Governo Anastasia: mais dez sorteados da Cohab Minas começam a receber seus prêmios

Na próxima semana, os prêmios começarão a ser entregues aos mutuários

A Cohab Minas premia mais dez mutuários sorteados na promoção Eu Pago em Dia, e Você?,empreendida pela companhia para incentivar o pagamento pontual das prestações da casa própria. No segundo sorteio realizado neste ano, a combinação de algarismos dos três primeiros prêmios da última extração do mês de março pela Loteria Federal indicou ganhadores de dez cidades das regionais Cohab. Na próxima semana, os prêmios começarão a ser entregues aos mutuários.

Claúdia Maria dos Santos Pereira, de Cachoeira Dourada, no Triângulo Mineiro; e Maria Teresa Silva, de Piumhi, no Centro-Oeste do Estado, ganharam um forno micro-ondas com capacidade de 23 litros. O mutuário Marco Aurélio Madureira, de Brasília de Minas, no Norte de Minas; e a mutuária Maria das Graças Pereira, de Coromandel, no Alto Paranaíba, foram premiados com uma câmera digital cada. Gilmar Máximo dos Santos, em Felisburgo, no Vale do Jequitinhonha; e Nesmari Alves Mendes da Silva, de Monte Santo de Minas, no Sul de Minas, foram premiados com um som micro system.

Já os mutuários Leonardo das Graças Ribeiro, de Montes Claros, Norte de Minas; e Marisa Nezota dos Santos, da cidade de Alfenas, no Sul do Estado, receberão, cada um, uma lavadora semiautomática para 6 quilos. Os contemplados com um fogão quatro bocas foram os moradores de Buenópolis, região Central do Estado, João Gonçalves; e de Itambacuri, no Leste de Minas, Edimara Rodrigues dos Santos.

Sorteios

Todos os sorteados serão informados sobre a data e o local da entrega do prêmio em carta enviada pela Cohab Minas. O resultado do sorteio foi divulgado no site da Cohab.

Para participar da promoção, os mutuários recebem no boleto da prestação os seus cinco números da sorte, definidos todo mês, aleatoriamente, por computador. A cada mês, até três dias antes do sorteio, aquele que tiver débitos anteriores, poderá quitá-los, juntamente com a parcela vincenda.

Até novembro, inclusive, haverá o sorteio mensal de dois prêmios por região. Em dezembro, haverá três ganhadores por região, e os prêmios serão ainda melhores: aparelhos de TV de LCD 32 polegadas; computadores e home theaters. A promoção é autorizada pelo Ministério da Fazenda, com o Certificado de Autorização SEAE/MF nº 01/0522/2011. Os números premiados devem ser conferidos conforme combinação que consta do regulamento publicado no site da Cohab Minas.

Desconto

A Cohab Minas concede também aos seus mutuários o Prêmio por Pontualidade, que beneficia, com desconto nos juros cobrados nos financiamentos, aqueles que mantiverem em dia o pagamento da prestação. O desconto é maior para as famílias com menor renda. Além de constituir um benefício social para o próprio mutuário, o Prêmio por Pontualidade realimenta o Fundo Estadual de Habitação com recursos que financiam a construção de novos conjuntos residenciais por todo o Estado.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/mais-dez-sorteados-da-cohab-minas-comecam-a-receber-seus-premios/

Governo de Minas: policiais civis e militares participam de treinamento integrado em Belo Horizonte

Objetivo é preparar o efetivo policial para combater a violência e a criminalidade no Estado

Divulgação/Seds MG
Policiais de Belo Horizonte e região durante treinamento realizado na Acadepol
Policiais de Belo Horizonte e região durante treinamento realizado na Acadepol

Cerca de 70 policiais civis e militares de Belo Horizonte e da região metropolitana participam, até a próxima sexta-feira (13), do Treinamento Policial Integrado (TPI), realizado na Academia da Polícia Civil (Acadepol), no bairro Gameleira, em Belo Horizonte. O curso, que teve início nesta segunda-feira (9), é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), por meio da Gerência da Qualidade da Atuação do Sistema de Defesa Social (GQAS). O objetivo é preparar o efetivo policial para combater a violência e a criminalidade no Estado, além de fortalecer a integração das polícias.

