Governo Anastasia: secretaria de Estado de Saúde libera parcela de R$ 1 milhão para Contagem

Os recursos visam à construção do Centro Materno Infantil no município

O município de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), recebeu a terceira parcela de R$ 1 milhão, visando à construção do Centro Materno Infantil. O convênio firmado entre o Governo de Minas e a prefeitura totaliza R$ 10 milhões, oriundos do Tesouro Estadual. A unidade também terá investimentos do município, com contrapartida de R$ 2,8 milhões, e do Ministério da Saúde, com repasse de R$ 9 milhões, totalizando mais de R$ 21 milhões.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, a maternidade tem como objetivo reforçar as ações de assistência à saúde da mulher e da criança, e vai oferecer mais conforto e atendimento humanizado. “Com esta construção iremos ampliar a cobertura dos partos atendidos pelo SUS dentro do município, que passará de 35% para 100%. Serão 550 partos por mês. Temos a convicção que teremos um belo desempenho”, afirmou.

A nova Unidade, que funcionará dentro do mesmo terreno onde está localizado o Hospital Municipal e Maternidade de Contagem, contará com 30 leitos de UTI neonatal, dez leitos de enfermaria mãe-canguru, dez leitos de UTI pediátrica, 34 leitos de enfermaria pediátrica, 62 leitos de internação em alojamento conjunto e ginecologia, além de um pronto-socorro 24 horas, com dez leitos de observação e um centro obstetrício totalmente equipado com seis apartamentos e quatro salas de parto cirúrgico.

Para as mães que desejam acompanhar mais de perto a internação de seus filhos na UTI neonatal, a maternidade ainda contará com uma casa que servirá de alojamento. Serão 32 vagas, com espaço de convivência para a troca de experiências.

Sobre a parceria que viabilizou a implantação do centro, Antônio Jorge afirma que há grande otimismo, visto que há alinhamento das políticas públicas entre Ministério, Governo de Minas e municípios no setor de saúde. “Em Minas, temos experiências exitosas na construção das redes de atenção. Um bom exemplo é a Rede de Urgência e Emergência Macro Norte. Nesta rede, os resultados têm se mostrado impactantes. São cerca de menos duas mil mortes/ano desde a implantação da rede”, finalizou Antônio Jorge.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-estado-de-saude-libera-parcela-de-r-1-milhao-para-contagem/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s