Governador participa da entrega do Troféu Telê Santana

Foram premiados os melhores jogadores do Campeonato Brasileiro de Futebol em 2011

Gil Leonardi/Imprensa MG
Marcio Lacerda, Antonio Anastasia e Álvaro Teixeira da Costa
Marcio Lacerda, Antonio Anastasia e Álvaro Teixeira da Costa

O governador Antonio Anastasia na chegada ao Palácio das Artes, na noite desta segunda-feira (6), onde participou da cerimônia de premiação do Troféu Telê Santana, produzido pela TV Alterosa. Foram premiados os melhores jogadores do Campeonato Brasileiro de Futebol em 2011. O governador estava acompanhado do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda, e do diretor-presidente dos Diários Associados, Álvaro Teixeira da Costa

Fonte: Agência Minas

Gestão da Saúde: Força-tarefa de combate à dengue mobiliza Pompéu para o Carnaval

Secretaria de Saúde contará com o Dengue Móvel, caminhão que trocará lixo reciclável por material escolar, e o Dengômetro, espaço de convivência e de acesso às informações sobre a dengue

Com o objetivo de mobilizar os municípios mineiros que recebem grande quantidade de foliões durante o período do Carnaval, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG), em parceria com a prefeitura de Pompéu, promove a mobilização dos moradores e a circulação de informações sobre a dengue até sexta-feira (10).

Nos dias 9 e 10 de fevereiro, das 9h às 13 horas, na Praça Carlos Elói, no centro da cidade, haverá ação de troca de materiais que podem ser tornar possíveis focos de dengue por material escolar. A ação vai reforçar a guerra contra a dengue, além de estimular a participação ativa da população que pode eliminar possíveis focos da doença em suas residências.

Para isso, a SES-MG contará com o Dengue Móvel, caminhão que trocará lixo reciclável (latas, garrafas pets e pneus) por material escolar (borrachas, lápis e cadernos). E o Dengômetro, espaço de convivência e de acesso às informações sobre a dengue, instalado nos pontos de maior movimentação de pessoas. A lógica da troca adotada no município será para cada lata (1 borracha), para cada pet (1 lápis) e para cada pneu (1 caderno). As ações de mobilização acontecem no município desde 23 de janeiro.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: estão abertas as inscrições para o Projeto de Capacitação a Distância para Gestores Escolares

Projeto de capacitação será oferecido em duas modalidades: de educação a distância e online

O Governo de Minas iniciou nesta segunda-feira (6) as inscrições para a 8ª edição do Projeto de Capacitação a Distância para Gestores Escolares (Progestão), curso de formação continuada e em serviço que tem por finalidade desenvolver as competências necessárias aos gestores de escolas públicas, para promoção da melhoria dos resultados educacionais. O curso será oferecido em duas modalidades: de Educação a Distância (EAD) e online. As inscrições acontecem entre 6 e 17 de fevereiro.

Tanto o Progestão na modalidade online quanto o da modalidade de Educação a Distância são iniciativas que têm por objetivo formação em gestão administrativa e pedagógica de gestores de escolas públicas. De acordo com o edital (http://jornal.iof.mg.gov.br/xmlui/handle/123456789/47868), no Progestão online podem se inscrever os servidores de escolas estaduais da Região Metropolitana de Belo Horizonte pertencentes às superintendências regionais de ensino Metropolitanas A, B e C. Já na modalidade de EAD podem se inscrever diretor ou coordenador de escola, vice-diretor, de secretários municipais educação, especialista em educação básica, entre outros.

Os formulários de inscrição referentes ao Progestão EAD e online deverão ser encaminhados ao tutor responsável na SRE à qual pertence o município. Cabe às superintendências receber os formulários dos candidatos ao Progestão EAD, conferir os dados e inseri-los no sitio eletrônico, até 29 de fevereiro. Já os formulários do Progestão online deverão ser encaminhados à Diretoria de Gestão e Desenvolvimento de Servidores Administrativos e de Certificação Ocupacional da Secretaria de Estado de Educação (SEE).