Durante o treinamento, os participantes irão discutir sobre os modelos comportamentais das organizações policiais e debater sobre as condutas éticas e direitos humanos. Serão, ainda, reforçadas as determinações e orientações sobre o emprego de métodos, técnicas e procedimentos próprios de cada ocorrência, bem como sua utilização correta nas rotinas de trabalho dos policiais.

O gestor da Qualidade da Atuação do Sistema de Defesa Social, José Francisco da Silva, destaca que a convivência dos policiais de diferentes corporações em sala de aula é de fundamental importância. “Durante as 40 horas do curso os policiais terão oportunidade de trocar experiências e conhecimentos, além de construir relacionamentos que ultrapassem a prática pedagógica”, disse.

A atuação em equipe e a padronização de rotinas entre as corporações, de maneira a garantir mais segurança e tranquilidade à população, serão também abordadas durante as aulas e dinâmicas. O gestor da Seds lembra que, no cotidiano, o êxito das atividades policiais depende da ação e interação dos colegas, portanto, o aprendizado e a consolidação da ação conjunta são fundamentais e constituem o foco central do treinamento.

Entre as disciplinas a serem estudadas destacam-se a Política de Integração do Sistema de Defesa Social e Gestão Operacional Integrada e a Atuação de Qualidade e Técnicas Policiais. Serão abordados, ainda, a operacionalização dos sistemas informatizados de segurança pública, policiamento comunitário e treinamento com armas de fogo.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/policiais-civis-e-militares-participam-de-treinamento-integrado-em-belo-horizonte/

Governo de Minas: Porta a Porta levanta mapa de privações em cidades do Sul do Estado

Levantamento é realizado nos municípios de Candeias, Guaranésia, São Bento Abade e São Thomé das Letras

Leandra Valadares
A costureira Patrícia de Fátima Marques Raimundo, de 31 anos, recebeu a pesquisadora do Porta a Porta em sua residência
A costureira Patrícia de Fátima Marques Raimundo, de 31 anos, recebeu a pesquisadora do Porta a Porta em sua residência

Moradores dos municípios de Candeias, Guaranésia, São Bento Abade e São Thomé das Letras recebem até a próxima sexta-feira (13) a visita de técnicos Porta a Porta. Executado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), o projeto promove a busca ativa das famílias em situação de risco social e identifica as principais privações nas áreas de saúde, bem estar, empregabilidade e educação em cada cidade selecionada.

O levantamento, iniciado nas cidades sul-mineiras na segunda quinzena de março, prevê visita a 14.348 domicílios da região. Além de Candeias, Guaranésia, São Bento Abade e São Thomé das Letras, outros moradores de 67 municípios de todo o Estado deverão ser visitados pelas equipes do Porta a Porta neste ano. Em 2011, o projeto identificou, em 59 municípios, mais de 120 mil famílias que, até então, estavam invisíveis às políticas públicas.

Baseado na metodologia do Índice da Pobreza Multidimensional (IPM), do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), o questionário levanta questões relacionadas à saúde, à educação, à empregabilidade, bem estar, se há interesse por capacitações, dentre outros temas. A partir do levantamento dos dados, é produzido um “mapa de privações que vai direcionar as políticas públicas nos municípios.

“Só por meio da identificação de privações é que conseguiremos fazer todo o plano de intervenção do Estado nessas cidades, uma vez que vamos estar mais próximos da realidade dos moradores e dos municípios. Isso nos possibilita entender o que esses domicílios têm de privação para levarmos recursos, projetos e programas para que eles possam sair dessa situação de privação”, enfatiza a subsecretária de Projetos Especiais de Promoção Social da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), Maria Albanita de Lima.

Retrato social dos municípios

Guaranésia, município com 18,7 mil habitantes, conta desde o dia 21 de março com 37 pesquisadores do Porta a Porta. A expectativa é de que sejam visitadas 5.600 residências na cidade, uma média de 350 entrevistas por dia.

