que não querem sair da capital e desejam fazer um programa cultural, a dica é visitar o Circuito Cultural Praça da Liberdade na capital mineira. O Museu das Minas e do Metal e o Memorial Minas Gerais estarão fechados na sexta-feira da Paixão, mas funcionarão normalmente nos demais dias, inclusive no Domingo de Páscoa. O Espaço TIM UFMG do Conhecimento funciona normalmente, de terça a domingo. Aproveite o domingo também para visitar também o Palácio da Liberdade, aberto das 9h às 13h. Mais informações: www.circuitoculturalliberdade.mg.gov.brou (31) 3272-9584

E, para quem quiser aproveitar o feriado pertinho da capital, o Inhotim, em Brumadinho estará funcionando normalmente de terça a domingo, das 9h30 às 17h30. A equipe de Arte e Educação e de Jardim Botânico e Meio Ambiente preparam programação especial para quem visitar o Inhotim nesse período.  De 6 a 8 de abril, a oficina de aproveitamento integral dos alimentos vai ensinar a preparar sucos utilizando todos os seus benefícios. Para as crianças, haverá oficina de dobradura e colagens, das 10h às 16h30, no Espaço Tamboril.  Para saber mais sobre a programação, acesse: www.inhotim.org.br

Cidades Históricas

Nas cidades históricas mineiras, a população sai às ruas para participar, com fé e emoção, dos atos e rituais da liturgia católica. As celebrações são verdadeiros espetáculos encenados com o rigor da herança bíblica, com todos os simbolismos, atores e anjos, figurinos e estandartes.

Em Ouro Preto, de acordo com a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, a expectativa é de que 18 mil pessoas visitem a cidade para conferir de perto os cortejos, procissões e a confecção dos tapetes feitos com serragem, borra de café e cal branco, que colorem e enfeitam as ladeiras históricas. Durante toda a semana, serão realizadas missas nas igrejas da cidade. A data é uma oportunidade para conhecer a beleza da arquitetura barroca da cidade tricentenária, que por sua beleza e conjunto arquitetônico, atrai turistas nacionais e internacionais.  Na sexta-feira santa, as celebrações começam às 6h, com a Via Sacra saindo da Capela de São Cristovão em direção à Capela do Senhor do Bonfim.

Em São João del-Rei, de acordo com a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, a expectativa é que a ocupação hoteleira na cidade seja de 80%. A celebração começa no Domingo de Ramos, às 6h, com a Santa Missa e, durante o dia as procissões vão percorrer as ruas da cidade. Na Quinta-Feira Santa, a Missa Solene acontece às 9h e às 17h, na Basílica de Nossa Senhora do Pilar. Às 20h30, será realizada a cerimônia de lava-pés, na Praça Francisco Neves. As celebrações se encerram no Domingo de Páscoa, com a Santa Missa, às 19h, e Solene Coroação de Nossa Senhora, na Basílica Nossa Senhora do Pilar.

Diamantina mantêm ritos tradicionais nas celebrações da Semana Santa, que se inicia no Domingo de Ramos, prossegue com a Procissão do Encontro, a cerimônia do Lava-Pés, a Sexta-Feira da Paixão, com a crucificação e morte de Jesus Cristo, o Descendimento da Cruz e termina com a Ressurreição, no Domingo de Páscoa. Uma das tradições mais antigas preservada na cidade é a “Guarda Romana”, onde mais de 50 homens caracterizados participam da Via Sacra. A confecção dos tapetes de serragem terá inicio em frente à igreja Catedral Metropolitana, a partir da meia-noite do Sábado de Aleluia até a manhã do Domingo de Páscoa.

Em Sabará, a programação também inicia-se no Domingo de Ramos e segue até o Domingo de Páscoa, com a Missa da Ressurreição, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, Dom Walmor Oliveira de Azevedo, na praça central da cidade, no dia 8 de abril, às 8h. São esperadas 20 mil pessoas e, de acordo com a Secretaria Municipal de Turismo da cidade, a expectativa é de que a ocupação hoteleira seja de 100%.

