Anastasia quer ampliar atração de empresas para o Vale do Rio Doce

Antonio Anastasia quer ampliar atração de empresas para o Vale do Rio Doce para dar condições aos jovens de se manterem na região

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Em Governador Valadares, Antonio Anastasia reafirmou que a geração de empregos de qualidade será fundamental para garantir o desenvolvimento social em Minas

O governador Antonio Anastasia reafirmou, nesta sexta-feira (03/09), em Governador Valadares, o compromisso com a geração de empregos de qualidade em todas as regiões do Estado. Antonio Anastasia destacou que os investimentos realizados pelo Governo de Minas nos últimos oito anos preparou as cidades para atrair empresas. Em oito anos, foram anunciados R$ 240 bilhões em investimentos em Minas com a geração de 448 mil novos empregos diretos.

“O que estamos vendo é que o Estado avançou muito ao longo desses últimos anos. Tivemos uma força muito grande na infraestrutura, na melhoria das nossas estradas, na educação, saúde, segurança, avanços sociais e econômicos importantes. Mas ainda há muito o que fazer. E a necessidade maior, que tem sido a nossa proposta fundamental, é a geração de empregos, para dar mais oportunidades aos mineiros para continuarem trabalhando aqui e gerarem renda às suas famílias. Por isso mesmo a nossa proposta de governo está sendo construída com muita força nessa ideia: empregos de qualidade para os mineiros”, afirmou o governador.

Em Governador Valadares, o governador foi recebido pela população, lideranças municipais e 30 prefeitos da região do Rio Doce. Ao lado do ex-governador Aécio Neves e do ex-presidente Itamar Franco, candidatos ao Senado, Antonio Anastasia fez carreata pela avenida Juscelino Kubitschek e pelas ruas da Bahia e Israel Pinheiro, no Centro da Cidade, onde os candidatos fizeram caminhada. Em frente ao Mercado Municipal, Anastasia falou à população de Governador Valadares. Cerca de 500 pessoas aplaudiram o discurso dos candidatos.

“Meu compromisso fundamental agora é gerar empregos, empregos e empregos para o Rio Doce para termos aqui mais oportunidades. Para isso, faremos mais obras e mais infraestrutura. Meu compromisso maior é com desenvolvimento, com o emprego e com a inclusão social”, alertou o governador.

Oportunidades para os mineiros
Hoje pela manhã, em Belo Horizonte, o governador Antonio Anastasia lamentou novamente a morte de dois mineiros nascidos no Vale do Rio Doce, na chacina ocorrida no México duas semanas atrás. O candidato destacou que a geração de empregos é a mais importante ação para assegurar condições de vida e oportunidades aos jovens nas diversas regiões brasileiras.

“O episódio do México foi uma tragédia que todos lamentamos pela morte não só dos mineiros, mas de outras nacionalidades. Lamentavelmente essa é uma realidade que já vem desde a década de 70, praticamente, dessa imigração. O que devemos fazer para evitar isso é exatamente dar oportunidades para que as pessoas tenham nas suas cidades, na sua região, a possibilidade de ali permanecer”, afirmou.

Anastasia destacou a importância da oferta de educação, serviços de saúde e empregos de boa qualidade aos jovens.

“Com educação, com saúde, e, sobretudo, com emprego de qualidade. É um processo. O Vale do Rio Doce é uma região que tem uma mão de obra que, de fato, imigrou muito. Muitos voltaram, mas ainda muitos estão lá. Para evitar esse fluxo e dar essa garantia aos mineiros, é fundamental que tenhamos aqui empreendimentos que gerem empregos de qualidade, seja na siderurgia, no reflorestamento, no beneficiamento de pedras ornamentais, na indústria de laticínios, que essa região tem essa potencialidade. Vamos dar os estímulos para que isso ocorra”, afirmou.

Governador dos municípios
O prefeito de São Félix de Minas, Wanderley Vieira de Souza (PT), destacou que as parcerias com os municípios iniciadas no governo Aécio Neves tiveram continuidade quando Anastasia assumiu o governo em abril deste ano. Segundo ele, Anastasia é o melhor candidato para levar à frente os avanços conquistados pelos municípios nos últimos oito anos.

“Continuar o trabalho do governador Aécio Neves foi muito importante, principalmente para as cidades pequenas. As parcerias que foram estabelecidas com as cidades, com os prefeitos, nós fomos realmente valorizados nessa administração. Na nossa cidade, a área da saúde foi muito privilegiada por esse governo. Tivemos obras importantes como pontes, calçamento, cascalhamento, obras de infraestrutura diversas. Sem falar na qualidade do governo, que cumpriu com todos os compromissos pactuados”, afirmou.

O prefeito de Intanhomi, Raimundo Pena Forte (PDT), destacou os investimentos do Governo de Minas na pavimentação das estradas e na segurança pública, que reduziu a criminalidade em todo o Estado.

“Integrou a polícia civil com a Polícia Militar, o Proacesso, que ligou todas as cidades vizinhas. Trouxe o sinal de telefonia celular e não fez distinção partidária de nenhum prefeito. Essa é a razão de levantar a bandeira e empunhar, porque ele é bom para Minas Gerais e para o Brasil”, disse.

O prefeito de Divino das Laranjeiras, Edson Bodola (PRB), presidente do Consórcio de Saúde do Vale do Rio Doce, que reúne 33 prefeitos, destacou a importância da reeleição de Antonio Anastasia.