O prefeito de Guaranésia, João Carlos Minchillo, destaca a importância da ação. “Tomei conhecimento do programa que é aplicado em municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), o que não é o caso da nossa cidade. Entretanto, solicitei que o Porta a Porta viesse para Guaranésia. Ao conhecer a realidade do nosso município de uma forma mais profunda poderemos direcionar futuras políticas públicas a serem desenvolvidas em parceria com o governo mineiro”, afirma Minchillo. “Antigamente as políticas públicas ficavam restritas aos municípios maiores. Hoje, com projetos como o Porta a Porta, o Governo de Minas tem mostrado o seu interesse em conhecer e melhorar a realidade dos pequenos municípios”.

A costureira Patrícia de Fátima Marques Raimundo, de 31 anos, recebeu a pesquisadora do Porta a Porta em sua residência. Com oito meses de gravidez, Patrícia aguarda com ansiedade e esperança o nascimento do filho que vai receber o nome de Fernando Henrique. “Espero que pesquisas como essa resultem em um Estado melhor para as nossas crianças mineiras. Espero um futuro melhor para os meus filhos”, destaca Patrícia, que já é mãe de João Guilherme.

Diretora da Sedese da regional de Poços de Caldas, da qual o município de Guaranésia pertence, Elina Jurema Costa explica que os dados levantados na pesquisa serão enviados à Sedese e os questionários ficarão para utilização do executivo municipal. “O projeto é importante para o Estado e principalmente para as prefeituras, pois assim elas conseguem um retrato social do seu município”, destaca Elina.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/porta-a-porta-levanta-mapa-de-privacoes-em-cidades-do-sul-do-estado/

Gestão Anastasia: Rede Mais Vida assegura assistência integral a idosos em Minas

Programa proporciona acesso a atendimento médico multidisciplinar para população acima de 60 anos
Débora Ozório/Secom MG
Maria José recebeu atendimento com equipe multidisciplinar
Maria José recebeu atendimento com equipe multidisciplinar

Médicos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, enfermeiros, fonoaudiólogos, farmacêuticos, nutricionistas, psicólogos e assistentes sociais. Esses foram os especialistas que atenderam a dona de casa Maria José Castro Sena, 79 anos, no Centro Mais Vida de Atenção ao Idoso, localizado no Hospital das Clínicas, em Belo Horizonte.  O centro é um dos pontos da Rede Mais Vida de Atenção ao Idoso, criada pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) para garantir qualidade de vida à população de 60 anos ou mais. Os trabalhos são realizados pelas equipes de Atenção Primária à Saúde (APS).

O programa foca na estruturação em rede macrorregional de atenção à saúde da população idosa, por meio de um sistema de interação capaz de proporcionar aumento nos anos de vida dos idosos mineiros e de manter a capacidade funcional e a autonomia deles.

Segundo a coordenadora Estadual de Atenção à Saúde do Idoso, Eliana Bandeira, o objetivo é implantar uma rede de atenção à saúde da população idosa, por meio de um sistema articulado e integrado, que assegure os princípios do SUS de equidade, universalidade e integralidade. “As ações do Programa Mais Vida incluem a descentralização da assistência, por meio da implantação dos Centros Mais Vida, a organização da rede e a capacitação dos profissionais da Atenção Primária à Saúde para a atenção à Saúde do Idoso”, afirma Eliana.

Atendimento humanizado

Dona Maria José Castro Sena se queixava de pressão alta, depressão e problemas ortopédicos. Orientada pela filha Ana Maria Castro Sena, ela procurou o Centro Mais Vida na capital mineira, onde são realizados diversos exames, voltados às partes física, psíquica, social, de humor e dos hábitos alimentares, entre outros.

“Como tenho dificuldades para andar, complica muito ter que me deslocar para ser atendida em outros hospitais. Aqui, recebo todo o atendimento necessário, tudo no mesmo lugar. É ótimo”, destaca Maria José. Ela lembra, ainda, o conforto oferecido pelo centro, com cadeiras confortáveis, lanches em todos os períodos e atendimento exclusivo.

Após ser atendida, Maria José recebeu um plano de cuidados com todos os diagnósticos e as intervenções indicadas: ações preventivas, curativas, paliativas e reabilitadoras. O plano é encaminhado, também, para a Unidade de Saúde de origem do idoso, onde ele é, posteriormente, acompanhado.

“Aqui, o acesso à saúde é fácil. Saímos daqui com os exames marcados, encaminhamentos feitos e os exames de rotina são realizados rapidamente”, elogia Ana Maria, filha de Maria José que acompanha a mãe em todas as visitas aos médicos.

Três cidades já têm Centros Mais Vida

Atualmente, três cidades contam com o Centro Mais Vida (CMV): Belo Horizonte, Montes Claros e Juiz de Fora. Todos eles oferecem assistência especializada por equipe multidisciplinar de saúde encaminhada pelos profissionais da Rede.

Na unidade do CMV do Hospital das Clínicas, cerca de 600 pacientes são atendidos mensalmente, de acordo com dados da Coordenadoria Administrativa. Os exames mais realizados são de osteoporose, eletrocardiograma, vitamina B12, Hemograma, urina rotina e tomografia computadorizada, sendo que todos eles obedecem à carteira de serviços disponibilizada pela SES, de acordo com a necessidade de cada idoso.

Para ter acesso ao serviço, os pacientes devem, antes, passar pelas unidades básicas ou pelas equipes do Programa de Saúde da Família (PSF), como explica coordenador médico do CMV, Edgar Nunes de Moraes, que também é professor adjunto do Departamento de Clínica Médica da Universidade Federal de Minas Gerais e especialista em geriatria. “É importante ressaltar que o idoso precisa ser encaminhado ao Centro Mais Vida através de algum Centro de Saúde e que não são marcadas consultas diretamente. Ele deve ser encaminhado via Central de Marcação de Consultas Municipal”, esclarece.

No dia da consulta, o idoso deverá comparecer com acompanhante, levando todas as receitas médicas, medicamentos em uso, relatórios médicos e todos os exames complementares, inclusive radiografias. “O Centro Mais Vida é uma retaguarda da atenção secundária para a atenção primária. A integração com os municípios é importante para a vinda e a volta do paciente. Estimamos que 20% desses idosos sejam de alta complexidade. O centro amplia e valoriza o atendimento ao idoso na capital, com toda a parte de reabilitação necessária”, explica Edgar Nunes.

Em Belo Horizonte, o Centro Mais Vida faz parte da Rede Mais Vida, financiada com recursos do Tesouro estadual, em parceria

com a Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte e o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG).

Cerca de 11% da população mineira é idosa

Segundo dados do IBGE, existem atualmente, em Minas Gerais, 2,2 milhões de idosos, o que representa 11,06% da população total do Estado. Essa população gera diversas demandas para o SUS e exige a implantação de novos modelos e métodos.

De acordo com a Coordenadoria Estadual de Atenção ao Idoso da SES, o Centro Mais Vida de Belo Horizonte tem como meta atender 22 mil idosos por ano. Já para os Centros localizados em Juiz de Fora e em Montes Claros, a meta é de 12 mil pacientes/ano.

Na área da saúde, o Estado está dividido em 13 macrorregiões sanitárias e cada Centro Mais Vida funcionará como referência de atenção secundária para a rede macrorregional. Por enquanto são três redes, mas a meta é que até 2014 todas as macrorregiões de Minas possuam uma rede integrada de atenção à saúde do idoso, a Rede Mais Vida, atendendo a 100% da população idosa.

Eliana Bandeira, coordenadora Estadual de Atenção ao idoso, destaca que os Centros Mais Vida não são focados nas doenças, mas em ajudar os idosos a reconquistarem sua independência para as tarefas do cotidiano. “Ao garantir a independência funcional dos idosos, proporcionamos uma melhor qualidade de vida para eles”, ela explica.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/rede-mais-vida-assegura-assistencia-integral-a-idosos-em-minas/

 

Gestão Antonio Anastasia: exportações do agronegócio mineiro cresceram 4,8% em março

Produtos do grupo carnes tiveram destaque no aumento de receita

Divulgação/Seapa
Entre os produtos do agronegócio exportados por Minas tiveram destaque, em receita, os componentes do grupo carnes
Entre os produtos do agronegócio exportados por Minas tiveram destaque, em receita, os componentes do grupo carnes

As exportações do agronegócio mineiro, em março último, movimentaram US$ 537,7 milhões, valor 4,8% superior ao registrado em fevereiro, informa a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), com base em dados do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). O volume embarcado por Minas, no período, foi da ordem de 261,4 mil toneladas, equivalente a um aumento de 7,2% na comparação com o mês anterior.

