Blog do Anastasia – Governo de Minas: Edital para pesquisas no setor elétrico recebe aporte de R$ 40 milhões

BELO HORIZONTE (20/01/12) – As propostas aprovadas no Edital 11/2011, fruto da parceria entre Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) para o financiamento de pesquisas no setor elétrico, receberão investimento de R$ 70 milhões. “Em face do grande número de projetos e da excelência da maioria deles, a Cemig e a Fapemig decidiram aumentar os recursos do edital”, afirma o diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fapemig, José Policarpo. Anteriormente, seriam destinados R$ 30 milhões para os projetos contemplados pelo edital.

A demanda total foi de 229 projetos, somando R$ 385 milhões em recursos solicitados. O novo montante, R$ 70 milhões, será destinado aos 40 projetos contemplados. Adicionalmente, a Cemig contratará diretamente outros 26 projetos selecionados no edital.

A gestão dos projetos aprovados será discutida entre Cemig, Fapemig e as instituições beneficiadas para verificar a necessidade de ajustes. Assim, cada um dos coordenadores dos projetos aprovados será convocado para uma reunião de negociação, quando ocorrerá análise detalhada e os possíveis acertos. Em razão destas reuniões, a fundação não divulga, nesta oportunidade, os valores relativos a cada uma das propostas aprovadas. A contratação dos projetos estará condicionada ao resultado dessa análise e ao acerto dos ajustes identificados como necessários.

Os prazos constantes no edital serão contados a partir de 23 de fevereiro, em razão das férias coletivas da Fapemig, que terão início no próximo dia 23 de janeiro.

Parceria inovadora

O Edital 11/2011 foi lançado durante a cerimônia de comemoração dos 25 anos da fundação, em maio do ano passado, marcando o início da execução de uma parceria inovadora, assinada em janeiro de 2011. Ao todo, serão destinados R$ 150 milhões em estudos específicos no prazo de cinco anos. Segundo o acordo, a Cemig responderá por R$ 100 milhões e a Fapemig pelo montante de R$ 50 milhões.

O valor será destinado a pesquisas ligadas às áreas de atuação da Cemig (geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia elétrica), buscando o desenvolvimento de fontes alternativas renováveis e limpas, como solar, eólica e biomassa. Estão previstos, ainda, estudos sobre a proteção do meio ambiente, o uso racional da energia e a eficiência operacional da empresa. “Esses objetivos estão fundamentados nos pilares da sustentabilidade e do melhor atendimento à população e sociedade em geral, através de redução de custos e aumento da qualidade no fornecimento da energia”, destacou Arlindo Porto Neto, vice-presidente da Cemig.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s