Datafolha: Anastasia lidera pesquisa espontânea em BH e RMBH

Anastasia lidera intenção de voto em Belo Horizonte e Região Metropolitana em pesquisa espontânea do Datafolha

Fonte: Coligação Somos Minas Gerais”

Na capital, Anastasia tem mais que o dobro das intenções de voto que o principal adversário

O governador Antonio Anastasia lidera com folga as intenções de voto em Belo Horizonte e na Região Metropolitana em pesquisa espontânea do Instituto Datafolha. Pesquisa completa divulgada pelo instituto, nesta segunda-feira (30/08), mostra que o governador tem 31% das intenções de voto na capital, quando os eleitores declaram espontaneamente em quem irão votar no dia 3 de outubro. O principal adversário, Hélio Calixto Costa, do PMDB, foi citado por apenas 15% dos entrevistados, uma diferença de 16 pontos percentuais. O crescimento do governador Antonio Anastasia foi de nove pontos percentuais desde a última pesquisa, divulgada no dia 16.

Na Região Metropolitana, Antonio Anastasia cresceu seis pontos e foi citado por 24% dos eleitores pesquisados. O candidato do PMDB caiu um ponto e ficou com apenas 12%. Os números do Datafolha confirmam que Antonio Anastasia tem ampla preferência da população mineira nas regiões onde ele é mais conhecido. A liderança do governador Antonio Anastasia também é comprovada em todo o Estado. Ele tem 17% das intenções de voto em Minas Gerais, três pontos a mais que Hélio Calixto Costa. A pesquisa Datafolha foi realizada entre os dias 23 e 24 de agosto.
A pesquisa Datafolha ouviu 1.261 pessoas, em 52 municípios de Minas Gerais. A margem de erro é de três pontos percentuais. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) com o número 64.318/2010.

Preferência confirmada
Na pesquisa do Ibope divulgada no último sábado (28/08), o governador Antonio Anastasia já ultrapassou Hélio Calixto Costa.  Antonio Anastasia tem 35% das intenções de voto contra 33% do seu principal adversário, que caiu cinco pontos em menos de uma semana. Os novos números do Ibope mostraram ainda que, na soma dos votos válidos, o governador Antonio Anastasia tem 49% das intenções de voto e está apenas a um ponto e mais um voto de vencer as eleições em Minas no primeiro turno. No caso de um eventual segundo turno, Antonio Anastasia também seria eleito. Segundo o Ibope, ele tem 37% das intenções de voto contra 36% do outro candidato.

Pesquisa EM Data
A primeira rodada da pesquisa realizada pelo Instituto EM Data desde o início da disputa eleitoral também confirma a virada das eleições em Minas Gerais. Os números divulgados hoje (30/08) mostram que na pesquisa onde os eleitores declaram espontaneamente o voto ao candidato escolhido, Antonio Anastasia tem 21% da preferência dos eleitores e está a um ponto percentual de ultrapassar o seu principal adversário, Hélio Calixto Costa, do PMDB. A pesquisa mostra uma clara tendência de crescimento da candidatura de Antonio Anastasia, pois 55% dos mineiros querem a continuidade dos programas e ações do atual Governo de Minas. Os números também revelam que 52% dos entrevistados já aprovam a gestão do atual governador, no cargo há apenas cinco meses.

Itamar Franco defende Senado independente

Itamar Franco defende Senado independente

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Ex-presidente diz que Constituição estabelece que o senador deve julgar o presidente da República e que, para isso, não deve ser atrelado ao Poder Executivo

O candidato ao Senado pela coligação “Somos Minas Gerais”, Itamar Franco, defende a independência dos senadores em relação ao Poder Executivo. Ontem, em seu twitter, Itamar afirmou que a primeira atribuição constitucional de um senador é julgar o presidente da República.
“A primeira atribuição constitucional de um senador é julgar o presidente da República”. E perguntou: “Como pode um candidato anunciar-se senador do presidente?”