A tradicional programação de Semana Santa de Mariana já iniciou com o Setenário das Dores, que segue até o dia 30 de março.  Na Quarta-feira Santa, às 19h, a celebração acontece na Capela Nossa Senhora da Boa Morte, seguida de procissão pelas ruas da cidade. Na Quinta-Feira, na Catedral Metropolitana, após a cerimônia de lava-pés, haverá o traslado do Santíssimo Sacramento. No Domingo, as celebrações de Páscoa acontecem às 7h, na Catedral Metropolitana, e às 8h nas Igrejas Nossa Senhora do Rosário e Nossa Senhora Aparecida.

Em Prados, o Domingo de Ramos começa com a Santa Missa, às 8h, na Matriz.  Durante toda a semana, as missas serão realizadas também na Igreja Matriz e Capela do Rosário. Na Quarta-feira Santa, a população sai em Via Sacra pelas ruas da cidade. Na sexta, às 21h, acontece cerimônia de Descendimento da Cruz. No Domingo de Páscoa, as celebrações serão encerradas às 17h, quando a Procissão da Ressurreição passa pelas ruas da cidade.

No município de Serro, na Quinta-feira Santa haverá encenação da prisão de Cristo, ao lado da Igreja Matriz, no centro da cidade.  Na sexta, às 9h, a população sai em Via Sacra da Igreja Matriz, em direção à Igreja Nossa Senhora do Carmo. Às 21h, na praça central da cidade, haverá a encenação da Paixão de Cristo, seguida de procissão pelas ruas da cidade.

Caminho Religioso

Visando o incremento do Turismo Religioso no Estado, o Governo de Minas está implementando o projeto “Caminho Religioso da Estrada Real: de Padroeira a Padroeira”. O roteiro integrado de turismo religioso envolve 86 municípios entre os santuários da Serra da Piedade, em Minas Gerais, e da Padroeira do Brasil, em Aparecida (SP). O Caminho Religioso tem o objetivo de oferecer um roteiro de peregrinação estruturado para um público adepto a longas caminhadas, pedaladas ou cavalgadas.

O trajeto da rota que ligará os santuários já foi demarcado, com mapeamento dos municípios, potencialidades histórico-culturais e religiosas e infraestrutura turística. Congonhas, Lagoa Dourada, Prados, São João del-Rei e Tiradentes são alguns dos municípios mineiros que poderão ser percorridos pelos fiéis.  Atualmente, o projeto está em fase de elaboração de peças gráficas, como mapas, guias turísticos, passaporte e certificado de conclusão da rota de peregrinação.

Sul de Minas

A Prefeitura Municipal de Caxambu, em parceria com a Secretaria de Turismo e Cultura do município, preparou programação especial para quem visitar a estância hidromineral no período da Semana Santa. Na Quinta e Sexta-feira Santa e no Sábado, quem visitar o Parque das Águas poderá conferir o som da banda Blu Brasil, às 9h30, participar da aula de hidroginástica, às 10h, e da caminhada orientada, às 16h. Na Quinta-feira Santa, haverá a Cantata de Páscoa, às 20h, no calçadão da cidade. No Sábado de Aleluia, haverá recreação infantil e contação de história para as crianças, na Praça 16 de Setembro, a partir das 15h. Além da programação de lazer, acontecem as celebrações religiosas e procissões pelas ruas da cidade. Para mais informações: (35) 3341-1097

Em Capitólio, o Domingo de Ramos começa com procissão e celebração da Santa Missa, na Igreja Matriz. Na Segunda e Terça-feira Santa, a Missa acontece às 19h, na Igreja Matriz, seguida de procissão. A Quinta-feira Santa é de adoração ao Santíssimo Sacramento, a partir das 20h30.  A Sexta-feira da Paixão começa com a Via Sacra, às 6h, saindo da Igreja de Fátima e termina com a encenação da vida e morte de Jesus, na Praça da Matriz, às 19h. As celebrações terminam no Domingo de Páscoa, com missa, às 10h, na Igreja de Fátima; às 11h30, em Escarpas do Lago; às 18h, no Centro Comunitário Nossa Senhora Aparecida e às 19h30, na Igreja Matriz.