“A continuidade do trabalho maravilhoso que o Aécio fez no nosso Estado. Minas não pode parar. Anastasia é sinônimo de desenvolvimento, de tudo aquilo de bom que o Aécio deixou para nós. A saúde hoje é bem cuidada graças ao nosso governador”, afirmou.

O prefeito de Conselheiro Pena, Neyval José de Andrade (PRB), presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Doce, afirmou que Anastasia representa a continuidade do governo Aécio Neves

“Aécio revolucionou Minas Gerais e deu um apoio extraordinário a todos os municípios de Minas. O Proacesso, a telefonia celular e tantos outros benefícios. Foi um governo muito presente na vida dos municípios, principalmente aqui do Vale do Rio Doce”, disse.

PSDB rebate mentiras da campanha de Hélio Costa e esclarece ações do Governo de Minas em parcerias com a União e sociedade

Programas Luz para Todos e Leite pela Vida são parcerias da União, Estado e entidades sociais

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

A Coligação “Somos Minas Gerais” informa que o Governo de Minas mantém uma política clara e transparente nas ações de divulgação dos programas e projetos realizados pelo Estado em parceria com a União e a sociedade civil

Dessa forma, considera inverídica as afirmativas publicadas no site oficial do candidato a vice-governador pela Coligação Todos por Minas, Patrus Ananias, de que ocorra tentativa de apropriação pelo Estado de projetos federais.

A “Coligação Somos Minas Gerais” informa que o Programa Luz para Todos, de eletrificação rural, tem 77% do total de recursos investidos custeados pelo Estado e pela Cemig,  sendo apenas 23% restantes de responsabilidade do governo federal. Do total de R$ 3 bilhões investidos no programa em Minas, R$ 2,3 bilhões foram realizados com recursos da Cemig e do Tesouro do Estado, e apenas R$ 690 milhões da União.

Na parte do investimento cabível ao Governo de Minas e à Cemig, estão recursos do Estado via isenção de ICMS, e do próprio caixa da Cemig, além de empréstimos feitos junto à Eletrobrás e que serão pagos pela estatal mineira nos próximos anos. Os recursos repassados pelo governo federal são a fundo perdido e originados na cobrança de impostos e de encargos na conta de luz paga pelo consumidor.

Leite pela Vida
Com relação ao programaLeite pela Vida,  de distribuição de leite a gestantes, crianças de seis meses a seis anos e idosos em 193 municípios mineiros, informamos que trata-se de parceria entre União,  Estado e sociedade civil. São adquiridos 151,5 mil litros de leite/dia. O recurso para a compra do leite (R$ 1 por litro/dia) é de responsabilidade do governo federal.
O Governo de Minas é responsável pela contratação de 4 mil pequenos produtores e 39 laticínios que fazem o fornecimento do leite. O Estado responde, também, pela administração e repasse direto dos recursos aos pequenos produtores. Nos demais estados o leite é fornecido por grandes produtores.

O Governo de Minas responde integralmente com recursos próprios para o treinamento e capacitação dos produtores e pela aquisição de equipamentos utilizados no armazenamento do leite, como por exemplo, tanques de resfriamento. O Estado faz, ainda, distribuição de sementes dos alimentos consumidos pelo rebanho leiteiro.

É importante reconhecer, também, a parceria no programa Leite pela Vida dos voluntários e da Pastoral da Criança. São eles que fazem a distribuição do leite às famílias atendidas.
A identificação do Governo de Minas como investidor dos programas Luz para Todos e Leite pela Vida é, portanto, absolutamente regular e necessária para correta informação dos contribuintes mineiros.

Estado de Minas: Meia Bolívia de gás em Minas

Estado de Minas: Meia Bolívia de gás em Minas

Fonte: Estado de Minas

Governo estima que reserva descoberta na Região Central produzirá ao menos 15 milhões de metros cúbicos

O gás natural descoberto em Morada Nova de Minas, na Região Central do estado, será explorado comercialmente a partir do ano que vem. O volume descoberto num único poço pode chegar à metade do fornecido ao Brasil pela Bolívia, estimou ontem o governador mineiro Antônio Augusto Anastasia. “O empresário Eike Batista diz que descobriu meia Bolívia de gás natural no Maranhão. A outra metade, se Deus quiser, está aqui”, frisou. O Brasil importa diariamente da Bolívia até 30 milhões de metros cúbicos do combustível. A descoberta ocorreu há uma semana e foi comunicada segunda-feira à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Desde a confirmação da existência do combustível, porém, os indícios do potencial da reserva durante a perfuração estão cada vez mais robustos, informou o governador. A presença de gás natural em Minas significa a redenção econômica para a Bacia do Rio São Francisco porque, além de atrair indústrias, representa a possibilidade de aumento de arrecadação para os pequenos municípios locais na forma de royalties, sem contar o fato de que o estado tem participação em cinco dos 43 poços licitados pela ANP na região.

Ainda vai levar 60 dias para que o consórcio que reúne Codemig, Orteng, Imetame Energia e Delp Engenharia no projeto de exploração do combustível divulgue o tamanho da reserva e a vazão do gás em Morada Nova de Minas. Serão mais 30 dias de perfuração a uma razão diária de 53 metros de profundidade, até chegar à meta principal, que é alcançar 2,5 mil metros de profundidade. O gás descoberto na semana passada foi encontrado a 1.440 metros da superfície. Em seguida, começa a ser feito o teste de formação de poço, que levará outros 30 dias até ser concluído. O que se sabe, de imediato, é que o gás poderá ser explorado por meio da construção de uma termelétrica vizinha ao poço ou da construção de um gasoduto, mas tudo depende do volume que será apurado. “O importante é que foi encontrado um volume considerável no primeiro furo de um bloco de 3 quilômetros quadrados. Essa descoberta nos dá garantia de que estamos no caminho certo”, disse o governador.

De acordo com ele, com a confirmação da existência do combustível, o gás natural ficará mais barato em Minas. Em junho, o preço do metro cúbico do combustível importado da Bolívia custava US$ 7,42 por milhão de BTUs, 35% a mais que o produzido no Brasil até agora. Na Europa, a mesma quantidade de gás custa em média US$ 3, informou a Secretaria de Desenvolvimento Econômico. “Esse gás mais barato servirá para todos os consumidores, especialmente os industriais, porque isso significa uma redução do custo da produção”, disse Anastasia.

Para o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e da Orteng, Robson Andrade, o gás será um atrativo a mais para novos projetos e a diversificação da indústria em Minas, como é o caso do setor petroquímico. “É a possibilidade de termos gás à disposição dentro da nossa casa”, comparou. Além do consórcio formado pela iniciativa privada e a Codemig, empresas como Petrobras, Shell e British Petroleum também são donas de blocos estão e desenvolvendo pesquisas na área licitada.

Segundo Oswaldo Borges da Costa Filho, presidente da Codemig, os blocos só foram licitados pela ANP a pedido do ex-governador Aécio Neves. “Ele questionou o motivo pelo qual as áreas onde havia indícios da existência do combustível não iam a leilão”. De acordo com Costa Filho, na época, a dúvida é se haveria empresários interessados em participar da disputa. “Hoje o gás é uma realidade. Mas essa foi uma ação planejada, não caiu do céu”.

A expectativa é que os royalties a serem arrecadados com a produção de gás natural em Minas fiquem entre 5% a 6% da produção. Além disso, o estado é dono de 49% da exploração, já que é essa a sua participação no consórcio. Os outros 51% estão nas mãos da iniciativa privada. “O gás é extremo indutor de crescimento industrial em qualquer país. Europa e Estados Unidos só conseguiram desenvolver sua indústria com a matriz energética do gás”, sustenta o secretário de Desenvolvimento Econômico Sérgio Barroso.

Anastasia encerra visita ao Vale do Jequitinhonha com grande festa preparada pela população de Almenara

04/09/2010 Notícia do dia Deixar um comentário

Visita ao Vale do Jequitinhonha termina com grande festa da população

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Surpreso e emocionado com a grandiosa festa, Anastasia afirma que Almenara será um polo de entroncamento rodoviário com as obras do Proacesso e do Caminhos de Minas

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, o ex-governador Aécio Neves e o ex-presidente Itamar Franco, candidatos ao Senado pela Coligação “Somos Minas Gerais”, encerraram a visita ao Vale do Jequitinhonha, na tarde de hoje (03/09), com uma surpreendente festa em Almenara. Milhares de pessoas foram às ruas para recepcionar os candidatos, em um clima de grande empolgação que tomou conta de toda a cidade.

Ainda surpreso e emocionado com a festa dos moradores de Almenara, o governador Antonio Anastasia confirmou que, reeleito, continuará investido na infraestrutura viária no Vale do Jequitinhonha. Segundo ele, a intenção é fazer com que a região de Almenara se torne um dos principais entroncamentos rodoviários do semi-árido mineiro.

Pelo Proacesso, foram investidos R$ 21,5 milhões para a pavimentação de 36,5 quilômetros do trecho entre Rubim e o entroncamento da MGT-367. Em todo Jequitinhonha, foram R$ 317 milhões em 24 trechos concluídos, totalizando 641 quilômetros. Ainda estão em andamento outros 15 trechos (477 quilômetros), com investimentos de R$ 290 milhões e previsão de conclusão para o final deste ano.

Pelo programa Caminhos de Minas, está prevista a pavimentação de 151 quilômetros de estradas que ligam Pedra Azul e Salto da Divisa a Almenara. Em todo o Estado serão 22 trechos pavimentados, com a possibilidade de financiamento do Banco Mundial.

“Já apresentamos esse programa ao Banco Mundial, que já assinou positivamente, disse que temos condições a partir do ano que vem de receber os recursos para iniciar o projeto. O programa já começou em alguns trechos e Almenara será um grande polo de entroncamento rodoviário dessa região do Baixo Jequitinhonha. Então, vamos fazer todas essas obras já com financiamento do Banco Mundial a partir do próximo ano”, disse Antonio Anastasia, sendo muito aplaudido pelas lideranças políticas da região.

Festa esperada

Desde o início da manhã, Almenara se preparou para a chegada de Anastasia, Aécio e Itamar. Houve diversos foguetórios ao longo do dia. A recepção calorosa aos candidatos começou ainda no aeroporto, onde dezenas de lideranças municipais e centenas de moradores foram dar as boas vindas, carregando faixas, cartazes e bandeiras.

Anastasia, Aécio e Itamar seguiram em caravana até o centro da cidade e ao longo de todo o percurso, que passou pela avenida Olinto de Miranda, foram saudados pela população das janelas das casas e do comércio. Próximo ao Mercado Municipal, os candidatos fizeram um corpo a corpo com eleitores e foram abraçados pelos moradores.

Apoio maciço de lideranças

Entre as lideranças, os avanços empreendidos pelo Governo de Minas Gerais foram destacados pelos prefeitos de diversos municípios da região. Para a prefeita de Almenara, Fabiany Ferraz (PDT), os investimentos e obras realizados na cidade fizeram a diferença no Vale do Jequitinhonha.