Fonte: Agência Minas

Governador Anastasia recebe prefeitos do Vale do Rio Piranga

Prefeitos apresentaram as demandas da região, que foi fortemente atingida pelas chuvas, e agradeceram a ajuda imediata e os investimentos realizados nos municípios nos últimos anos
Gil Leonardi/Imprensa MG
Estiveram presentes 9 prefeitos, das 11 cidades que compõe a área da Amapi
Estiveram presentes 9 prefeitos, das 11 cidades que compõe a área da Amapi

O governador Antonio Anastasia recebeu, nesta segunda-feira (6), no Palácio Tiradentes, nove prefeitos das 11 cidades que compõe a área da Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Rio Piranga (Amapi). Eles levaram ao governador demandas da região, que foi fortemente atingida pelas chuvas, e agradeceram pela ajuda imediata e pelos investimentos realizados nos municípios mineiros nos últimos anos.

Participaram da reunião o presidente Amapi e prefeito de Guaraciaba, Eli Dorneles; os prefeitos João do Carmo Macedo (Acaiaca), Fernando Magalhães (Barra Longa), Aroldo Gomes (Diogo de Vasconcelos), João Antônio Vidal (Ponte Nova), Vicente de Paula Barboza (Raul Soares), José Sílvios Rios (São Pedro dos Ferros), Maria das Dores Vilas Boas (Jequeri) e Terezinha Ramos (Mariana); além do deputado estadual, Bonifácio Mourão.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: escolas cheias e movimentadas no primeiro dia de aulas na rede estadual

Mais de 90% das escolas estaduais deram início ao calendário letivo de 2012 nesta segunda-feira (6)
Osvaldo Afonso/Secom MG
O calendário letivo de 2012 terá, no mínimo, 200 dias e 800 horas/aula
O calendário letivo de 2012 terá, no mínimo, 200 dias e 800 horas/aula

Em mais de 90% das 3.779 escolas estaduais, esta segunda-feira (6) foi o primeiro dia de aulas de 2012. A partir de agora, os estudantes começam a cumprir um calendário letivo que deve ter, no mínimo, 200 dias e 800 horas/aula. E, desde este primeiro dia de atividades, a rotina foi movimentada nas escolas do Estado.

A Escola Estadual Doutor Paulo Diniz Chagas, em Belo Horizonte, começou com programação especial para os 750 alunos. Após planejarem as atividades na última semana, os professores optaram por começar o ano letivo com dinâmicas e debates. Em uma das turmas do 2º ano do ensino médio, o professor de História, Alex Oliveira Fernandes, separou para a primeira aula um texto do escritor Rubens Alves. “A obra se chama As Lições dos Moluscos. Buscamos com a discussão desse texto mostrar o papel da escola como um espaço de construção do cidadão, não só na formação pedagógica, mas o aluno como um ser social”, avalia o professor.

A ideia de refletir e pensar o papel da escola tomou conta da imaginação da estudante do 2º ano do ensino médio, Thaynara Cristina Souza Tamborini. Já pensando em como vai querer contribuir para a sociedade, a estudante, que tem afinidade com a área das exatas, pretende ser engenheira. “Quero fazer Engenharia de Produção. Como sei que isso depende de mim, quero me dedicar muito aos estudos. É um sonho que quero realizar”.

Longe de Belo Horizonte, a pequena cidade de Coluna (Leste de Minas), de 9 mil habitantes, também está em clima de volta às aulas. A Escola Estadual Professora Heroína Torres atende a cerca de mil alunos dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio.

No primeiro dia de aulas, a equipe de professores apresentou os conteúdos a serem estudados durante o ano e os alunos já estão preparados para mergulhar nos estudos. “Eu achei ótimo voltar à escola porque eu sempre gostei muito de estudar. Vou iniciar este ano já pensando no vestibular que vou fazer no fim do ano que vem, não dá para deixar para a última hora”, avalia Érika Dias Oliveira, de 15 anos, aluna de 2º ano do Ensino Médio.

Recepção com festa

Além de marcar a retomada do compromisso com os estudos, o primeiro dia de aulas é sinônimo de comemoração para muitas escolas da rede.