Em Três Marias, as celebrações de Domingo de Ramos acontecem nas comunidades de São José, São Geraldo e São Pedro. Às 19h30, haverá missa na Igreja Matriz Nossa Senhora Mãe da Igreja.  Na Quarta-feira Santa, às 19h, haverá procissão em direção à Igreja Matriz, seguida do Sermão do Encontro. A quinta-feira será marcada pelas cerimônias de lava-pés na Matriz Nossa Senhora Mãe da Igreja, seguida da transladação do Santíssimo. Na Sexta-feira da Paixão, a Via Sacra sai pelas ruas centrais da cidade, às 6h, em direção à Capela de Cristo Rei. Às 20h, os fiéis podem se emocionar com a encenação da Paixão e Morte de Cristo, na Igreja Matriz. A programação de Semana Santa se encerra no Domingo de Páscoa com missas que acontecerão durante todo o dia. Para quem gosta de aventura uma boa dica é aproveitar o feriado para se deliciar nas águas do Lago Três Marias.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-se-prepara-para-celebrar-a-paixao-e-a-ressurreicao-de-cristo-durante-semana-santa/

Gestão em Minas: Antonio Anastasia recebe homenagem oficial da comunidade de Pisciotta

Governador foi recebido por autoridades da região italiana da Campânia, terra natal do seu avô paterno

Soraya Ursine/Imprensa MG
Governador Anastasia e o prefeito de Pisciotta, Vittorio Marsicano
Governador Anastasia e o prefeito de Pisciotta, Vittorio Marsicano

O governador Antonio Anastasia recebeu, neste sábado (10), homenagem oficial da comunidade de Pisciotta, região italiana da Campânia, terra natal de seu avô paterno Aniello Anastasia. O governador foi recebido por autoridades, populares e familiares, que expressaram a admiração e a honra em receber a maior autoridade política de um dos mais importantes estados brasileiros.

“Sua presença, governador Anastasia, é motivo de orgulho e glória para nós. Sabemos o que o senhor representa para Minas Gerais e para o Brasil. Somos gratos por Pisciotta ser a terra natal de uma personalidade reconhecida no mundo”, disse o prefeito Vittorio Marsicano.

O governador agradeceu, em nome dos dois milhões de descendentes italianos que vivem em Minas, e dos 20 milhões de mineiros, a homenagem recebida. “Minas é uma terra de muitas famílias de italianos. Por isso, agradeço de forma muito emotiva esta homenagem. Nossa missão, aqui na Itália, irá ampliar as oportunidades e propiciar uma maior aproximação econômica, social e cultural entre Minas, Campânia e Pisciotta”, disse o governador.

O governador também participou de um seminário, no qual empresários da região apresentaram as características econômicas da região de Cilento.

Acompanharam o governador Anastasia os secretários Bráulio Braz (Esporte e Juventude) e Agostinho Patrus Filho (Turismo), o deputado Rômulo Generoso e o presidente da Câmara de Comércio Italiana de Minas, Giacomo Regaldo.

Nascido em 1888, na pequena cidade italiana da Campânia, Aniello Anastasia migrou-se para Minas Gerais, em 1896, em busca de mais oportunidades.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: Antonio Anastasia intensifica relações comerciais com Nápoles

Governador assina acordo de parceria com a Região da Campânia e participa de encontro com empresários

O governador Antonio Anastasia apresentou para empresários da região italiana da Campânia, em Nápoles, nesta quinta-feira (8), os avanços e as potencialidades econômicas, tecnológicas e turísticas de Minas Gerais, com o propósito de atrair mais investimentos para o Estado. O encontro entre empresários mineiros e italianos foi realizado na Câmara de Comércio de Nápoles.

Anastasia fez um histórico das relações comerciais entre Minas Gerais e a Região de Campânia e mostrou aos italianos as vantagens de investir no Estado.

“Minas e Campânia têm uma grande identidade econômica e cultural. Minas Gerais responde por 10% do PIB brasileiro, temos agricultura muito avançada, setores de serviços extremamente desenvolvidos. Na indústria, somos o maior produtor mineral do Brasil, entretanto, precisamos agregar valor aos nossos produtos. Para isso, estamos buscando inovação e mais tecnologia. Temos muita potencialidade. É isso que queremos mostrar ao mundo, rompendo nossas fronteiras. Queremos fazer negócios e identificar novas parcerias”, disse o governador.