No entendimento de Itamar Franco, que já foi senador por 16 anos, em dois mandatos, o parlamentar deve preservar sua isenção, em vez de dizer que será um representante do presidente da República. Um dos motivos que teriam levado ao enfraquecimento do Poder Legislativo, segundo o ex-presidente da República, foi o atrelamento do Congresso ao Governo Federal. “Precisamos resgatar a independência dos Poderes”, afirma.

Ao longo dos dois mandatos como senador, Itamar sempre atuou no campo da oposição, eleito pelo antigo MDB. “Éramos minoria, mas sempre procuramos estudar e nos preparar, como recomendava o saudoso Franco Montoro”, afirma o ex-presidente da República.
Itamar acredita que o senador deve defender os interesses do seu Estado de origem na Câmara Alta. “Outra atribuição, além de julgar o presidente, é estudar o endividamento dos estados e municípios. Dessa forma, ele pode atuar em prol do Estado e dos prefeitos, que é o que Aécio e eu pretendemos fazer caso eleitos”, diz o ex-presidente.

Pacto Federativo
Uma das frentes de trabalho em que pretende atuar é a defesa do pacto federativo. Segundo ele, a União arrecada muito e transfere pouco para os outros entes federativos. “Precisamos efetivar uma distribuição mais justa dos recursos, de tal forma que as cidades que dependem do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) tenham como sobreviver”, disse o candidato. Itamar também pretende lutar pela elevação da alíquota da Cfem, o royaltie do minério, hoje da ordem de 1,6%. “É um absurdo que cidades como Congonhas e Conselheiro Lafaiete, por exemplo, tenham seu subsolo explorado à exaustão e, depois, não recebam uma compensação à altura”.

Itamar Franco disse ainda não compreender o questionamento que está se fazendo sobre as pesquisas divulgadas na última semana. Segundo o Ibope, o governador Antonio Anastasia ultrapassou seu adversário e lidera a disputa para o Governo de Minas. “A candidatura do adversário foi definida com base em pesquisas. Agora, querem desqualificar as mesmas pesquisas?”, perguntou. Segundo ele, pesquisa é um retrato do momento e deve ser relativizada. “Temos que arregaçar as mangas e trabalhar muito para sermos aprovados na verdadeira pesquisa, que é a das urnas”, diz.

Artistas mineiros cantam em favor de Antonio Anastasia e Aécio

Em Minas, Lula evita confronto com Aécio Neves para favorecer Hélio Costa e abre crise no comitê do PMDB

Lula rejeita ideia de medir forças com Aécio por Hélio

Fonte: Josias de Souza – Folha de S. Paulo

A reação de Antonio Anastasia (PSDB), candidato de Aécio Neves ao governo de Minas, abriu uma crise no comitê de Hélio Costa (PMDB).

Ministro das Comunicações até abril, Hélio reivindica uma injeção de Lula em sua campanha.

O vice de sua chapa, Patrus Ananias (PT), ex-ministro do Bolsa Família, compartilha da mesma opinião. Para os dois, só Lula pode, a essa altura, estabelecer um contraponto à presença de Aécio na campanha rival.

Ouvido, Lula se dispôs a ajudar, mas rejeitou a idéia de travar com Aécio uma guerra de prestígio em Minas. Aécio não mede esforços. Chegou a gravar um pedido de voto que o comitê de Anastasia leva aos ouvidos do eleitorado mineiro pelo telefone.

O time de Hélio desejava que Lula fizesse o mesmo. O presidente torceu o nariz. Disse que a esse ponto não chegaria. Recordou que já havia gravado mensagem de apoio para a propaganda eletrônica de Hélio Costa. Desejava-se que fizesse nova gravação. Na peça, mais do que expressar apoio à chapa PMDB-PT, pregaria contra Anastasia e o PSDB de Aécio.

Lula, de novo, levou o pé atrás. Disse que prefere fazer campanha a favor, não contra. Por último, solicitou-se do presidente que participasse, junto com a presidenciável petista Dilma Rousseff, de uma série de atos de campanha em Minas.