Osvaldo AfonsoDiretores aproveitam o retorno dos alunos para recepcioná-los com festa, como aconteceuna Escola Estadual Professor Leon Renault, de Belo Horizonte, que atende a estudantes do ensino fundamental. Para o primeiro dia de aula, a escola organizou um verdadeiro parque de diversões para receber os alunos, com direito a muitos jogos e até algodão doce. “É importante ter uma recepção dessa forma, pois deixa o aluno mais estimulado em relação aos estudos”, lembra a diretora Antônia Mary Martins dos Santos. A escola atende a cerca de 2 mil alunos.

Entre os estudantes da instituição está Giovanna Richelle da Silva, de 13 anos. A aluna cursa o 9º ano do ensino fundamental gostou da recepção, mas está de olho nas primeiras tarefas. “Gostei muito da forma como fomos recebidos hoje. O clima de festa é bemlegal, mas já penso na dedicação aos estudos, porque ano que vem vou estar no ensino médio e quero chegar lá com uma boa bagagem de conhecimento”, deseja.

Na cidade de Sacramento, no Alto Paranaíba, os estudantes da Escola Estadual Dr. Afonso Pena Jr. também foram recepcionados com muito bom humor. A professora de matemática do 3º ano do ensino médio, Leila Melo, é membro do grupo teatral Doutores do Riso e vestiu-se de palhaço para dar as boas-vindas a pais e alunos. A professora aproveitou o tom de brincadeira para explicar as regras da escola. “Ela recebeu os estudantes e os pais na porta da escola. Fez piadas para explicar as regras e qual a função de cada servidor. Foi uma maneira divertida e eficiente de receber os alunos, pois ela conseguiu atrair a atenção de todos”, explica a diretora da escola, Tânia Aparecida Moreno.

Acompanhamento familiar

Na Escola Estadual Prefeito Jacy Junqueira Gazola, em Três Pontas, no Sul de Minas, os 1,4 mil estudantes que voltaram hoje aos estudos receberam as boas-vindas de toda a equipe de profissionais. Os professores passaram de sala em sala para receber os alunos e iniciar 2012 com o pé direito.

Segundo a diretora Luciene de Carvalho Figueiredo, o primeiro dia serve para orientações gerais. “Elesfalam do plano de aula, das avaliações, do que vão aprender durante o ano”, explica. “O início de ano não é só para estudantes ou professores. Aproveitamos esse primeiro dia para reforçar com os pais a importância da participação. O relacionamento da escola com a família é muito importante e dá certo”, analisa.

A preocupação em acompanhar a vida escolar do filho já faz parte da rotina da dona de casa Edna Gonçalves de Abreu. A mãe de José Júlio Gonçalves dos Santos, estudante do 5º ano da Escola Estadual Professor Leon Renault, fez questão deir até a porta da escola como filho no primeiro dia de aula. “Quis acompanhá-lo para motivá-lo. É importante que ele saiba que além da escola ele pode contar com a família. Brinco com meu filho que no período letivo ele tem duas aulas. Uma é dada aqui na escola e outra em casa, quando o acompanho nas tarefas escolares”, conta.

Reposição

O ano letivo de 2012 não começa simultaneamente para todas as escolas da rede estadual de ensino. As aulas começaram para mais de 90% das 3.779 escolas da rede, mas outras 271 unidades escolares continuam a reposição das aulas de 2011 em razão da paralisação dos professores e outros servidores. Essas escolas vão dar início ao calendário letivo após o dia 6 de fevereiro. Aquelas em que a reposição é realizada em fevereiro e março irão conceder, ao fim da reposição, uma semana de recesso antes do início do ano letivo de 2012.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: campanha de arrecadação para vítimas das chuvas recebe 1,2 mil toneladas em donativos

Nos últimos 30 dias, milhares de mineiros atenderam ao chamado de solidariedade e ajudaram com 1,2 mil toneladas em donativos para as famílias desabrigadas pelas chuvas no Estado

O Movimento Minas Solidária – representado pelo Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas) e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) –  agradece a cada um dos mineiros que têm participado do esforço de arrecadação de donativos e, nesse momento, solicita que sejam interrompidas as doações de roupas e utensílios domésticos, tendo em vista o grande volume já arrecadado.

A campanha continua recebendo doações financeiras em duas contas bancárias: Bradesco – Agência 3421-5 – Conta Corrente 49.709-6; Banco do Brasil – Agência 1229-7 – Conta Corrente 64529-X. Esses recursos serão utilizados com o acompanhamento do Ministério Público do Estado de Minas Gerais para apoiar as pessoas no retorno à sua rotina familiar. A destinação dos recursos será tornada pública.

Medidas preventivas

Desde o início do ano passado, o Governo de Minas vem realizando uma série de ações preparatórias para o enfrentamento ao período chuvoso, com foco nas medidas preventivas. A capacitação de agentes para atuação em situações de risco e treinamentos para criação de Coordenadorias Municipais de Defesa Civil (Comdec) nas cidades mineiras estão entre as principais providências tomadas pelo Estado.

Nos últimos oito anos, o número de Comdecs quase dobrou em Minas – saltando de 374, em 2004, para 696 atualmente. O Governo disponibiliza suporte técnico permanente a todas as Comdecs, além de promover reuniões técnicas quinzenais para avaliação das medidas de enfrentamento às chuvas. Em outubro do ano passado, o Governo de Minas lançou o Plano de Emergências Pluviométricas 2011/2012, que abrange detalhamentos sobre os recursos humanos e logísticos de todos os órgãos do Estado, com constante apoio às prefeituras.

As ações do Estado também incluem a prorrogação de prazo para recolhimento do ICMS, a remissão do pagamento de IPVA e inúmeras facilidades para pagamento das contas de água e luz nas cidades atingidas pelas chuvas. O Governo assegurou, ainda, a reconstrução de pelo menos 650 casas destruídas pelas enchentes, criou linhas de crédito especiais do BDMG para empresários e produtores rurais e decidiu adiantar os recursos do Piso Mineiro de Assistência Social aos municípios em situação de emergência.

Fonte: Agência Minas

 

Gestão Anastasia: Detran de Minas é o único no país que avalia deficientes físicos com simulador de movimento

Equipamento é capaz de aferir a força de pernas, braços, mãos, avaliar a velocidade dos movimentos, agilidade para pisar nos pedais, reflexos e capacidade de visão periférica

Renato Cobucci/Secom MG
Simulador fornece resultados de forma precisa e em tempo real
Simulador fornece resultados de forma precisa e em tempo real

Com objetivo de avaliar de forma criteriosa e moderna a capacidade de portadores de deficiência de dirigir automóveis, motos e caminhões, o Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) conta com um simulador de movimento semelhante a um carro de verdade. O Detran-MG é o único no país a utilizar esse tipo de simulador, que fornece os resultados de forma precisa e em tempo real, já que é totalmente informatizado.

O equipamento, doado pela Fiat Automóveis, é capaz de aferir a força de pernas, braços, mãos, avaliar a velocidade dos movimentos, agilidade para pisar nos pedais, além de medir os reflexos e capacidade de visão periférica dos portadores de deficiência. A partir da avaliação no simulador, é possível indicar qual adaptação será obrigatória no veículo, como direção hidráulica, adaptadores de volantes e pedais, câmbio automático, entre outras.

“O simulador traz resultados precisos e objetivos. O risco de erro é muito pequeno e, dessa forma, conseguimos avaliar o grau e intensidade da deficiência do condutor. Em alguns casos, ele não está apto a dirigir, nem com o carro adaptado. Nosso intuito é garantir a segurança do condutor”, afirma o médico Marcelo Figueiredo, chefe da Divisão de Seleção Médico-Psicológica do Detran-MG.

Marcelo explica que o primeiro passo do portador de deficiência que quer tirar a carteira de motorista é consultar um médico, que irá avaliar a situação clínica do paciente. Com o laudo em mãos, ele deve procurar a delegacia de sua cidade ou o Detran na capital e marcar a avaliação.

O segundo passo é o exame médico realizado por médicos do Detran, que encaminham o condutor para avaliação no simulador.  “Feito isso, o tipo de deficiência é reavaliado e qualificado. Vamos apontar qual adaptação será necessária no carro ou se, de fato, o candidato à carteira tem algum tipo de problema físico que o impeça de dirigir”.  Em seguida, o candidato passa pelo exame de rua em carro adaptado.

O médico ressalta que os condutores do interior do Estado têm de vir à capital fazer os testes, o mesmo acontece para as pessoas que adquiriram deficiência após tirarem a primeira carteira de motorista. No caso de renovação, não é necessário vir à capital.

Menina dos olhos

Marcelo Figueiredo classifica o equipamento como a “menina dos olhos” do setor. Ele relata o caso de um condutor que não tinha os dois braços e foi aprovado. “Acionamos o Denatran para ver se era possível aprová-lo e tivemos o aval, já que o motorista sem os braços passou em todos os testes. Já tivemos casos de condutores sem as duas pernas, não sem os braços, mas esse fazia tudo muito bem com os pés, inclusive abrir a porta”, conta.

O chefe da seção de Exames Especiais do Detran, José Gastão Soares Oliveira, afirma que são feitos cerca de 30 exames por dia no equipamento. Ele é responsável por operar a máquina. “Por ser tudo informatizado, o simulador não deixa dúvidas. Antigamente, os exames eram mais subjetivos e não tão precisos, por isso, é a nossa menina dos olhos”, brinca.

Fonte: Agência Minas

Gestão da Saúde: Secretaria de Saúde mobiliza cidade de Nova Lima contra a dengue

O município da Região Metropolitana de Belo Horizonte recebeu o Balanço Geral nos Bairros
Alexandre Ribeiro
O grupo de teatro Saúde em Cena apresentou a peça Deu a louca no mundo da fantasia
O grupo de teatro Saúde em Cena apresentou a peça Deu a louca no mundo da fantasia

O município de Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, recebeu mais uma edição do Balanço Geral nos Bairros. O evento, promovido pela TV Record Minas em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), foi realizado nesse sábado (4), no Espaço Cultural Nova Lima, e contou com diversas atividades sociais e recreativas.

A SES deu suporte ao evento com a presença do Dengômetro – espaço de convivência e de acesso às informações sobre a dengue – e do Dengue Móvel – caminhão que troca latas, garrafas pet e pneus por borrachas, lápis e cadernos -, estimulando a população a retirar de casa os objetos que possam se tornar criadouros do mosquito.

A moradora do bairro Boa Vista, Vandalci Ferreira Oliveira, trocou 50 latinhas e 20 pets por lápis e borrachas. “Eu sei que pode ser pouco, mas ajudo da forma como posso. Tenho uma filha que teve dengue ano passado e sei que precisamos fazer tudo que for possível para evitar sofrimentos como o que ela teve”, falou. Quem também saiu do evento com sensação de dever cumprido foi o morador do bairro Retiro, Igor de Souza, que trocou pneus e pets por cadernos e lápis. “É melhor trocar que jogar fora. Evita a dengue e ainda levamos material escolar para os filhos”.

Para o presidente da Associação dos Catadores de Papéis e Materiais Recicláveis de Nova Lima (ASCAP), Leonardo Soares da Cunha, a parceria com a SES no recolhimento dos materiais inservíveis é um benefício para a comunidade. O que para alguns é lixo para outros é meio de vida. “Além de eliminarmos os focos da dengue, estamos contribuindo para a preservação do meio ambiente e gerando renda para os nossos associados”, explicou.

Além das informações do Dengômetro, o público também aprendeu a combater a dengue se divertindo por meio da peça teatral “Deu a louca no mundo da fantasia”, apresentada pelo grupo de teatro Saúde em Cena da SES. No enredo, Porquinho Pedrito e Príncipe de Botas se aliam para conseguir o apoio da população e derrotar a Bruxa Eca e o Lobobô, que espalharam a dengue no mundo mágico e que agora ameaça os lares dos cidadãos. “Gostei muito, ajudei a acabar com a Bruxa e com a dengue”, contou Jonas Duarte, de 9 anos, que durante a apresentação entoou o grito de guerra dos personagens: “Um por todos e todos contra a dengue!”.

