Aécio Neves: senador homenageia Itamar

Aécio Neves: senador homenageia Itamar – Museu do Senado receberá nome do ex-presidente e ex-governador de Minas. 

Aécio Neves: senador

Fonte: Assessoria de Imprensa do senador Aécio Neves 

Itamar Franco recebe homenagem de Aécio Neves

Aécio Neves: senador homenageia Itamar

Aécio Neves: senador homenageia Itamar

A pedido do senador Aécio Neves, a mesa diretora do Senado votou, na noite dessa quarta-feira (27/06), projeto de resolução que dá o nome do ex-presidente Itamar Franco ao Museu Histórico do Senado. A proposta de autoria do presidente da Casa, senador José Sarney, foi aprovada por unanimidade. Para Aécio Neves, é uma homenagem justa ao ex-presidente da República, ex-governador e ex-senador de Minas Gerais. No próximo dia 2, completa um ano da morte de Itamar Franco.

“Essa iniciativa faz justiça à extraordinária biografia e à extraordinária caminhada do homem público Itamar Franco, absolutamente coerente durante toda a sua vida com seus princípios. Homem que construiu, neste Parlamento, a imagem de seriedade, de respeitabilidade, a mesma que construiu em Minas e no Brasil. Um homem muito importante num momento de transição, num momento de trauma que sofreu a Nação com o impeachment do ex-presidente. O presidente Itamar Franco cumpriu ali também o seu papel de pacificador, de homem do entendimento”, afirmou Aécio Neves.

O senador destacou que a homenagem em memória de Itamar é todos os mineiros.

“Nós mineiros agradecemos. Agradecemos que a Mesa tenha compreendido a necessidade de, rapidamente, colocarmos esse projeto em votação, para o qual eu peço a aprovação de todos os ex-colegas do senador Itamar Franco, cuja saudade, certamente, ainda vive e habita cada um de nós”, disse.

Aécio Neves: senador – Link da matéria: http://www.aecioneves.net.br/2012/06/itamar-franco-recebe-homenagem-de-aecio-neves/

Censura em Minas: PT coleciona histórias

Censura em Minas: Censura do PT  – Além de Rogério Correia que tentou censurar o Estado de Minas e Veja, agora é o Governo da Bahia.

Censura em Minas: Censura do PT

Censura do PT – Começa na internet movimento em solidariedade ao jornalista baiano Guilherme Vasconcelos demitido pelo governo do PT na Bahia após ter denunciado o aumento absurdo de verbas de publicidade do governo estadual daquele estado.

Para se ter uma ideia, enquanto na Bahia o investimento per capta em publicidade do governo é de R$ 9,00, em Minas Gerais é de R$ 4,00 (confira aqui o ranking dos estados).

A repercussão do caso vem crescendo – entenda o caso aqui – e se soma a outras denúncias de censura divulgadas contra o PT.

No Mato Grosso do Sul, o Ministério Público abriu processo contra o então governador José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT (1999 a 2006) pelo pagamento de propinas a jornalistas em troca de divulgação de reportagens favoráveis.

Em Minas, o prefeito de Nova Lima, do PT, censurou a circulação de uma revista que trazia denúncias contra a sua administração.

Recentemente, o deputado Rogério Correia tentou censurar o jornal Estado de Minas e a revista Veja, que divulgaram matérias provando a proximidade do parlamentar com o conhecido falsário Nilton Monteiro, acusado de fraudar a “Lista de Furnas” e que responde na Justiça a processos por falsificação de títulos de cobrança de mais de 300 milhões de reais.

Leia aqui as reportagens que desagradaram ao deputado: “A trama dos falsários” – Revista Veja, de 12 de dezembro de 2011; e, “O esquema do fraudador” – Estado de Minas, de 03 de fevereiro de 2012.

O deputado processa também um jovem tuiteiro que questiona sua atividade parlamentar na internet (veja aqui: “Acusado pelo deputado @rogeriocorreia_ do PT, prestei depoimento”…)

Censura em Minas: Censura do PT  – Link da Matéria: http://turmadochapeu.com.br/jornalista-demitido-criticar-pt/

Leia também: