Gestão Anastasia: Comitê Gestor de Convivência com a Seca articula estratégias para as regiões Norte e Nordeste de Minas

Até o momento, 71 municípios já decretaram situação de emergência devido ao longo período marcado pela falta de chuva em 2012

Osvaldo Afonso/Imprensa MG
Secretário Gil Pereira e o coronel Luis Carlos Martins durante a reunião
Secretário Gil Pereira e o coronel Luis Carlos Martins durante a reunião

Com participação de representantes de oito secretarias e nove órgãos do Governo de Minas, o Comitê Gestor de Convivência com a Seca reuniu-se, nesta segunda-feira (23), na Cidade Administrativa Presidente Trancredo Neves.

Propor, articular, coordenar e avaliar ações destinadas a reduzir os efeitos da estiagem em áreas críticas de municípios de Minas Gerais são os focos centrais do comitê, presidido pelo secretário de Estado de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas, Gil Pereira.

Até o momento, 71 municípios já decretaram situação de emergência devido ao longo período marcado pela falta de chuva em 2012. De acordo com o coordenador estadual da Defesa Civil e chefe do Gabinete Militar, coronel PM Luis Carlos Dias Martins, 22 desses municípios estão sendo atendidos por meio de caminhões-pipa contratados pelo Governo do Estado, enquanto outros 39 estão recebendo abastecimento dos caminhões contratados pelo Exército Brasileiro.

“Desde março, também estamos distribuindo cestas básicas à população afetada nos municípios em situação de emergência, em sintonia com o que determina a legislação”, disse o coordenador da Cedec-MG.

Exposição

O secretário Gil Pereira explicou que, durante o encontro, os vários integrantes do comitê puderam expor suas principais estratégias para a ação conjunta do Governo de Minas nos municípios atingidos pela seca e sob abrangência da Secretaria de Estado de Desenvolvimento dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri e do Norte de Minas (Sedvan).

Gil Pereira informou que, desde 2006, o Programa de Combate à Pobreza Rural (PCPR) investiu, no Norte e Nordeste de Minas Gerais, aproximadamente R$ 111,2 milhões. “Grande parte deles relacionados a sistemas de abastecimento de água, cisternas e barragens, o total de subprojetos nos 188 municípios sob responsabilidade da Sedvan chega ao número de 2.647, beneficiando 142,5 mil famílias”.

Com os novos investimentos no âmbito do Programa Água para Todos, informou o secretário de Estado Gil Pereira, “a previsão é que sejam construídas 12,2 mil cisternas de retenção a água da chuva, 502 cisternas de produção (calçadão e horta lateral), 1.168 microbarragens, 180 barragens de maior porte, 1.895 bacias de captação de água de chuva, além de 600 sistemas simplificados de abastecimento de água para famílias carentes”.

Também participaram do encontro o diretor-geral do Instituto de Desenvolvimento do Norte de Nordeste de Minas Gerais (Idene), Rúbio de Andrade; o vice-diretor geral, Roberto Grapiuna; e o secretário-adjunto de Estado, Ronaldo Magalhães.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/comite-gestor-de-convivencia-com-a-seca-articula-estrategias-para-as-regioes-norte-e-nordeste-de-minas/

Gestão da Saúde: vice-governador entrega novas ambulâncias a 232 municípios mineiros

Governo de Minas moderniza frota e garante mais conforto e segurança a pacientes

Omar Freire/Imprensa MG
Governo de Minas investiu mais de 10 milhões na compra de novas ambulâncias
Governo de Minas investiu mais de 10 milhões na compra de novas ambulâncias

O vice-governador Alberto Pinto Coelho entregou, segunda-feira (23), 235 novas ambulâncias a 232 municípios do Estado. O Governo de Minas investiu R$ 10,3 milhões na compra dos veículos, com o objetivo de melhorar o atendimento aos pacientes e modernizar a frota das prefeituras.

“Essas ambulâncias são importantes, pois na saúde pública há a necessidade de deslocamento do paciente. Somam-se a isso os recursos investidos em todo o interior do Estado, por meio de programas como o Pro-Hosp, Saúde da Família e Farmácia de Minas. Esses são programas que investem nos municípios, locais onde o cidadão mora e onde as necessidades mais se manifestam”, afirmou Alberto Pinto Coelho, em pronunciamento durante a solenidade.

O Governo de Minas já entregou 2.382 ambulâncias aos municípios, desde 2005, com investimento de R$ 115 milhões. A modernização da frota é uma das ações desenvolvidas pelo Governo de Minas por meio do Sistema Estadual de Transporte em Saúde.

Durante o evento, o vice-governador ressaltou a necessidade de que o governo federal reveja a questão da Emenda 29, que define percentuais mínimos de investimento em saúde por União, estados e municípios.

“Por 10 anos aguardamos a aprovação da Emenda 29. Para nossa surpresa, quando aprovada, não estipulava o percentual de participação da União. Aproveito o público presente na solenidade para conclamar para aderir junto à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Associação Médica Brasileira (AMB), da criação de um projeto de lei de iniciativa popular, que sugere que 10% da corrente bruta da União sejam direcionados para o setor de saúde”, disse Alberto Pinto Coelho.

A União destina cerca de 6% a 7% de sua receita bruta para a área da saúde. De acordo com a Emenda 29, os estados precisam aplicar 12% do que arrecadam anualmente em impostos, e os municípios 15% de sua receita.

“Hoje é possível provar que os recursos destinados à área são insuficientes ao compararmos com outros países da América Latina. É importante que essa discussão seja levada novamente ao Congresso, a fim de que esse percentual de 10% seja aprovado. Assim, com a soma desses recursos poderá ser assegurado a cada brasileiro o acesso à saúde pública e que existam recursos públicos em quantidade suficiente”, afirmou o vice- governador.

Nova realidade

Segundo o secretário de Estado de Saúde, Antônio Jorge de Souza Marques, a entrega das 235 novas ambulâncias é um indicativo claro do compromisso do Estado com a saúde, que transformou e enxergou o transporte como uma logística primordial para o bom andamento da área.

“Em 2003, quando o governador Aécio Neves e o então secretário de Estado de Saúde, Marcus Pestana, assumiram, encontraram uma frota de transporte de pacientes em condições precárias. Era normal encontrar ambulâncias com 15 anos de uso e sem condições de fazer o transporte do paciente”, pontuou Antônio Jorge.

Durante pronunciamento, o prefeito de Gouveia, Geraldo de Fátima Oliveira, agradeceu ao vice-governador em nome dos demais prefeitos contemplados, dos secretários de Saúde e de todos os cidadãos beneficiados pela iniciativa. O prefeito de Campestre, Nivaldo Donizete Muniz, recebeu as chaves da ambulância, representando os demais municípios beneficiados.

Fortalecimento

Implantado em 2005, o Sistema Estadual de Transporte tem o objetivo de levar a saúde para o mais próximo possível de onde as pessoas moram.  Com os novos veículos, o paciente pode ser transportado com mais conforto e segurança até a cidade em condições de oferecer atendimento adequado. As ambulâncias são equipadas com uma maca, uma vez que são para simples remoção.  Além das ambulâncias, o Sistema já entregou 499 microonibus a 47 Consórcios Intermunicipais de Saúde, beneficiando 8,1 milhões de pessoas em 524 cidades.

Os microonibus transportam pacientes de pequenos municípios que necessitam de consultas médicas, exames e procedimentos especializados oferecidos em cidades maiores. Os pacientes fazem consulta e exames e são levados de volta para casa. Os veículos podem transportar até 26 passageiros confortavelmente, já que possuem ar-condicionado, poltronas reclináveis e aparelhos de TV e DVD.

Os pacientes são acompanhados por um agente de viagem capacitado para auxiliar pessoas que necessitem de cuidados especiais e os motoristas são treinados para a direção defensiva e econômica, visando à segurança dos pacientes e a economia para todo o sistema. Todos os veículos são monitorados via satélite, o que oferece a localização on line 24 horas por dia, garantindo segurança de todos os transportados.

Clique aqui e veja a relação de municípios contemplados (arquivo PDF).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/vice-governador-entrega-novas-ambulancias-a-232-municipios-mineiros/

Governo de Minas: Secretaria de Esporte e Juventude lança programa de capacitação

Iniciativa busca qualificar jovens para atuar no setor de gastronomia

Felipe Diniz / SEEJ
Parceiros destacaram a importância do investimento em capacitação de jovens para o mercado de trabalho
Parceiros destacaram a importância do investimento em capacitação de jovens para o mercado de trabalho

Vinte jovens deram início, nesta segunda-feira (23), a mais uma edição do programa Chefs do Amanhã da Secretaria de Estado de Esportes e da Juventude (SEEJ). O objetivo é qualificar profissionais, com idade entre 18 e 29 anos, em auxiliar de cozinha. Na edição deste ano, serão 60 jovens capacitados, divididos em três turmas, com carga horária de 200 horas/aula. Desde o início do programa, em 2008, mais de 1.300 jovens foram formados em culinária saudável.

O programa é realizado por meio da Subsecretaria da Juventude da SEEJ, em parceria com vários órgãos do Governo de Minas, como o Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), por meio da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam) e do Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR), além do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Durante o lançamento do programa, o subsecretário da Juventude, Gabriel Azevedo, destacou que a marca da atual gestão do Governo de Minas é o da empregabilidade e do trabalho em rede para servir ao cidadão. “Agregamos parceiros e tornamos o programa mais robusto, com vistas à profissionalização e ao ingresso ao mercado de trabalho. O projeto é oportunidade de inclusão social, educação e sustentabilidade”, explicou o subsecretário.

Para a presidente do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), Andrea Neves, mais do que qualificar jovens, a proposta é oferecer um ambiente com atrativos que os façam gostar do curso. “Espero que os jovens que frequentem esse espaço encontrem aqui felicidade, responsabilidade e solidariedade”, ressaltou a presidente.

Oportunidade

Nas aulas, os jovens aprenderão sobre elaboração de pratos básicos utilizando técnicas específicas das áreas de legumeria, açougue e cozinha quente, bem como conceitos e boas práticas de logística, higiene e manipulação. Juntamente com o curso de auxiliar de cozinha, serão oferecidos aos alunos que mais se destacarem cursos complementares nas áreas de pães, roscas e biscoitos; pizzas; preparo de bolos e tortas; quitandas tradicionais mineiras; salgados e canapés; bombons e trufas.

O diretor-geral do Senac, José Carlos Cirilo da Silva, disse que, após formados, os jovens serão inscritos no Banco de Oportunidades da entidade – um espaço onde os empresários de várias regiões buscam por mão-de-obra qualificada. “Hoje, a demanda na área gastronômica é latente, principalmente devido aos grandes eventos internacionais que se aproximam, como as copas das Confederações e do Mundo. Os donos de bares, hotéis e restaurantes estão à procura de gente preparada e é isso que estamos propondo. Esses jovens sairão do curso aptos a trabalharem”. De acordo com o Senac, a média salarial de um auxiliar de cozinha, atualmente, é de 800 reais.

O curso será realizado de segunda a sexta-feira, de 13h às 17h, no Centro Mineiro de Referência em Resíduos (CMRR). Os alunos receberão gratuitamente transporte e alimentação, além do certificado. A previsão é a de que as aulas terminem em 5 de junho.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-esporte-e-juventude-lanca-programa-de-capacitacao/

Gestão da Saúde: fundação Ezequiel Dias participa de ato simbólico contra a meningite

Evento vai reunir centenas de organizações de saúde e instituições não governamentais para um abraço simbólico ao redor do Cristo Redentor

A Fundação Ezequiel Dias (Funed) estará presente, nesta terça-feira (24), no ato simbólico para marcar o dia mundial de combate à meningite, no Rio de Janeiro. A ação é promovida em todo o mundo e, aqui no Brasil, o evento vai reunir centenas de pessoas, organizações de saúde e instituições não governamentais para um abraço simbólico ao redor do Cristo Redentor. O objetivo é reunir as pessoas para “Dar as Mãos” na luta contra a meningite.

Representando Minas Gerais, a Funed é o único laboratório fornecedor da vacina contra a Meningite C ao Programa Nacional de Imunização (PNI). De acordo com o presidente da Funed, Augusto Monteiro Guimarães, a fundação apoia a iniciativa e estará presente, somando forças para a conscientização da sociedade. “A meningite é um problema de saúde mundial e ações como essa são muito importantes para alertar a população da necessidade de prevenção”, disse.

Em setembro de 2009, com assinatura de acordo inédito com a indústria suíça Novartis Vacina e Diagnósticos, o Governo de Minas iniciou o processo de transferência da tecnologia de fabricação da vacina contra a meningocócica C, por intermédio da Funed. Ao todo, já foram disponibilizadas mais de 20 milhões de doses da vacina para todo o país.

“Minas foi pioneiro ao disponibilizar a vacina no calendário estadual de vacinação, em 2009. No ano seguinte, a Funed fez um acordo com o Ministério da Saúde e a vacina meningocócia passou a fazer parte do calendário nacional. Uma conquista para a população brasileira usuária do Sistema Único de Saúde”, diz o presidente da Funed.

De acordo com a diretora Industrial da Funed, Lissandra Clementoni Teixeira, o convênio que será firmado com o Ministério da Saúde para este ano prevê a entrega de 12 milhões de doses da vacina para o Programa Nacional de Imunização. “Com essas doses disponibilizadas gratuitamente nos postos de saúde de todo o Brasil, contribuímos para proteger milhões de crianças e, assim, cumprimos nosso papel social”, orgulha-se a diretora.

A doença

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente cinco a 10% das pessoas que contraem a doença meningocócica morrem, mesmo se receberem tratamento antibiótico adequado. Sem tratamento, a taxa de mortalidade em decorrência da doença meningocócica é de 70 a 90%. Daí a necessidade de iniciativas mais efetivas em relação à prevenção da doença por meio da vacinação.

A meningite é uma inflamação na membrana que recobre o sistema nervoso. Ela causa sequelas como surdez, cicatrizes permanentes, amputações e lesões cerebrais com letalidade superior a 30% em crianças menores de cinco anos. Pode ser causada por diferentes agentes: bactéria, vírus e fungos. As bacterianas constituem grave problema de saúde pública pela alta morbimortalidade. Atinge notadamente crianças, e adolescentes. A transmissão ocorre pela tosse, espirro ou por meio de gotículas eliminadas pelo trato respiratório.

Poucas doenças têm a capacidade de causar tanta preocupação e alarme como a doença meningocócica, devido ao acometimento de pessoas previamente saudáveis, à evolução potencialmente rápida e fulminante – especialmente quando ocorre com disseminação da bactéria na corrente sanguínea (meningococcemia), e à capacidade de gerar surtos.

Serviço

Evento: “De Mãos Dadas Contra a Meningite”
Data: 24 de abril
Horário: a partir das 10h30
Local: Cristo Redentor – Rua Cosme Velho, 513 – Cosme Velho – Rio de Janeiro/RJ

A iniciativa é liderada pela Confederação das Organizações de Meningite (CoMO), entidade mundial que apoia os interesses de organizações que atuam em prol da erradicação da doença e no Brasil está sendo organizada pelo  Instituto Pedro Arthur (IPA)

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/fundacao-ezequiel-dias-participa-de-ato-simbolico-contra-a-meningite/

Gestão da Educação: aluna de escola estadual vence concurso de redação dos Correios em Minas

Dhiulliana Neto Aparecido ficou em primeiro lugar no Estado no Concurso Internacional de Redação de Cartas

A estudante Dhiulliana Neto Aparecido, 15 anos, foi a primeira colocada de Minas Gerais do 41º Concurso Internacional de Redação de Cartas, promovido pelos Correios. O concurso teve a participação de alunos de até 15 anos, de escolas públicas e particulares, que escreveram sobre os Jogos Olímpicos. A aluna da 2ª série do ensino médio da Escola Estadual do Parque São Jorge, em Uberlândia, escolheu o nadador César Cielo como tema do texto. A reportagem é do jornal Correio de Uberlândia.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/aluna-de-escola-estadual-vence-concurso-de-redacao-dos-correios-em-minas/

Governo Anastasia: Minas Gerais receberá R$ 260 milhões para investimentos em qualificação profissional, desenvolvimento tecnológico e inovação

Governador Antonio Anastasia participa de apresentação do Programa de Apoio à Competitividade da Indústria Mineira

Omar Freire/Imprensa MG
Alberto Pinto Coelho, Antonio Anastasia e Robson Andrade durante apresentação do programa
Alberto Pinto Coelho, Antonio Anastasia e Robson Andrade durante apresentação do programa

O governador Antonio Anastasia participou, nesta segunda-feira (23), na Fundação Centro Tecnológico de Minas Gerais (Cetec), da apresentação do Programa de Apoio à Competitividade da Indústria Mineira. Iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), por meio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o programa prevê investimentos da ordem de R$ 260 milhões para a construção de institutos de desenvolvimento tecnológico e de inovação, além da implantação de centros educacionais e da compra de unidades móveis para a formação profissional.

O objetivo do projeto é tornar a indústria mineira mais competitiva e gerar mais emprego de qualidade em Minas. Para o governador Anastasia, os investimentos irão melhorar a qualidade do trabalhador mineiro e agregar mais valor aos produtos fabricados em Minas Gerais.

“Queria agradecer ao doutor Robson Braga de Andrade, presidente da CNI, por ter colocado Minas Gerais neste grandioso e ambicioso projeto do Senai Nacional de instituir tantos institutos de tecnologia e de inovação. Minas Gerais está recebendo diversas unidades, investimentos de R$ 260 milhões. Isso é muito positivo, para não só melhorar a qualidade do nosso trabalhador, mas em especial agregar valor aos produtos mineiros que tem sido nosso grande esforço”, disse Antonio Anastasia.

Inovação e qualificação

Até 2015, serão instaladas nove unidades de inovação e desenvolvimento tecnológico, sendo seis Institutos Senai de Tecnologia (IST) e três Institutos Senai de Inovação (ISI), – dois deles no espaço físico da Fundação Cetec, totalizando investimentos da ordem de R$ 180 milhões.

O restante dos recursos será destinado à implantação de sete Centros de Formação Profissional, além da compra de quatro Unidades Móveis de qualificação para atender cidades que não contam com sede do Senai. Nos próximos três anos, serão criadas 209,5 mil vagas em cursos de nível básico, médio e superior em 28 áreas de atuação do Senai.

O projeto abrange todo o Estado, especialmente a Região Metropolitana de Belo Horizonte, que concentra 40% da oferta por mão de obra qualificada. A ideia é que as unidades funcionem em rede com as demais em implantação no país, para atender a indústria nacional no intuito de torná-la mais competitiva no mercado brasileiro e internacional.

Apoio

O presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, ressaltou que sem o apoio do Governo de Minas, a entidade teria dificuldades em trazer os benefícios para Minas Gerais. Ele lembrou que o Estado é o que registra o menor índice de desemprego do país, segundo dados do Ministério do Trabalho.

“Juntos vamos conseguir implantar projetos importantes na área de desenvolvimento tecnológico e inovação. É uma grande oportunidade para o desenvolvimento de novos setores e para o fortalecimento dos segmentos já existentes no Estado”, disse Robson Braga de Andrade. Em Minas Gerais, os institutos de tecnologia vão atender aos segmentos de metalmecânica, meio ambiente, química, eletroeletrônica, alimentos e bebidas e metalurgia. Já os institutos de inovação serão voltados para a engenharia de superfícies, metalurgia e ligas especiais e engenharia elétrica de alta potência.

Demanda industrial

De acordo com o diretor de educação e tecnologia da CNI, Rafael Lucchesi, os investimentos para a implantação do programa em Minas levaram em consideração estudos sobre demanda industrial por mão de obra qualificada até 2014. Minas Gerais é um dos estados que se destaca na ampliação da demanda de educação profissional e tecnológica e dos serviços técnicos e tecnológicos.

O cenário de investimentos em Minas Gerais é bastante promissor. Em 2011, foram assinados 162 protocolos de intenções de empresas com previsão de investimentos da ordem de R$ 28,38 bilhões. Já para 2012 e 2013, os investimentos no Estado devem superar R$ 47,9 bilhões, conforme estudo do Sebrae Minas.

Projeto de Lei

Durante o evento, o governador assinou mensagem a ser enviada à Assembleia Legislativa de projeto de lei propondo a ampliação da atuação do Cetec no Estado. O objetivo é permitir que o Cetec atue em parceria com outras instituições na identificação de novas fontes de financiamento que assegurem mais inovação científico-tecnológica para aumentar a produtividade e a competitividade da indústria mineira.

Para o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), Olavo Machado Júnior, a parceria entre a entidade e o Governo de Minas vai permitir novo salto de qualidade ao Cetec. “A mudança na legislação vai melhorar ainda mais o acordo já existente entre o Cetec e o Senai, fazendo com que o Cetec amplie sua missão de trabalhar integrado com o setor industrial para o desenvolvimento de novos produtos”, disse.

O Cetec também celebrou convênio com o Senai e a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) para a realização de projetos de pesquisa nas áreas de tecnologia de produção e aplicação de aços, especialmente com a utilização de ferro nióbio. Assinaram o documento o presidente da Fundação Cetec, Marcílio César de Andrade, o diretor regional do Senai, Lúcio José de Figueiredo, e o diretor da CBMM, JD Vital.

Exposição

Antes da apresentação do Programa de Apoio à Competitividade da Indústria Mineira, o governador Antonio Anastasia, ao lado do vice-governador Alberto Pinto Coelho, visitou mostra do Senai Nacional com trabalhos de todo o país nas áreas de educação, desenvolvimento tecnológico e inovação.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/minas-gerais-recebera-r-260-milhoes-para-investimentos-em-qualificacao-profissional-desenvolvimento-tecnologico-e-inovacao/

Governo de Minas: cidades mineiras se preparam para Conferência da Pessoa com Deficiência

Mais de 50 cidades estão envolvidas e vão promover, até 30 de abril, conferências municipais ou regionais

Os municípios mineiros estão se mobilizando, desde março deste ano, para promover melhorias das políticas públicas destinadas às pessoas com deficiência. Mais de 50 cidades estão envolvidas e vão promover, até o dia 30 de abril, conferências municipais ou regionais para discutir e elaborar propostas a serem apresentadas no encontro estadual, marcado para 19 a 21 de junho, em Belo Horizonte.

Com o apoio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), os municípios provocam discussões divididas em quatro eixos: Educação, esporte, trabalho e reabilitação profissional; acessibilidade, comunicação, transporte e moradia; saúde, prevenção, reabilitação, órteses e próteses; segurança, acesso à justiça, padrão de vida e proteção social adequados.

Os municípios de Varginha, Timóteo, Governador Valadares, São Tomé das Letras, Araguari, Três Corações e Itabira já realizaram suas conferências e apresentaram demandas que podem ser transformadas em políticas públicas em prol das pessoas com deficiência de todo o Estado.

“Com a apresentação das propostas, vamos saber o que os municípios precisam e querem do Estado. Além disso, teremos discussões importantes para a elaboração do Plano Estadual de Políticas para Pessoas com Deficiência”, destacou a coordenadora Especial de Apoio e Assistência à Pessoa com Deficiência, Ana Lúcia Oliveira.

Cada conferência elege delegados para representarem os respectivos municípios na III Conferência Estadual ‘Um Olhar para a Convenção Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência’. O evento será promovido pela Sedese, por meio da Coordenadoria de Apoio e Assistência à Pessoa com Deficiência (Caade), e pelo Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conped).

O encontro estadual visa o processo de construção e reestruturação das Redes Estadual e Nacional de Proteção e Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência, além de identificar avanços, desafios e priorizar as demandas no âmbito estadual e federal. A expectativa é que cerca de 40 propostas, oriundas da conferência estadual, sejam levadas à Conferência Nacional, a ser realizada em Brasília, de 3 a 6 de dezembro.

Próximas conferências

24 de abril – Limeira, Rosário de Limeira, Sabará, São Lourenço, Três Marias e Martinho Campos

25 de abril – Itajubá, São Tomé das Letras, Uberlândia.

26 de abril – Araxá, Barbacena, Capelinha, Cássia, Cláudio, Coronel Fabriciano, Lassance, Lavras, Piraúba, Pouso Alegre, Santa Rita do Sapucaí, Uberaba.

27 de abril – Brumadinho, Cataguases, Guarani, Itapecirica, Ouro Preto, Poços de Caldas, Santa Luzia e São João do Paraíso.

28 de abril – Divinópolis, Ipatinga,

30 de abril – Piumhi, São João del-Rei.

Informações sobre as conferências municipais devem ser solicitadas por meio do e-mail: conferenciapcd@social.mg.gov.br.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/cidades-mineiras-se-preparam-para-conferencia-da-pessoa-com-deficiencia/

Gestão da Educação: em Minas, crianças aprendem robótica aos 6 anos

A educação para tecnologia faz parte do currículo escolar para desenvolver talentos desde a infância em Santa Rita do Sapucaí

Estudantes do ensino público de Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas, começam a ter aulas de noções de robótica logo aos seis anos de idade. A educação para a tecnologia faz parte de um projeto para desenvolver o talento dos jovens que vivem na região conhecida como Vale da Eletrônica, onde um quarto da população atua na indústria de produtos eletrônicos.