De acordo com a referência Técnica em Dengue da SES, Geane Andrade, as ações de mobilização social são vitais, principalmente em períodos de chuvas. “Reforçar a prevenção é essencial, uma vez que as chuvas concentradas previstas para os próximos períodos podem agravar o controle da dengue”, alerta.

Até o momento, foram notificados 3.531 casos de dengue em Minas Gerais neste ano.

Fonte: Agência Minas

Gestão Anastasia: Epamig transforma Fazenda Experimental de Leopoldina em unidade modelo de piscicultura

Novos investimentos possibilitarão a reprodução de algumas espécies nativas da Bacia do Paraíba do Sul, principalmente daquelas com estoque reduzido ou ameaçadas de extinção
Divulgação/Epamig
Área de piscicultura da Fazenda Experimental em Leopoldina será modelo de produção de espécies
Área de piscicultura da Fazenda Experimental em Leopoldina será modelo de produção de espécies

A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) começa este ano a transformar a Fazenda Experimental de Leopoldina (Felp) em unidade modelo para a produção de peixes. A partir deste mês, começam a ser executados dois convênios assinados com as empresas Barra do Braúna Energética S.A. e Cemig Geração e Transmissão S.A., totalizando R$ 492 mil, que prevêem o desenvolvimento de trabalhos de reprodução de espécies nativas da Bacia do Paraíba do Sul para fomento da piscicultura na região da Zona da Mata e repovoamento dos rios. Esses recursos complementam os investimentos já realizados no ano passado, com a implantação de prédio específico para piscicultura, com infraestrutura completa para pesquisa.

Segundo o pesquisador da Epamig Thiago Archangelo Freato, os novos investimentos possibilitarão a reprodução de algumas espécies nativas da Bacia do Paraíba do Sul, principalmente daquelas com estoque reduzido ou ameaçadas de extinção, como a piabanha, piau-vermelho, curimba e o surubim do paraíba. Além disso, a estrutura da unidade modelo trará benefícios à qualidade das pesquisas em piscicultura, como reprodução, nutrição, melhoramento genético e manejo produtivo de peixes, inclusive destas espécies nativas do Paraíba do Sul.

Os equipamentos já começaram a ser adquiridos e as obras deverão estar concluídas ainda este ano, informa o pesquisador da Epamig. “Como os convênios têm prazo de três anos com a Barra do Braúna e quatro anos com a Cemig, iremos continuar a adquirir materiais de consumo para a continuidade dos trabalhos de reprodução e repovoamento ao longo desse período”, ressalta Thiago Freato. Com a nova estrutura, a fazenda experimental poderá oferecer cursos de capacitação, palestras e eventos de transferência de tecnologia; aperfeiçoar etapas de produção de peixes, como a larvicultura, alevinagem, engorda e demais manejos; e aprimorar os sistemas de recirculação e tratamento de água em caixas d’água e de reprodução de tilápias para produção de alevinos sexualmente invertidos, com a construção de uma estufa de aclimatação em cima dos viveiros de cultivo.

Os convênios prevêem ainda a realização de dias de campo para produtores da região para transferir tecnologia sobre espécies nativas e divulgação de medidas adotadas para minimizar o impacto ambiental do cultivo de peixes. Entre os benefícios previstos com os trabalhos de reprodução de espécies nativas e repovoamento dos rios da Bacia do Paraíba do Sul, estão a geração de renda para os produtores rurais, que terão a piscicultura como nova oportunidade de trabalho, a possibilidade de enriquecimento alimentar das populações ribeirinhas de baixa renda, o estímulo à pesca esportiva e o fim da pesca predatória de peixes durante a piracema. “O domínio da reprodução artificial dessas espécies possibilitará de imediato a garantia de sobrevivência e utilização dos peixes no repovoamento do sistema fluvial”, explica o pesquisador.