De acordo com o superintendente de Política e Economia Agrícola da Seapa, João Ricardo Albanez, Minas respondeu por 10,7% da receita obtida com as vendas totais do agronegócio brasileiro. “O faturamento do agronegócio mineiro representou 19,1% da receita total das exportações do Estado”, acrescenta.

Entre os produtos do agronegócio exportados por Minas tiveram destaque, em receita, os componentes do grupo carnes. Os negócios com a carne suína no mercado externo alcançaram US$ 13,3 milhões, uma progressão de 141,16% em relação a fevereiro.

A carne bovina alcançou vendas de US$ 29,9 milhões, cifra 55,45% maior que a do mês anterior. Já o frango, ao movimentar cerca de US$ 27,5 milhões, apresentou evolução de 38,5%.

Evolução percentual

O índice de crescimento mais expressivo nas exportações do agronegócio estadual foi alcançado pelo farelo de soja, um salto de 3 mil por cento, com a receita de 11,1 milhões. Também para o álcool as negociações foram favoráveis no terceiro mês, alcançando crescimento de 479,0%, pois a receita foi de US$ 5,2 milhões.

Albanez ainda explica que a comercialização de açúcar, em março, cresceu 95,6% sobre o mês anterior, sendo a receita de US$ 9,2 milhões. Segundo o coordenador, a reação do mercado internacional, ao comprar mais, pode ser atribuída à previsão de queda da produção de açúcar no Brasil. A perspectiva é de menos cana-de-açúcar por causa de efeitos climáticos (estiagem de novembro e dezembro de 2011, além do baixo volume de chuvas em janeiro/fevereiro deste ano. Há também o envelhecimento dos canaviais após um período de baixos investimentos nas lavouras nos anos 2008/2010.

“A estimativa de queda de produção no Brasil repercutiu no exterior, porque o país é o principal produtor de açúcar (21,2% do total) e o primeiro exportador, respondendo por 42% do abastecimento mundial”, acrescenta.

Além do açúcar, o café solúvel de Minas teve expressivo crescimento de receita (19,2%), com a movimentação de US$ 1,7 milhão no mercado mundial.

Vendas externas do agronegócio/MG – março 2012

Receita: US$  537,7 mi ( +4,8%)

19,1% exportações totais do Estado

10,7% exportações do agronegócio brasileiro

Embarques: 261,4 mil t (+7,2%)

Principais produtos:

Carne suína: US$ 13,3 milhões (+141,16%)

Carne bovina: US$  29,9 milhões (+ 55,45%)

Açúcar: US$ 9,2 milhões (+ 95,6%)

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/exportacoes-do-agronegocio-mineiro-cresceram-48-em-marco/

Governo de Minas: décimo integrante da lista do Procura-se é preso na Região Metropolitana de BH

O criminoso detido é investigado por sete homicídios e tinha mandado de prisão preventiva decretado pela comarca de Vespasiano

Mais um alvo do Procura-se, programa da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) que lista os criminosos mais procurados do Estado, foi preso na madrugada desse domingo (8). Fernando Paixão da Silva, também conhecido como Maicon, tem 25 anos e foi detido pela Polícia Militar no município de Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, após uma denúncia anônima recebida pelo 181 – Disque Denúncia Unificado.

Fernando Paixão da Silva teve o rosto estampado na segunda lista da campanha Procura-se e é o décimo integrante da lista a ser preso. Ao todo, o serviço 181 recebeu cinco denúncias sobre o paradeiro do criminoso, sendo que a última, recebida na manhã de sábado (7), levou a Polícia Militar ao local onde ele se encontrava. Além do endereço, a denúncia descrevia as características físicas do indivíduo e o horário em que ele se encontraria no local.

O criminoso detido é investigado por sete homicídios e tinha mandado de prisão preventiva decretado pela comarca de Vespasiano. Fernando Paixão da Silva foi encaminhado, ainda no domingo, para o Presídio de Vespasiano.