As informações fazem parte de matéria espécial do site G1.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/em-minas-criancas-aprendem-robotica-aos-6-anos/

Governo Anastasia: Secretaria de Estado de Saúde inaugura Farmácia de Minas em Alto Caparaó

Mais de cinco mil pessoas serão beneficiadas com a Farmácia de Minas na Zona da Mata

Andressa Aguiar
119 tipos de medicamentos serão oferecidos à população
119 tipos de medicamentos serão oferecidos à população

O município de Alto Caparaó, na Zona da Mata, recebeu segunda-feira (23), da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES), uma unidade da Rede Farmácia de Minas, que beneficiará cerca de 5.370 mil habitantes, oferecendo 119 medicamentos entre analgésicos, antiinflamatórios e cardiovasculares.

O estado investiu R$ 90 mil para construir e equipar a unidade, sendo que R$ 55 mil foram destinados à construção da farmácia e R$ 35 mil utilizados para aquisição de todo o mobiliário e equipamentos. As unidades da Farmácia de Minas são padronizadas com o objetivo de facilitar a identificação do local pela população e de se tornem referência na prestação de serviços farmacêuticos nos municípios.

O acompanhamento das pessoas que buscam medicamentos será feito por meio do Sistema Integrado de Gestão de Assistência Farmacêutica (SIGAF), onde o farmacêutico encontra o histórico do paciente para realizar o monitoramento e, se necessário, entrar em contato com a Equipe de Saúde da Família para dar ou receber informações deste. O farmacêutico Israel Louzada e alguns técnicos atenderão aos moradores de Alto Caparaó, ficando responsável por esclarecer as dúvidas e oferecer as informações necessárias.

Para a gerente da Regional de Saúde de Manhumirim, Soraia Carvalho, “a Rede Farmácia de Minas é uma ótima iniciativa do Estado, por trazer transformações necessárias para a melhoria da qualidade de atendimento a população”, afirma.

O prefeito de Alto Caparó, José Jacomel Júnior, destaca a importância da iniciativa do Governo do Estado. “Estamos muito satisfeitos com a inauguração da Farmácia de Minas em nossa cidade e percebemos que o Governo de Minas tem se preocupado em fazer o melhor para a população de todo o estado de Minas Gerais”, conclui.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/secretaria-de-estado-de-saude-inaugura-farmacia-de-minas-em-alto-caparao/

Governo de Minas: trabalhadores de Belo Horizonte podem se tornar empreendedores formais

Iniciativa desenvolvida em parceria entre Sedese e Sebrae será promovida, nesta terça-feira, na Vila Oeste

Os moradores da Vila Oeste, em Belo Horizonte, vão poder formalizar suas atividades profissionais nesta terça-feira (24). Equipes da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese) e do Sebrae vão prestar atendimento das 9h às 16h, na rua Coronel Camisão, nº 167.

A iniciativa, desenvolvida em parceria entre a Assessoria de Assuntos Sociais para Vilas e Favelas, vinculada à Sedese, e o Sebrae, beneficia o trabalhador que deseja sair da informalidade e, com isso, ter acesso a benefícios, como salário-maternidade, auxílio-doença, aposentadoria por invalidez ou por idade, pensão por morte e até auxílio-reclusão. A formalidade também possibilita expandir os negócios, pois o trabalhador passa a emitir nota fiscal.

Os moradores não precisam sair do local onde moram para serem atendidos, uma vez que a estrutura do Sebrae, com unidade móvel, internet e técnicos, vai até a comunidade e o CNPJ fica pronto imediatamente.

A ação no bairro Vila Oeste será a quarta realizada neste ano. Antes, moradores das vilas Santa Rosa (região da Pampulha), Átila de Paiva (Barreiro) e do bairro São João Batista foram atendidos. A iniciativa é promovida duas vezes por mês em comunidades de Belo Horizonte e região metropolitana.

O empreendedor formal paga para a prefeitura uma taxa anual, que varia de R$ 120 a R$ 140 (depende da função), além de R$ 30 ou R$ 36 por mês para o INSS. Esses valores são válidos para quem receber até R$ 60 mil por ano. Quem tiver ganhos superiores se enquadram em outra categoria.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/trabalhadores-de-belo-horizonte-podem-se-tornar-empreendedores-formais/