“O professor Anastasia, juntamente com o Aécio Neves, realmente fizeram a diferença no nosso Vale do Jequitinhonha, um vale tão esquecido, que era chamado de vale da miséria. E eles tiraram esse rótulo, nos dando hoje uma vida digna e trazendo recursos, investimentos e obras. Temos orgulho de ser mineiros e apoiá-los”, afirmou a prefeita.

O prefeito de Jequitinhonha, Roberto Botelho (PSDB), que preside a União dos Municípios do Vale do Jequitinhonha (UmVale), que congrega 60 municípios, afirmou que a esperança da região é que a reeleição de Antonio Anastasia garanta a continuidade do trabalho que foi iniciado pelo governador Aécio Neves.

“Desde que o governador Aécio Neves assumiu o Governo de Minas, houve uma política voltada exclusivamente para a região do Vale do Jequitinhonha. A nossa esperança é que o governador Antonio Anastasia, uma vez reeleito dará continuidade àquilo que foi iniciado. Todos nós aqui do Alto, do Médio e do Baixo Jequitinhonha, unidos em torno da UmVale vamos dar todo o apoio necessário a essa pessoa que tem feito muito e com certeza irá fazer ainda mais pela nossa região”, disse.

Pesquisa reflete conquista de apoios

Além de Almenara, Antonio Anastasia, Aécio Neves e Itamar Franco estiveram em Araçuaí, também no Vale do Jequitinhonha e em Governador Valadares, no Vale do Rio Doce. Em todas as cidades, Anastasia foi cumprimentado pelo resultado da pesquisa Datafolha, divulgada na manhã de hoje. Ela confirma a disparada da candidatura de Antonio Anastasia na preferência dos eleitores mineiros.

Na medição do Datafolha, o governador subiu 18 pontos nas intenções de voto no Estado em menos de um mês. Na pesquisa Datafolha realizada entre os dias 9 e 12 de agosto, Antonio Anastasia tinha 17% das intenções de voto. Nos números divulgados no dia 27 do mês passado, ele tinha 29%.  Agora Anastasia já tem 35% das intenções de voto.

O candidato do PMDB, Hélio Calixto Costa, continua caindo nas pesquisas. Ele ficou estacionado durante todo o mês de agosto e, na pesquisa de hoje, apresentou uma queda de três pontos, passando de 43% para 40%. A nova pesquisa Datafolha foi realizada nos dias 31 de agosto e 1º de setembro. Foram ouvidos 1.652 eleitores. A margem de erro é de dois pontos percentuais. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) com o número 66737/2010.

O crescimento da candidatura do governador Antonio Anastasia também foi comprovado pela pesquisa DataTempo/CP2, divulgada hoje. Na medição onde os eleitores declaram espontaneamente o voto ao candidato escolhido, o governador Antonio Anastasia tem 25% da preferência da população e está à frente do seu principal adversário que tem 24%.

Anastasia, Aécio e Itamar são recebidos por multidão em Araçuaí

Antonio Anastasia, Aécio Neves e Itamar Franco são recebidos por multidão em Araçuaí

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Mais de 1.500 pessoas lotaram a Praça da Matriz para saudar o governador e apoiar sua candidatura à reeleição. Emocionado, Anastasia agradece apoio e afirma que manterá os vales do Jequitinhonha e Mucuri

e o Norte de Minas como prioridade no Estado

Uma multidão acompanhou a visita do governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, do ex-governador Aécio Neves e do ex-presidente Itamar Franco, candidatos ao Senado, em Araçuaí (Vale do Jequitinhonha). A Praça Matriz foi tomada por cerca de 1.500 pessoas, numa verdadeira demonstração de reconhecimento aos importantes avanços sociais promovidos pelo Governo de Minas no Vale do Jequitinhonha nos últimos oito anos.

Emocionado, o governador Anastasia agradeceu a recepção calorosa da população. Ele lembrou que os Vales do Jequitinhonha e Mucuri e o Norte de Minas foram as regiões que receberam o maior investimento per capita do Governo do Estado nos últimos anos. De 2003 a 2009, para cada um Real investidos nas outras regiões, o Estado investiu o dobro no Norte e vales do Jequitinhonha e Mucuri, totalizando R$ 4,7 bilhões em ações de redução da pobreza e das desigualdades regionais.

“É o reconhecimento do trabalho que o governador Aécio Neves fez ao longo dos últimos anos conosco e nesta região de modo especial. Ninguém melhor do que o pessoal do Jequitinhonha, do Mucuri e do Norte de Minas para reconhecer o que foi feito a favor dessa região. Estradas, saneamento, habitação, telefonia, educação, segurança, tudo feito de maneira extremamente positiva. Então, fico muito satisfeito e honrado com essa mudança nas pesquisas”, afirmou Antonio Anastasia.

Redução das desigualdades
O governador Antonio Anastasia destacou que, reeleito, o grande objetivo de seu Plano de Governo será reduzir ainda mais a desigualdade entre as regiões. Segundo ele, o próximo passo será criar atrativos para que empresas se instalem no Jequitinhonha e trabalhem com as vocações econômicas da região, gerando empregos e melhorando os indicadores sociais.

“O governo Aécio Neves e Antonio Anastasia conseguiu reduzir bastante a desigualdade. Agora, nosso grande esforço é trazer emprego de qualidade. Mas para trazer emprego tínhamos que ter infraestrutura, o que já está sendo feito”, afirmou Antonio Anastasia.

