Governo de Minas: Epamig Centro-Oeste promove discussão ambiental e ações visando popularizar a ciência

Ação faz parte da Semana de Ciência e Tecnologia e visou possibilitar que a população conheça e discuta os resultados, a relevância e o impacto das pesquisas científicas e tecnológicas

Divulgação/Epamig
Os participantes conheceram a Unidade Demonstrativa de Integração Lavoura-Pecuária e Floresta na Fazenda Experimental
Os participantes conheceram a Unidade Demonstrativa de Integração Lavoura-Pecuária e Floresta na Fazenda Experimental

Terminou, nesta quinta-feira (10), a Semana de Ciência e Tecnologia realizada pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) na Fazenda Experimental Santa Rita, em Prudente de Morais, região Central do Estado. O evento, cujo tema foi “Mudanças climáticas, desastres naturais e prevenção de riscos”, contou com atividades gratuitas, como palestras, visitas técnicas, trilha ecológica, mostras de vídeos e oficina.

Em três dias de evento, os 150 estudantes de ensino médio, universitários, pesquisadores e técnicos da área ambiental puderam conferir palestras sobre mudanças climáticas, hortaliças e resgate da biodiversidade, educação ambiental, sequestro de carbono, vulnerabilidade e impactos climáticos nos recursos hídricos e química para um mundo melhor.

As atividades visaram estimular a difusão dos conhecimentos e o debate sobre as estratégias e maneiras de se enfrentar as mudanças climáticas e de prevenir riscos decorrentes de desastres naturais e de situações criadas pela ação humana.

Alunos da Escola Estadual João Rodrigues da Silva, de Prudente de Morais, participaram da palestra “Educação ambiental e mudanças climáticas” e, em seguida fizeram trilha ecológica na Fazenda Experimental. Durante o trajeto, os estudantes puderam conhecer diversas espécies vegetais e animais. Para a pesquisadora da Epamig, Andréia Fonseca, a trilha é ótima oportunidade para estudantes perceberem a biodiversidade brasileira. “Estima-se que no Brasil existam 1,8 milhão espécies, mas apenas 200 mil foram descritas pela ciência”, afirma.

Os participantes ainda puderam conhecer a área de pesquisa em Integração Lavoura-Pecuária e Floresta (ILPF) e visitaram o Banco de Germoplasma de Hortaliças Não Convencionais da Epamig Centro-Oeste, onde os participantes conheceram as espécies cultivadas, como: araruta, azedinha, almeirão-de-árvore, cansanção, jacatupé, mangarito, ora-pro-nóbis, peixinho e vinagreira, dentre outras.

A Semana de Ciência e Tecnologia teve como objetivo possibilitar que a população conheça e discuta os resultados, a relevância e o impacto das pesquisas científicas e tecnológicas em nossas vidas e suas aplicações. O evento é resultado do projeto de pesquisa “Semana Nacional de Ciência e Tecnologia para estudantes dos municípios de Prudente de Morais e Sete Lagoas de Minas Gerais”, de autoria da pesquisadora da Epamig, Nádia Nardely Parrela, com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais (Fapemig) e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/epamig-centro-oeste-promove-discussao-ambiental-e-acoes-visando-popularizar-a-ciencia/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s