Por ora, Lula topou participar apenas de mais um comício mineiro, provavelmente na quinta-feira (9) da semana que vem. Nesta terça (31), em meio ao curto-circuito que o crescimento de Anastasia provocou na campanha de Hélio, PMDB e PT reuniram-se em Brasília.

Hélio foi representado no encontro por Michel Temer, presidente do PMDB federal e candidato a vice na chapa de Dilma. Pelo PT, além de Patrus Ananias, o presidente da legenda, José Eduardo Dutra. Produziu-se na conversa mais diagnóstico do que receita.

Constatou-se o obvio: dá-se em Minas algo semelhante ao que se passa na cena nacional. O eleitor parece pender para a continuidade. A exemplo do governo Lula, a administração mineira de Aécio dispõe de alto índice de aprovação.

Em âmbito estadual, Aécio rivaliza com Lula em termos de popularidade. E converte o prestígio pessoal em votos para Anastasia. Assim como Lula faz com Dilma. Aécio diz que, no Estado, o discurso da continuidade que Lula esgrime no Brasil joga a seu favor. As pesquisas indicam que o tucano tem razão.

Do ponto de vista de Lula, o objetivo prioritário já foi alcançado em Minas: Dilma ultrapassou nas pesquisas do Estado o rival José Serra. Curiosamente, o presidente parece enxergar o caso de São Paulo de maneira diversa. Ali também Dilma já está à frente de Serra. Porém…

Porém, Lula decidiu tonificar sua presença na campanha estadual de Aloizio Mercadante, que mede forças com outro tucano, Geraldo Alckmin. Para o presidente, parece mais prioritário o esforço para dobrar a espinha do tucanato em São Paulo do que em Minas. Natural.

Alckmin é um tucano de bico mais duro que o de Aécio. Num eventual governo Dilma, tende a causar mais problemas. De resto, São Paulo é o berço do PT. E Alckmin foi o adversário de Lula na sucessão de 2006. Há na atmosfera um quê de revanche.

Anastasia destaca profissionalização da gestão pública em debate com universitários

Antonio Anastasia destaca profissionalização da gestão pública em debate com universitários

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Governador participa de debate promovido por estudantes de Direito da Faculdade Milton Campos. Hélio Calixto Costa foi convidado, mas não compareceu ao debate

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, participou, na noite desta terça-feira (31/08), de debate com estudantes de Direito da Faculdade Milton Campos, em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O debate foi realizado durante a Semana Eleitoral, promovida pelo Diretório Acadêmico da faculdade. Cerca de 300 estudantes assistiram ao debate.

Antonio Anastasia abriu o debate destacando a importância da profissionalização da gestão no poder público. O governador afirmou que Minas Gerais está dando um exemplo ao País de responsabilidade e bom uso dos recursos públicos.

“Todas as nações que evoluíram nos últimos anos apostaram na profissionalização da gestão pública. Nunca tivemos isso no Brasil. Não é só dinheiro que falta, mas mais grave que a escassez de recursos é a responsabilidade e a forma de alocar bem esses recursos. Essa gestão deixa um legado para todo o País que é a profissionalização da gestão pública. Somente com uma gestão eficiente, poderemos solucionar nossos maiores problemas, como a redução da pobreza e a diminuição das diferenças entre as regiões, que ainda existem e são abissais em todo o País”, afirmou o governador.

Formado em Direito, Antonio Anastasia dedica-se há 26 anos à administração pública, participando da vida política de Minas. Atuou em importantes momentos da história do Estado, como a Constituinte Mineira, entre 1988 e 1989, e, desde então, sua vida profissional é dedicada à administração e à defesa dos interesses de Minas.

Antonio Anastasia foi secretário de Estado de Planejamento e Gestão, no início do Governo Aécio Neves, e foi o responsável pela implantação do Choque de Gestão, conjunto de medidas administrativas que permitiram a recuperação das finanças do Estado e a retomada dos investimentos nas áreas social e de infraestrutura.