O presidente da Câmara de Comércio de Nápoles, Maurizio Maddaloni, e o vice, Ricardo de Falco, apresentaram as características econômicas da província e da Região de Campânia. A secretária de Desenvolvimento Econômico, Dorothéa Werneck, e o secretário de Turismo, Agostinho Patrus Filho, também fizeram apresentações sobre Minas. De acordo com Ricardo de Falco, o objetivo é intensificar as relações comerciais com Minas Gerais.

“Buscamos sempre a promoção do desenvolvimento local, a inovação e o estímulo à internacionalização. A performance das relações comerciais entre Minas e Itália é muito boa, mas vamos aumentar ainda mais nossas parcerias e os laços de cooperação entre nossas regiões”, destacou o vice-presidente da Câmara de Comércio de Nápoles.

Bons negócios

Representantes de empresas dos segmentos automotivo, de tecnologia, transporte, autopeças, tecnologia da informação, eletroeletrônico, serviços e metalmecânico participaram do evento de negócios com empresários de Campânia.

“Acredito que este é um novo momento para Minas e para a Itália. Será um mercado excelente, as perspectivas de futuros negócios são muito boas. Vamos trocar experiências com este estado co-irmão, o que poderá ajudar Minas a exportar mais e a vender mais”, disse o presidente da Câmara Ítalo-Brasileira, Giacomo Regaldo.

Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais, OlavoMachado, firmar parcerias é o primeiro passo para levar mais investimentos para Minas. “Um negócio começa dessa forma. Estamos conhecendo novos empresários, novas oportunidades e novos produtos. Tudo na base da inovação, que poderá agregar valor aos produtos de Minas Gerais. Vejo nos italianos o desejo de conhecer e investir no Brasil. Vamos divulgar Minas Gerais e levar novos investimentos pra lá”, disse Olavo.

“Tenho certeza que estes entendimentos, que estão sendo feitos pelos empresários, através do Governo de Minas, da Câmara Italiana e da Fiemg, irão gerar bons frutos”, finalizou Antonio Anastasia.

Este foi o terceiro encontro entre empresários na Itália. Antes ocorreram em Turim e Roma. O próximo será nesta sexta-feira (9), em Salerno, também na Região de Campânia. A Missão Empresarial de Minas à Itália foi organizada pela Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura de Minas Gerais, com o apoio da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg).

Parcerias

Em seguida, o governador Antonio Anastasia assinou, na sede do Governo de Campânia, acordo de parceria com a Região. Ele foi recebido pelo presidente de Campânia, Stefano Caldoro; pelo conselheiro diplomático, Francesco Calogero; pela secretária de Cultura, Esporte e Juventude, Caterina Miraglia; e pelo secretário de Pesquisa e Inovação, Guido Lombetti.

“Ver o crescimento do PIB brasileiro e mineiro é um grande incentivo para nós. Com certeza este será o início de uma longa colaboração”, disse o presidente Stefano Caldoro ao governador.

Em maio, o Brasil e Minas Gerais receberão uma delegação com cerca de 300 empresários italianos, que pretendem concretizar negócios com empresas de Belo Horizonte, São Paulo, Curitiba e Recife.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: governador apresenta atrações turísticas de Minas para italianos

Workshop busca ampliar a presença de turistas originários da Itália no Estado

Soraya Ursine/Imprensa MG
Governador Antonio Anastasia apresentou Minas como um dos melhores destinos turísticos do Brasil para empresários italianos do segmento
Governador Antonio Anastasia apresentou Minas como um dos melhores destinos turísticos do Brasil para empresários italianos do segmento

O governador Antonio Anastasia, acompanhado do secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus Filho, participou nessa quarta-feira (7) na sede da Embaixada do Brasil na Itália, em Roma, do segundo evento de apresentação de Minas Gerais como um dos melhores destinos turísticos do Brasil para empresários italianos do segmento. O primeiro foi realizado em Turim, na última segunda-feira. O objetivo é fazer com que os atrativos mineiros sejam ofertados nos catálogos de turísticos da Itália.

