Governador Anastasia destaca importância da Copa do Mundo para Minas

Cidades candidatas lotam Centro de Convenções para Seminário de Centros de Treinamento de Seleções

Wellington Pedro/Imprensa MG
Anastasia durante pronunciamento durante III Seminário de Centros de Treinamento de Seleção (CTS)
Anastasia durante pronunciamento durante III Seminário de Centros de Treinamento de Seleção (CTS)

O governador Antonio Anastasia participou, nesta sexta-feira (10), no Centro de Convenções de Uberlândia, no Triângulo Mineiro do III Seminário de Centros de Treinamento de Seleção (CTS). O evento reuniu cerca de 200 pessoas e contou ainda com a presença do secretário de Estado Extraordinário da Copa do Mundo, Sergio Barroso, do ex-jogador da Seleção Brasileira de Futebol, campeão mundial em 1994 e 2002, Cafu, e de entidades parceiras e representantes da maioria das cidades mineiras candidatas a CTS.

“A Copa da Mundo em Minas é uma oportunidade única e particular para nós mineiros, que temos tido nos últimos anos um desenvolvimento econômico grande. Teremos a chance inequívoca de projetar Minas Gerais de forma internacional e mostrar ao mundo nossas tradições. O Estado inteiro está mobilizado e a Copa do Mundo é um bom negócio, cujas oportunidades não podemos perder. Se soubermos aproveitar bem, teremos Minas em outro patamar. Temos de deixar de ser tímidos e mostrar Minas para o mundo”, afirmou Anastasia.

Para Sergio Barroso, os municípios mineiros estão empenhados em fazer o melhor para receber a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. “Isso fica claro quando percebemos o entusiasmo das cidades mineiras candidatas, que se revela na preparação para receber turistas e seleções internacionais durante a Copa do Mundo. Já estamos gerando resultados e é isso que vamos mostrar para todo o mundo”, disse o secretário, durante a abertura do evento.

E a divulgação internacional de Minas Gerais foi o ponto defendido por Cafu durante sua palestra. “Esse é o momento de se preparar, mas também de mostrar para todos, como o estado é rico e tem recursos para receber qualquer seleção de futebol do planeta. Pela minha experiência de ter disputado quatro Copas do Mundo, sei que esse evento gera benefícios para todos, principalmente com a geração de empregos. O Mundial passa, mas o legado que fica é para sempre”, disse o ex-jogador.

Para Peter Keen, consultor do governo britânico, as nações mudam com eventos de grande porte bem-sucedidos. “O esporte é um caminho para o desenvolvimento social de um país. Essa é a hora de potencializar equipamentos esportivos para mudar a realidade do país”, comentou. Em sua palestra, ele apresentou programas de desenvolvimento social internacional, com incentivos do Banco de Interamericano de Desenvolvimento (BID). “São exemplos que podem e devem ser seguidos pelos brasileiros”, pontuou.

Qualificação

Na segunda parte do evento, palestrantes abordaram a preparação de micro e pequenas empresas, além da necessidade de capacitação profissional, desenvolvimento dos empresários do segmento de bens, serviços e turismo, e ações de promoção e divulgação para o Mundial. “Queremos capacitar e qualificar os mineiros para se prepararem para as oportunidades que já estão sendo criadas com a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014”, disse Lázaro Luiz Gonzaga, presidente do Sebrae-MG, Sistema Fecomércio-MG, Sesc-MG, Senac-MG e Sindicatos.

A assessora de Relações Institucionais da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo (Secopa), Mariana Bahia, apresentou o projeto do Governo de Minas para as copas das Confederações da FIFA 2013 e do Mundo da FIFA Brasil 2014.

Cidades candidatas

As 19 cidades mineiras candidatas a CTS são: Araxá, Caeté, Caxambu, Divinópolis, Extrema, Formiga, Governador Valadares, Ipatinga, Juiz de Fora, Matias Barbosa, Lagoa Santa, Montes Claros, Patos de Minas, Poços de Caldas, Sacramento, Sete Lagoas, Uberaba, Uberlândia e Varginha.

Requisitos para CTS

Equipamento

Características

Hotel

Deve ter disponibilidade de mínimo de 55 quartos com ar-condicionado ou aquecedor (considerando o clima na região nos meses de junho e julho).

Algumas seleções podem precisar de 100 quartos ou mais.

Serviço de restaurante deve atender, no mínimo, 55 pessoas, estilo Buffet, que seja reservado 24 horas para uso exclusivo da seleção.

Sala para conferência de imprensa em estilo cinema e capacidade mínima de 100 pessoas

Aeroporto

Aeroporto nas proximidades, com capacidade para receber aeronaves de aproximadamente 120 passageiros e permissão para vôos noturnos.

Tempo máximo de deslocamento hotel-aeroporto, por ônibus, não pode ultrapassar 60 minutos.

Centro de treinamento

Centro de treinamento deve ter, pelo menos, um campo em excelentes condições e medidas oficiais, além de SPA, piscina e área fitness.

Tempo de deslocamento hotel-centro de treinamento, em ônibus, deve ser de, no máximo, 20 minutos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s