Grande recepção
Ao desembarcar na cidade, Antonio Anastasia, Aécio Neves Itamar Franco, foram recebidos por centenas de pessoas no aeroporto. De lá seguiram em grande carreata formada por cerca de 300 veículos, entre carros e motocicletas. A cidade parou para recepcionar os candidatos, que foram saudados ao logo de todo o percurso com muitas bandeiras e fogos de artifício.  Ao chegarem à Praça da Matriz, no centro de Araçuaí, cerca de 1.500 pessoas aguardavam os candidatos, de acordo com cálculos da Polícia Militar.

O prefeito de Araçuaí, Aécio Jardim (PDT), afirmou que a festa preparada pela população da cidade a Anastasia é uma demonstração de apoio de toda a região do Vale do Jequitinhonha à sua reeleição.
“Esta é uma festa de municípios mesmo. Estou sentindo aqui a volta das campanhas municipais, a volta de campanha de prefeitura. Então, virou uma festa no nosso próprio terreno. Estou feliz demais, muita gente, uma alegria total”, afirmou.

Carinho da população
A chegada de Antonio Anastasia, Aécio Neves e Itamar Franco atraiu diversas pessoas às ruas, que expressaram o reconhecimento pela melhoria das condições de vida na região. É o caso da aposentada Rosélia Tanure, que fez questão de ir até o aeroporto e depois até a praça para prestigiar os candidatos.

“Chamei minhas amigas e o pessoal todo da rua. A vida no Jequitinhonha melhorou muito e, pra continuar melhorando, temos que votar no Anastasia, que sempre olhou para a nossa região com carinho especial”, disse ela, que colou vários botons na blusa.

A professora Márcia Ferreira levou os três filhos, a sogra e as duas cunhadas para ver de pertinho os candidatos. “Com Aécio e Anastasia, as escolas melhoraram e a pobreza na região diminuiu. Não podemos deixar que um trabalho tão sério seja interrompido. O Jequitinhonha está com o Anastasia”, afirmou.

Mais desenvolvimento
O prefeito de José Gonçalves de Minas, Edson Lago de Sousa (DEM), afirmou que o governo de Anastasia e Aécio se preocupou com a redução das desigualdades sociais. Até o final deste ano, o Governo de Minas investirá cerca de R$ 5,9 milhões para erradicar a pobreza nas três regiões mais carentes de Minas, os Vales do Jequitinhonha e do Mucuri e o Norte de Minas.

“Foi um governo que realmente olhou para a nossa região, procurou resolver a desigualdade do Estado, trazendo para o Jequitinhonha obras de infraestrutura. Foi um grande parceiro de nossos municípios para melhorar a qualidade de vida da população. Não só Minas, mas o Jequitinhonha, precisa de continuar com Anastasia”, disse.

O prefeito de Berilo,Lázaro Pereira Neves (PP), afirmou que o Vale do Jequitinhonha foi prioridade para o governo de Antonio Anastasia. “O Vale foi prioridade na administração tanto do ex-governador Aécio Neves e continuidade com o Governo Anastasia. É preciso dar continuidade. Isso fez a diferença para nós que moramos nos municípios que só sobrevivem de Fundo de Participação dos Municípios”, afirmou.

O prefeito de Ataleia, Geraldo Dias Amador (PRB), afirmou que Anastasia trata todos os prefeitos de forma igualitária sem distinção partidária. “Não percebemos tratamento diferente do governo para com os prefeitos dessa ou daquela legenda. O tratamento que ele dispensou à nossa prefeitura foi igual ao que ele dispensou à prefeitura da base aliada do Governo do Estado”, afirmou.

Obras terão continuidade
Aécio Jardim afirmou que a reeleição de Antonio Anastasia é a garantia da governabilidade dos prefeitos mineiros, que poderão certamente contar com recursos para a conclusão das obras e melhorar a qualidade de vida da população. “Anastasia significa a tranquilidade de administrar bem uma cidade. É a certeza de tudo o que começou vai terminar com toda tranquilidade”, afirmou. O prefeito de Caraí, Jenner Neiva (PSDC), afirmou que a parceria com o Governo Aécio Neves e Antonio Anastasia tem sido fundamental para o desenvolvimento do município do Médio Jequitinhonha, com 23 mil habitantes. Caraí foi beneficiada com a pavimentação de estradas e de ruas, obras de saneamento da Copanor.

“Devemos muito ao Governo de Aécio e Anastasia. Ele tem dado o apoio para que possamos sair do anonimato. Estávamos há muito tempo sem investimentos e, agora, podemos investir na saúde e na infraestrutura e dar condições para podermos administrar com maturidade, já que não temos receita própria, vivemos especificamente só de Fundo de Participação” afirmou.

Pesquisas confirmam crescimento de Anastasia
A nova pesquisa Datafolha divulgada hoje (03/09) confirma a disparada da candidatura de Antonio Anastasia na preferência dos eleitores mineiros. Na medição do Datafolha, o governador subiu 18 pontos nas intenções de voto no Estado em menos de um mês. Na pesquisa Datafolha realizada entre os dias 9 e 12 de agosto, Antonio Anastasia tinha 17% das intenções de voto. Nos números divulgados no dia 27 do mês passado, ele tinha 29%.  Agora Anastasia já tem 35% das intenções de voto.

O candidato do PMDB, Hélio Calixto Costa, continua caindo nas pesquisas. Ele ficou estacionado durante todo o mês de agosto e, na pesquisa de hoje, apresentou uma queda de três pontos, passando de 43% para 40%. A nova pesquisa Datafolha foi realizada nos dias 31 de agosto e 1º de setembro. Foram ouvidos 1.652 eleitores. A margem de erro é de dois pontos percentuais. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) com o número 66737/2010.

O crescimento da candidatura do governador Antonio Anastasia também foi comprovado pela pesquisa DataTempo/CP2, divulgada hoje. Na medição onde os eleitores declaram espontaneamente o voto ao candidato escolhido, o governador Antonio Anastasia tem 25% da preferência da população e está à frente do seu principal adversário que tem 24%.

Datatempo: Anastasia ultrapassa Hélio Costa na espontânea

Fonte: Jornal O Tempo

Depois do Ibope, Vox Populi, EM Data e Datafolha, também o DataTempo/CP2 confirma a disparada de Anastasia na pesquisa divulgada nesta sexta-feira (03/09). Segundo o instituto, Anastasia subiu 13,09 pontos percentuais, saltando de 22,23%, em relação à pesquisa de agosto, para 35,32% da preferência do eleitorado. Já Hélio Costa caiu e está com 40,89%. A pesquisa espontânea revela que Anastasia já ultrapassou Hélio Costa: 25,18% a 24,13%, conforme o resultado publicado na edição de hoje do jornal O Tempo.

A pesquisa foi realizada de 27 a 29 de agosto e ouviu 2.062 pessoas. A margem de erro é de 2,16 pontos percentuais e o registro na Justiça eleitoral tem número 26.992/2010.

Aécio Neves agradece apoio e lembra ações para a redução da pobreza em Minas Gerais

04/09/2010 Notícia do dia Deixar um comentário

Aécio Neves agradece apoio recebido por eleitores e destaca ações para a  redução da pobreza no Estado

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Ações do Governo do Estado fizeram com que Minas conseguisse atingir antecipadamente metas de redução da pobreza estipuladas pela ONU para 2015. Em visita ao Vale do Jequitinhonha, ao lado do governador Antonio Anastasia, Aécio Neves afirma que mineiros não querem o fim do desenvolvimento

O ex-governador Aécio Neves, candidato ao Senado, demonstrou nesta sexta-feira (03/09) enorme satisfação pelo apoio aos candidatos da Coligação “Somos Minas Gerais” recebido da população e lideranças políticas de todas as regiões do Estado.  Para o ex-governador, esse reconhecimento é fruto do trabalho que ele e o governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, desenvolveram nos últimos oito anos, firmando parcerias com todos os 853 municípios mineiros. Aécio, Anastasia e o ex-presidente Itamar Franco visitaram na tarde hoje os municípios de Araçuaí e Almenara, no Vale do Jequitinhonha.

Aécio Neves destacou que ele e Anastasia sempre pautaram as ações e investimentos do Governo do Estado com o intuito de contribuir para a redução da pobreza e da desigualdade social entre as regiões mineiras. Em Araçuaí, Aécio e Anastasia foram acompanhados por 1.500 pessoas, segundo cálculos da Polícia Militar, durante caminhada que fizeram pela cidade.
“Estou muito feliz de poder, depois de quase oito anos como governador, viajar por Minas Gerais e receber sempre essa manifestação de apreço, de carinho e de reconhecimento de um trabalho sério que fizemos em Minas durante todos esses anos. E não somos nós que dissemos isso. É a população de Minas Gerais, a população do Norte, dos Vales do Jequitinhonha e do Mucuri”, declarou Aécio Neves.

Reconhecimento da ONU
Além da população e das lideranças políticas, o trabalho desenvolvido pelo Governo de Minas também obteve reconhecimento internacional. Um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), divulgado em março deste ano, aponta que Minas Gerais conseguiu alcançar antecipadamente várias metas estipuladas com o objetivo de reduzir a pobreza extrema pela metade até 2015.

Pactuados em 2000 por 191 nações, os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio se resumem em oito metas: erradicar a extrema pobreza e a fome; oferecer educação básica de qualidade a todos; promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres; reduzir a mortalidade infantil; melhorar a saúde materna; combater o HIV/AIDS, a malária e outras doenças; garantir a sustentabilidade ambiental; e estabelecer parcerias para o desenvolvimento.

De acordo com o relatório da ONU, Minas Gerais reduziu a proporção de pessoas pobres de 53,5%, em 1991, para 25% em 2008. A meta prevista para 2015 era de 26,8% do total da população.

A taxa de mortalidade infantil em Minas também apresentou significativa redução. Em 1994, ela era de 181 crianças menores de cinco anos para cada 1.000 nascidas vivas. Este número caiu para 17 crianças em 2008 em Minas. A meta estipulada pela ONU para a taxa de mortalidade infantil para 2015 era de 60,4 crianças para cada 1.000 nascidas vivas.

O cumprimento antecipado em Minas das metas da ONU para erradicar a pobreza no mundo se deve ao novo ordenamento da gestão administrativa do Estado, implantado com o Choque de Gestão, como ficou chamado o conjunto de medidas adotadas em 2003 para recuperar as finanças do Estado. Com as contas organizadas, o Estado retomou o crédito internacional, recuperou a capacidade de investimentos e garantiu o crescimento econômico e social da população.

Prioridade nos investimentos
De 2003 a 2009, o Governo de Minas investiu R$ 4,7 bilhões em ações de redução da pobreza e das desigualdades regionais.  O Norte de Minas e os Vales do Jequitinhonha e Mucuri são os que têm recebido o maior investimento per capita. Neste período, para cada um real investidos nas outras regiões do Estado, o Governo do Estado investiu o dobro no Norte e vales do Jequitinhonha e Mucuri.