O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), está realizando na Itália workshop dos principais produtos turísticos de Minas Gerais. O foco é capacitar mais de 200 operadores, agentes de viagens e imprensa especializada em turismo, mostrando os roteiros que poderão ser explorados especialmente durante eventos como Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude, em 2013, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

Segundo o governador, Minas está preparada e de portas abertas para receber mais turistas italianos. “Nosso estado é muito rico, não só em riquezas minerais, mas também em hospitalidade. Temos uma gastronomia especial, o turismo ecológico, religioso, mais da metade do patrimônio histórico brasileiro está em Minas e somos conhecidos, felizmente, pelo caráter de boa recepção e da boa hospitalidade. Não temos mar, mas temos rios, lagos e ecoturismo muito forte. Estamos trabalhando em Minas para melhorar cada vez mais o turismo. Todos são muito bem-vindos”, destacou o governador.

A iniciativa integra as ações de Minas Gerais como “Destino do Ano” da Vibrata – Itália (Associação de Operadores especialistas em Brasil), uma parceria com a Embratur que visa ampliar a comercialização de Minas Gerais no mercado italiano. A apresentação dá uma visão ampla e mercadológica das oportunidades de Minas Gerais, com a possível geração de novos negócios, de relacionamentos e troca de conhecimentos.

“O objetivo é divulgar nosso Estado, suas belezas, potencialidades e os seus produtos para serem comercializados no exterior. Apresentamos aos italianos nosso cardápio de opções turísticas. Tivemos a presença muito expressiva daquelas empresas associadas à Vibrata, que é a agência que congrega os operadores de viagem da Europa e comercializa o Brasil e Minas Gerais e espero que rendam frutos e aumentem o fluxo de turistas italianos para Minas Gerais”, explicou o secretário Agostinho Patrus.

A Itália é o terceiro mais importante país emissor de turistas para o Brasil e para Minas Gerais. Segundo o Anuário Estatístico 2011 da Embratur, os italianos foram os principais turistas europeus no Brasil, com cerca de 250 mil turistas, em 2010, dos quais 5,7 mil visitaram Minas. A Setur vai realizar, este ano, uma série de ações com foco na atração de um número maior de turistas italianos para o Estado. Estão previstas capacitação on-line (E-learning) para operadores e agentes de viagens, participação em feiras e eventos e realização de viagens de familiarização para jornalistas e operadores.

O embaixador agradeceu a presença da delegação mineira na Itália. “Sempre estaremos prontos para trabalhar a favor do desenvolvimento das relações entre o Brasil e a Itália, entre Minas Gerais e a Itália. Minas Gerais é o grande orgulho do Brasil. É um dos estados mais tradicionais, mais ricos em cultura, expressões próprias, em recursos naturais e industriais. É uma fonte de admiração para todos nós, brasileiros”, disse o embaixador do Brasil na Itália, José Viegas Filho.

Também participaram do evento o presidente da Câmara de Comércio Italiana de Minas Gerais, Giacomo Regaldo; o presidente da Fiemg, Olavo Machado e os secretários de Desenvolvimento Econômico, Dorothéa Werneck e de Esportes e da Juventude, Bráulio Braz.

Fonte: Agência Minas

Gestão em Minas: governador negocia com o Politécnico de Turim nova edição do Programa Jovens Mineiros

Anastasia participou também da apresentação “Destino Minas Gerais na Itália” para empresários italianos do segmento de turismo

Soraya Ursine/Imprensa MG
O governador Antonio Anastasia ao lado do o reitor do Instituto Politécnico de Turim (Polito), Marco Gilli
O governador Antonio Anastasia ao lado do o reitor do Instituto Politécnico de Turim (Polito), Marco Gilli

O governador Antonio Anastasia se reuniu, no fim da tarde de segunda-feira (5), com o reitor do Instituto Politécnico de Turim (Polito), Marco Gilli, para discutir os resultados das cinco edições do Programa Jovens Mineiros Cidadãos do Mundo, realizadas em parceria com o Instituto, além da realização de uma próxima edição com a entidade de ensino italiana.  O Polito é parceiro do Governo de Minas no projeto de intercâmbio de estudantes  e de servidores mineiros, que se capacitam em áreas estratégicas para o desenvolvimento do Estado.