Infraestrutura adequada

O prédio da piscicultura da fazenda, inaugurado em julho de 2011, é resultado de convênio com a Mineração Rio Pomba Cataguases, que repassou R$ 120 mil para a instalação de galpão com sistema montado de recirculação de água para o cultivo de peixes, além de laboratório, depósito e alojamento. “Com os novos recursos, está prevista a construção de uma estufa para produção e reprodução de peixes, de um auditório, de alojamentos, além da reforma do canal de abastecimento de água e da aquisição de equipamentos destinados a realização de análises laboratoriais”, ressalta Thiago Freato.

O sistema é constituído de 21 caixas d’água de cultivo de peixes de 1000 litros cada uma, um biofiltro que funciona baseado em processos mecânicos e biológicos de filtragem, que faz o barramento do excesso de sólidos em suspensão por meio de telas, a conversão da amônia em nitrato pela ação de bactérias nitrificantes e a posterior retirada do excesso de nitrogênio e fósforo por aguapés. O sistema de aeração é individual por caixa, por meio de um compressor de ar e sistema de aquecimento automático, com resistências, sensores e termostatos. A Epamig conta com o trabalho de três pesquisadores em piscicultura na Felp: Thiago Archangelo Freato, Alexmiliano Vogel de Oliveira e Sadaaki Sobue.

Fonte: Agência Minas

Governo de Minas: trabalhadores de Machado ganham apoio para inserção no mercado de trabalho

Governo de Minas inaugura unidade do Sine no Sul do Estado

Divulgação/Sete MG
Secretário Carlos Pimenta (esq.) inaugura unidade do Sine em Machado
Secretário Carlos Pimenta (esq.) inaugura unidade do Sine em Machado

A busca por um emprego e a qualificação necessária para ocupar uma vaga no mercado de trabalho vai ficar mais fácil para os cidadãos de Machado, no Sul de Minas. O Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Emprego (Sete), inaugurou a mais nova Unidade de Atendimento ao Trabalhador do Sistema Nacional de Emprego (Sine).

Com capacidade de atender cerca de 50 trabalhadores ao dia, a unidade vai prestar os serviços de intermediação de mão de obra, ações de seguro-desemprego, qualificação social e profissional, fomento às atividades empreendedoras e informações sobre o mercado de trabalho.

De acordo com o secretário da pasta, Carlos Pimenta, as ações do Sine já alcançam grande parcela dos trabalhadores, com 131 unidades espalhadas por todo o Estado. “É determinação do governador Antonio Anastasia levar os melhores empregos aos cidadãos mineiros. Com a expansão e o aperfeiçoamento da rede do Sine, tornaremos esta missão possível”.

O prefeito de Machado, Roberto Camilo Órfão Moraes, comemorou a parceria com o Governo do Estado. “Esta é uma conquista para o povo de Machado. A unidade do Sine, além de encaminhar o trabalhador, vai qualificá-lo para o mercado de trabalho, o que é também uma grande oportunidade para os nossos jovens que buscam o primeiro emprego”, afirmou.

Sobre a cidade

Machado tem uma população de cerca de 39 mil habitantes. A principal atividade local é a cultura e exportação do café. A cidade também apresenta um ambiente propício para o desenvolvimento industrial, contando com fábricas do setor alimentício, têxtil e calçadista.

Para Carlos Pimenta, Machado tem grande potencial para se tornar referência na geração de emprego e renda na região. “Temos que aproveitar o que há de melhor no povo machadense. Vamos investir na qualificação profissional para que as indústrias não precisem importar mão de obra e para que os trabalhadores não precisem buscar oportunidades longe de suas famílias”, ressaltou o secretário.

Sine

O Sine é um programa do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), criado em 1975, com atuação em todo o território nacional, e implantado em Minas Gerais desde 1977. No Estado, desde janeiro de 2011, o Sine é coordenado pela Superintendência de Política de Geração de Emprego, da Sete.

Para que um município possa receber a unidade do Sine, é preciso seguir alguns critérios estabelecidos pelo MTE, como, por exemplo, possuir uma População Economicamente Ativa (PEA) acima de 10 mil habitantes. A demanda é levada ao Conselho Estadual do Trabalho, Emprego e Geração de Renda (Ceter) que, após aprovação, encaminha a solicitação ao MTE.

Fonte: Agência Minas