Senador Aécio Neves quer mais mulheres na política

Senador Aécio Neves quer mais mulheres na política e defendeu recursos do partido para o PSDB Mulher.

Senador Aécio Neves

Senador Aécio Neves motiva candidaturas femininas em todo o Brasil

Senador Aécio Neves quer mais mulheres na política

Senador Aécio Neves quer mais mulheres na política

Marcando presença no evento do PSDB Mulher  Forte, o senador Aécio Neves apoiou e incentivou candidaturas das mulheres tucanas para as eleições de 2012.
O evento aconteceu nos dias 18 e 19 de maio, no Mar Hotel, em Recife. As participantes puderam participar de oficinas que abordaram temas como: comportamento, marketing, política e internet. Além de palestrantes ilustres como Yeda Crusius, o evento contou com presenças de estrategistas políticos, que orientaram de forma eficiente sua militância.
Ao lado de Sérgio Guerra, presidente nacional do PDSB, Thelma de Oliveira, presidente do PSDB Mulher, Marcello Richa, presidente nacional da Juventude e Judith Botafogo, prefeita de Lagoa do Carro, o senador Aécio Neves falou da importância da participação das mulheres tucanas como candidatas, impulsionando o maior número possível de candidaturas nas prefeituras brasileiras, fortalecendo ainda mais o PSDB em todo o Brasil.
O senador, que foi aplaudido de pé ao ser anunciado, considera importante a participação feminina na política. Defendeu recursos do partido para o PSDB Mulher e considerou o núcleo como o mais organizado em nível nacional, não tendo comparativo em outros partidos.
O senador Aécio Neves, que já recebeu apoio de Sérgio Guerra para 2014, fotografou individualmente com as militantes ao final da reunião, esbanjando simpatia e confiança. As fotos podem ser vistas no site do PSDB Nacional.

Aécio Neves: senador critica censura do PT

Aécio Neves: critica censura do PT – senador diz que CPI do Cachoeira quer mascarar mensalão e constranger  procurador-geral.

Aécio Neves e a tentativa de censura do PT

Senador Aécio Neves: PT volta a atacar a liberdade de imprensa

Aécio Neves critica censura do PT

Aécio Neves critica censura do PT

Na avaliação do senador Aécio Neves, os petistas temem o julgamento do processo do mensalão, que deve ocorrer nos próximos meses, no STF.

Para o senador Aécio Neves, o objetivo de setores do PT ao tentar convocar o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, para depor na CPI do Cachoeira é uma tentativa de desqualificar o trabalho realizado pelo procurador na investigação do mensalão – escândalo denunciado em 2005 e que teve a participação de importantes lideranças do PT.

“O objetivo é desqualificar o procurador já que ele é o advogado de acusação no processo do mensalão. O próprio presidente nacional do PT nos fez o favor de dizer claramente qual era a sua estratégia. Não vamos permitir que o foco da CPI seja desvirtuado. Tudo que disser respeito ao senhor Carlos Cachoeira e às suas relações promíscuas com agentes públicos e privados deve ser investigado. Mas querer usar a CPI para mascarar a apuração em relação ao mensalão, ou para criar constrangimentos ao procurador-geral, terá a nossa objeção mais radical. O PT, infelizmente, deixa cair a máscara e mostra que o objetivo da CPI era um combate que nada tinha a ver com a elucidação das denúncias, ou pelo menos dos crimes apontados, ou mesmo com investigações mais profundas além daquelas que foram feitas pela polícia federal”, criticou o senador Aécio Neves.