Anastasia ressaltou que o Instituto possui papel relevante no desenvolvimento de Minas Gerais. Segundo ele, estudantes que passaram pela experiência de aprendizado no Politécnico retornaram a Minas Gerais com mais capacidade de agregar valor aos produtos mineiros.

“Quero destacar a importância do Instituto para o desenvolvimento de Minas Gerais. Temos muita honra de ter alunos brasileiros nesta instituição tão renomada. Tivemos cinco edições do Programa Jovens Mineiros muito exitosas e, agora, reiteramos nosso interesse em dar continuidade a esse programa com Turim. Precisamos deixar de produzir exclusivamente commodities e agregar mais valor aos nossos produtos. Por isso, o objetivo é investir em conhecimento, formação do capital humano e o Instituto Politécnico poderá nos ajudar nisso. Assim vamos dar um passo adiante na economia de Minas Gerais”, disse o governador.

Por meio do programa Jovens Mineiros, o Instituto Politécnico de Turim já recebeu três turmas, de 20 alunos cada, dos cursos de engenharia e design de universidades mineiras. Em contrapartida, duas turmas de estudantes de Turim tiveram aprendizado nas faculdades conveniadas em Minas Gerais. Outras três edições do programa foram realizadas em Cingapura, na Ásia.

Em resposta à solicitação do governador Anastasia para a realização da sexta edição do programa com o Instituto, o reitor Marco Gilli ressaltou seu interesse em renovar o convênio com o Governo de Minas.

“Temos com Minas Gerais uma importante cooperação, que existe há muito tempo. Achamos que o convênio com o Programa deve ser renovado e faremos o possível para que o seja. Este acordo de cooperação deve ser valorizado porque traz bons resultados para todos os envolvidos. Temos muitos brasileiros aqui no Instituto em processo de intercâmbio. Temos vários acordos de intercâmbios no campo da pesquisa. Isso é muito vantajoso”, disse Gilli.

O Polito adota, desde o início dos anos 1980, uma política de cooperação internacional.Parcerias com universidades e outras instituições de pesquisa de diversos países têm sido realizadas, assim como intercâmbios de alunos e professores. A universidade, criada há 152 anos, está sediada em seis escolas principais: quatro delas de engenharia (também voltadas para Tecnologias da Informação e Gestão) e duas de arquitetura. É uma das principais universidades técnicas na Itália e em todo o mundo.

Também participam do encontro no Instituto Politécnico o presidente da Câmara Italiana de Comércio de Minas Gerais, Giacomo Regaldo; o presidente da Fiemg, Olavo Machado; o vice-presidente do Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec), Antônio Dianese e os secretários de Estado Dorothéa Werneck, Agostinho Patrus Filho, Bráulio Braz e Gil Pereira.

“Jovens Mineiros Cidadãos do Mundo”

O programa Jovens Mineiros Cidadãos do Mundo teve início em outubro de 2007, quando o então vice-governador Antonio Anastasia propôs ao governo da Região Piemonte a realização da primeira edição. A Região foi escolhida para o projeto-piloto em razão dos laços de amizade e cooperação já estabelecidos com Minas. É executado pela Secretaria-Geral da Governadoria, por meio da Assessoria de Relações Internacionais.

Durante um período de cerca de um mês, os participantes são inseridos nos mais diversos ambientes estratégicos e submetidos a intensivo treinamento em universidades, centros de excelência, empresas e órgãos governamentais no estado/província parceiro.

O Jovens Mineiros é baseado no tripé governo-universidade-empresa. Por ter como base a cooperação de Minas Gerais com outros estados ou províncias, o princípio da reciprocidade é aplicado, ou seja, em contrapartida Minas recebe grupos para serem treinados nossas universidades e instituições de pesquisa.

Outros objetivos do programa são a internacionalização institucional e econômica de Minas Gerais e a oportunidade de atração de investimentos. O setor privado, além de patrocinador, orienta o Estado na definição das áreas estratégicas que serão os temas das edições com base nas demandas de mercado.