Procura-se

O programa Procura-se consiste na afixação de cartazes pela cidade com fotos de foragidos da Justiça, com o objetivo de efetuar a prisão de criminosos e inibir a sua circulação por meio da participação da sociedade com denúncias ao 181. O projeto é da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) em parceria com a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Instituto Minas pela Paz.

Em sua primeira fase, o Procura-se começou pela 1ª Região Integrada de Segurança Pública (Risp) e, em 35 dias, prendeu seis criminosos. Em dezembro de 2011, foi lançada a segunda etapa da campanha, que se estendeu para a Região Metropolitana de Belo Horizonte, abrangendo também a 2ª e 3ª Risp.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/decimo-integrante-da-lista-do-procura-se-e-preso-na-regiao-metropolitana-de-bh/

Governo de Minas: Gasmig publica resultados financeiros de 2011

Empresa registrou resultados históricos no faturamento e fornecimento de gás natural

A Diretoria Executiva da Gasmig publicou os resultados financeiros apurados no ano de 2011 nos jornais O Tempo e Minas Gerais, na edição da última quarta-feira (4). A publicação mostra que 2011 será sempre lembrado na história da empresa como o ano dos “dois bilhões”.

O valor se refere a dois resultados históricos registrados pela companhia no ano em questão. O primeiro, que é relacionado ao faturamento de R$ 1 bilhão, representa um crescimento excepcional de 46% da receita bruta, colocando a Gasmig dentre o seleto grupo das 500 maiores empresas brasileiras.

O segundo tem a ver com o recorde de comercialização obtido com o fornecimento de um bilhão de metros cúbicos de gás ao mercado em 2011. Em termos de quantidade consumida, o mercado industrial da Gasmig, que consome 90% do volume distribuído pela companhia, já é o segundo maior do país, atrás apenas de São Paulo.

O lucro líquido, que também foi recorde, atingiu R$ 123 milhões. Além dos reflexos positivos da entrada em operação do Gasoduto do Vale do Aço, os bons resultados são fruto também do esforço empreendido pela companhia para aproveitar oportunidades de aumentar suas vendas a partir da estrutura de rede já existente. A captação de clientes com perfil para o chamado “mercado secundário de gás natural”, modalidade de aquisição de gás lançada pela Petrobras há um ano, é um exemplo. Antes do final do ano, a Gasmig já vendia 500 mil m³ por dia nesta modalidade, e há identificada demanda suficiente para dobrar esse volume até o final de 2012.

De modo similar, a companhia teve participação de destaque nos leilões de gás promovidos pela Petrobras, mantendo-se como uma das três maiores compradoras desse produto dentre todas as distribuidoras de gás natural do país, o que contribuiu para manutenção de tarifas competitivas para o gás natural frente aos combustíveis concorrentes.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/gasmig-publica-resultados-financeiros-de-2011/

Gestão Anastasia: encontro em Minas reúne autoridades para discutir proteção de crianças e adolescentes

Conferência estadual contará com participação da ministra da Secretaria de Direitos Humanos

A proteção e defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes serão alguns dos eixos debatidos durante a conferência estadual, a ser realizada no Sesc Venda Nova (Rua Maria Borboleta, S/Nº, bairro Letícia), nos dias 10,11 e 12 de abril. Os crimes contra crianças e adolescentes são os mais denunciados em Minas Gerais, por meio do Disque Direitos Humanos (0800 031 11 19).  Foram quase 9 mil denúncias nos últimos três anos, média de 3 mil a cada 12 meses.

A abertura será nesta terça-feira (10), às 9h, e contará com a participação de várias autoridades, entre elas a ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário Nunes; a presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Miriam Maria José dos Santos; e o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Cássio Soares.

Além da proteção e defesa dos direitos das crianças e dos adolescentes, o encontro terá como eixos a promoção dos direitos da criança e do adolescente; o protagonismo e participação de crianças e adolescentes; controle social da efetivação dos direitos; gestão da política nacional dos direitos humanos de crianças e adolescentes.

Mais de 1.500 delegados, de 388 municípios mineiros, são esperados no encontro. Eles vão discutir mais de 4 mil propostas com foco em crianças e adolescentes. Dessas propostas, 45 serão selecionadas e apresentadas por 130 delegados mineiros no encontro nacional, a ser realizado de 11 a 14 de julho deste ano, em Brasília.