“Pela primeira vez na história de Minas Gerais, gastamos mais por habitante nesta região Norte, Jequitinhonha e Mucuri, do que no restante do Estado. A realidade das nossas estradas está aí. Não é ninguém que vai dizer isso. As pessoas comprovam isso. Os investimentos na saúde e na educação aumentaram. Há um processo em andamento em Minas Gerais, hoje, que não deve ser interrompido em benefício dos mineiros”, disse o ex-governador.

Pelo Proacesso, foram mais R$ 317 milhões na pavimentação de 24 trechos, totalizando 641 quilômetros. Ainda estão em andamento outros 15 trechos (477 quilômetros), com investimentos de R$ 290 milhões e previsão de conclusão para o final deste ano.

Na saúde, foram R$ 232 milhões na macrorregião Nordeste, com população estimada em 938 mil habitantes. Já na educação, somente com a reforma de 410 escolas, o Governo do Estado investiu R$ 88 milhões, beneficiando 229 mil alunos.

No saneamento básico, o Estado criou a Copanor, subsidiária da Copasa, que está levando água tratada e esgotamento sanitário para as regiões mais pobres de Minas Gerais. As tarifas cobradas são reduzidas e subsidiadas pelo Governo do Estado.

Pesquisas confirmam crescimento de Anastasia
A nova pesquisa Datafolha divulgada hoje (03/09) confirma a disparada da candidatura de Antonio Anastasia na preferência dos eleitores mineiros. Na medição do Datafolha, o governador subiu 18 pontos nas intenções de voto no Estado em menos de um mês. Na pesquisa Datafolha realizada entre os dias 9 e 12 de agosto, Antonio Anastasia tinha 17% das intenções de voto. Nos números divulgados no dia 27 do mês passado, ele tinha 29%.  Agora Anastasia já tem 35% das intenções de voto.

O candidato do PMDB, Hélio Calixto Costa, continua caindo nas pesquisas. Ele ficou estacionado durante todo o mês de agosto e, na pesquisa de hoje, apresentou uma queda de três pontos, passando de 43% para 40%. A nova pesquisa Datafolha foi realizada nos dias 31 de agosto e 1º de setembro. Foram ouvidos 1.652 eleitores. A margem de erro é de dois pontos percentuais. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) com o número 66737/2010.

O crescimento da candidatura do governador Antonio Anastasia também foi comprovado pela pesquisa DataTempo/CP2, divulgada hoje. Na medição onde os eleitores declaram espontaneamente o voto ao candidato escolhido, o governador Antonio Anastasia tem 25% da preferência da população e está à frente do seu principal adversário que tem 24%.

Ibope confirma que virada de Anastasia é para valer

Nova pesquisa Ibope confirma virada de Anastasia em Minas

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Ibope mostra o governador à frente de Costa na disputa

A nova pesquisa do Ibope divulgada nesta sexta-feira (03/09) à noite, pela Rede Globo, confirma o crescimento e a liderança do governador Antonio Anastasia na disputa pelo Governo de Minas. O governador obteve 35% das intenções de votos dos mineiros, mantendo a vantagem sobre o candidato do PMDB, Hélio Calixto Costa, com 33%. Os números confirmam a virada de Anastasia nas eleições em Minas, já apontada pelo Ibope divulgado sábado passado.

O Ibope mostrou também que Antonio Anastasia seria hoje o vencedor das eleições para o Governo de Minas num eventual segundo turno com 37% das intenções de voto contra 36% de Costa.   A pesquisa apontou também que 23% dos eleitores mineiros permanecem indecisos.

O Ibope divulgado sábado passado, dia 28, mostrou o crescimento e a virada de Antonio Anastasia nas eleições em Minas. Ele saiu de 27% para 35% das intenções de voto.  Já o candidato do PMDB caiu de 38% para 33%.

A nova pesquisa Ibope foi realizada entre os dias 31 de agosto e 2 de setembro e tem margem de erro de dois pontos percentuais. Foram entrevistados 1.806 eleitores. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) com o número 66.911/2010.

Aécio e Itamar lideram no Senado
O Ibope mostrou que os dois candidatos pela Coligação Somos Minas Gerais também lideram as intenções de votos dos mineiros. O ex-governador Aécio Neves tem 67% das intenções de voto e o ex-presidente Itamar Franco tem 41%. O terceiro colocado, Fernando Pimentel, obteve 23%. O número de indecisos para o Senado é de 33%.

Anastasia: liderança em Belo Horizonte e Região Metropolitana é fruto do trabalho realizado em Minas

Anastasia diz que liderança entre eleitores de BH e da Região Metropolitana é resultado do reconhecimento aos avanços em Minas

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Em visita ao Aglomerado da Serra, governador afirma que população já identifica que sua candidatura representa a garantia de novos avanços

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição pela coligação “Somos Minas Gerais” destacou na manhã deste domingo (05/09), que sua liderança nas pesquisas de intenção de voto na Região Metropolitana de Belo Horizonte decorre do reconhecimento da população pelo trabalho realizado pelo Governo de Minas Gerais nos últimos oito anos. Pesquisa Datafolha publicada ontem mostrou que o governador Anastasia abriu uma vantagem de 19 pontos percentuais sobre Hélio Calixto Costa, do PMDB, na preferência dos eleitores da Capital e de 11 pontos na Região Metropolitana.

