Gestão Anastasia: detentos de Itajubá ganham 220 novos postos de trabalho e uma escola

Presos atuarão em diferentes atividades, desde a construção civil até a fabricação de componentes eletrônicos

Lívia Machado
Durante solenidade, foi anunciada construção do segundo endereço da Escola Estadual Major João Pereira
Durante solenidade, foi anunciada construção do segundo endereço da Escola Estadual Major João Pereira

A Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) firmou, nesta quinta-feira (1º), quatro termos de cooperação técnica que, juntos, darão oportunidade de trabalho a até 220 detentos do Presídio de Itajubá, na região Sul de Minas Gerais. Eles atuarão em diferentes atividades, desde a construção civil até a fabricação de componentes eletrônicos, e receberão, pelo trabalho, ¾ do salário mínimo e remissão de pena – a cada três dias trabalhados, um a menos no cumprimento da sentença. As atividades fazem parte do Programa Trabalhando a Cidadania, da Subsecretaria de Administração Prisional (Suapi).

Uma das parcerias é com a empresa de telecomunicação e eletrônica Multitok, que fabrica desde ferros de passar roupa até Circuitos Fechados de Televisão (CFTV). Atualmente, seis detentos estão trabalhando na decapagem de fios, mas a ideia é que em três meses a empresa monte um galpão e instale uma linha de produção completa dentro do presídio, o que poderá dar emprego a até 50 presos.

Outros 50 detentos poderão trabalhar na fabricação de calças, jalecos e bolsas ecológicas, por meio da parceria firmada com a empresa Moletok, especializada na produção de uniformes. Hoje, sete presos já estão empregados por meio desta parceria. A previsão é que, nos próximos meses, a empresa também instale um galpão de trabalho na unidade prisional e comece a realizar, internamente, trabalhos de serigrafia.

O terceiro convênio foi assinado com a empresa Tigre, que produz tubos e conexões para construção civil e que já é parceira da unidade prisional. Atualmente, há 13 detentos trabalhando nesta atividade, mas a previsão é que se chegue a 50, com a montagem de uma linha de produção dentro de um dos pavilhões.

Por fim, foi assinada, também, a prorrogação do convênio com a Prefeitura Municipal de Itajubá, que oferece postos de trabalho a 69 presos. Eles atuam em atividades variadas, como construção civil, reflorestamento e limpeza urbana, além de lavarem as roupas utilizadas nos postos de saúde do município.

O superintendente de Atendimento ao Preso da Suapi, Helil Bruzadelli, lembrou que Minas Gerais é hoje o Estado que tem, proporcionalmente, o maior número de presos trabalhando. “Já são mais de 400 parcerias de trabalho. Todos os presos que estiverem aptos e interessados em trabalhar e estudar terão essa oportunidade”, afirmou. Em Itajubá há, atualmente, 120 detentos trabalhando. Em todo o Estado de Minas Gerais o número chega a quase 12 mil.

Estudo

Durante a solenidade, também foi ressaltado o início da construção do segundo endereço da Escola Estadual Major João Pereira, que terá uma unidade dentro do presídio. Serão quatro salas que, em diferentes turnos, permitirão que até 240 detentos estudem enquanto cumprem pena. A previsão é que a escola esteja pronta para receber alunos ainda este ano.

“Mais uma vez estamos investindo na ressocialização por meio do trabalho e estudo, que são os pilares para a recuperação do indivíduo no sistema prisional mineiro”, disse o subsecretário de Administração Prisional, Murilo Andrade de Oliveira.

O prefeito Jorge Renó Mouallem ressaltou o papel das unidades prisionais. “Necessitamos de um sistema prisional eficiente, seguro e que reintegre os detentos à sociedade. Hoje eles cumprem pena com dignidade e têm oportunidade de trabalhar e estudar. O principal objetivo é oferecer oportunidade para que os presos reconstruam suas vidas e de suas famílias”, disse.

Também foi inaugurada uma sala destinada especialmente aos defensores públicos que irão à unidade mensalmente para realizarem atendimento jurídico aos detentos. A sala foi cedida e mobilhada pela própria unidade prisional.

Linha de ônibus facilita acesso de familiares ao presídio

A partir desta quinta-feira (1º), familiares terão mais facilidade para visitar detentos no Presídio de Itajubá. Uma linha de ônibus regular da empresa Valônia chegará até bem próximo à unidade. Os ônibus circularão aos finais de semana, de hora em hora, beneficiando os parentes dos presos, e durante a semana nos horários de chegada e saída dos funcionários da unidade.

Fonte: Agência Minas