A participação efetiva dos jovens será um diferencial no encontro deste ano. Dos 1.500 delegados, 400 são adolescentes e terão direito a voto.

A 8ª Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente vai ser promovida pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca), com o apoio da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG).

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/encontro-em-minas-reune-autoridades-para-discutir-protecao-de-criancas-e-adolescentes/

Gestão Antonio Anastasia: exportações de Minas Gerais superam os US$ 2,8 bilhões em março

Dados da Central Exportaminas apontam alta de 6% na comparação com fevereiro de 2012

As exportações mineiras atingiram o valor de US$ 2,8 bilhões e média diária de US$ 128 milhões em março de 2012. Na comparação com o mês de fevereiro de 2012, houve um aumento de 6%. Os dados preliminares foram divulgados pela Central Exportaminas, órgão da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), que realiza mensalmente o Mapeamento das Exportações de Minas Gerais com base nos números do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Já as importações registraram no mês passado um aumento de 5% em relação ao mesmo mês de 2011, totalizando US$ 964 milhões. A média diária das importações foi de US$ 43,8 milhões. Houve um aumento de 16,3% no valor importado em relação a fevereiro de 2012.

Por sua vez o saldo comercial de março de 2012 alcançou US$ 1,8 bilhão. Em relação a fevereiro deste ano, houve um aumento de 1,4%. Também a corrente de comércio contabilizou queda de 5,8% em relação ao valor do mesmo mês em 2011, atingindo US$ 3,8 bilhões no mês passado, enquanto a participação de Minas Gerais no comércio exterior nacional ficou em 9,5%.

Acumulado

No primeiro trimestre do ano as exportações mineiras totalizaram US$ 7,8 bilhões. Houve redução de 8,4% em relação ao período de janeiro a março de 2011. A participação sobre o total brasileiro ficou em 14,2%.

No mesmo período as importações aumentaram 7,6% na comparação com o mesmo período de 2011, totalizando US$2,83 bilhões. A participação de Minas Gerais nas importações brasileiras foi de 5,4% do total.

No acumulado de 2012, o saldo comercial estadual foi de U$ 4,9 bilhões, enquanto o saldo nacional ficou em US$ 2,4 bilhões. No período analisado, registrou-se queda de 15,5% no saldo comercial mineiro.

A corrente de comércio registrou valor de US$ 10,63 bilhões no período analisado. Esse valor correspondeu a 9,9% do total nacional. A corrente teve a variação negativa de 4,6%.

Já nos últimos 12 meses, as exportações totalizaram US$ 40,6 bilhões, tendo expansão de 17,7% em relação ao período de abril de 2010 a março de 2011. A participação sobre o total brasileiro ficou em 15,7%.

As importações aumentaram 24,7% na comparação com o mesmo período de 2010/2011, totalizando US$ 13,2 bilhões. O crescimento das importações mineiras ficou acima da variação das importações nacionais (+20,6%). Minas Gerais foi responsável por 5,7% do total importado pelo Brasil.

O saldo comercial mineiro foi de U$27,4 bilhões no acumulado dos últimos 12 meses enquanto o saldo nacional foi de US$ 29 bilhões. No período analisado, registrou-se crescimento de 5,8% no saldo comercial mineiro.

A corrente de comércio registrou valor de US$ 53,9 bilhões no período analisado. Esse valor correspondeu a 11% do total nacional. A corrente teve a variação de 6,4% se comparado aos 12 meses anteriores.

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/exportacoes-de-minas-gerais-superam-os-us-28-bilhoes-em-marco/

Governo de Minas: atleta mineiro vai lutar por medalha na Olimpíada de Londres

Jonathan Henrique, de Varginha, alcançou o segundo melhor salto triplo da temporada (17m39cm).

Classificado para os Jogos  de Londres, ele sonha com uma medalha olímpica.
Veja a matéria completa no site da Gazeta Esportiva
E no globoesporte.com

Fonte: http://www.agenciaminas.mg.gov.br/noticias/atleta-mineiro-vai-lutar-por-medalha-na-olimpiada-de-londres/