Mais empregos
Antonio Anastasia afirmou que a prioridade do seu governo será atrair mais empresas para todas as regiões do Estado, como forma de gerar empregos de qualidade à população. Anastasia também respondeu a perguntas dos universitários sobre diversos temas como desenvolvimento de Minas, programas voltados para a juventude, o Poupança Jovem e o Plug Minas; a melhoria salarial dos servidores, a revitalização do Rio São Francisco, entre outros.

Ao chegar à Faculdade Milton Campos, Antonio Anastasia destacou a importância da discussão de ideias e propostas de interesse da população e lamentou a ausência do principal adversário, o candidato Hélio Calixto Costa, que não compareceu ao debate.

“Acho muito importante o debate, sempre disse isso. Sempre que tiver condições, vou comparecer aos debates. Lamento a sua ausência, porque seria uma oportunidade para discutirmos assuntos relativos a Minas Gerais“, afirmou.

População de Unaí e Paracatu sai às ruas para receber Anastasia, Aécio e Itamar

População de Unaí e Paracatu sai às ruas para receber candidatos

Fonte: Coligação “Somos Minas Gerais”

Governador Antonio Anastasia apresenta proposta para ampliar segurança nas zonas rurais e incrementar a infraestrutura viária e ferroviária para escoamento da produção agrícola do Noroeste de Minas

O governador Antonio Anastasia, candidato à reeleição, o ex-governador Aécio Neves e o ex-presidente Itamar Franco, candidatos ao Senado, foram recebidos com muita festa e entusiasmo no Noroeste de Minas, nesta terça-feira (31/08). Centenas de prefeitos, lideranças políticas, produtores rurais e a população dos municípios de Unaí e Paracatu saíram às ruas para saudar os candidatos.

Durante encontro com produtores do Sindicato Rural de Unaí, Antonio Anastasia afirmou que, reeleito, pretende investir na segurança nas zonas rurais e ampliar a infraestrutura no Noroeste de Minas para facilitar o escoamento da produção agrícola. Entre as ações estão a pavimentação de estradas vicinais, por meio do programa Caminhos de Minas, e o apoio para a implantação de um ramal ferroviário de Unaí até Pirapora, no Norte de Minas.

“Há um compromisso de fazer pelo programa Caminhos de Minas, a pavimentação até Entre Ribeiros. O asfaltamento é uma reivindicação de toda a região. Ao mesmo tempo, melhorar as estradas rurais, as estradas vicinais. Melhorar, naturalmente, os locais para estoques e a telefonia”, disse Anastasia. E completou: “Vamos lutar para trazer a ferrovia que está em Pirapora até Unaí. Vamos escoar a produção de grãos dessa região para o mar e exportar e fazer mais riqueza.”

O ex-governador Aécio Neves afirmou que Antonio Anastasia dará continuidade aos investimentos realizados em seu governo nos municípios do Noroeste de Minas. Ele lembrou que a região é a maior fronteira produtora de grãos de Minas. Em 2009, o município de Unaí foi o líder na produção de soja e feijão em Minas Gerais. A região também é grande produtora de milho, batata e mandioca.

“Anastasia dará sequência ao trabalho de valorização dessa região. Essa é a mais importante fronteira produtora de grãos de Minas. A região será extremamente beneficiada com o futuro governo de Anastasia, assim como foi com Itamar e com meu governo”, afirmou o ex-governador.

Segurança no campo e saúde
Antonio Anastasia afirmou também que, reeleito, criará um programa voltado para a segurança rural, com o objetivo de reduzir a criminalidade no campo. O governador destacou que investirá na área social, com a construção de um hospital regional para atender todo o Noroeste de Minas.

“Na parte de segurança, estamos colocando no plano de governo um programa novo de segurança rural, voltado especialmente para as propriedades do campo, que estão sofrendo, em alguns casos, com a criminalidade”, disse o governador.