“O resultado implica em, primeiro lugar, o reconhecimento do trabalho feito pelo nosso governo ao longo dos últimos anos nessa cidade. Houve o primeiro reconhecimento da identidade, sendo eu o candidato da continuidade com avanços. E, naturalmente, isso que estamos tendo aqui está se estendendo ao interior do Estado agora também”, disse Antonio Anastasia.
De acordo com o DataFolha, Antonio Anastasia tem hoje 47% das intenções de voto dos eleitores da Região Metropolitana. Em 27 de agosto eram 36%. Enquanto o governador registrou um salto na sua candidatura, o seu principal adversário apresenta situação oposta.  Costa tinha 38% e caiu para 36%, segundo o Datafolha.

Aglomerado da Serra
O governador Antonio Anastasia caminhou na manhã deste domingo pelas ruas da comunidade do Aglomerado da Serra, onde vivem 50 mil pessoas. O governador cumprimentou vários moradores e comerciantes, que o receberam com entusiasmo e ainda concedeu entrevista à Favela FM, uma das rádios comunitárias mais conhecidas do país.  Antonio Anastasia retribuiu o carinho da população reforçando seu compromisso com a educação, a saúde, a segurança e a geração de empregos. Todas as metas estarão no plano de governo, lançado nesta semana.

“Diria que temos áreas fundamentais: saúde, educação, segurança e geração de empregos. Se conseguirmos bons resultados nessas áreas vamos avançar. Vamos levar a saúde cada vez mais perto das pessoas, com a criação de hospitais regionais. Queremos que ninguém em Minas fique a menos de duas horas de um atendimento hospitalar completo, da mais alta complexidade. Além disso, vamos investir muito na saúde básica que são os programas de Saúde da Família e ao mesmo tempo das Unidades Básicas de Saúde”, disse Antonio Anastasia.

Reconhecimento da população
A visita de Anastasia ao aglomerado animou a aposentada Ana Alves Cândida, de 66 anos de idade moradora da Vila há 40 anos. Ela saiu cedo de casa para prestigiar o candidato e agradecer pelo aumento da segurança no morro. Com dois adesivos na camiseta, foi esperá-lo na Rua Serenata, de onde o governador partiu para o corpo a corpo.

“Antes, chegava à noite e a gente nem podia mais sair de casa. Todo dia tinha tiros. Agora, está bem mais seguro”, disse a Dona Ana.
Cristina Souza, dona de uma barraca de frutas na Rua Bandoneon, mostrou-se satisfeita com a presença do governador. “O fato dele estar aqui mostra pra gente que ele tem intenção de continuar as melhorias iniciadas com o Aécio. Os meninos estão na escola e o pessoal está conseguindo emprego mais fácil. Ainda falta muita coisa, mas o Anastasia vai dar conta do recado”, afirmou.

Professor da Família
Durante a visita, o governador anunciou que entre as propostas do Plano de Governo, que será lançado esta semana, está o projeto “Professor da Família”, que percorrerá a casa dos alunos, para auxiliar os estudantes em caso de dificuldades no aprendizado. Minas Gerais atualmente lidera o ranking nacional de qualidade no ensino fundamental, segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Ministério da Educação.

“Estamos criando um programa novo, e que estou muito orgulhoso dele, chamado Professor da Família, cujo objetivo e atender de casa em casa, juntamente com os pais, os alunos que por problemas familiares ou por algumas dificuldades, não vão tão bem quanto os outros”, disse Antonio Anastasia. Nos últimos sete anos, o Governo de Minas investiu, apenas no Aglomerado da Serra, R$ 1,4 milhão em obras de reforma em sete escolas estaduais.

Segurança Pública e Fica Vivo!
Antonio Anastasia destacou a meta de investir mais cada vez mais na prevenção, na chamada Polícia Inteligente. “É aquela polícia que faz a prevenção e que leva a segurança às pessoas. Melhorou muito a segurança nas grandes cidades, a presença da polícia e os nossos programas. Tem aqui o programa Fica Vivo! aqui, que nós temos que aumentar ainda mais, mas preciso também levar segurança à área do campo, na zona rural. Porque o criminoso, muitas vezes, ele sai da cidade grande e vai para a zona rural. E é claro continuar aumentando o efetivo das nossas polícias”, afirmou.

Boa parte da redução da criminalidade na maior favela de Belo Horizonte se deve ao Fica Vivo!, programa destinado às famílias que vivem em áreas de risco. O projeto, que oferece aos moradores programas sociais, ajuda a afastar os jovens dos contatos com drogas, aumentando, consequentemente, a segurança pública nas áreas atendidas, sendo 25 núcleos em Belo Horizonte e 15 em cidades do interior. No Aglomerado da Serra, o Fica Vivo!, inaugurado em 2006, já atendeu 15.200 jovens e adolescentes, entre 12 e 24 anos.

Empregos
O candidato reafirmou que a geração de empregos será uma obsessão do Governo de Minas nos próximos quatro anos. Entre 2003 e 2010, Minas gerou 1 milhão de vagas. Na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a taxa de desemprego, em julho, ficou em 8,3%, alcançando o patamar mais baixo desde 1996, ano em que teve início a série histórica da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED).
Antonio Anastasia ainda lembrou a descoberta de gás natural em território mineiro, o que vai abrir novas oportunidades de trabalho. “Esse gás foi descoberto na Bacia do São Francisco, nós vamos agora fazer os gasodutos e vamos ter muito dinheiro para fazer mais obras. Porque o gás, além de dar royalties, ou seja, dá um tributo para o Estado, o Estado é dono do poço. Metade dos poços é do Estado. Nós descobrimos o nosso pré-sal, vamos dizer assim. Então vamos ter muito recurso para fazer boas obras e eu estou muito orgulhoso disso. E aí nós vamos gerar mais empregos para os mineiros e ver cada vez mais Minas Gerais avançar”, finalizou