Próxima edição

O Governo de Minas abriu inscrições para instituições que desejam participar da nona edição do Programa Jovens Mineiros Cidadãos do Mundo. O prazo para encaminhamento das propostas vai até 18 de abril próximo. Serão selecionadas instituições de ensino superior que possuem cursos de graduação e pós-graduação nas áreas de Engenharia Aeronáutica e Aeroespacial.

As instituições escolhidas deverão indicar alunos matriculados nos três últimos semestres dos cursos de graduação em cursos de Engenharia Mecânica, de Produção, Aeroespacial, Aeronáutica e Mecânica Aeronáutica e de Controle e Automação. Eles farão intercâmbio no Institut Aéronautique et Spatial (IAS), em Toulouse (França), de 18 de junho a 14 de julho de 2012.

Workshop para apresentar os principais produtos turísticos de Minas

O governador Antonio Anastasia também participou em Turim, na noite desta segunda-feira (5), ao lado do secretário de Turismo, Agostinho Patrus Filho, da solenidade de apresentação do “Destino Minas Gerais na Itália” para empresários do segmento de turismo. O evento, organizado pela Secretaria de Estado de Turismo, tem o objetivo de apresentar os principais produtos turísticos de Minas Gerais para agentes e operadores italianos para que os atrativos mineiros sejam ofertados nos catálogos de produtos turísticos da Itália.

O workshop  será realizado, também, em Roma, Nápoles e Salerno nesta semana. O foco é capacitar 200 operadores, agentes de viagens e imprensa especializada em relação aos roteiros que Minas Gerais tem a oferecer durante eventos como Copa das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude, em 2013, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016.

A iniciativa integra as ações de Minas Gerais como “Destino do Ano” da VIBRATA – Itália (Associação de Operadores especialistas em Brasil), uma parceria com a Embratur que visa ampliar a comercialização de Minas Gerais no mercado italiano. A Itália é o terceiro mais importante país emissor de turistas para o Brasil e para Minas Gerais. Segundo o Anuário Estatístico 2011 da Embratur, os italianos foram os principais turistas europeus no Brasil, com cerca de 250 mil turistas em 2010, dos quais 5,7 mil visitaram Minas.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: Secretária Nacional de Políticas de Turismo anuncia que irá adotar metodologia mineira

Para Isabel Mesquita, o estado vem dando exemplo de boas práticas de gestão turística

José Carlos Paiva/Imprensa MG
A secretária-adjunta de Turismo, Silvana Nascimento, Agostinho Patrus Filho e Ana Isabel Mesquita
A secretária-adjunta de Turismo, Silvana Nascimento, Agostinho Patrus Filho e Ana Isabel Mesquita

O secretário de Estado de Turismo, Agostinho Patrus Filho, recebeu em seu gabinete, nesta quinta-feira (16), a secretária Nacional de Políticas de Turismo do Ministério do Turismo, Ana Isabel Mesquita. Ele apresentou a Política de Regionalização do Turismo em Minas Gerais e a criação da Metodologia da Matriz de Posicionamento das Associações de Circuitos Turísticos, que irá gerar indicadores capazes de nortear as estratégias de atuação do Estado, das Associações de Circuitos Turísticos e de entidades parceiras, em ações voltadas para o desenvolvimento das regiões turísticas mineiras.

Para Isabel Mesquita, o estado vem dando exemplo de boas práticas de gestão turística. “Minas Gerais foi um dos estados pioneiros no Programa de Regionalização e a implantação da Metodologia será mais um exemplo a ser seguido pelo Ministério e por outros destinos brasileiros”, destacou.

Segundo Patrus Filho, a nova metodologia subsidiará a elaboração e execução de um plano de apoio e soluções de sustentabilidade aos Circuitos Turísticos. “Em Minas Gerais, trabalhamos articulados com todas as áreas de governo, buscando soluções para as diferenças. Portanto, precisamos de programas que atendam às necessidades de cada uma das nossas regiões”, destacou o secretário.

Fonte: Agência Minas