O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Unaí, Hélio Machado, apoia a reeleição do governador Anastasia porque quer a continuidade dos investimentos iniciados no Governo Aécio Neves.

“O apoio do produtor rural e de toda a população de Unaí e do Noroeste de Minas é baseado no que o Aécio fez aqui como governador. Valorizou e respeitou todo o Noroeste mineiro, trazendo energia, trazendo asfalto. Não tem uma cidade mineira que não vai ser ligada por asfalto. Isso trouxe muito progresso e muito desenvolvimento para a nossa região”, explicou.

Grande apoio
Ainda em Unaí, Anastasia, Aécio e Itamar participaram de uma carreata com dezenas de carros e mais de 100 motos. Eles seguiram até a avenida Governador Valadares onde caminharam e conversaram com os eleitores. Com faixas, bandeiras e cartazes nas mãos, os moradores de Unaí demonstraram que Antonio Anastasia é o melhor candidato para governar Minas Gerais.

Antonio Anastasia destacou o apoio recebido no Noroeste do Estado. Ele afirmou que continuará a percorrer todas as regiões de Minas para apresentar suas propostas aos eleitores.

“Ficamos muito entusiasmados com esse crescimento da campanha, os apoios, naturalmente, refletindo nas pesquisas. O otimismo continua, mas sempre com o pé no chão, com muita humildade e com muita realidade. Trabalhando, pedindo voto e, ao mesmo tempo, apresentando ideias e projetos”, disse o governador.

Festa em Paracatu
Ao chegar a Paracatu, Antonio Anastasia, Aécio Neves e Itamar Franco foram recebidos por 600 pessoas no aeroporto. Uma grande faixa com a frase “Paracatu tem orgulho de vocês” foi colocada no local para homenagear os candidatos.

Anastasia, Aécio e Itamar participaram de uma grande carreata que começou na avenida Olegário Maciel. Em seguida, iniciaram caminhada pela avenida Quintino Vargas, onde foram acompanhados por uma multidão com bandeiras e cartazes. Eles pararam na lanchonete Banana Baiana para tomar café e comer pastel. Cerca de 1.000 pessoas se reuniram na Praça Juquita Vargas para ver de perto os candidatos.

O prefeito de João Pinheiro, Sérgio Vaz (PV), fez questão de acompanhar a visita de Anastasia a Paracatu. Ele elogiou o trabalho do Governo de Minas, desenvolvido nos últimos anos, em todas as áreas como infraestrutura, saúde e educação.

“Eu sou um grande testemunho do avanço que Minas Gerais teve por ter trabalhado na saúde, durante esses oito anos. Temos o programa de fortalecimento dos hospitais de Minas Gerais, mas tivemos outros programas também. É pensando no avanço de Minas, na continuidade de um governo, que não poderíamos deixar de apoiar o Anastasia”, disse.

Prefeitos destacam parceria
O prefeito de Lagoa Grande, José Francelino Dias (PSDB), destacou os investimentos nas estradas estaduais mineiras que contribuíram para o crescimento dos municípios. Ele afirmou que o Proacesso foi responsável pelas melhorias sociais e de transporte na região. Pelo programa, o Governo do Estado pavimentará, até o final deste ano, todos os 219 rodovias estaduais que ligavam municípios que não contavam com essa infraestrutura em 2003.

“O futuro está aberto, as portas para a prosperidade aberta. Se Anastasia permanecer, e vai permanecer, essas portas estarão cada vez mais abertas, oferecendo para o cidadão aqui do Noroeste, de Lagoa Grande, uma qualidade de vida cada vez melhor”, afirmou.

O prefeito de Dom Bosco, João Paulo da Silva (PSB), afirmou que nos últimos anos a região saiu do esquecimento e foi beneficiada por diversos programas do Governo de Minas. “Hoje, a gente vê nos mineiros, o sorriso e a felicidade dos mineiros. Anastasia merece ser reeleito e acho que é mais do que justo a gente estar com eles nessa caminhada para ajudar nessa campanha”, disse.